O DIABO QUER DESTRUIR AS TRÊS VIRTUDES
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.075.308
Visitas Únicas Hoje: 1.399
Usuários Online: 256
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 3342 - Impresso: 359 - Enviado: 27 - Salvo em Word: 66
Postado em: 31/08/11 às 18:39:48 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=8596
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

Disse Jesus: “O ladrão vem só para roubar, matar e destruir” (Jo 10,10).
O diabo é o mais poderoso ladrão do mundo. Ele é homicida e pai de toda destruição (Jo 8,44).

Então o diabo o levou à Cidade Santa e o colocou sobre o pináculo do templo e disse-lhe: “Se és o Filho de Deus, atira-te para baixo, porque está escrito: Ele dará ordem a seus anjos a teu respeito, e eles te tomarão pelas mãos, para que não tropeces em nenhuma pedra”.

Respondeu-lhe Jesus: “Também está escrito: Não tentarás ao Senhor teu Deus” (Mt 4,5-7).

Durante a ceia, quando já o diabo colocara no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, o projeto de entregar Jesus às autoridades judaicas”.

Depois do pão, entrou nele Satanás. Tomando, então o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente” (Jo 13,2; 13,27-30).

Ele, atirando as moedas no Templo, retirou-se e foi enforcar-se” (Mt 27,5).


AS TRÊS VIRTUDES

O diabo trabalha dia e noite para destruir as três principais virtudes dos cristãos: a fé, o amor e a santificação.

Sem essas três virtudes, jamais seremos seguidores de Nosso Senhor Jesus Cristo e tão pouco, teremos vida eterna ao lado do bom Deus.


Vejamos:

Fé:

Ora, sem fé é impossível ser-lhe agradável. Pois aquele que se aproxima de Deus deve crer que ele existe e que recompensa os que o procuram” (Hb 11,6).

"Sem a fé, somos derrotados em tudo" (1 Jo 5,4).

Disse Jesus: “Tende fé em Deus” (Mc 11,22).

O grande teólogo e Doutor da Igreja Santo Tomás de Aquino disse: “Não ponhas em dúvida se é ou não verdade, aceita com fé as palavras do Senhor, porque ele, que é a verdade, não mente”.

Amor:

Temos que acreditar com toda a nossa razão e coração em Deus, em Sua Palavra, que é totalmente verdade. Deus é o Pai da verdade. Nele podemos confiar radicalmente para sermos possuídos em seu colo de amor.

Deus é amor” (1 Jo 4,8).

Mas, se alguém ama a Deus, é conhecido por Deus” (1 Cor 8,3).

"Quem não ama a Deus, também não ama o seu semelhante" (1 Jo 4,20).

Quem não ama a Deus e seu próximo está: “Nas trevas, é homicida, é um ser morto, é um mentiroso, é um perdido” (1 Jo 2,10.11; 3.14.15; 4,20.21).

"Quem não ama é filho do diabo" (1 Jo 3,10-12).

"Só é vencedor e feliz quem ama; e o diabo é um eterno perdedor "(1 Jo 2,13.14).

"Os filhos de Deus são nascidos por amor e vivem em amor e não vivem pecando e nem tão pouco são destruídos pelo maligno" (1 Jo 5,18).

O pior pecado do mundo é não amar. Aqui está a poderosa arma destruidora do diabo.

Disse o Papa Bento XVI: “Cada um de nós é o fruto de um pensamento de Deus. Cada um de nós é querido, cada um de nós é amado, cada um é necessário” (1).

O grande ensinamento de Jesus de Nazaré está fundamentado no amor.
Disse o Mestre dos mestres: “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo 15,12).

Realmente, quem ama é propriedade exclusiva do bom Deus.

Escreve São Pedro Apóstolo: “Acima de tudo, cultivai, com todo o ardor, o amor mútuo, porque o amor cobre uma multidão de pecados” (1 Pd 4,8; Pr 10,12).

O amor nos santifica. Na medida em que amamos ardentemente, mais santificados ficamos. É no amor que caminha a perfeição. Somos conhecidos por Deus pelo amor que o Senhor ver em nossos corações.
O renomado mestre da mística cristã, reformador carmelita e Doutor da Igreja São João da Cruz afirma com categoria: “Sem o amor nada são todas as obras reunidas”.

Vejamos a nossa terceira virtude: a santificação.

Procurai a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12,14).

Cristo nos ensina: “Portanto, deveis ser perfeito como o vosso Pai celeste é perfeito" (Mt 5,48).

"Ser perfeito é ser santo, justo, misericordioso e puro de coração" (Mt 5,7.8).

"A vontade de Deus é a nossa santificação" (1 Ts 4,3).

Deus nos convoca à uma vida toda santa. Escreve São Pedro: “Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos também vós santos em todo o vosso comportamento, porque está escrito: Sede santos, porque eu sou santo” (1 Pd 1,15.16).

 

A santidade é uma fome, uma sede, um desejo abissal na alma do cristão. O "espírito imundo" faz de tudo para atrapalhar e detonar a estrada limpa em que caminha o coração dos filhos de Deus.

Não é fácil caminhar por essa estrada de ouro. O inimigo oferece de tudo: “Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares” (Mt 4,9). Ele oferece o tempo todo: poder destruidor, dinheiro ilícito, paixões sexuais, vingança, ódio, crimes, vícios, perturbações, violências etc.

No campo das ideologias o diabo é craque. Ele propõe todo tipo de relativismo, materialismo, racionalismo, capitalismo, hedonismo e narcisismo.

A banalidade é uma das ferramentas diabólica na sociedade pós-moderna. O liberalismo é o mar da lama, que Satanás fez jogar em cima da era pós-cristã.

A descrença pelo sobrenatural, pela Tradição Cristã e pela Santa Igreja de Deus, têm sido usado como uma bomba atômica pelo diabo contra os seres humanos.

Tudo isso tem obscurecido a inteligência das pessoas, para que elas não aceitem e nem compreendam a luz do evangelho da glória de Cristo (2 Co 4,4).

O diabo é muito astuto em suas ideologias mentirosas. Ele é o mestre na arte do engano (Gn 3,13; Ap 20,10). Não é a toa que multidões jaz em seu poder (1 Jo 5,19).

O famoso poeta francês e autor da obra: As Flores do Mal, Charles Pierre Baudelaire (1821-1867) escreveu: “A maior astúcia do diabo é convencer-nos de que ele não existe”. Afirmação semelhante é do erudito cardeal e arcebispo de Milão Dom Dionigi Tettamanzi: “Não te esqueças de que o diabo existe, porque ‘sua primeira impostura’ é fazer-nos crer que ele não existe”.

 

Os ideólogos do materialismo, do racionalismo, do relativismo e da doutrina da reencarnação, inspirados por Satanás, negam o diabo, o pecado, a condenação eterna e o inferno. Por que tal negação?

"Porque o diabo é o pai da mentira" (Jo 8,44) e vai contra o Senhor da verdade (Jo 14,6). "A verdade liberta o ser humano das suas garras" (Jo 8,32).

Esta verdade está na Sagrada Escritura na Tradição e no Magistério da Santa Igreja Católica.

Daí a guerra do império do mal contra as três virtudes ensinadas pela Santa Igreja de Deus.

A Igreja do Deus vivo é coluna e sustentáculo da verdade” (1 Tm 3,16).

Fora da Igreja não existe salvação” afirmam os Padres da Igreja.

 

VITÓRIA DAS TRÊS VIRTUDES

Todo poder satânico é lançado contra as três virtudes.

Perder a fé o amor e a santidade, é perder tudo na vida terrena e celestial.

Como podemos vencer as fortalezas do diabo?

Seguindo o exemplo de Jesus Cristo. Disse Jesus: “Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás e só a ele prestarás culto” (Mt 4,10).

 

Dos que vivem em Cristo se espera um testemunho muito crível de santidade e compromisso. Desejando e procurando essa santidade não vivemos menos, e sim melhor, porque, quando Deus pede mais, é porque está oferecendo muito mais: “Não tenham medo de Cristo! Ele não tira nada e dá tudo!” (DA 352). (2)

Santa Catarina de Sena dizia: “Nada mais desejo do que a sua santificação”.

Esse santo desejo pela perfeição e a humildade, são armas que fazem cair por terra às fortalezas do inimigo, diz Santa Catarina de Sena.

Todo o nosso ser será sempre ocupado pelas três virtudes; não dando lugar ao diabo (Ef 4,27).

Fortalecidos no poder do Senhor Jesus Cristo e revestidos de toda armadura de Deus, podemos suportar e vencer todo ataque do diabo (Ef 6,10-18).

Na graça de Cristo, na sujeição do poder de Deus, na moderação, na vigilância e na resistência da fé, o diabo fugirá de nós (Tg 4,7; 1 Pd 5, 6-9).

O diabo não suporta a luz de Cristo que reina em nossa vida. Nem tão pouco o nosso anjo da guarda (Sl 34,8; At 12,7-9).

Quando São Paulo Apóstolo escreve aos cristãos de Éfeso para fortalecer no Senhor e na força do seu poder e se revestir da armadura de Deus para derrotar os ataques do diabo, se pergunta: como podemos obter esse poder e essa armadura?

Na oração, no jejum, nos retiros espirituais, nos grupos de oração, no estudo do catecismo da Igreja Católica e da Sagrada Escritura.
Na participação constante da Santíssima Eucaristia e na prática das boas obras de caridade.

Por fim, sendo fiel aos mandamentos de Deus e da Santa Madre Igreja.
E em tudo, para glória de Deus, proclamemos o santíssimo nome de Jesus (Fl 2,8-11).

Dentro desse contexto, as nossas três virtudes estão protegidas e seguras para sempre.


CONCLUSÃO

 

" diabo é uma realidade perversa, é um ser da maldade, um advogado da injustiça, um juiz da iniqüidade e um poder destruidor" (cf. Jo 10,10; Atos 5,1-10; 13, 8-12; 26,18; 2 Ts 2,9;2 Cor 11,14; 2 Pd 5,8).


Tenhamos muito cuidado com os escândalos, corrupções, brigas, divisões, violências, roubos e pecados mortais em nossa comunidade eclesial, família e sociedade. Tudo isso acontece com o intuito de fazer-nos perder a nossa fé, esfriar-nos no amor e pararmos de caminhar na estrada da santificação.

A sociedade com seus complexos mega problemas pode facilmente nos insensibilizar”, diz o escritor e monge beneditino inglês Dom Laurence Freeman.

Toda arquitetura do mal e o mega projeto do diabo são para fazer do mundo um oceano de tragédias.

Ele faz a pessoa se desviar do propósito de Deus (1 Rs 13,11-24), causa miséria e loucura (Jó 2,7; Mc 5,1-5) aprisiona com espírito de enfermidade (Lc 13,11-17), escraviza e engana com espírito de adivinhação (At 16,16-18) e leva apostasia da doutrina cristã e degradação da moral e dos bons costumes (1 Tm 4,1-3; 5,15; 2 Tm 3,1-9).

No mundo, há um mal agressivo que Satanás guia e inspira. Vivemos dias tenebrosos e somos assaltados pelo mal”, afirmou o Papa João Paulo II. (3).

A insigne mística e Doutora da Igreja Santa Catarina de Sena dizia: “O demônio é fraco e nada pode além daquilo que lhe permita”.

O grande místico São João da Cruz afirmava: “O demônio teme a alma unida a Deus como ao próprio Deus”.

Edificados na fé e batalhando por ela e com ela como presente de Deus (Judas versículos 3 e 20), vivendo o amor de Deus derramado em nossos corações (Rm 5,5) e guiado pelo espírito de santificação (Rm 1, 4; 2 Ts 2,13) chegaremos na morada do Pai Celestial.

Bendito seja Deus!



Imagens: pesquisa www.espacojames.com.br
Fonte: http://www.pelafe.net/index.htm





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 31/08/11 às 18:39:48 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES