Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.292.611 Visitas Únicas Hoje: 176
Usuários Online: 93
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Destaque




Salvar em PDF






Visto: 1325 - Impresso: 32 - Enviado: 16 - Salvo em Word: 33
Postado em: 21/07/11 às 15:09:38 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=8302
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Roma, 21 Jul. 11 / 12:45 am (ACI/EWTN Noticias)

A agência vaticana Fides comunicou que Farah Hatim, a moça católica seqüestrada e obrigada a casar-se com um muçulmano no Paquistão, ficará com seu marido, depois da audiência realizada hoje no Tribunal Superior de Punjab.

O recurso de apelação ante o Tribunal Supremo foi apresentado pela APM (All Pakistan Minorities Alliance), depois de que um tribunal de primeira instância tinha descartado a solicitude de encontrar a jovem, que segundo os membros da família, foi seqüestrada e obrigada a casar-se a força com um homem muçulmano na cidade de Rahim Yar Khan.

Entre lágrimas, Farah Hatim compareceu ontem diante do juiz do Tribunal Superior de Punjab. À pergunta do magistrado sobre "qual família escolhia", a moça, depois de um interminável silêncio, respondeu: "Ambas". A Corte argumentou que "isto era impossível" e repetiu a pergunta. Nesse momento, Farah escolheu a sua nova família muçulmana.

Fides assinala que "assim cai o pano de fundo sobre um caso que cativou à opinião pública da comunidade cristã no Paquistão, preocupado pelos mais de 700 casos ao ano de garotas cristãs seqüestradas e obrigadas a casar-se com muçulmanos. O juiz permitiu que Farah tivesse uma conversação privada com sua família de origem durante 10 minutos".

A jovem, conforme revelaram fontes da Fides, declarou que de fato "foi tomada com engano", mas revelou, visivelmente alterada, que não pode “voltar atrás".

Segundo a família de Farah, as razões de sua eleição, não são claras: podem estar atrás ameaças de morte ou intimidações, inclusive a possibilidade de que a moça esteja grávida.

Neste caso, de acordo com o direito do Paquistão, Farah não pode abandonar seu marido sob pena de ser rechaçada e isto levaria a um "estigma eterno" e nenhum homem a quereria consigo.

"Além das possíveis razões, ante a grande pergunta da corte, Farah disse que queria ficar com seu marido muçulmano, marcando seu destino para sempre. A partir de agora, a família de origem já não tem nenhuma autoridade sobre ela, inclusive de acordo com a lei" conforme informam as fontes à agência vaticana Fides.

A família de Farah confirmou à Fides sua preocupação pelo destino da jovem, dizendo que não estão "convencidos" do resultado do caso. Pedem que a comunidade internacional exerça pressão sobre o governo do Paquistão para revisá-lo.

Fontes locais da Fides afirmam que Farah foi vítima de uma rede que "trafica mulheres", com elos no hospital onde trabalhava Farah e no mundo da política, para proporcionar garotas a futuros políticos homens.



Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=22257











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 21/07/11 às 15:09:38 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES