Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.456.018 Visitas Únicas Hoje: 521
Usuários Online: 171
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Vassula Mensagens




Salvar em PDF






Visto: 2080 - Impresso: 53 - Enviado: 24 - Salvo em Word: 42
Postado em: 04/06/10 às 18:34:50 por: James
Categoria: Vassula Mensagens
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=149&id=5355
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Vassula Mensagens

Todas as Mensagens repassadas a Vassula Ryden em Julho de 1987

 

EU SOU O TEU CONSOLADOR
3.7.1987 
 


- Jesus?

- Eu Sou. Bem-amada, as inspirações vêm de Mim, como as gotas de orvalho pousam sobre as folhas. Fiz contigo um pacto de te ser fiel. Providenciei de forma a que também tu Me fosses fiel, compreendes? 1 . Vassula, pelo Meu Amor, unirás a Minha Igreja?

Jesus ouviu o meu suspiro, a seguir aos Seus pedidos.

- Eu estou diante de ti e serei Eu que te instruirei; segue-Me simplesmente. Eu quero todas as Minhas Igrejas unidas. Quero que as Minhas almas sacerdotais se recordem das Minhas Obras de outrora e da simplicidade que tinham os Meus discípulos; da humildade, da fidelidade dos primeiros Cristãos. Vem, Eu te revelarei os mais profundos e íntimos desejos do Meu Coração; permite-Me que os grave em ti, pequena. 

Neste momento, senti-me perdida. Sinto que Deus deseja tantas coisas importantes que Ele mesmo me dita e eu fico sentada e paralisada. Sinto que não faço aquilo que Ele quer, uma vez que nada muda. Mas como poderá mudar seja o que for, se ninguém sabe nada disto? Sinto que Lhe desagrado, desobedecendo, não fazendo e não executando aquilo que Ele deseja. Mais de cem pessoas têm cópias destas mensagens, mas não basta!

- Jesus?

- Eu Sou. Vive em Paz. Eu restaurarei a Minha Igreja. Permite-Me apenas, Vassula, que grave as Minhas Palavras em ti. Eu amo-te. Glorifica-Me, amando- Me. Unir a Minha Igreja é Obra Minha. Tu não serás mais que a Minha mensageira, compreendes a diferença? Mesmo quando Eu digo: "Reaviva ou une a Minha Igreja, Vassula", Eu não Me refiro diretamente a ti. Tu aprenderás. Não terás, porventura, aprendido já uma parte das Minhas Obras Comigo?

- Sim, Senhor.

- Aguarda e verás  2 . Tenho uma pergunta a fazer-te: "Por que não vieste ter Comigo agora, para que Eu te consolasse?". Sim, exatamente, sim. 

Jesus, deu-me uma visão de uma duração muito breve, mas que era toda uma história, como que uma parábola. Tratava-se de uma criancinha e de sua mãe.
Depois de esta mãe ter perdido, há muito tempo, o seu filho, reencontrou-o; e a sua alegria é agora imensa.
Começa, então, a ensiná-lo de novo a vir ter com ela todas as vezes que sinta necessidade disso, pois ela ama-o e ele pertence-lhe. Mas a criancinha está ainda afeta a hábitos um tanto selvagens e tem grandes dificuldades em reconhecer a mãe e aprender novamente a amá-la. Tinha-se habituado à sua solidão, às suas misérias, às suas infelicidades, a viver sem ninguém com quem contar; ignora mesmo que sua mãe poderia ajudá-lo e consolá-lo. A visão é a de uma criança em toda a sua miséria, que choraminga, girando pela casa e ignorando completamente a sua mãe. Esta aflige-se ao ver o seu menino em tão grande perdição e sente-se ferida por o seu filho não vir lançar-se-lhe nos braços, mostrando-lhe, assim, que precisa do seu afeto; o seu coração sente-se terrivelmente despedaçado, vendo-se ignorada, ela que teria podido fazer tanto, se ao menos ele tivesse reencontrado a confiança nela!

A criança era eu e Jesus, a mãe.
E tudo isto porque eu me sinto tão incapaz, com o peso da mensagem; e, não conseguindo fazer grande coisa, a seguir ao meio-dia, decidi ir para a cama, tentando dormir, para esquecer. Pensei em Jesus, mas sentia-me demasiado triste para me pôr diante d'Ele.

- Bem-amada, Eu sou o teu Consolador! Apoia a tua cabeça em Mim, permite-Me acarinhar-te e mitigar as tuas misérias; permite-Me siciar-te ao ouvido as Minhas Palavras. No Meu Coração, tenho um lugar para ti, não desperdices mais tempo noutro sítio; vem, agora mesmo, para o teu lugar 3 .

- Não sou capaz...

- Eu mesmo te levantarei e te colocarei nele. 


----------------------------------------------

1 Jesus assegurou-Me de que O não atraiçoaria, sabendo quanto sou fraca
2 deu-se uma longa pausa. Ele tinha a minha mão sobre o caderno, sem dizer nada e olhando para mim
3 disse-me tudo isto tão ternamente, como só Deus pode falar
 


DESERTO ESPIRITUAL
7.7.1987 - Suíça 
 


- Vassula, irás encontrar-te diante de pesadas provações: não esqueças a Minha Presença. Eu estou junto de ti. Acreditar nas Minhas Obras divinas é também uma Graça que Eu dou. Aos vossos olhos, as Minhas Obras não parecem lógicas; mas Eu sou Deus e a quem Me poderíeis vós comparar? E a que poderíeis comparar as Minhas Obras?

Vassula, quando Eu vejo como tantas Minhas almas sacerdotais negam os Meus Sinais e as Minhas Obras, como elas tratam aqueles a quem Eu dei as Minhas Graças, para lembrar ao mundo que Eu estou entre vós, Eu sofro...

Involuntariamente, estas almas danificam o Meu Corpo, "ponéô" 1 . Elas negam as Minhas Obras, fazendo, assim, nascer desertos, em vez de terras férteis!

- Senhor, se essas almas negam as Vossas Obras, haverá razões para isso!

- Espiritualmente, elas estão mortas. Estas almas são esses mesmos desertos e, quando rebenta uma flor, nesse grande deserto que eles fizeram, atiram-se contra ela para a calcar e destruir.

- E porquê?

- Porque essa flor destoa, no seu deserto. Estas almas fazem sempre tudo para que o seu deserto se mantenha árido! Não encontro santidade alguma nestas almas: nenhuma. Que têm elas para Me oferecer?

- A proteção, Senhor! Senhor! Proteção, que consiste em não deformar a Vossa Palavra!

- Não, não Me protegem, antes Me negam como Deus. Estas almas negam os Meus Recursos Infinitos. Elas negam que Eu sou Omnipotente, na medida em que se comparam a Mim. Sabes o que fazem? Elas encorajam o ateísmo, multiplicam o número daqueles que Me flagelam, aumentam a surdez espiritual. Elas não Me defendem, antes zombam de Mim! Apesar da sua rejeição, Eu quero ajudá-las, a fim de que elas, por sua vez, ajudem e alimentem os Meus cordeiros.

Ama-Me, Vassula, honra-Me, não Me renegues nunca. 

- Eu não Vos renegarei jamais, não renegarei jamais que tudo isto é Obra Vossa, Senhor, mesmo que houvesse de morrer!

- Minha doce mirra, Minha insuficiência, Minha bem-amada, cuida dos Meus interesses, sê o Meu altar, mantém-te pequena, para que Eu possa trabalhar e agir em ti. Vem, rezemos: 


Pai de Misericórdia,
Une as Tuas ovelhas, reúne-as de novo,
faz-lhes compreender a sua aridez,
perdoa-lhes,
forma-as como Tu desejas que sejam,
lembra-lhes os Teus Caminhos.
Que toda a Glória seja dada ao Teu Santo Nome
para sempre. Amém.


Sinto-me triste por Deus.

- Bem-amada, sê triste pelo mundo e por aquilo em que se tornou. Repousa em Mim. 


-------------------------------

1 "Sinto-Me mal", em grego
 


 

EU RESSUSCITEI E NÃO ME DESINTEGREI
8.7.1987


- Senhor, uma vez, um padre disse-me que, quando Vós morrestes e fostes depositado no sepulcro, o Vosso Corpo desintegrou-se pelos ares e foi por esse motivo que não fostes reencontrado. Por outros termos, este padre nega a Vossa Ressurreição.

- Vassula, eles deformaram a Minha Palavra; Eu ressuscitei e não Me desintegrei. O Meu Corpo ressuscitou.

- Senhor, falais-me de um modo simbólico e dizeis, assim, que ressuscitastes com o Vosso Corpo?

- Minha filha, expressei-Me literalmente. O Meu Corpo ressuscitou. Diz-lhes que deixem de deformar a Minha Palavra para satisfazer a compreensão humana. Eu sou Omnipotente.

 

8.7.1987

- Senhor, temo ser causa de atraso, na realização dos Vossos Planos.

- E como poderias tu atrasar-Me, se sou Eu que atuo?

- Por causa dos meus pecados, que poderiam servir-Vos de obstáculo.

- Pedir-te-ei que te arrependas muitas vezes, far-te-ei ver os teus pecados, Eu quero-te pura. 
 


MEUS MISTÉRIOS
09.07.1987


- Meu Deus?

- Eu Sou. Vassula, tenho tantos mistérios escondidos para vós! O pouco que vos revelei é por muitos compreendido de um modo simplesmente humano; e, assim, não compreendendo devidamente estes mistérios, pô-los-ão de parte e dar-lhes-ão uma explicação errada. Como é possível comparar as Minhas Obras às obras humanas? É como se quisésseis comparar-vos a Mim! É verdade que as Minhas Obras vos não parecem lógicas; mas aquilo que Me magoa muito mais é o ver certas almas sacerdotais a duvidar das Minhas Obras, recusando-se a acreditar nelas; e assim Me afastam, em vez de Me darem Glória. A Minha Criação tornou-se um deserto árido, estéril e sedento de amor. De que se alimentarão os Meus cordeiros, quando elas não tiverem nada que lhes dar?


AMAI O VOSSO PRÓXIMO COMO A VÓS MESMOS
10.7.1987


- Minha flor, integra-te no Meu Corpo. Viver no deserto é duro, mas Eu guiar-te-ei sempre para a Minha Fonte, onde satisfarei a tua sede; dar-te-ei repouso e proteger-te-ei, filha Minha; sê a Minha vítima, que nada será em vão. Agarra-te a Mim. Não estás só. Nós estamos juntos para atravessar este deserto. Permite-Me que escreva o Meu Mandamento especial: "Amai o vosso próximo como a vós mesmos".

- Mas, Senhor, ele não é novo: Vós já no-lo havíeis dado.

- Mas segui-lo vós, porventura? Cada alma da Igreja terá ainda de aprender a obedecer ao Meu Mandamento. Que elas alcancem o Meu Amor Infinito, para aprender a amar-se. Ouve-Me: todas as partes do Meu Corpo se dilaceram. Vassula, não acabei ainda de te ditar os Meus desejos e guardo um desejo maior! Tu começas a senti-lo, Vassula, porque Eu mesmo te ilumino para pressentires aquilo que Eu desejo. Eu amo a Minha Criação infinitamente.

- Meu Deus, se é "isso" que Vós desejais então, na verdade, o Vosso Reino, na terra, será como o é no Céu!

- Pouco a pouco, o compreenderás. Dar-te-ei visões e pô-las-ás por escrito. Está com o teu Deus, que também sofre! 
 


NÃO EXISTE A PALAVRA SORTE NO MEU VOCABULÁRIO
10.7.1987

- Criação! Minha Criação! Hoje, vós renegais-Me como vosso Deus, mas amanhã, louvar-Me-eis, adorar-Me-eis e desejar-Me-eis! Vem, Vassula, nunca te esqueças de Quem Eu Sou, agarra-te a Mim, chama-Me como ontem 1 e acudir-te-ei.

- Nestas situações, muitos de vocês dizem que foi sorte, esquecendo-Me! Não existe a palavra 'sorte' no Meu vocabulário. Sou Eu quem os auxilia, Criação!

11.7.1987

- Arrepende-te!

- Agradeço-Vos, meu Deus, o terdes cuidado de mim.

Arrependi-me.

- Bem-amada, tudo se perdoa, pois tal é a Minha Misericórdia. Ensinar-te-ei a tomar cuidado, antes de dares o primeiro passo; está atenta, prefere-Me a todas as coisas. Flor, não desvies o teu rosto da Minha Luz, olha para Mim, mantém-te diante de Mim, floresce!

- Sou fraca, sinto que, às vezes, é difícil levar a Vossa Cruz.

- Minha nulidade, une-te a Mim e sejamos um todo Uno, juntos; juntos, nós restauraremos a Minha Igreja. 


-------------------------------

1 sucedeu ontem à noite. No edifício, onde habitamos, o porteiro fecha a porta principal às 22 horas. Tínhamos esquecido da chave da casa. A porta estava fechada e encontrávamo-nos na impossibilidade de entrar. Aproximei-me da porta e, lamentando-me, disse: "Ó meu Deus, não me digais que a porta está fechada! Fazei com que se abra, Vo-lo peço!". No mesmo instante, um outro inquilino chegou e abriu a porta
 


O ALFA E O ÔMEGA
12.7.1987

- Vassula, Eu alegro-Me, quando compreendes. 

Às vezes, dou-me inteiramente conta de que estou na verdade com Deus e que Ele comunica comigo deste modo; e, então, o meu coração salta de alegria! Isto sucede-me muitas vezes; a maior parte das vezes dou-me conta disso, mas não de todo, realmente.

- Sabei-lo, Senhor?

- Sei, sei muitíssimo bem. Vassula, lembras-te de Juan? Nós uni-lo-emos a Mim.

- Meu Deus!

- Eu Sou.

- Pensais muito em Juan!

- É a Minha alma dileta. Amo-o, quero-o perto de Mim. Desejo guiá-lo, e fazer dele um grande servidor Meu. Ó Vassula! Grandes coisas poderia fazer por Mim!

- Mas, Senhor, é impossível! Antes de mais, ele não acredita em Vós; depois, tem outras preocupações na vida!

- Menina, dás-te conta de Quem te guia?

- Sim, meu Deus...

- Sou o Alfa e o Ômega, Criador de todas as coisas; sabes, porventura, que ele Me procura já desde há anos?

- Ah! Sim? Pensava que não acreditasse.

- Sempre acreditou, mas tem andado um tanto desorientado. Amo-o e guiá-lo-ei para que Me reencontre. Eu sou o Amor e ele virá para o Amor; enchê-lo-ei do Meu Amor; todas as Minhas bençãos farão, sim, que regresse. Bem-amada, agora, deves descansar. 

- Senhor, quereis sempre que esteja de joelhos, quando escrevo?

- Quero. Honra a Minha Presença. 

- Sim, Senhor. 
 


REANIMEI-TE PARA A MINHA GLÓRIA
13.7.1987

- Vassula, para seres a Minha mensageira, deves amar-Me como Eu te ensinei. Viva, finalmente viva! Redimi-te dos mortos!

- E os outros?

- Criatura, os outros têm ainda de ser ressuscitados. A Minha orvalhada de Amor espalhar-se-á sobre eles; a Minha Luz cobri-los-á e eles reviverão. Criação, Eu reanimar-vos-ei!
Não te reanimei para tua glória: reanimei-te para a Minha Glória.

- Sim, Senhor.

- Pequena, chama-Me "Abba"; sim, está perto de Mim, Eu nunca te abandonarei. 
 


FALA-ME
18.7.1987

Desde a minha chegada à Suíça, não me sinto em condições de escrever. Não me sinto bem. Primeiro, por motivo de uma gripe, à qual se seguiu uma infecção na boca e nos lábios, pelo que, com muita dificuldade podia comer, depois, por causa de uma dor aguda na anca que me impediu de dormir por cinco noites e que ainda agora persiste.

- Vem, deixa-Me que te diga que tudo isso vem de Mim. São as Minhas purificações, filha Minha, amo-te. Aprende como Eu atuo; ajudar-te-ei; mesmo que tenhas de sofrer, Eu cuido de ti e não permitirei mancha alguma na tua alma. Compreendes como Eu atuo; mas, ouve-Me: faz com que Eu te sinta, fala-Me, lembra-Me, jamais deixarei que alguma coisa Me preceda, Eu sou o Primeiro e dou luminosidade à tua alma para a fazer brilhar como ouro. Agora, lembrar-te-ei o motivo por que te escolhi. Escolhi-te por causa da tua miséria indescritível e da tua fraqueza. Eu sou um Deus de Misericórdia. Agora, podes trabalhar, mas deves sempre ter-Me Presente na tua mente. Eu não te perco nunca de vista. Olha para os Meus Lábios, quando falo: amo-te. Vem, levanta-te, está diante de Mim e faz com que agora Eu te ouça falar. 

É verdade. Desde há um pouco tinha esquecido Deus. O fato de ter mudado de país tinha-me, entre outras coisas, muito ocupada.

- Permite-Me que te utilize, ainda por um pouco de tempo. 

- Sim, Senhor.

- Recebe as Minhas Bençãos.

- Bendigo-Vos, Senhor. 
 


TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
21.7.1987

Hoje, duas senhoras, testemunhas de Jeová, bateram à minha porta. Tínhamos um problema lingüístico, mas elas eram muito audaciosas e, de um ou outro modo, criticavam a religião católica! Disseram-me que voltariam, enquanto eu estava a escrever. Mostrei-lhes esta revelação e ambas fizeram mofa; eu percebi-lhes mesmo a palavra "demônio". Deixei-as falar.

Não me tinha já dito Deus que depressa me iriam ridicularizar e não me tinha dado Ele mesmo a Sua Coroa de Espinhos, para que eu sentisse as zombarias? (cf. Cad. n.11). Receio que seja apenas o princípio...

- Vassula, Eu estou junto de ti, não temas. 


ALMAS DO PURGATÓRIO
22.7.1987


- Vassula, vês todas aquelas almas? Esperam em fila. 

Vi um grupo de almas, por detrás de Jesus.

- Jesus?

- Eu Sou. Sim, eram almas!

Imediatamente depois de ter visto aquelas almas, apareceu-me uma outra imagem que me vem já de há muitos anos, quando tinha 17 ou 18 anos. Via, muitas vezes, na sala em que me encontrava, almas sentadas no pavimento, que se impunham silêncio umas às outras, de forma a estarem tranqüilas e poderem assim, estar ao meu redor, como se tivessem vindo ouvir algum discurso. Nesse tempo, interrogava-me eu sobre o motivo por que via essas "pessoas mortas" como então eu lhes chamava; mas não lhes prestava atenção alguma, dado que nunca me tinham perturbado e logo acabava por me distrair com outras coisas à minha volta.

- Sim, Vassula, elas esperavam!

- Mas que esperavam elas, Senhor?

- Esperavam que tu te tornasses maior. 

- E elas sabiam?

- Sim, elas sabiam; e Eu esperei que tu Me amasses e que tu reparasses. Ama-Me com fervor, repara e, assim, essas almas que se encontram no Purgatório 1 serão curadas 2 , libertas do fogo purificador e, finalmente, poderão vir a Mim. Vassula, sabes quanto elas sofrem, quando estão no Purgatório, pelo seu desejo de Me verem, mas sendo disso impedidas, porque incapazes? Ó como elas dependem de ti! Ah! Vassula, irás ajudá-las?

- Sim, Senhor, gostaria tanto de as saber, finalmente, Convosco!

- Tem a Minha Paz. Eu, o Senhor, far-te-ei ver como as ajudarás; procura-Me sempre, imola-te e não te lamentes nunca. Ajudar-te-ei a realizar os Meus desejos, bem-amada; ama-Me, pois o teu amor cura-as.

- Jesus, dar-mo-eis a saber, quando elas estiverem já Convosco?

- Far-to-ei saber.

- Jesus, e as testemunhas de Jeová?

- Deixa que te dêem aquilo que queiram, recebe-as Comigo. Compreenderás, então, o motivo pelo qual Eu mesmo as convidei a ir ter contigo. Apoia-te em Mim, bem-amada.

- Jesus, não encontrarei alguém do Vosso Mundo?

- Deixa que te diga imediatamente que pegarei em ti e te colocarei entre os Meus. Minha filha, se tivesses merecido uma só das Minhas Graças, ter-te-ia mostrado como o Amor guia, sem que tivesses, antes, de enfrentar dificuldades e "portas abertas" 3 .
- Que significa isso?

- Significa que tu, de fato, não tinhas merecido as Graças que Eu te dei e foi por Minha Bondade Infinita que Eu Me inclinei para a tua miséria. A partir de agora, deseja-Me mais que nunca. Merecerás todas as Graças, oferecendo-Me atos de amor. Todo o ato de amor reparará aquilo que tinhas destruído.

- E que tinha eu destruído, meu Deus?

- Todas as boas coisas que Eu te dei e que foram, depois, transformadas em mal. Honra-Me. Amo-te.

- Senhor, ajudar-me-ás a fazer boas ações?

- Ajudar-te-ei. Lembra-te de que tudo aquilo que Eu dei deverá também ser dado de igual modo: gratuitamente. Quero que o Meu Altar seja puro. 

Mais tarde, Deus mostrou-me que não mereci nenhuma das Suas Graças. Agora regresso a Ele mais timidamente, suplicando-Lhe:

- Senhor?

- Eu Sou.

- Consenti-me que esteja na Vossa Luz.

- Está na Minha Luz e fica nela.

- Permiti-me que me apoie em Vós 4 .

- Permitir-to-ei sempre.

- Permiti-me que pegue na Vossa Mão e que esteja próxima de Vós.

- Vem para os Braços de teu Pai. 

- Permiti-Me que Vos fale!

- Sê um só Comigo, está diante de Mim, sê o Meu reflexo e deixa que Eu te fale a ti.

- Permiti-me que seja consolada por Vós.

- Minha pequena, Eu serei o teu Consolador; Vem, sente-Me, sincroniza-te Comigo, faz um só Comigo, aniquila-te em Mim, deixa que te domine completamente e que reine em ti, deixa que te mergulhe no Meu Coração. Aproxima-te, está em Mim e Eu estarei em ti. Oh! Como te amo, filha Minha!

Senti que Deus estava contente.

- Amo-Vos, Senhor.

Senti o Seu Amor envolver-me completamente.

- Está Comigo, agora. Fica aqui  5 Não Me recuses nada, Vassula. Eu grito fortemente, os Meus Gritos ressoam e fazem tremer os Céus, a Minha Chamada deveria ter sido ouvida pelas Minhas almas que Me amam, elas deveriam ter-Me ouvido; diz-lhes que não o imaginaram, mas que sou Eu mesmo, Jesus, Filho Amado de Deus e quero que elas se unam e que propaguem a Unidade, a Paz e o Amor; quero que sejam como um exército de redenção e reparem aquilo que foi destruído e deformado. A Minha Chamada brota dos abismos da Minha Alma ferida. Bendiz-Me, filha Minha.

- Bendigo-Vos, ó meu Deus. Que os Vossos desejos se realizem.

- Sê-me fiel, assemelha-te ao Meu Corpo, agarra-te a Mim. 


-------------------------------

1 pedi ao Senhor que escrevesse "Purgatório" em vez de "Hades", a palavra que, para mim, significa Purgatório, em grego
2 o fogo do Purgatório apagar-se-á
3 significa que Satanás e seus sequazes são autorizados a infiltrar-se e a escrever as suas injúrias ou a obrigar-me a cometer erros. Deus ensinou-me a reconhecer os demônios. Satanás não pode procurar a Paz; por conseguinte, atraiçoa-se a si mesmo
4 o uso do verbo "permitir", quando se pede, foi-me ensinado por Ele, pois Ele, embora Deus e Soberano, pede sempre às Suas criaturas: "Permites-Me que faça Isto ou aquilo?"
5 estava-me a levantar, para sair
 


DÁ-ME ALMAS
24.7.1987

Ponho-me de joelhos diante da escrivaninha e Jesus está diante de mim, sentado no divã. Olho para Ele e espero que me fale.

- Minha bem-amada, aumenta o teu amor por Mim e, assim, curarás as almas. Ama-Me e liberta-as. Agora, trouxeste-Me cinco almas. Dá-Me alegria, dando-Me almas. Quero salvar todas as almas miseráveis que estão às portas de Satanás. Amo-vos tanto a todos!

Mais tarde.

- Agapa Mé ("Ama-Me" - em grego).

- Jesus.

- Eu Sou. Diz a Sirkka Lisa que Me ame mais. Por que não vem a Mim? Eu sou o seu Conselheiro. Eu sou Aquele que cuida de vós. Eu sou o vosso Consolador. Ela sabe que Abismo de Amor é o Meu Coração? Eu amo-o, Vassula, esperá-lo-ei, continuarei a chamá-la: "Responde-Me, alma! Responde à Minha Chamada! Invoca-Me nas tuas orações, fala a este Coração que te ama! Eu esperarei". 

Jesus deu-me esta mensagem para uma amiga minha.


EU SOU O TEU PAI CELESTE
25.7.1987

- Eu sou o teu Pai Celeste que te ama. Não chames "pai" a ninguém mais senão a Mim, que sou o teu Criador. Aprende de Mim. Vassula, não te tenho Eu dito que estou sempre no meio de vós? Eu sou Amor. Reconduz o Meu rebanho ao Amor, para que Eu possa salvá-lo. Afasta a mentalidade pagã, faz nascer o amor. Ajuda os Meus filhos, dando-lhes o mesmo alimento que Eu te dei. 

- Farei como desejais, com a Vossa ajuda. Sede a Luz que me guia.

Pensar que, dentro de pouco, chegarão as testemunhas de Jeová, faz-me sentir mal. Que poderei eu dizer-lhes?

- Escreve.

Jesus fez um gesto com a Mão, apontando-me para o caderno.

- Amo-os. Faz aquilo que te peço: ama-os. São todos filhos Meus.

- Mas tenho medo que me dêem maus conselhos. Eles dizem que as testemunhas de jeová são os únicos, em todo o mundo, a ter compreendido a Verdade e que os outros, Católicos, Ortodoxos, Protestantes, Muçulmanos e Hebreus estão cem por cento no erro! E que só a sua fé permite a entrada no Céu.

Jesus parecia inflexível.

- Bem-amada, ama-os.

- De acordo, mas que farei, se me confundem?

- E ficarei Eu, porventura, inerte, se visse que te confundiam? 

- Não.

- Minha filha, não temas: Eu guiar-te-ei.

- Sinto-me feliz por estar Convosco, meu Deus...

- Porquê? 1

- Porque Vos amo, porque sois a minha Felicidade, a minha Alegria, o meu Sorriso. Vós sois a minha Vida feliz. Esta é a razão.

- Enche-Me de alegria e ama-Me, Vassula; escava, no mais profundo do Meu Coração e deixa que todo o Meu Amor te consuma inteiramente em nada mais que, uma Chama Viva de amor pelo Amor! Minha bem-amada, repousa em Mim e deixa que Eu repouse em ti, sê o Meu Céu. 

-----------------------------------

1 Jesus parecia impaciente por ouvir as minhas razões e alegrava-Se com ouvi-las
 


A HUMILDADE, O AMOR E A DEVOÇÃO
26.7.1987


- Meu Deus?

- Eu Sou. Minha pequena, quem mais te teria guiado, neste caminho particular, senão Eu, Deus, que o escolhi para ti?

- A princípio, hesitava muito, temendo que viesse do demônio.

- O demônio teria fugido, quando Me adoravas, teria sido desmascarado, revelando os projetos insidiosos que tem em mente. Não toleraria a humildade, o amor e a devoção, lembra-o sempre. Aperta a Minha Mão e eleva-te 1 não te canses, arrepende-te muitas vezes. Como procederás agora?

- E é a mim que o perguntais, Senhor?

- Eu Sou. 

- Não posso nada, a não ser que Vós me ajudeis.

- Bem, aquele que luta contra os Meus desejos acaba
por dar coices contra um aguilhão. 


------------------------------

1 progredir espiritualmente
 


A PURIFICAÇÃO
27.7.1987

Aproximo-me do Senhor, com a sensação de ser abandonada. Sinto que Deus não está tão próximo de mim, como antes.

- Não te aflijas, Vassula Minha, explicar-te-ei tudo. Eu estou junto de ti. 

28.7.1987

Continua a sensação de ser abandonada!

- Jesus, tenho tanto medo de desorientar a gente, quando digo que sinto a Vossa Mão que me acaricia a cabeça. Engano-me, talvez? Seria horrível, se assim fosse!

- Não te aflijas! Crê no Meu Amor Redentor. Acariciei-te tantas vezes, agora como no passado. Não, Vassula, não o imaginaste tu: Eu Sou, Jesus.  
 

29.7.1987

Ainda a mesma sensação!

- Jesus?

- Eu Sou. Já te disse que os Meus Vínculos são Vínculos Eternos. Por que tens medo? Enganas-te, quando pensas que Eu esteja menos contigo, ou que te haja abandonado, ou que esteja zangado contigo por Me não servir de ti como antes. Não, não, Vassula, não é por alguma destas razões. O Meu Amor não mudou, Eu não te abandonei, continuarei a inspirar-te.  
 

30.7.1987

Sinto-me ainda inquieta. Por que não sinto Deus, como antes?

- Jesus?

- Eu Sou. Vem, olha para Mim. Sim, olha. 

Contemplei os Olhos de Deus e fiquei enternecida.

- Ter-te-ei Eu porventura elevado e depositado no Meu Coração, sem ter em conta quem tu és? Vassula, Vassula Minha, nunca te abandonarei! 1 Reflete. Eu sou Amor e, até que não venha libertar-te, derramarei o Meu Amor em ti. "Ela thipla Mon imé o Christos" (em grego: Vem a Mim, Eu sou o Cristo).

Jesus tentava tranqüilizar-me e eu sentia-me melhor. 
 

31.7.1987

- Vassula, vem, Eu iluminar-te-ei a respeito dos teus medos sem razão. É a intuição que te ensino. Não deves tomar isso como um abandono da Minha parte. Escreve. Dou-te a Minha Graça para te fazer atingir um grau mais alto de meditação e, ao mesmo tempo, purifico a tua alma para este fim mais elevado. Tranqüiliza-te, Minha bem-amada, Eu estou contigo e jamais estou longe de ti. Estimulo o teu amor por Mim e fortifico-te. O resultado de tudo isto será uma devoção mais profunda e um amor mais rico por Mim. Vassula, desejo que tu atinjas este grau superior de meditação. Deves escrever. Bem-amada, tira da tua mente qualquer sombra que seja de dúvida, sombras que te angustiam. Quero que tu progridas, quero que a tua alma atinja a perfeição e a pureza, quero fazer avançar a tua alma nesta luz mais elevada e mais delicada. A tua alma, assim purificada, será capaz de Me oferecer virtudes ornadas pela perfeição e pureza. Com a meditação, tu chegarás a um nível mais alto de contemplação. Essa aridez e a sensação de abandono que te fazem pensar que "tudo está perdido", vêm-te porque Eu retiro de ti uma parte da Minha Luz; por conseguinte, não tenhas medo, mas sê feliz por poderes sentir essa diferença. Retirando uma parte da Minha Luz, Eu reforço o teu desejo da Minha Luz, Eu reforço o teu desejo de Me procurares; e, assim, infundo no teu espírito uma Luz mais delicada ainda. Contudo, a Luz nunca te é tirada completamente, mas deixo-te sempre um pouco de Luz, de modo a que tu possas vê-La e segui-La, e Ela te ajude a não tropeçar. Dou-te este vigor, para que tu continues a procurar-Me cada vez com mais fervor. Procura em Mim os Meus desejos, Vassula. Não te deixarei nunca, porque Eu sou o teu Pai Celeste que quer fazer-te crescer e florescer. São estes os meus Caminhos. Não temas, mas sê vigilante; não te deixes nunca adormecer, procura sem descanso. Tu aprenderás de Mim, Eu sou o teu Mestre. Ama-Me, Vassula, sorri-Me, quando Me vês e pega na Minha Mão, quando te A estendo. Tem a Minha Paz e tem confiança em Mim. Vem, amo-te. 

- Ó Pai, agradeço-Vos o terdes-me tranqüilizado e explicado tudo isto. Agradeço-Vos todos os Vossos Ensinamentos. Amo-Vos!


---------------------------------

1 Jesus disse isto com tal doçura, como só Deus pode fazê-lo
 

 



Fonte: http://www.tlig.org/pgmsg/pgindex4.html











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 04/06/10 às 18:34:50 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM








Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES