Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.585.619 Visitas Únicas Hoje: 218
Usuários Online: 61
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Saiba Mais




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1793 - Impresso: 105 - Enviado: 35 - Salvo em Word: 63
Postado em: 12/09/08 às 19:52:56 por: James
Categoria: Saiba Mais
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=19&id=435
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Saiba Mais

"A Transubstanciação é a conjunção de duas palavras latinas: trans (além) e substantia (substância), e significa a mudança da substância do pão e do vinho no Corpo e Sangue de Jesus Cristo no ato da consagração. É adotada pelas Igrejas Católica, Ortodoxa e Anglicana.

O dogma da Transubstanciação baseia-se nas passagens do Novo Testamento em que Jesus diz no discurso sobre o pão da vida: "O Pão que eu hei de dar é a minha Carne para Salvação do mundo; O meu corpo é verdadeiramente uma comida e o meu sangue é verdadeiramente uma bebida, e no fato de que Jesus, ao tomar o pão em suas mãos, deu a seus discípulos dizendo: Tomai todos e comei. Isto (o pão) é o meu Corpo, que é entregue por vós.".

Dessa forma, na Comunhão Eucarística opera-se a união do fiel a Cristo, de maneira analógica à união da vida trinitária: "Assim como o Pai, que vive, Me enviou e Eu vivo pelo Pai, assim também o que Me come viverá por Mim." A primeira vez que Jesus anunciou este alimento, os ouvintes ficaram perplexos e desorientados, e Jesus insistiu na dimensão das suas palavras: "Em verdade, em verdade vos digo: Se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós."

A Igreja ensina que há uma transformação da substância, mas não dos acidentes da matéria, ou seja, os acidentes são o odor, o sabor, a textura, a forma e a cor do pão e do vinho, que permanecem, mas já não são mais pão e vinho e sim Corpo e Sangue (na Missa o sacerdote age IN PERSONA CHRISTI, ou seja, na pessoa do Cristo; em Seu lugar).

Quando em sua última ceia Jesus disse: "isto é meu corpo", o que ele tinha em suas mãos possuia todas as aparências do pão. Entretanto, a Igreja ensina que a realidade subjacente foi mudada de acordo com o que Jesus disse, e que a substância do pão foi convertida na substância de seu Corpo, ou seja, era realmente seu Corpo, mesmo que todas as aparências que são abertas aos sentidos ou à investigação científica sejam ainda aquelas do pão, exatamente como antes.

A mesma mudança da substância do pão e do vinho ocorre em cada celebração da Eucaristia. O pão é mudado no Corpo de Jesus; mas dado que Jesus, ressuscitado dos mortos, está vivendo, não somente seu Corpo está presente, mas Jesus está presente em Sua totalidade na Hóstia Consagrada: Corpo e Sangue, Alma e Divindade. O mesmo é verdadeiro para o seu Sangue; estão presentes seu Corpo e Sangue, Alma e Divindade.

Por meio da Transubstanciação Cristo está realmente, verdadeiramente e substancialmente presente sob as aparências remanescentes do pão e do vinho. A transformação permanece pelo tempo em que as aparências remanescerem. Por esta razão os elementos consagrados são preservados e guardados geralmente em um tabernáculo, para que a Sagrada Comunhão possa ser dada nas Santas Missas e também aos doentes ou a quem está morrendo. De igual forma é também dada aos fiéis a oportunidade de adorarem a Santa Hóstia, mediante a sua colocação em um ostensório para que todos possam vê-la, amá-la e adorá-la, como sendo o verdadeiro Jesus Cristo em Corpo e Sangue, Alma e Divindade.

(…)

A Eucaristia é um mistério de fé; dizia S. Cirilo de Jerusalém: "Não hás de ver o pão e o vinho simplesmente como elementos naturais, porque o Senhor disse expressamente que são o seu Corpo e o seu Sangue: a fé t’o assegura, ainda que os sentidos possam sugerir-te outra coisa". Segundo Paulo VI, toda a explicação teológica que queira penetrar de algum modo neste mistério, para estar de acordo com a fé católica deve assegurar que na sua realidade objetiva, independentemente do nosso entendimento, o pão e o vinho deixaram de existir depois da consagração, de modo que a partir desse momento são o Corpo e o Sangue adoráveis do Senhor Jesus que estão realmente presentes diante de nós sob as espécies sacramentais do pão e do vinho.

Há uma grande variedade de Milagres Eucarísticos espalhados pelo mundo. Os principais são os de: Lanciano, Cássia, Orvieto, Santarém, Seefeld, Daroca, Naju, Hasselt, Faverney, Regensburg, Offida, Turim, Ferrara, Siena. Há muitos outros ainda, menos conhecidos, mas não menos importantes para o catolicismo."




pt.wikipedia.org











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 12/09/08 às 19:52:56 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM



Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES