A Quaresma não é tempo de tristeza, disse o Papa
Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 7447 - A Quaresma não é tempo de tristeza, disse o Papa
Artigo visto 1895 vezes




Visto: 1895
Postado em: 10/03/11 às 18:03:30 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=7447
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

VATICANO, 10 Mar. 11 / 01:45 pm (ACI/EWTN Noticias)

Ao presidir ontem a Missa de quarta-feira de Cinzas com a qual teve início a Quaresma, o Papa Bento XVI assinalou que este tempo litúrgico costuma "receber a conotação de tristeza", mas na verdade é um dom precioso de Deus, é tempo forte e denso de signifcados no caminho da Igreja, é o itinerário em direção à Páscoa do Senhor”

Na Eucaristia que presidiu ontem na Basílica de Santa Sabina, onde chegou logo de uma procissão penitencial desde a Igreja de São Anselmo, o Papa disse que com o rito da imposição das cinzas se assume "o empenho e converter o nosso coração em direção aos horizontes da graça".

"Não se trata de uma conversão superficial e transitória, mas de um itinerário espiritual relacionado em profundidade às atitudes da consciência e supõe o sincero propósito de rever-se", disse o Papa Bento.

A conversão à qual todo fiel está chamado, prosseguiu Bento XVI, "E esta conversão é possível porque Deus é rico em misericórdia e grande no amor. A sua misericórdia regeneradora, que cria em nós um coração puro, renova no íntimo um espírito perseverante, restituindo-nos a alegria da salvação".

"Deus, de fato, não quer a morte do pecador, mas que se converta e viva", afirmou.

“Ele nos oferece ainda o seu perdão, convidando-nos a voltar a Ele a fim que nos dê um coração novo, purificado do mal que o oprime, de modo que possamos participar da sua alegria. O nosso mundo tem necessidade de ser convertido por Deus, tem necessidade do seu perdão, do seu perdão, do seu amor, tem necessidade de um coração novo", sublinhou o Pontífice.

O Papa se referiu logo ao chamado do Apóstolo São Paulo na Carta aos Coríntios para "deixar-se reconciliar com Deus". É uma exortação a "a abrir-se à graça, a deixar que Deus nos converta: “Porque somos seus colaboradores, - escreve - vos exortamos a não acolher em vão a graça de Deus".

"Este esforço de conversão não é somente uma obra humana. É o dinamismo do coração contrito, atraído e movido pela graça a responder ao amor misericordioso de Deus que nos amou primeiro".

O Papa ofereceu logo uma recomendação para viver bem a Quaresma: "oferecer o testemunho da fé vivida em um mundo em dificuldade que tem necessidade de retornar a Deus, que tem necessidade de conversão".

Sobre a esmola, a oração e o jejum próprios deste tempo, o Santo Padre disse que "ao repropor estas prescrições, o Senhor Jesus não nos pede um respeito formal a uma lei exterior ao homem, imposta por um legislador severo com um fardo pesado, mas convida a redescobrir estas três obras de piedade, vivendo-as de modo mais profundo, não por amor próprio, mas por amor de Deus, como meios no caminho de conversão a Ele".

A Quaresma "é um tempo propício que nos é doado para esperar, com maior empenho, a nossa conversão, para intensificar a escuta da Palavra de Deus, a oração e a penitência, abrindo o coração a dócil acolhida da vontade divina para uma prática mais generosa da mortificação, graças a qual andaremos mais largamente em direção ao próximo necessitado: um itinerário espiritual que nos prepara a reviver o Mistério Pascal.".

Finalmente o Papa fez votos para que "Maria, nossa guia no caminho quaresmal, nos conduza a um conhecimento sempre mais profundo de Cristo morto e ressuscitado, nos ajude na batalha espiritual contra o pecado e nos apóie para clamarmos em alta voz: "Converte-nos, ó Deus, nossa salvação!


Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=21308



LEIA TAMBÉM
600 anglicanos iniciam caminho rumo à plena comunhão com a Igreja Católica na Inglaterra
A Quaresma será tempo especial para perdoar o aborto na Costa Rica
ÍNDIA: NOVA ONDA DE VIOLÊNCIA ANTICRISTÃ EM ORISSA
EGITO: CLIMA TENSO NA CONVIVÊNCIA ENTRE CRISTÃOS E MUÇULMANOS
O Papa Francisco convidou 200 mendigos para jantar no Vaticano
Bíblia da Câmara de Franco da Rocha (SP) fica intacta após inundação, diz vereador
NOVA MATÉRIA OBRIGATÓRIA EM SALAS DE AULA: MACUMBA
Estudante é suspenso em escola nos EUA por usar terço
Mineiros chilenos agradecem pelo seu milagroso resgate na Terra Santa



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.343.416
Visitas Únicas Hoje: 1.223
Usuários Online: 274