Espacojames


Página Inicial
Listar Vassula Mensagens




Artigo N.º 4226 - Vassula Ryden: 1987 - Janeiro
Artigo visto 3595 vezes




Visto: 3595
Postado em: 05/02/10 às 07:04:55 por: James
Categoria: Vassula Mensagens
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=149&id=4226
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Vassula Mensagens

Todas as Mensagens repassadas a Vassula Ryden em Janeiro de 1987

 

SÊ A MINHA ESPOSA
(8 de Janeiro, 1987)


-  A Paz esteja contigo, Vassula. Eu sou Jesus. Vem a Mim, vem e vive no centro do Meu Coração.

- E é mesmo a mim que Vós quereis, Jesus?

- Oh! Eu quero-te, quero-te ardentemente, quero conquistar-te!

- Mas eu não sou digna disso, por nada.

- Amo-te como és... Sê a Minha Esposa, Vassula.

- E como poderei eu sê-lo?

- Amo-te.

- Não sei como ser a Vossa Esposa, Jesus!

-  Ensinar-te-ei a ser a Minha Esposa bem-amada.

- Terei um sinal disso, Senhor?

- Deixar-te-ei levar a Minha Cruz; a Minha Cruz implora a Paz e o Amor.

- E eu quero fazer-Vos feliz, Jesus.

- Fazes-Me feliz, não Me deixando nunca; fazes-Me feliz, amando-Me; fazes-Me feliz, despertando os meus filhos.

- Preciso da Vossa Força para tudo isso, particularmente para o último ponto...

- Olha para Mim.

Contemplei-O. Estava rodeado como de uma atmosfera saída da força que Ele irradiava.

- Eu sou a Força. Ajudar-te-ei, abençoada sejas.

- Estais contente comigo? Ainda nunca Vo-lo perguntei.

- Estou contente contigo, tanto quanto por ti sou amado.

- Desejaria tanto que Vós Vos materializásseis!

-  Pede-o e tê-lo-ás; aumenta a tua fé em Mim.

Decidi mostrar estes escritos a um padre católico daqui. Condenou-os, dizendo que é obra do demônio e que devo deixar de escrever. Perguntei-lhe, uma vez que Jesus mo havia pedido, se queria levar a Cruz de Paz e de Amor comigo. Voltou a afirmar que tudo isto vem do demônio. Deu-me a ler a oração de São Miguel, o Lembrai-Vos de São Bernardo e a novena de consagração ao Santíssimo Coração de Jesus. Disse-me que recitasse estas orações nos dias seguintes e que visse o que acontecia. Fi-lo. Depois, deixei a minha mão livre e a verdade é que ela escreveu, por quatro dias consecutivos: "Eu, Javé, guio-te".

- Senhor Jesus, eu fiz a vontade do sacerdote; deixei de escrever; e estas cinco palavras 1 apareceram, durante quatro dias consecutivos, depois das orações. Impedi-Vos de escrever, para obedecer ao sacerdote. Desejaria perguntar-Vos, Senhor, por quê, por que Lhe fizestes essa pergunta, uma vez que já conhecíeis aquilo que, ele iria responder e quantos sofrimentos me iria provocar!

-  Eu estou contigo, Minha filha; pedi-lho, porque quero que ele aprenda, quero que ele comece a compreender as Minhas Riquezas. Eu sou a Riqueza Infinita! Aprende que Eu, Jesus Cristo, dou esta mensagem para os Meus filhos; sou Eu que guio, Vassula. Não recuseis as Minhas bençãos. A Minha mensagem clama com força pela Paz e pelo Amor. Quero que os meus filhos encham os Meus santuários, quero que se voltem para Mim, quero que vivam em santidade. Eu venho para iluminar este mundo de trevas: Quero reanimá-los e dizer-lhes que a Minha Palavra é Viva. Quero que se lembrem da Minha Palavra que puseram de parte; quero lembrar-lhes que se amem uns aos outros, como Eu os amo, Amo-te, Meu filho; compreende que, tentando impedir Vassula, sem o quereres, tu estás prejudicando a Minha Igreja. Eu sou o Senhor Jesus Cristo que tu amas; sei que tu estás de boa fé, mas também Saulo o estava, antes que Eu mesmo lhe dissesse que aquilo que ele pensava ser justo não o era de fato e não fazia senão perseguir- Me. Tu crês que o carisma que Eu, Jesus, dei a Minha filha vem do demônio. Acredita-Me, Meu filho, e não te espantes, porque te repito que é de Minha vontade que Vassula seja instruída por Mim. Ela, agora, floresce e, mais tarde, os frutos alimentarão numerosas almas desgarradas. Um dia o compreenderás, Meu filho. Eu, Jesus Cristo, amo-te.

Depois de ter lido esta mensagem, o padre censurou-me, dizendo que isto vem do Maligno e que se não se trata senão de adivinhação ou bruxedo.

- Eu sei. Diz-lhe isto, da Minha parte: "As adivinhações são para os tolos, as inspirações são para as crianças abençoadas. As adivinhações não dão frutos, as inspirações dão bons frutos, alimentando muitas almas". Toma coragem, Minha filha. A Sabedoria desperta os Meus filhos. Eu, Deus, amo-te".


O padre fez-me sofrer muito. Como Deus mo havia predito no dia 16 de Dezembro, enviou-me algumas páginas e recortes com uma serie de teorias, para me provar que se trata de uma obra do demônio. Entre outras coisas, enviou-me também uma teoria do subconsciente, sobre o ocultismo e sobre o satanismo, e tudo com uma carta em que me exortava a destruir os escritos e a advertir a gente, para seu bem e meu, de que tudo isto vem do Maligno. Respondi-lhe que tinha seguido o seu conselho, recitando as três orações e ficando sem escrever, para ver o que aconteceria. No entanto, não penso que me tenha acreditado, porque declarou a um outro sacerdote, que me acredita e ajuda, que os meus escritos são satânicos e que tão pouco rezei as orações. Este, preocupado com a pregação do primeiro, quis ler os meus dois últimos cadernos; mas criando depois uma sua opinião, exortou-me a continuar. Por conseqüência, agora sei que o padre que julga ser tudo obra do demônio, o faz por amor à Igreja, para a proteger, e quer salvar-me também a mim. Se ao menos pudesse ver mais claramente! Espero que um dia compreenda 2 . Rezo à Santíssima Virgem.

- Mas que faço eu de mal?

(A Santíssima Virgem): Ó Minha filha, quanta pena eu tenho de ti!

- Farei, porventura, algum mal em desejar que os outros amem a Deus e em dar-lhes a conhecer esta mensagem

(A Santíssima Virgem): Não, tu não fazes mal algum. Eu sou Maria, Mãe das Dores, Vassula; eu estou sempre perto de ti. Está conosco, vem a Nós, para seres consolada. Eles não compreendem a Nossas Riquezas. Têm o coração fechado para sempre. Tu és um dos muitos sinais que nós lhes temos dado, mas parece não quererem compreender. Deus animou-te a ouvir o Seu apelo; Vassula, sempre que tu conduzes uma alma a Deus, Deus fica muito contente contigo. O Meu Filho Jesus e Eu estamos sempre ao pé de ti. Presta muita atenção porque o Maligno está furioso contigo e tenta desanimar-te. O seu modo de lutar contra ti é que acrescentes palavras nos escritos para te confundir. Lembra-o sempre e nunca o esqueças: é a sua arma contra ti. Eu estou ao pé de ti e protejo-te.

- Poderei reconhecer o Maligno?

-  Dir-to-ei sempre e Jesus ensinou-te a reconhecê-lo.

- Por que razão sou atacada?

- Explicar-to-ei. Minha filha, compreende que tu estás presente no Purgatório. O teu amor a Deus cura tantas almas desgarradas 3 e é por isso que és atacada; Eu estou perto de ti para te proteger; disse-te isto, agora mesmo, para que tu compreendas o motivo por que, às vezes, recebes uma palavra incorreta. Tu cura-las com o teu amor a Jesus e ao teu Pai Santo.

- Posso, então, proceder também deste modo?

- Sim, tu cura-las com o teu amor. Não te deixes influenciar pelos homens que te querem impor as suas teorias. Todas as vezes que se te disser que deixes de escrever, lembra-te de como eras ignorante, quando vivias nas trevas. Tantos dos Nossos filhos não reconhecem já os Nossos Sinais; Deus escolheu-te para que fosses a Sua mensageira; alegra-O e Ouve-O.

- Obrigada, Santa Maria. Que Deus Vos bendiga.

- A Paz esteja contigo.

 

1 cinco palavras, em inglês: I Yahweh am guiding you (Não se esqueça que a mensagem é transmitida, por Jesus, em inglês)
2 passado um ano, este padre começou a ajudar-me muito
3 "desgarradas" refere-se às almas que estão ainda na terra

 



ÉS LIVRE EM ESCOLHER
(Janeiro 1987)

 

- Jesus?

- Eu Sou. 1 Vassula, amo-te a um ponto que tu jamais poderás conceber. Quanto sofro, ao ver os Meus filhos assim tão áridos. Como podem esquecer este Amor que tenho por eles? Por eles, dei a Minha Vida. Minha amada, está mais perto de Mim e ouve-Me. Eu virei à hora marcada para te livrar; mas, antes, terás uma missão a cumprir. Eu, Deus, revelei já a Sabedoria para abençoar toda a humanidade. Ó Minha filha! Um dia, tu compreenderás perfeitamente como Eu opero. Não tenhas medo, porque Eu, Deus, amo-te. Minha filha, sou Eu, Jesus. Quero que tu recites, antes, as três orações, todas as vezes que te ponhas a escrever Comigo, porque afastam o demônio. Acredita-Me: têm muito poder. Queres trabalhar sempre por Mim?

- Jesus, se eu dissesse não, que faríeis?

- És livre em escolher. Não tenhas medo; não retirarei o carisma que te dei. Eu virei sempre ao teu encontro, para te dizer quanto te amo.

- Não, Jesus. Já disse que estou disposta a trabalhar por Vós. Por que iria eu agora a mudar de idéia? Lembrais-Vos?

- Sinto-Me feliz com a tua resposta, Minha filha; continua pertinho de Mim e Eu guiar-te-ei.

- Jesus, já Vos ofendi alguma vez?

- Sim. Ofendeste-Me, quando te esqueceste de como te salvei das trevas; mas já te perdoei. Sei quanto Me amas. Eu sou o teu Enamorado, não te esqueças; não te esqueças de que, sendo tu a Minha enamorada, compartilhamos tudo. Vassula, sobre os Meus ombros cansados, levo a Minha Cruz de Paz e de Amor. Toma-A um pouco, Minha muito amada; pô-la-ei aos teus ombros, para Me aliviar do Meu fardo. Quero-te ao pé de Mim, para poder pousar a Minha Cruz sobre ti; quero-te perto de Mim, porque sei que tu compreendes quanto Eu sofro. Quando sentires a Minha Cruz, sofrerás também tu; sou o teu Enamorado e contigo partilharei também os Meus sofrimentos. Sentir-Me-ei aliviado, todas as vezes que suavizares o peso do Meu fardo. Antes que tu Me aceitasses, já Eu te havia seguido, vigilante, em cada um dos passos que davas; mas tu ignoravas a Minha Presença; agora, finalmente, ouviste-Me e vieste ao Meu encontro; então, por que duvidas?

Trata-se das dúvidas tidas, depois do meu encontro com o padre.

- Todas as vezes que és fraca, ou vives na dúvida, lembra-te daquilo que Eu mesmo te disse agora: leva a Minha Cruz de Paz e de Amor e não Me deixes. Vem e reza Comigo.

Jesus rezou comigo. O Seu Rosto estava virado para o Céu, enquanto rezava.

- Jesus, Vós sabeis quanto eu Vos amo. Ajudar-Vos-ei a levar a Vossa Cruz para Vos aliviar. Nós podemos dividi-La.

- Minha filha, tanto queria ouvir-te dizer isto! Vem, Minha amada, continuaremos o Nosso caminho.


Jesus estava tão contente, feliz!
No dia seguinte: enquanto pintava ouvi chamar. Jesus chamava repetidamente. Atirei com os pincéis ao ar e corri para a escrivaninha.


- Vassula, Vassula, Vassula, Eu, Jesus, chamei-te. Ó Vassula, como te amo! Glorifica-Me, está sempre Comigo. Todas as vezes que Me amas com tanto fervor, sinto-Me glorificado. Alegra-Me sempre, ouvindo-Me como agora. Lembra-te de que, bem depressa, estarei contigo. Virei depressa a buscar-te para te ver ao pé de Mim, bem-amada, porque te amo a um ponto que não poderás imaginar; mas, primeiro, deverás difundir a Minha mensagem a todas as nações, como estás fazendo agora; depois, virei procurar-te. Conduzir-te-ei para aqui, onde Eu estou e ter-te-ei perto de Mim, para sempre. Eu, Jesus Cristo, amo-te; dei-te esta Graça, Vassula, abençoei- te e não mais retomo aquilo que dou. Minha filha, queres renovar a Minha Igreja?

- Ó Jesus, Vós pedis-me uma coisa que não posso fazer por Vós!

- Tem confiança em Mim!

- Agarrar-me-ei a Vós e dependerei inteiramente de Vós. Vós sois o meu Mestre.

- Glorifica-Me, Eu guiar-te-ei.


1 É esta a tradução exata, que nos foi sugerida pela própria Vassula, ao recordar-nos a definição que o mesmo Deus fez de Si próprio a Moisés, dizendo: "Eu sou Aquele que Sou" (Ex 3 14). E assim Se apresentará Jesus, quase sempre à Sua mensageira. De acordo com a versão italiana, escreveremos sempre o "Sou" com letra maiúscula (Nota da versão portuguesa)

 



ESCOLHI-TE PARA QUE FOSSES A MINHA MENSAGEIRA
(23 de Janeiro, 1987)

 


- Ó Vassula, como te amo! Vem a Mim, Eu sou o teu Pai Eterno. Sente o Amor que Eu tenho pelos Meus filhos! Levei-te a amar-Me, fui Eu que te indiquei o Caminho. Sou um Deus de Amor, sou um Deus de Paz, sou um Deus de Misericórdia, sou Doce, sou o Bom Pastor, sou um Pai de Perdão, como poderei Eu ver-vos perdidos sem vir a salvar-vos? Eu conto com cada um de vós. O Bom Pastor dará a Vida pelas Suas ovelhas; Eu sou um abismo de Perdão, não vos abandonarei nunca.

Mais tarde:

- Que acontecerá, Senhor, se deixar de escrever?

- Vassula, mesmo que tu deixasses (de escrever), Eu estaria sempre contigo para te guiar. Dei-te o carisma de Me encontrares deste modo, para te ensinar. Perguntei-te se querias trabalhar por Mim e a tua resposta deu-Me prazer. Vassula, agrada-Me quando hesitas; começas a aprender a refletir, antes de decidir... Eu sou o teu Mestre, aceita a Minha mensagem. Levo-te a tomar consciência do Maligno, que procura a ruína das almas, alimentando-as com a sua vaidade. Ensino-te a compreender quanto o Maligno é pérfido. Ensinar-te-ei a aceitar, ensinar-te-ei a ser humilde, honesta contigo própria e fiel Comigo. Alimentar-te-ei de humildade. Lembro-te de que te não favorecerei mais que aos outros. Os Meus ensinamentos devem fazer-te progredir e purificar a tua alma. Não penses, um só segundo, que te tenha dado este carisma porque te amo mais que os outros Meus filhos. Dei-te esta Graça para nutrir-te e nutrir os que dela tenham uma desesperada necessidade. Sou o Senhor Jesus Cristo, o Bom Pastor que guarda o Seu rebanho. Venho para vos indicar o caminho do regresso; venho para vos iluminar e dar esperança - Vassula, é verdade, avaliei-te, antes ainda de tu teres nascido. Escolhi-te para que fosses a Minha mensageira e revelasses a Minha mensagem a toda a humanidade. Hesitas, porque te pedi para seres a Minha esposa ?

- Sim, Senhor...

- Mas tu aceitaste-lo, lembras-te?

- Eu sei, Jesus. Mas, depois de refletir, não posso; e não porque o não queira, mas porque não sou digna de ser a Vossa esposa. Mas como!? Como pude eu aceitar sem Ihe compreender o valor?

- Vassula, Eu posso ensinar-te a ser digna de Mim.

- Mesmo que seja digna, isso não será suficiente.

- Mas porquê?

- Porque não se trata apenas de ser digna, há ainda muito mais.

- Eu sei que ser digna não basta; mas ensinar-te-ei a ser digna e santa. E tu deverás trabalhar para o ser. Vem, ajudar-te-ei, serás Minha esposa, uma esposa que deve ser formada. Aceitei-te como és porque te amo; mas deves deixar-te formar por Mim, como Eu quero que tu sejas. Nutrir-te-ei para te fazer crescer. Dando-te tantas informações, revelei-te como o Maligno trabalha. Quero que te mantenhas desperta, para lê-las atentamente. Aprende a aceitar. Sempre que Eu te vejo fraca, prestes a sucumbir nas armadilhas, lançar-Me-ei em teu socorro. Não tomes os Meus ensinamentos como um ato de penitência; Eu guio-te para que tu não caias. Não quero perder-te. Invoca-Me cada vez mais, nas tuas orações.

 


 


TERIAS SIDO CAPAZ DE ME AMAR POR TUA INICIATIVA?
(24 de Janeiro, 1987)


- Vassula, Vassula, pequena, amada do Meu Sagrado Coração, não tenhas medo, amo-te. Minha filha, terias sido capaz de Me amar por tua iniciativa?

- Não, Jesus.

- Aprendeste a amar-Me, porque eu mesmo te aproximei, iluminando-te; converti-te, despertando-te. Vassula, sabes por que te amo?

- Não, não sei, Jesus.

- Então, vou dizer-to. Amo-te, porque és fraca, miserável e culpada. As criancinhas são o Meu fraco; e Eu amo-as porque se deixam formar por Mim. Vassula, vem e fica no Meu Sagrado Coração; na Sua profundidade, encontrarás a Paz e sentirás o Amor ardente que Eu vos tenho a todos vós. Tu poderás então revelar-lhes o Meu Amor por eles. E eis como, em cada dia que passa, tu te aproximas mais de Mim!

 



AS CRIANÇAS SÃO O MEU FRACO
(30 de Janeiro, 1987)

 

- A Paz esteja contigo. Quando te sentires fraca, vem a Mim e Eu mesmo te darei a Força. Vassula, sabes por que te escolhi?

- Não, não sei, Jesus.

- Irei, então, dizer-to. Escolhi-te porque és fraca e, em muito, a mais miserável de todas as criaturas que Eu conheço. A miséria atrai-Me, para que a possa consolar. Tu és fraca e incapaz, incapaz mesmo de conhecer bem uma só língua.

- Senhor, se eu sou assim tão inapta, porque me escolhestes para receber estas mensagens?

