OS TRÊS SEGREDOS DE FÁTIMA NA ÍNTEGRA
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.878.715
Visitas Únicas Hoje: 2.043
Usuários Online: 407
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2289 - Impresso: 122 - Enviado: 18 - Salvo em Word: 52
Postado em: 20/11/07 às 09:33:54 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=260
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

Em 1917, Nossa Senhora apareceu em Fátima - Portugal para três pastorinhos - Lúcia, Francisco e Jacinta. A Virgem fez revelações que mais tarde ficaram conhecidas como o "Segredo de Fátima".

A 1ª e 2ª parte do Segredo foram escritas por Lúcia no ano de 1941 e conhecidas logo a seguir. A 3ª parte do Segredo foi escrita em 1944 numa correspondência privada para ser aberta somente pelo Papa.
 
No dia 26 de Junho de 2000, a 3ª parte do Segredo foi finalmente publicada na íntegra pelo Vaticano. 
 
1ª e 2ª parte do Segredo de Fátima, na íntegra. 
 
Transcrição na íntegra das palavras de Lúcia de Jesus que contêm a revelação da primeira e segunda partes do segredo de Fátima:
 
"(...) o segredo consta de três coisas distintas, duas das quais vou revelar. A primeira foi pois a vista do inferno! Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo que parecia estar debaixo da terra. Mergulhados nesse fogo os demônios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras , ou bronzeadas com forma humana, que flutuavam no incêndio levadas pelas chamas que delas mesmas saiam, juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados, semelhante ao cair das faúlhas em os grandes incêndios sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero que horrorizava e fazia estremecer de pavor.
 
Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e acerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes e negros.
 
Esta vista foi um momento, e graças à nossa boa Mãe do Céu; que antes nos tinha prevenido com a promessa de nos levar para o Céu (na primeira aparição) se assim não fosse, creio que teríamos morrido de susto e pavor.
 
Em seguida, levantamos os olhos para Nossa Senhora que nos disse com bondade e tristeza: Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores, para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração.
 
Se fizerem o que eu disser salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar, mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando virdes uma noite, alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai a punir o mundo dos seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz, se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja, os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas, por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz". 
 
 
3ª parte do Segredo de Fátima, na íntegra. 
 
O conteúdo da terceira parte do Segredo de Fátima, revelado em 13 de Julho de 1917, em Fátima, em que a Ir. Lúcia dos Santos, a única das três videntes ainda viva, redigiu em 03 de Janeiro de 1944, é o seguinte:
 
"Escrevo, diz Ir. Lúcia, em ato de obediência a Vós meu Deus, que me mandais por meio de Sua Excelência Reverendíssima o Sr. Bispo de Leuria, e da Vossa e minha Santíssima Mãe. Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora, um pouco mais alto, um anjo com uma espada de fogo na mão esquerda.
 
Ao cintilar despedia chamas que pareciam incendiar o mundo. Mas, apagavam-se com o contato do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro. O anjo, apontando com a mão direita para a terra, com voz forte dizia: - Penitência, penitência, penitência.
 
E vimos numa luz imensa, que é Deus, algo semelhante a como se vêem as pessoas no espelho, quando lhe diante passa um bispo vestido de branco. Tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre. Vimos vários outros bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande cruz, de tronco tosco, como se fora de sobreiro como a casca. O Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade, meia em ruínas e meio trêmulo, com andar vacilante, acabrunhado de dor e pena. Ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho.
 
Chegando ao cimo do monte, prostrado, de joelhos, aos pés da cruz, foi morto por um grupo de soldados que lhe disparavam vários tiros e setas e assim mesmo foram morrendo uns após os outros, os bispos, os sacerdotes, religiosos, religiosas e várias pessoas seculares. Cavalheiros e senhoras de várias classes e posições. Sob os dois braços da cruz, estavam dois anjos. Cada um com um regador de cristal nas mãos recolhendo neles o sangue dos mártires e com eles irrigando as almas que se aproximavam de Deus."
 
Este portanto, o conteúdo escrito por Ir. Lúcia, no ano de 1944, do Terceiro Segredo de Fátima]. 
 
Que significa milagre do sol?
 
O sol, que ilumina e permite que haja vida na terra, sempre foi tido como símbolo da Igreja Católica, fonte da Verdade revelada e da Vida sobrenatural das almas. O sol começar a girar sobre si mesmo, saindo de sua ordem natural, simboliza uma crise na Igreja, que a fez girar sobre si mesma, deixando de seguir seu curso normal. Pior ainda se deu depois: o sol começou a cair em ziguezague, em direção à terra.
 
Que mistério indica essa queda do sol? Se o sol representa a Igreja - e disto não há dúvida - sua queda em direção à terra simboliza que a Igreja teria uma crise tal que se diria ela estivesse caindo. E caindo em direção à terra, isto é, ao que é terreno, ao que é humano. Ora, no Concílio Vaticano II se diria que a Igreja enlouqueceu, tantas as barbaridades que nele foram propostas, e, depois do Concílio, ela começou a cair e a cair em ziguezague, porque ora ia para a esquerda - com a Ost Politik e a Teologia da Libertação, e ainda com a "Populorum Progressio", a Declaração de Medellin e outros documentos do mesmo jaez, subservientes ao racionalismo marxista - ora ia em direção contrária, com o Documento de Puebla e a propulsão dada ao carismatismo e ao misticismo irracional.
 
Curioso que o sol pareceu agitar-se, estremecer, e cair três vezes. Por que três vezes? Seria uma referência aos três Papas principais seguidores do Vaticano II: João XXIII, Paulo VI e João Paulo II? (João Paulo I reinou tão pouco que não teve tempo de fazer o sol da Igreja estremecer e cair). Talvez... Parece bem plausível. Curioso que o sol não retornou a seu lugar no alto do céu subindo diretamente. Também seu retorno foi ziguezagueante, hesitante, "cambaleante". Não retornou em linha reta, indicando que a Igreja retornaria à situação anterior à queda em meio a hesitações. A volta à posição normal de Roma será tão longa e tão ziguezagueante como a saída da posição normal e natural. Os Papas que determinarem a volta a Roma não o farão de uma só vez.
 
Todo este milagre do sol parece, então, confirmar os símbolos dos sonhos de Dom Bosco e da visão do terceiro segredo. Curioso também é que só a Irmã Lúcia teve as três visões dos mistérios do Rosário. Francisco e Jacinta viram, com Lúcia, a Sagrada Família abençoando o mundo, porque os três assistiram à graça dada ao mundo em Fátima. Mas só a Lúcia ficou viva para assistir à Via Crucis da Igreja, representada por Cristo carregando a cruz às costas e por Nossa Senhora das Dores. Só ela também viu Nossa Senhora triunfante. Estará ela viva ainda para assistir ao triunfo de Nossa Senhora? E por que Nossa Senhora triunfa com o hábito do Carmo? Que é que esse triunfo tem a ver com o Carmo?
 
Para entender melhor
 
No primeiro segredo, Nossa Senhora mostrou aos três pastorinhos de Aljustrel "o inferno para onde vão os pecadores", e explicou-lhes que foram os pecados dos homens que provocaram o castigo da I Guerra Mundial (1914-1917).
 
"Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo que parecia estar debaixo da terra. Mergulhados em esse fogo os demônios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras, ou bronzeadas com forma humana, que flutuavam no incêndio levadas pelas chamas que delas mesmas saíam, juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados, semelhante ao cair das fagulhas nos grandes incêndios, sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero que horrorizava e fazia estremecer de pavor. Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes e negros. Esta vista foi um momento, e graças à nossa boa Mãe lá do céu, que antes nos tinha prevenido com a promessa de nos levar para o céu (na primeira aparição). Se assim não fosse, creio que teríamos morrido de susto e pavor. Em seguida, levantamos os olhos para Nossa Senhora, que nos disse com bondade e tristeza: 'Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração. Se fizerem o que eu disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz.'"
 
O segundo segredo: "A guerra vai acabar, mas, se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando virdes uma noite iluminada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir, virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja, os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas, por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz."
 
Até aqui, os dois primeiros segredos, tais quais foram redigidos por Irmã Lúcia e tais quais foram agora publicados pelo Vaticano.
 
O primeiro segredo tratava da Primeira Guerra Mundial como castigo pelos pecados do mundo. Nossa Senhora anunciava que esse primeiro castigo logo iria acabar, e pedia que se rezasse muito pela conversão dos pecadores, e que se fizesse penitência. Portanto, este primeiro segredo tratava das almas.
 
Ao anunciar aos três pastorinhos que a I Guerra Mundial logo ia acabar, Nossa Senhora preveniu que, se não houvesse emenda dos pecados, outra guerra ainda pior castigaria o mundo, "no tempo do Papa Pio XI". Esse castigo seria precedido por "uma grande luz que iluminaria o céu".
 
Esse castigo veio. Portanto, não houve a emenda pedida.
 
A seguir, Nossa Senhora previa que "a Rússia espalharia seus erros pelo mundo" - e a Revolução Comunista na Rússia só ia acontecer em novembro de 1917, alguns meses depois da revelação de julho de 1917. Dizia ainda Nossa Senhora que, nessa II Guerra Mundial, "várias nações seriam aniquiladas", "os bons seria martirizados", "o Santo Padre teria muito que sofrer". O comunismo na Rússia e o espalhar dos erros comunistas pelo mundo ocorreram. Houve perseguições à Igreja, e os bons foram martirizados em todos os países comunistas. Só a frase "o Santo Padre terá muito que sofrer" parece exigir uma interpretação maior, porque nenhum dos Papas do século XX teve grandes sofrimentos. Só o tiro de Agca foi uma exceção, mas quão pequena se comparada com os demais sofrimentos preditos!
 
O segundo segredo, então, tratava das nações.
 
Para impedir que os castigos prosseguissem, Nossa Senhora pedia:
 
1. Que o Papa - junto com todos os Bispos do mundo - consagrasse nominalmente a Rússia ao Imaculado Coração de Maria, coisa que até hoje nunca foi feita nos termos em que Nossa Senhora pediu.
 
2. Pedia ainda, de novo, penitência e oração, assim como o estabelecimento da devoção ao Imaculado Coração de Maria, e a comunhão reparadora nos primeiros sábados.
 
Claro que, se os pedidos de Nossa Senhora não fossem atendidos, haveria novo castigo e, desta vez, ao que parece por certos detalhes, atingindo diretamente o clero, e mesmo o Papa.
 
Jacinta via um Papa rezando e sendo apedrejado numa casa muito grande e, quando perguntou à Lúcia se podia contar isso e falar de uma multidão faminta e massacrada por estradas, Lúcia a proibiu, porque isso "fazia parte do segredo" e, sabendo desse detalhe, "ficaria fácil descobrir o segredo". Ora, estranhamente, como veremos, estes detalhes não aparecem no texto agora publicado. Por quê?
 
Conhecia-se ainda uma conclusão, que, exatamente por ser conclusão, supunha-se com toda a lógica que ela viria no final da mensagem, isto é, após o terceiro segredo, ora revelado: "Por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz."
 
E, numa quarta redação da mensagem de Fátima, a Irmã Lúcia escreveu uma frase elucidativa: "O dogma da Fé se manterá sempre em Portugal, etc." O que faz supor - evidentemente! - que o dogma da Fé não se manteria em outros países. Portugal seria uma exceção. Ora, aparentemente, nada na visão publicada fala de uma crise da Fé em nenhum país. Por quê?
 
Se o primeiro segredo tratava das pessoas e o segundo tratava das nações, era lógico, pela progressão estabelecida, que o terceiro segredo deveria tratar da Igreja. Claro que não dos pecados da Igreja, porque a Igreja é Santa e não pode cometer pecados, e sim dos pecados que se cometem na Igreja, isto é, especialmente dos pecados do clero. Pecados do clero que, hoje, os membros do clero costumam transferir para a Igreja, esquecendo-se de que Ela é imaculada e impoluta. E essa transferência de culpa do clero para a Igreja é um dos grandes pecados atuais. Ora, a visão que consta do terceiro segredo, e que agora foi publicada, mostra exatamente uma cena trágica a respeito de um Papa, e da Igreja martirizada. Por quê?
 
Agora, o Vaticano acaba de publicar a seguinte versão do terceiro "segredo" de Fátima, redigida pela Irmã Lúcia. No texto aparecem estranhas aspas que indicariam que ela copiou algumas frases de uma outra versão, não publicada. (Colocaremos essas aspas sempre em negrito, para salientá-las.) "Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora um pouco mais alto um anjo com uma espada de fogo em a mão esquerda; ao cintilar, despedia chamas que parecia iam incendiar o mundo; mas apagavam-se com o contato do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro.
 
O anjo, apontando com a mão direita para terra, com voz forte disse: 'Penitência, Penitência, Penitência!'
 
E vimos numa luz imensa que é Deus: "algo semelhante a como se vêem as pessoas num espelho quando lhe passam por diante" um Bispo vestido de branco "tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre".
 
Vários outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande cruz de troncos toscos como se fora de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meio em ruínas, e meio trêmulo com andar vacilante, acabrunhado de dor e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegando ao cimo do monte, prostrado de joelhos aos pés da grande cruz, foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam vários tiros de armas de fogo e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás aos outros os bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas, e várias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de várias classes e posições. 
 
Sob os dois braços da cruz estavam dois anjos, cada um segurando um regador de cristal em a mão, neles recolhiam o sangue dos mártires e com ele regavam as almas que se aproximavam de Deus. Tuy, 3-1-1944. [Não há nenhuma assinatura no documento publicado pelo Vaticano!!!"
 


www.google.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 20/11/07 às 09:33:54 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM



Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES