LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Resposta Católica




Artigo visto 987 vezes



Visto: 987 - Impresso: 28 - Enviado: 11 - Salvo em Word: 24
Postado em: 04/06/14 às 23:04:20 por: James
Categoria: Resposta Católica
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=197&id=12360
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Resposta Católica

Diante das manifestações populares ocorridas nas últimas semanas por todo o país, resta uma pergunta: como é possível promover a justiça na sociedade brasileira?

Pode parecer anacrônico, mas é um teólogo do século XIII que pode iluminar o caminho. Santo Tomás de Aquino, em sua obra Suma Teológica, afirma que existem duas maneiras de se promover a virtude em uma sociedade. A primeira é pela sanção das leis, ou seja, as leis são promulgadas e o seu não cumprimento gera penalizações. A segunda é pelo chamado "conselho paterno". Nesse caso não é necessária a sanção, a disciplina externa, mas tão-somente o reconhecimento de uma aliança paterna que pode se dar com a própria família ou uma filiação espiritual. (conf. I-II, q. 95, a. 1)

O conselho paterno só poderá ser dado pela família ou pela Igreja, jamais pelo Estado, pois não é sua função. Ao Estado cabe cuidar dos indisciplinados, aqueles que se inserem na primeira categoria mencionada. Ele deve conter os desordeiros para que haja um ambiente de liberdade e de virtude em que, outros agentes sociais, como a família e a Igreja, possam realmente educar as pessoas.

Proclamar que o Brasil é um Estado laico é afastar a Igreja e, consequentemente, a família de sua função de educar as pessoas, jogando para o Estado uma função que não é dele: educar para a virtude.

O encargo de instruir para a virtude não cabe a nenhum Estado, muito menos deste que governa o Brasil. Pelo simples motivo de que é um governo formado por pessoas que não acreditam nas virtudes, querem nivelar a todos por baixo. Essa afirmação é facilmente comprovada pela distribuição de cartilhas que ensinam crianças, jovens e adultos a usarem "corretamente" as substâncias entorpecentes. Ou pelas cartilhas distribuídas para as prostitutas, ensinando-as a se prostituirem adequadamente. Ou ainda pelas cartilhas que ensinam às crianças como se relacionarem sexualmente.

Disso infere-se que este governo não crê nas virtudes. A teoria adotada por ele, a do chamado menor dano é tão absurda e fora de propósito que acabará levando o país ao caos. A sociedade possui seus valores, antes mesmo de o governo existir. Por isso o Brasil vai mal, pois está tentando conter a desordem social somente pelo recurso da sanção da lei.

O caminho é o do conselho paterno, como ensinou Santo Tomás. Para isso, é necessário deixar de lado a ideia do Estado laico, bem como a afirmação equivocada de que a Igreja não possui um papel social. Ela possui sim, e é o de moldar os valores neste país.

Fonte: www.padrepauloricardo.org

 
Total Visitas Únicas: 6.487.248
Visitas Únicas Hoje: 2.069
Usuários Online: 364