- E não to disse Eu já? As crianças são o Meu fraco, porque se deixam formar por Mim. Escolhi-te para manifestar o Meu Amor por meio de ti: uma flor frágil incapaz de crescer por si só, uma flor que encontrei no meio do deserto e que apanhei e transplantei no Meu Jardim de delícias, para fazê-la crescer à Minha Luz. Tudo aquilo que te peço é amor. Ama-Me e sê-Me fiel. De ti, quero a fidelidade. Quero que toda a gota de amor do teu coração venha encher o Meu Coração. Tenho sede de amor, porque Eu sou o Mestre do Amor. Por conseguinte, tudo aquilo que te peço é que Me ames. Quando amas alguém, não ardes no desejo de estar com ele, a cada instante da tua vida?

- Sim, é verdade.

- Então, que coisa mais natural do que dares-te inteiramente a Mim? Vem! Vem a Mim, que Eu sou teu Pai. Sei que és incapaz sem Mim; miserável, quando abandonada a ti mesma; fraca, quando estás só. Deixa que te forme, para que, através de ti, Eu possa transmitir a Minha mensagem. Ó Minha filha, quanto terás ainda que aprender!

- Eu sei, sei bem que não conheço nada.

- Vassula, amo-te. Não duvides. Responderei à tua pergunta: Não escolho apenas as almas que são Minhas esposas na vida religiosa; venho também escolher entre aquelas que Me não conhecem. Venho e bato a todas as portas. Bato e aguardo, esperando que Me ouçam. Vassula, desejo ardentemente que todas as almas Me recebam e Me acolham. Amo-vos a todos.

- Julgava que Vós preferísseis estar com as almas religiosas que Vos tornam sempre feliz.

- Vassula, amo as Minhas almas consagradas, os Meus Padres, as Minhas Irmãs, como amo todos os outros Meus filhos. Amo a todos e até mesmo os pecadores e aqueles que Me perseguem. Vassula, aproximo cada um, sem olhar quem é e quais os conhecimentos adquiridos no decurso da sua vida. Posso ressuscitar os mortos com o Meu poder. Dar-te-ei a Minha Força, para que tu Me possas encontrar deste modo, porque Eu sou o Senhor e, quanto mais pequena fores, tanto mais facilmente Eu poderei agir. Sei muito bem que Me basto a Mim mesmo. A tua insuficiência glorificará a Minha plenitude, a tua miséria não conta para os Meus Olhos; abandona-te a Mim e deixa que as Minhas Mãos te formem. Não escolhi ninguém com autoridade, porque a Minha Autoridade basta-Se a Si mesma. O Meu apelo de Paz e de Amor virá através de ti, para revelar a Minha Misericórdia a toda a humanidade. Manifestar-Me-ei através de ti. A Meus filhos, Eu não peço nada que não tenham já. Se apenas têm erros e pecados, que Mos ofereçam e Eu os purificarei, os aliviarei, os perdoarei, não os repreenderei, amá-los-ei somente. Amo todos aqueles que sucumbem e vêm a Mim, pedindo-Me perdão: amo-os ainda mais. Não os afastarei nunca; muito embora tenham sucumbido milhares de vezes, estarei a seu lado para os perdoar e lavar os seus pecados no Meu Sangue. Não Me cansarei nunca de lhes perdoar, porque Eu sou um Deus de Amor e Misericórdia, cheio de piedade para com os fracos. O Meu Coração é santo e um abismo de perdão. Agora, deixa de escrever, Minha filha. Amo-te. Tem confiança em Mim, Vassula, e tudo aquilo que Eu tenho para dizer será escrito.

 


 

EU ESCOLHI UM NADA
(30 de Janeiro, 1987)


Mais tarde:

- Sabes que estou contente em ter-te Comigo? Eu, Jesus, amo-te do fundo do Meu Coração e, por este Amor que Eu tenho por ti, o demônio odeia-te. Armar-te-ão ratoeiras, mas Eu estarei ao pé de ti para te guardar.

- Não quero cair!

- Não te deixarei cair, estarei ao pé de ti para te defender.

- Não compreendo porque recebi mensagens, ainda antes da minha "formação".

- Vassula, Eu, Deus, dei-te as Minhas mensagens, porque muitos irão tirar proveito delas. Se ao menos soubesses o valor que as almas tem, para Mim! 1 . Sei aquilo que estás a pensar e responderei à tua pergunta. Ouve-Me: Eu vim a ti para difundir a Minha mensagem de Paz e de Amor; não escolhi mais que uma rapariga fraca para a Minha missão, incapaz, pequena e sem prestígio, um nada, para manifestar, por teu intermédio, o Meu Amor apaixonado e para ensinar, àqueles que ainda as não compreendem, as Riquezas do Meu Coração. Sofro, ao ver os Meus ministros tão longe de tudo aquilo que é divino e pela indiferença 2 , que manifestam nos confrontos com as Minhas Bençãos; sim, porque este carisma é uma benção. Como os seus corações se endureceram, levando-os à surdez espiritual e à aridez! Venho uma vez mais a apelar para a Paz e o Amor, mas quantos ainda, entre vós, não corresponderam; quantos de vós, especialmente os Meus ministros, viram os olhos para um outro lado, para Me procurarem. Ó homens de pouca fé, quão mal Me conheceis! Esquecestes-vos de que Eu sou Riqueza Infinita? Por que ficais assim tão surpreendidos com o gênero de instrumentos que utilizo? O Meu poder é grande e sem limites e farei conhecer as Minhas Palavras através de almas miseráveis.

Vassula, muitos foram já os que Me pediram um sinal para provar que esta mensagem vem justamente de Mim, mas o sinal que Eu darei és tu precisamente. Libertei-te do mal, despertando-te; redimi-te e abriguei-te no Meu Coração, realizando em ti tantas das Minhas Obras. Aceita aquilo que te dou, uma vez que a Sabedoria te dirige. Vassula, amo-te; pequena, és Minha. Minha filha, dá-Me Amor e dá-Me repouso, deixa-Me repousar no teu coração, aceita-Me, não Me recuses. Vassula, sabes há quantos anos te tenho aguardado, antes que tu Me aceitasses? Oh! Como andavas longe do Meu Coração! Nunca te disse como Eu Me sentia, então?

- Realmente, não me lembro, Jesus.

- Mas digo-o Eu. Receava, por ti; tu tinhas-te afastado de Mim e o Meu Coração estava completamente despedaçado pela dor. Como poderia Eu, então, resistir a este Meu apelo, bem-amada? Esperei tantos anos! Vassula, aceita o Meu amor, o Meu Amor cura-te.

- Não é que Vos recuse, Jesus, mas sinto- me mais à vontade, dando e amando, que recebendo. Creio que Vós me conheceis.

Sentia-me triste, porque, sem o querer, fui motivo de pena para Jesus. E Jesus descobriu-o imediatamente.

- Vem Comigo. Quero dizer-te um segredo, Vassula: Sabes por que te amo?

- Sim, já mo dissestes.

- Mas há uma outra razão. Amo-te, porque amo os Meus filhos. Vem, pois, mais para junto de Mim. Deixas-Me penetrar no teu coração?

- Sim, Jesus.

- Tu fazes-Me tão feliz, porque sei que posso repousar em ti; não mais Me recuses, porque Eu aspiro apenas a penetrar nos corações.

- Provavelmente encontrareis manchas 3 .

- Toda a impureza que Eu encontrar, lavá-la-ei. Bem-amada, o Meu Sangue purificar-te-á.



1 parecia que Deus não quisesse perder um só minuto
2 indiferença manifestada pelos primeiros padres, a quem mostrei esta mensagem
3 ao dizer isto, não me sentia lá muito à vontade


Fonte: www.tlig.org/pgmsg/pgindex2.html



LEIA TAMBÉM



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.259.949
Visitas Únicas Hoje: 425
Usuários Online: 132