Página Inicial
Listar Aparições de N. Sra




Artigo visto 2284 vezes




Visto: 2284 - Impresso: 86 - Enviado: 20 - Salvo em Word: 56
Postado em: 25/01/09 às 01:07:16 por: James
Categoria: Aparições de N. Sra
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=34&id=1004
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Aparições de N. Sra

A jovem Agnes Katsuko Sasagawa era uma catequista na igreja Myokô-Kogen quando adoeceu e perdeu definitivamente a audição. Inclusive o médico que a tratou no hospital público de Joetsu lhe forneceu o documento referente à pensão que teria direito do governo, pois a lesão era total nos dois ouvidos.


Agnes entendeu que Deus a chamava para a vida de oração e ingressou no Instituto das Servas da Eucaristia em Akita. Alí se tornou a protagonista das aparições da Virgem Maria, jamais ocorridas antes no Japão.




Tudo começou em 1969.


Agnes rezava seu Rosário quando um anjo apareceu e lhe pediu para incluir entre as dezenas a oração ensinada por Nossa Senhora aos três pastorzinhos em Fátima. Embora surda, ela ouvira aquilo perfeitamente, obedeceu e nunca mais deixou de reza-la.


No dia 12 de junho de 1973 ouviu uma voz enquanto rezava e viu uma luz inundar a capela. Aquilo continuou acontecendo até o dia 28 de junho, quando acordou com a mão esquerda doendo e sangrando muito, devido a uma ferida que aparecerá em forma de cruz.


Agnes recebeu a primeira mensagem em 06 de julho. Ela rezava diante de Nossa Senhora, quando viu seu anjo da guarda e ouviu a voz de Maria vindo da imagem. Outras religiosas notaram o sangue caindo de ferida que surgira na mão esquerda da estátua, idêntica a de irmã Agnes.


A imagem de um metro de altura foi esculpida de um único bloco de madeira de uma árvore Katsura. Era uma reprodução daquela das aparições da Mãe de Deus à uma mulher em Amsterdã, após a Segunda Guerra Mundial, na Holanda.


Ao todo ocorreram quatro manifestações de sangue saindo da mão esquerda da escultura.


No dia 29 de setembro a ferida tinha desaparecido sem deixar marca e a imagem passou a apresentar um certo 'suor' na testa e pescoço.


Agnes recebeu a segunda mensagem em 03 de agosto e a terceira, no dia 13 de outubro de 1973. Mas por mais nove anos ela recebeu instruções do anjo que lhe falara no início.


A partir de 04 de janeiro de 1975, a imagem de Nossa Senhora de Akita passou a chorar. Em pouco mais que seis anos, a estátua verteu lágrimas por cento e uma vezes, em datas diversas. Uma delas chegou a ser registrada pelas câmaras de um canal de televisão que fazia um documentário sobre os fatos sobrenaturais de Akita.


Em 1984, após investigações científicas rigorosas, a veneração de Nossa Senhora de Akita foi aprovada pelo Bispo da diocese. Quatro anos depois a Santa Sé declarou autenticas as mensagens de Maria, em Akita, que pedem aos fiéis: oração, sacrifício e entregue total a Deus.


A aparição também é considerada uma nova manifestação de Nossa Senhora de Todos os Povos, que previra antes em Amsterdã, a conversão do Japão.



Fonte: Paulinas

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.584.760
Visitas Únicas Hoje: 852
Usuários Online: 338