Beatificado na Polônia sacerdote assassinado por comunistas
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.021.436
Visitas Únicas Hoje: 38
Usuários Online: 378
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1346 - Impresso: 51 - Enviado: 11 - Salvo em Word: 36
Postado em: 07/06/10 às 18:12:32 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5393
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

VARSOVIA, 07 Jun. 10 / 02:44 pm (ACI).- Perto de cem mil fiéis acudiram ontem à Missa de beatificação do sacerdote Jerzy Popieluszko, assassinado em 1984 por membros da polícia política comunista por causa de sua oposição ao regime na Polônia. O sacerdote se converteu em símbolo da luta do movimento Solidariedade e mártir da democracia polonesa.


Na 
Eucaristia presidida pelo Dom Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, concelebraram 100 bispos e mais de 1500 sacerdotes. Entre os assistentes também esteve a mãe do sacerdote mártir, Marianna Popieluszko.

"O padre Popieluszko é beatificado como exemplo da defesa de direitos e da dignidade humana, também como modelo do diálogo e da reconciliação", disse o Arcebispo metropolitano de Varsóvia, Dom Kazimierz Nycz, conforme assinala a agência EFE.

O Pe. Popieluszko é hoje símbolo por seu apoio à oposição democrática na Polônia comunista e por suas "missas pela pátria" durante a lei marcial, ao início dos anos 80, quando desafiando as autoridades utilizava o púlpito para criticar a ditadura comunista e gritar pela liberdade, em umas homilias cheias de referências a 
João Paulo II.

Sua atitude de luta e sua grande capacidade de influir nos fiéis desde sua paróquia de Varsóvia acabou com a paciência do regime, que ordenou seu seqüestro e assassinato em outubro de 1984.

A aparição de seu corpo sem 
vida em uma represa, golpeado e torturado, provocou comoção na Polônia e a indignação na comunidade internacional, e pôs em xeque o governo comunista polonês que, cinco anos depois, caiu definitivamente.

Sobre este sacerdote, o 
Papa Bento XVI disse desde o Chipre durante aoração do Ângelus, disse que "seu zeloso serviço e seu martírio são um sinal especial da vitória do bem sobre o mal. Que seu exemplo e sua intercessão nutram o zelo dos sacerdotes e que acenda nos fiéis o amor".

 



Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=19181





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 07/06/10 às 18:12:32 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES