Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 13278 - Morre adolescente queimado vivo no Paquistão por ter dito: “sou cristão”.
Artigo visto 1147 vezes




Visto: 1147
Postado em: 27/04/15 às 16:40:59 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13278
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Nauman Masih, o adolescente que foi queimado vivo por declarar-se cristão, faleceu nesta quarta-feira em um hospital de Lahore (Paquistão) após ter perdoado os extremistas muçulmanos que o atacaram.

O fato ocorreu no dia 10 de abril quando Nauman atravessou a rua com uns jovens muçulmanos desconhecidos que iam em direção à mesquita. Eles detiveram Nauman e ao perceber que era cristão o atacaram a golpes e jogando gasolina sobre o seu corpo atearam fogo e fugiram

“Os jovens que me agrediram eram uns perfeitos desconhecidos. Começaram a me agredir quando souberam que eu era cristão. Tentei escapar, mas me perseguiram e jogaram gasolina em mim”, declarou o adolescente à polícia. O adolescente teve 55 por cento do corpo queimado.

 

 

Os médicos esperavam a recuperação de Nauman, pois na terça-feira ele foi operado. Mas, lamentavelmente, ele faleceu nesta quarta-feira de manhã.

“Estou muito impactado de ter que anunciar uma notícia tão triste. Nauman Masih, o menino de 15 anos atacado por muçulmanos no Paquistão, que se ofenderam pela sua aderência à fé cristã, morreu esta manhã”, informou site da associação cristã anglo-paquistanesa (BPCA) em sua página Web.

O BPCA indicou que o hospital onde internaram a Nauman “não tinha uma unidade especial para queimados e não houve a possibilidade de transladá-lo a outro hospital”. Nauman “sofreu com valentia e falou do perdão aos seus agressores. Morreu como um mártir e sem dúvida está hoje com o Senhor”.

“Por favor, rezem pelos seus familiares, que tiveram cinco dias de extrema angústia e para que as autoridades procurem a justiça”, expressou.

Após o seu acidente, Nauman teve a oportunidade de contar seu caso à advogada Gulnar Gill, do Tribunal Superior do Lahore, uma região onde os cristãos são vítimas de extremistas muçulmanos.

Em março desde ano, o grupo talibã paquistanês Jamaat-ul-Ahrar atacou duas igrejas cristãs em Lahore, deixando 80 pessoas feridas e 14 mortas, entre eles Akash Bashir, um jovem salesiano de 19 anos que se lançou contra o atacante para evitar a morte dos fiéis da sua paróquia.

Do mesmo modo, em novembro de 2014 um grupo de cem muçulmanos queimaram vivos em Lahore um casal de jovens cristãos, acusando-os de ter, supostamente, queimado algumas páginas do Alcorão. O nome dele era Shahzad, tinha 26 anos de idade. Sua esposa, Shama, tinha 24 anos e estava grávida.


Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio



LEIA TAMBÉM
Imigrantes cristãos são jogados ao mar por Muçulmanos e se afogam durante travessia para Itália.
Número de católicos cresceu 12 por cento em oito anos, na África 34 por cento!
Itália: polícia desmantela célula terrorista suspeita de preparar atentado para atacar Vaticano.
Dinamarca aprova lei para coibir sexo com animais. Código anterior permitia, “desde que os não ferissem”
Primeiro bebê com ‘três pais’ da América Latina é apresentado ao público.
Rebeldes Sírios enjaulam crianças em recriação de vídeo do Estado Islâmico
Número recorde de judeus convertidos a Jesus em Israel
Perdido no mar, ele leu a Bíblia durante 66 dias
Com Deus não se Brinca: Ladrões assaltam igreja e são atingidos por raio durante fuga



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.252.856
Visitas Únicas Hoje: 2.025
Usuários Online: 519