LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Curiosidades



Artigo visto 2008 vezes




Visto: 2008 - Impresso: 27 - Enviado: 14 - Salvo em Word: 28
Postado em: 20/09/13 às 21:25:42 por: James
Categoria: Curiosidades
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=177&id=11474
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Curiosidades

O universo sempre foi um mistério para o ser humano e, para quem melhor compreendia o mistério, um mistério maior. E o mistério às vezes aparece na forma de uma pergunta desconcertante e enganadoramente simples, como “por que o céu é escuro à noite?”.

Por trás de uma pergunta tão simples esconde-se outra, muito maior: o universo é infinito, eterno e estático? Como é que podemos saber isto?

Logo após Copérnico criar sua revolução dos mundos, essa pergunta surgiu, resultado de um raciocínio simples: em um universo que é infinitamente antigo e infinitamente grande, devem existir infinitas estrelas, e para onde o seu olhar apontasse, encontraria uma.

Se fosse assim, então o céu deveria ser tão brilhante quanto o sol, e não deveria haver escuridão. As respostas possíveis eram que o universo não era eterno ou não era infinito, ou não era nem eterno nem infinito.

A pergunta ganhou um nome: “Paradoxo de Olbers”. Você pode ver no vídeo abaixo uma versão moderna deste paradoxo, e qual a resposta que os astrônomos tem para esta pergunta. Se você tem dificuldades em entender o inglês, clique em “ativar legendas” e aproveite a tradução para o português (que está muito boa):

 

 

É fascinante como uma pergunta que parece tão boba acaba por ajudar a revelar um dos mistérios do universo, e a responder uma pergunta bem mais profunda (depois de 500 anos…).

Fonte: http://hypescience.com

 
Total Visitas Únicas: 6.493.470
Visitas Únicas Hoje: 945
Usuários Online: 209