CRIADOS POR AMOR
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.075.322
Visitas Únicas Hoje: 1.413
Usuários Online: 259
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1626 - Impresso: 60 - Enviado: 19 - Salvo em Word: 37
Postado em: 24/12/09 às 22:29:07 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=3903
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos


A nossa vocação primeira antes de ser padre, freira, consagrado, pai, mãe, engenheiro, dona de casa, médico, e etc.... é a vocação a amar, é o amor que nos realiza, é o amor o nosso primeiro chamado que faz com que todas as outras coisas tenham peso, tenham sentido em nossa vida. Se amamos não vivemos em depressão!

Nossa Senhora no dia 02 de outubro de 2006, em Medjugorje, nos transmitiu a seguinte mensagem através da vidente Mirjana:
 
    “Queridos filhos, eu venho a vós, neste vosso tempo, para chamar-vos para a eternidade, a chamada do amor. Eu vos chamo por amor, e somente com este amor, é que podereis reconhecer o amor de Deus.
    Alguns de vós pensam ter fé em Deus, e pensam conhecer as Suas regras e mandamentos, mas como viver estes mandamentos se não fazem o mais importante?  Não amais.
    Minhas crianças, rezai e jejuai. Esta é a estrada que vos ajudará a abrir-vos para amar. Somente com o amor de Deus recebereis a eternidade.
    Eu estou convosco e vos guiarei com amor materno.
    Obrigada por terdes respondido a minha chamada!”

 
      Ao terminar a aparição, Mirjana disse que Nossa Senhora falou: "Os sacerdotes possuem as mãos abençoadas do Meu Filho Jesus. Respeitai-os!”
 
         Ao ler esta mensagem meu coração se alegrou de ver a grandeza e a beleza do amor de Deus manifestado por Maria a cada um de nós. Ao mesmo tempo, me fez refletir que, infelizmente, ainda não estamos vivendo em profundidade este amor. Nossa Senhora, mais um vez, vem nos falar da eternidade. Gostaria de mergulhar convosco, nesta mensagem, embasados na criação e na eternidade.             O livro do Gênesis inicia com uma bela passagem que diz: “No princípio Deus criou o céu e a terra.” (Gn 1,1) No início, no princípio, que em hebraico significa “berechit”.
 
             O autor que escreveu estes primeiros capítulos do livro do Gênesis, 800 anos A.C., teve uma inspiração extraordinária e diz, que no princípio a história, o mundo, tiveram um início e que este mundo foi criado por vontade de Deus, e por amor. Isto rompe com a idéia atéia que afirma que o tempo é cíclico. Alguns filósofos dizem que o que foi, será  e que tudo volta. Estes pensadores afirmam que o tempo é um círculo que sempre retorna, que não há princípio e nem fim, é como uma cobra que morde o rabo. Também podemos citar os espíritas que acreditam na reencarnação. Porém, a Bíblia relata que houve um princípio, e haverá também um fim, assim para nós cristãos, o tempo não é superior a Deus, mas é algo que pertence a Ele. Deus nos concede o tempo para nos realizarmos, para conhecê-Lo, amá-Lo e servi-Lo.
           
                    Em um outro texto escrevi: “Gosto de analisar o tempo de forma teológica, sabendo que para Deus, não existe presente, passado ou futuro, pois Deus é o Eterno Presente, e que o tempo (kronos) existe para nós que somos seres limitados. Estendendo esta reflexão, percebo que o tempo é sagrado, que é um presente de Deus, e que Ele quer entrar na nossa história pessoal. Assim, a nossa vida não é uma série de acontecimentos desconectados uns dos outros, que se desenrolam sem significado. Pelo contrário, este tempo (kairós) é o tempo da graça, é o tempo em que Deus age em nossa vida,  é o espaço que Deus nos dá para realizar o Seu projeto de forma que cada um de nós possa se abrir ao infinito, ‘a Deus’ - que se fez Carne e habitou entre nós - para que seja Ele o agente em nossa vida, em nosso tempo”. 
 
            No princípio, no ano 0, Deus disse: “Façamos o homem a nossa imagem e semelhança!”, portanto, Deus deseja que o homem seja santo como Ele é santo!           Deus criou, no princípio, no tempo linear, e esta palavra "criar" é fabulosa, pois Deus criou o homem do nada, sendo que Seu ato criador é uma emanação do seu amor; só Deus cria do nada. Mas por que Deus criou? Deus cria, porque ama a beleza, e ela é uma manifestação de Si mesmo, porque é um gesto de amor. Logo, entre todas as coisas criadas,  o homem é a obra-prima das mãos de Deus.    
            
            A primeira imagem da primeira página bíblica, diz algo belo. Ela narra que Deus tem muito bom gosto, e que criou o homem para amar, assim, a essência do ser humano é o amor.  Só o amor pode realizar o coração  humano, só o amor pode colocá-lo em comunhão com o Seu criador, só  ele é a razão pela qual vivemos. Por isto, temos necessidade de sermos amados e de amar. Podemos pensar que não valemos nada, mas há em nós algo extraordinário, há em nós a beleza de Deus, a Sua imagem, o amor, pois como diz João, Deus é amor e quem permanece no amor, permanece em Deus.
 
            Deus fez tudo, porém não terminou de fazer o mundo, e chamou seu jardineiro – o homem – e disse: "Agora é com você". Assim, o homem é o jardineiro de Deus, é o procurador de Deus, procurador do amor. Durante a história da salvação, houve muitos homens que não conheceram este amor e não se abriram a ele, pensavam que esta vida termina aqui. Houve outros que, empenhados em viver os mandamentos pelos mandamentos, com um farisaísmo ferrenho, ficaram presos à lei e à regra e deixaram de amar. Estas pessoas não perceberam que o homem concreto que se encontrava diante deles, era o próprio Cristo, o qual pode ser amado, à medida que amamos o nosso próximo.
 
            Nossa Senhora vem nos chamar à conversão, à nova vida, mas na realidade não é Ela quem nos chama, é o próprio Deus que A envia em Seu nome.   Sabemos, irmãos, muito sobre Deus, mas vivemos pouco o que sabemos. Podemos até comungar todos os dias, mas se não vivermos a fé que se traduz em atos concretos isto torna-se hipocrisia, e para Deus não importa o que você faz, mas como faz. Deus vê o coração e busca alguém que O ame, e O deseje, alguém que não vê a hora para se encontrar com Ele, para sentir o Seu toque, o Seu mistério, a Sua voz.
 
             Devemos ter o cuidado para amar sempre. O amor exige de nós doação,  sofrimento,  sacrifício, e renúncia de si mesmo para fazer o outro feliz.  Este é o parâmetro para saber se amamos realmente. Somente entraremos na vida eterna com Deus se vivermos o mandamento dos mandamentos que é o AMOR, mas este não pode ser confundido com liberalismo sexual e egocentrismo possessivo do outro. O amor deve ser a essência da vida cristã e da vivência dos mandamentos do Senhor. Estes mandamentos foram estipulados por Deus porque o homem não vivia mais no amor. Ele criava ídolos em seu coração transgredindo, assim, à  própria lei do amor.
 
             Maria nos convida as jejuar e a rezar para que com uma vida ascética, com a renúncia da vontade carnal, sustentada pela oração, possamos encontrar o justo equilíbrio espiritual e corporal. É esta a estrada que nos ajudará a amar a Deus e os homens com amor divino. Somente se vivermos o amor, poderemos viver em Deus já nesta terra, e com Ele na eternidade.
 
             Recordo-me, neste momento, que em uma das mensagens Nossa Senhora disse: “Filhinhos, vós dizeis que sou bela, mas sabem por que sou tão bonita? Porque amo.  Amai e sereis belos!” Se amamos realmente, deixaremos a beleza de Deus que há em nós transbordar de nossos corações e seremos sinais de Seu amor. Tomemos como lema neste mês: “Fazer tudo ao outro, da mesma forma que gostaria que fizessem por mim.” E digamos aos que vivem conosco, o quanto são importantes para nós e quanto os amamos.
 
       Jesus nos disse que devemos ser como as crianças para entrar no reino dos céus, acredito que com elas podemos aprender muito, inclusive a amar. Gostaria que pudéssemos tomar como exemplo a pesquisa feita por profissionais de educação e psicologia com um grupo de crianças de 4 a 8 anos. Perguntaram a elas: O que é o amor? Veja as respostas:
 
    “Amor é quando alguém lhe magoa, e você mesmo muito magoado, não grita porque sabe que isto fere os sentimentos” (Mathew, 6 anos)
    “Quando minha avó pegou artrite, ela não podia se debruçar para pintar as unhas dos dedos do pé. Meu avô, desde então, pinta as unhas dela.” (Rebecca, 8 anos)
    “Amor é como uma velhinha e um velhinho que ainda são muito amigos, mesmo se conhecendo a tanto tempo.” (Tommy, 6 anos)
    “O amor se percebe, quando alguém te ama, a forma de falar o seu nome é diferente” (Billy, 4 anos).
    “Amor é quando você sai para comer e oferece as suas batatas fritas, sem esperar que a outra pessoa lhe ofereça as batatas dela.”  (Chrissy, 6 anos)
    “Se você quer aprender a amar melhor, comece pelo amigo que você não gosta.” (Nikka 6 anos)
    “Quando você fala algo ruim sobre você mesmo e sente medo que essa pessoa não venha a lhe amar por causa disso, aí você compreende que não só continuam lhe amando, como agora lhe amam ainda mais.” (Samantha, 7 anos)
    “Amor é quando a mamãe vê o papai suado e mal cheiroso e ainda fala que ele é mais bonito que o Robert Redford.” (Chris, 8 anos).
    “Durante a minha apresentação de piano, eu vi meu pai na platéia me acenando e sorrindo. Era a única pessoa fazendo isso, e eu não sentia medo.” (Cindy, 8 anos)
    “Amor é quando você fala para um garoto: Que linda camisa você está vestindo. Mesmo se ele a veste todos os dias.” (Noelle 7 anos)
    “Exemplo de amor é de Deus. Deus poderia ter dito palavras mágicas para que os pregos caíssem do crucifixo, mas Ele não disso isso. Isso é amor.” (Max, 5 anos).
            Gostaria de concluir este texto dizendo que fomos criados por amor, e criados para amar, esta é a razão da nossa vida!
 
            Oremos: "Mãe Santíssima, ajudai-nos a entender que fomos criador por amor, e para amar, e fazei de nós almas dóceis ao amor para que possamos vencer todos os obstáculos da vida que nos impedem de amar, e nos proporcionam o egoísmos e a superficialidade. De modo particular vos pedimos, Mãe, ajudai os jovens a viver este amor puro, e a viver os mandamentos do Senhor, e a serem fiéis a esta escolha. Obrigado pela vossa presença no meio de nós e abençoai os nossos Grupos de Oração, as nossas famílias, os nossos pais, avós, irmãos e cunhados. Abençoai também os nossos doentes e as nossas crianças.  Obrigado por tanto amor!!!"
 
Por intercessão da Virgem Maria a toda Santa e Pura, abençoe-vos o Deus todo-poderoso: “O Pai e o Filho e o Espírito Santo!” Amém!!!
 



Pe. Mateus Maria, FMDJwww.mosteiroreginapacis.org.br
http://rainhadapaz.blog.terra.com.br/
paniejezuufamtobie@terra.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 24/12/09 às 22:29:07 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES