Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.327.696
Visitas Únicas Hoje: 1.004
Usuários Online: 315
Sistema de Busca

 

Artigos James




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2451 - Impresso: 59 - Enviado: 19 - Salvo em Word: 40
Postado em: 16/02/11 às 21:17:09 por: James
Categoria: Artigos James
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=104&id=7313
Marcado como: Artigo Importante
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos James

Espacojames: Recebi este pedido de meus amigos do Grupo Rosa Mistica, rezem pela Igreja perseguida.

REZEM 7 PAI-NOSSO EM HONRA DO SANGUE DERRAMADO POR JESUS

Notícia:

1016. Eritréia: país de grandes mistérios - A Eritreia, país pequeno, pobre e com população reduzida, é um dos piores lugares do mundo para se acreditar em alguma coisa, como muçulmano ou cristão”, diz Habtu Ghebre-Ab, natural do país, professor de história, diácono da Igreja Ortodoxa, que vive hoje nos Estados Unidos.

O povo da Eritreia é muito religioso. Ali, o cristianismo e o islamismo coexistiram livremente durante séculos. Hoje, dos 4 milhões de habitantes, cerca 50% são cristãos. A outra metade pertence ao Islã.

No país não há liberdade de expressão, de reunião, de imprensa ou prática religiosa. Desde 1995, há atos públicos de queima de Bíblias. Em maio de 2002, o governo eritreu pôs oficialmente em prática sua política antirreligiosa. As pessoas que são descobertas em oração são castigadas, os líderes religiosos são presos. “O governo pretende eliminar gradualmente a fé na Eritreia em geral e, considerando a evolução da última década, isso é mais certo do que nunca”, frisa o professor.

Antes de serem fechados os meios de comunicação leigos independentes, o jornal da Igreja Católica e os de outras organizações cristãs foram fechados. Nos últimos tempos, grande parte da população, principalmente jovens, têm fugido do país. O povo sofre terrivelmente. Há campos de refugiados no norte da Etiópia e no Sudão. Seria preciso dar a esses refugiados os direitos próprios dos refugiados, dar-lhes asilo nesses países. Muitas pessoas morreram em prisões sádicas, permanecendo anos sem ver a luz do dia e se alimentando mal. Isso tudo, por defenderem sua fé. A Igreja Católica perdeu suas escolas, que foram nacionalizadas.








Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 16/02/11 às 21:17:09 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES