Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.586.390 Visitas Únicas Hoje: 989
Usuários Online: 324
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 566 - Impresso: 12 - Enviado: 5 - Salvo em Word: 9
Postado em: 04/01/16 às 13:33:52 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=14045
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Após os atentados de janeiro em Paris, que deixaram 17 mortos, a França mobilizou militares para reforçar a polícia e garantir a segurança de edifícios oficiais e religiosos

Um homem avançou nesta sexta-feira com seu carro contra quatro policiais que protegiam a Grande Mesquita da cidade francesa de Valence, no sudeste do país, e os agentes responderam baleando o agressor – informaram as autoridades locais.

Um militar ficou ferido no joelho e na tíbia, mas seu estado não é grave. Uma bala perdida também feriu um pedestre, relatou a prefeitura da região de Drôme. Ambos estão internados.

O agressor, que agiu sozinho, investiu o veículo duas vezes contra os militares no estacionamento da mesquita.

O local estava cheio de gente, no dia da reza semanal, explicou o responsável pelo templo, Abdallah Dliouah.

“Pudemos ver a pessoa. Era de origem magrebina”, disse Dliouah à AFP.

Segundo os primeiros elementos da investigação, o agressor seria um homem de 29 anos, do subúrbio de Lyon (sudeste), sem ficha na Polícia.

Para o prefeito de Valence, Nicolas Daragon, os militares agiram de forma exemplar, já que conseguiram neutralizar o agressor sem muitos danos colaterais.

Os soldados “responderam com disparos defensivos”, relataram os ministros do Interior, Bernard Cazeneuve, e da Defesa, Jean-Yves Le Drian, em um comunicado.

O motorista ficou gravemente ferido, mas “não corre perigo”, completaram os ministros, acrescentando que o indivíduo foi atingido no braço e na perna e está hospitalizado.

“Dou meu apoio aos militares atacados em Valence. Todo meu reconhecimento às nossas forças mobilizadas para a segurança da França”, tuitou o primeiro-ministro Manuel Valls.

Após os atentados de janeiro em Paris, que deixaram 17 mortos, a França mobilizou militares para reforçar a polícia e garantir a segurança de edifícios oficiais e religiosos.

Este dispositivo foi reforçado ainda mais após os ataques de novembro, nos quais 130 pessoas morreram.

Situada ao norte de Lyon, a mesquita de Valence estava protegida nesta sexta-feira por quatro militares, declarou a prefeitura, que afirmou em seu comunicado que o local é muito tranquilo e que as atividades religiosas “são realizadas de forma pacífica”.

“É uma mesquita moderada e tranquila”, confirmou Daragon.

Nesta sexta, a imponente mesquita, a única da cidade, recebeu cerca de três mil fiéis.

“A mesquita nunca recebeu ameaças”, frisou Dliouah.

Ainda não se sabe o que motivou o ataque.

Em 3 de fevereiro de 2015, em Nice (sudeste da França), três militares que faziam a segurança de um centro judaico foram agredidos a facadas.

(AFP)



Fonte: www.aleteia.org











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 04/01/16 às 13:33:52 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES