Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.200.272
Visitas Únicas Hoje: 1.104
Usuários Online: 218
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 904 - Impresso: 23 - Enviado: 10 - Salvo em Word: 21
Postado em: 25/10/14 às 18:49:06 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=12725
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

O Deus que pode tudo não pode forçar o coração do homem

Dizem que a bajulação é a arma letal dos homens fracos. Daqueles que não são claros e direitos. Daqueles que giram em torno das palavras buscando alcançar o próprio objetivo.

Reconheço que gosto das pessoas decididas, aquelas que dizem claramente aquilo que pensam, que permanecem fiéis aos seus princípios; aquelas que não camuflam suas intenções com bajulações. Gosto de gente franca, aberta, sem duplicidade.

É triste ver como com a lisonja e a adulação atingem a alma. Acreditamos que somos especiais, únicos, escolhidos para uma grande missão. Quando a lisonja termina, podemos pensar que a vida é injusta, que esqueceram tudo aquilo que valemos, que deixaram de admirar o luto da nossa vida.

Jesus não se deixa bajular. Acredito que atinja Jesus, assim como atinge a um de nós, a falta de confiança daqueles que buscam fazê-lo cair em armadilhas. Jesus às vezes se entristece. Não consegue chegar a todos. Que impotência!

O Deus que tudo pode não pode forçar o coração do homem. Pode apenas esperar e propor. Tão perto e tão distante. Muitos não o compreenderam, o julgaram, não foram capazes de reconhecer o Deus que caminhava perto deles, que comia junto com eles, amando-os, curando.

Puderam ver com os olhos e tocar com as próprias mãos, ouvir a sua voz forte e receber seu abraço, mas não o viram. Não souberam reconhecer a água que respondia à sede deles, a luz do caminho, a verdade das suas perguntas.

Não souberam ver Deus quando falavam Dele em todos os momentos, que paradoxo! Não se abriram ao único capaz de acolher a busca deles, de pronunciar o nome deles e de sustentá-los na palma de Sua mão, de dar a eles uma casa. Foi o fracasso de Jesus. A sua desilusão, a sua impotência.

Sentiu-se sozinho muitas vezes. A todos nós custa não ser acolhidos como somos, que façam conjecturas de nós, que nos taxem e não nos dêem oportunidade de mostrar como somos.

Fazia mal a Jesus não conseguir chegar ao coração das pessoas. Às vezes vencendo perdemos, outras vezes perdendo, vencemos.

Jesus teria preferido perder diante dos fariseus. Gostaria de encontrar cada um e mostrar a todos como os ama aquele Deus do qual falavam, mas que não conheciam.



Fonte: http://www.aleteia.org/pt





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 25/10/14 às 18:49:06 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES