LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Destaque



Artigo visto 892 vezes




Visto: 892 - Impresso: 22 - Enviado: 11 - Salvo em Word: 11
Postado em: 07/05/15 às 21:13:57 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13317
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Correu o mundo na semana passada a imagem de uma senhora de 81 anos de idade abraçando e beijando um senhor de 93. Tal encontro não teria nada de surpreendente, não fosse ela a judia Eva Kor submetida quando criança a “experimentos científicos” promovidos pelos nazistas.

E não fosse o ancião um dos carrascos da SS julgado agora na Alemanha pela cumplicidade na morte de 300 mil judeus, entre eles os pais e irmãs de Eva, assassinados nas câmaras do campo de extermínio de Auschwitz – aliás, ele se tornou conhecido como o “contador de Auschwitz” pelo fato de administrar objetos de valor pilhados das vítimas.

 

O fato de Eva abraçá-lo não significa que ela o absolva, trata-se tão somente de gesto de generosidade humana de uma senhora após 70 anos do final da guerra. “O perdão é a maior vingança de todas”, escreveu ela em uma crônica no jornal inglês “The Times”. “Mas friso que perdoar não significa deixar de responsabilizá-lo por seus atos”.

Antonio Carlos Prado e Elaine Ortiz

 

Revista Isto É

 
Total Visitas Únicas: 6.493.106
Visitas Únicas Hoje: 581
Usuários Online: 190