Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 8051 - PAQUISTÃO: PROPOSTA DE PROIBIR A BÍBLIA NO PAÍS
Artigo visto 1622 vezes




Visto: 1622
Postado em: 19/06/11 às 20:58:23 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=8051
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Karachi, 06 jun (RV) – O partido islâmico radical Jamiat Ulema-e-Islã entrou com um recurso no Tribunal Supremo do Paquistão e lançou uma campanha de sensibilização pedindo que se proíba a circulação da Bíblia, definida por eles, “livro pornográfico” e “blasfemo”. É um novo ataque contra a comunidade cristã no Paquistão, que está com medo por causa dos ataques e ameaças sofridos depois da morte de Bin Laden, amedrontada pela lei da blasfêmia, que pune com a pena de morte aqueles que insultam o Alcorão ou o Profeta Maomé.

O grupo radical Jamiat Ulema-e-Islam, que tem sede geral em Karachi, lançou a campanha durante um encontro público. Segundo o líder do grupo, Abdul Rauf Farooqi, alguns trechos da Bíblia descrevem como “imorais” alguns personagens considerados profetas pelos muçulmanos.
“Esta ação pode alimentar o ódio religioso contra os cristãos. É uma ameaça à convivência pacífica, um ataque ao coração de nossa fé” – disse, desconcertado, Padre Saleh Diego, que preside a “Comissão Justiça e Paz” na arquidiocese de Karachi. “Como cristãos, estamos já muito fragilizados e nos sentimos submetidos a pressões pela iníqua lei da blasfêmia. Estes grupos radicais querem nos cancelar completamente. Certo, são apenas grupos minoritários e auspiciamos que líderes muçulmanos moderados levantem suas vozes para deter esta campanha de ódio” – destacou.

“Nossa resposta, como cristãos no Paquistão, não pode ser outra do que reiterar a urgência do diálogo e do respeito de todos os símbolos religiosos e livros sagrados, de todas as religiões. Esperamos que em nível internacional possa surgir uma resposta mais forte e firme, que nos apóie” – concluiu Padre Diego, pedindo uma mobilização dos cristãos e das instituições internacionais para deter a campanha contra a Bíblia. (SP)


Fonte: http://www.oecumene.radiovaticana.org/bra/articolo.asp?c=493677





LEIA TAMBÉM
Pastoras lésbicas querem fazer evangelização na Parada Gay de SP
Assembleia Nacional da França rejeita “casamento” homossexual em votação histórica
Massacre na Nigéria deixa 528 cristãos mortos
Bebê de dois meses que fala na Nicarágua, é tido como sinais dos tempos
Paquistão: a ONU deve intervir no caso da cristã forçada a converter-se ao Islã
INDONÉSIA: 200 ATAQUES A IGREJAS EM APENAS 5 ANOS
AIDS: OBJEÇÕES DA SANTA SÉ À DECLARAÇÃO DA ONU
FOGO DE DEUS RENOVA O CORAÇÃO DE QUEM ORA
FRATERNIDADE E JUVENTUDE EM 2013



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.551.525
Visitas Únicas Hoje: 913
Usuários Online: 339