Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.420.898 Visitas Únicas Hoje: 8
Usuários Online: 295
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos Medjugorje
Medjugorje é um pequeno vilarejo localizado na Bósnia, onde desde 1981 seis jovens tem falado com Nossa Senhora quase que diariamente, e aqui embaixo estão alguns artigos sobre esses milagres em plenos dias de hoje, Glória a Deus por isso.




Salvar em PDF






Visto: 1419 - Impresso: 79 - Enviado: 19 - Salvo em Word: 43
Postado em: 07/10/08 às 23:01:47 por: James
Categoria: Artigos Medjugorje
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=18&id=635
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Medjugorje

Testemunho de Maria Pavlovic, em 3.8.99, durante o Encontro de Jovens em Mediugórie:

Nossa Senhora apresenta-se a nós com uma aparência muito jovem e muito bonita. Olhando para vocês, e vendo os rostos de tantas jovens bonitas, mesmo assim não posso dizer que alguma de vocês se assemelha, ainda que um pouco, com Nossa Senhora, porque Ela é muito, muito mais bela... Ela tem a simplicidade de uma criança recém-nascida... Apesar de Nossa Senhora já ter mais de 2000 anos, Ela os esconde muito bem!

Desejo transmitir a vocês um pouco de minha experiência com Nossa Senhora. Por exemplo, o cântico "Gospa Majka moja" que acabamos de cantar é, em parte, fruto de um encontro nosso com Nossa Senhora. Nossa Senhora é tão simples e tão bela que podemos cantar para Ela continuamente os mais belos cânticos do mundo.

Nossa Senhora ainda hoje aparece às 17h45 e conversa conosco, porém o mais importante é Sua presença em nosso meio. Com Sua presença, Ela deseja convidar-nos a seguir um novo caminho. Recordo-me de que, nos primeiros dias das aparições, muitos jovens, inclusive de Mediugórie, estavam indecisos. Havia aqui uma discoteca que pegou fogo poucos dias antes de começarem as aparições. A esses jovens que ficaram sem a discoteca, que não sabiam mais aonde ir, parecia que Nossa Senhora propunha começarem a subir a Colina das Aparições. Foi assim que surgiu o primeiro grupo de oração. Nossa Senhora nos levou ao Podbrdo, ao Krizevac e, mais tarde, quando a polícia nos proibia subir as Colinas, levou-nos para o meio das plantações. Uma vez, quando a polícia tentava nos separar, Nossa Senhora nos disse que fôssemos, às 22h30, a um lugar próximo a nossas casas. Veio gente de quase toda a vila. Rezamos o Rosário e Nossa Senhora apareceu. A um certo momento, Ela disse que todos podíamos tocá-La. Perguntamos-Lhe: "Como poderão fazê-lo* Apenas nós 6 vemos a Senhora!" Respondeu-nos Ela: "Tomem suas mãos e aproximem-nas de Mim." E assim fizemos. Tocaram Nossa Senhora e todos sentiram alguma coisa. Alguns sentiram calor, outros, frio. Uns sentiram um perfume de rosas e houve quem sentisse algo como um choque elétrico. Todos acreditaram que Nossa Senhora estava presente. Nós, os videntes, víamos as pessoas que tocavam o manto de Nossa Senhora e víamos também que, onde tocavam, ficavam manchas: algumas maiores, outras menores. Começamos a chorar e perguntamos a Nossa Senhora por que Seu vestido ficava assim tão sujo. Ela disse: "Estes são os pecados de vocês." E naquele momento Nossa Senhora pediu-nos, pela primeira vez, que nos confessássemos. Conhecíamos muito bem as pessoas que tocaram Nossa Senhora e mancharam Seu manto, mas, logo a seguir, aconteceu que de mais nada nos lembrávamos. Dessa forma compreendemos a gentileza e a discrição de Nossa Senhora. Foi assim que aconteceu quando Iákov desobedecera sua mãe porque não tinha estudado. Estávamos todos presentes e Nossa Senhora disse-lhe que era preciso obedecer a sua mãe, mas disse somente a ele, nós nada ouvimos.

Todas as vezes que Nossa Senhora nos pedia para fazer algo, obedecíamos de todo o coração.

Nossa Senhora nos fala de maneira terna, com muito amor e nos convida a sermos melhores cada vez mais. Ela não exige muito de nós e deixa-nos livres. Certa vez, disse: "Eu aprecio a liberdade que Deus oferece a vocês." Fizemos essa experiência em muitíssimas ocasiões.

Certa vez, levaram-nos à delegacia da polícia, procurando amedrontar-nos. Mais tarde, no momento da aparição, Nossa Senhora permaneceu conosco por duas horas e contamos-Lhe tudo, embora sabendo que Nossa Senhora já conhecesse tudo. Até pelo Seu comportamento, compreendíamos que Ela já sabia. De fato, entendemos algo que gostaríamos de transmitir a todos: Nossa Senhora não vê apenas o que nos é externo, mas conhece também o que está dentro de nosso coração. Certa vez, Iákov disse: "Parece que Nossa Senhora sabe até o que está dentro do dedo de meu pé!" Assim estamos seguros de que Nossa Senhora nos conhece, como lemos no Salmo que Deus perscruta nossos corações e sabe até como fomos formados no seio de nossas mães. Nossa Senhora nos conhece, nos ama e nos convida. Nesta tarde, desejo realmente convidar cada um de vocês a serem as mãos estendidas de Nossa Senhora.

Muitas vezes, as pessoas chegam aqui sobrecarregadas de muitos problemas. Em particular, vocês, jovens, perguntam o que devem fazer da vida, do seu futuro. Freqüentemente repito, e agora digo também a vocês aqui presentes: abandonem-se, ofereçam-se a Nossa Senhora! Deixem-se conduzir por Ela, porque, se o fizerem, estarão agindo corretamente. Nossa Senhora os conduzirá a Jesus. Na verdade, durante estes anos de aparições, Nossa Senhora nos ensinou que Jesus deve ser o centro de nossa vida.

Uma vez, durante o inverno, Nossa Senhora pediu a nosso grupo de oração que encontrasse na natureza algo que nos falasse de Deus. Encontramos apenas um pouco de musgo e algumas folhas secas. Mais tarde, durante a aparição, Ela nos disse: "Enviei-os justamente agora para ver a natureza, porque, nesta estação, ela está mais pobre." Em seguida, advertiu-nos que muitas vezes, quando estamos juntos, falando de uma terceira pessoa, colocamos sempre em evidência seus pontos negativos. E acrescentou: "Na natureza, vocês encontraram algo que lhes falou de Deus, até mesmo nas pequenas coisas; por isso, também poderão encontrar Deus em cada criatura Sua, também entre seus irmãos e amigos." Depois, convidou-nos a subir a Montanha da Cruz, dois a dois, com a pessoa do grupo de oração que nos era mais antipática. Durante a subida, rezamos a Via-Sacra. Estávamos muito preocupados e nos perguntávamos como tudo aquilo iria acabar. Mas, ao retornarmos deste dia de deserto, todos estávamos muitos felizes. Tudo isso porque começamos com a oração e esta nos conduziu a Jesus. Dessa forma, encontramos Jesus que ama, Jesus que é simpático, Jesus que é jovem... e nos esquecemos que aquela pessoa nos era antipática. Pelo contrário, aquela pessoa tinha se tornado querida e agradável a nós. E quando Nossa Senhora apareceu naquela noite, todos estávamos de acordo com Ela, que nos disse: "Vocês fizeram uma belíssima experiência."

Com Nossa Senhora, e por amor a Ela, mesmo as coisas difíceis e repugnantes tornam-se fáceis e doces.

Convido vocês, jovens, a subirem as colinas nestes dias e, ali, rezarem. Rezem a fim de fazerem a experiência de se encontrarem com Nossa Senhora. Nós fizemos essa experiência dEla graças a estas aparições diárias, mas, a um certo momento, Ela queria que chegássemos a essa experiência pessoal dEla e de Deus, através da oração.

Nossa Senhora pediu-nos o jejum nas quartas e sextas-feiras, mas eu o fazia quase todos os dias, porque a nossa casa continuamente chegavam peregrinos. E por isso, até na hora do almoço, eu precisava sair e, muitas vezes, não almoçava. Eu era tomada de assalto, da manhã até à noite. Muitas vezes, minha garganta não suportava mais e eu ficava sem voz. A mente ficava tão cansada que não sabia mais o que dizer aos peregrinos. Colocava-me atrás da porta do corredor e rezava: "Senhor, se desejais que eu seja vosso instrumento, usai-me!" Em seguida vinham-me as palavras. Muitas vezes, Nossa Senhora dava-nos a inspiração a fim de nos fazer recordar as mensagens de que nos tínhamos esquecido. Nossa Senhora nos tem orientado e nós experimentamos Sua presença, não apenas vendo-A durante as aparições.

Fizemos muitas semanas de jejum a pão e água. Uma vez, antes da festa da Imaculada Conceição (8/dez), eu estava muito cansada devido também à intensidade dos jejuns, a ponto de ver tudo escuro diante dos olhos e não conseguir mais caminhar. Tomaram-me pela mão e levaram-me ao médico, que me achou muito exausta e muito cansada. Prescreveu-me repouso absoluto. Parecia que Nossa Senhora queria levar-me para o Céu. Encontrando-me tão magra e cansada, pensava: a melhor coisa que pode me acontecer é Nossa Senhora tomar-me pela mão e levar-me para o Paraíso. Naquele período tive belíssimas experiências pessoais com Nossa Senhora. Por exemplo: no dia da Imaculada Conceição, parecia-me já ter realizado tudo que devia fazer em minha vida. Tinha dado testemunho a tantos peregrinos; tinha feito os jejuns, as orações, seguindo à risca tudo o que dizia Nossa Senhora. Naquele dia, quando Nossa Senhora chegou, eu estava vestida de qualquer maneira, porque não me importava mais nem mesmo como me vestir; e Ela me disse: "Vá ao seu guarda-roupa e vista aquela roupa nova, porque hoje é dia de festa." Dessa forma, Ela desejava dizer-me que eu devia viver, caminhar e trabalhar. Então comecei a tomar os medicamentos que antes não queria, as vitaminas que tanto me ajudaram. Novamente comecei a caminhar com Nossa Senhora. Pensando nesta minha experiência, desejo convidá-los a esquecerem o passado e recomeçarem a vida com Nossa Senhora, pois é maravilhoso estar com Ela!

Certa vez, perguntamos a Nossa Senhora: "Por que sois assim tão bonita, a ponto de não podermos descrever vossa beleza para as pessoas*" E Ela respondeu: "Sou bela porque amo."

Desejo convidá-los a começarem a amar para ficarem mais perto de Nossa Senhora. Vocês verão que, quando começarem a amar, não verão mais os que são ruins, os que são antipáticos... Mas, como disse Nossa Senhora em uma mensagem, será como quando a neve cobre todas a partes. Aí vocês verão tudo branco, tudo belo, até mesmo as coisas tristes. Devemos dizer: desejo mudar minha vida, fazer algo de bom, de forma que atrás de mim possa ver o bem que fiz.

Rezarei por vocês esta tarde, no momento da aparição. Recomendarei todos vocês a Nossa Senhora e rezarei também por todas as suas intenções. Que Deus os abençoe a todos.

anotações de Alberto Bonifácio



Eco de Medjugorje – 162



www.medjugorjebrasil.com











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 07/10/08 às 23:01:47 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES