Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.292.611 Visitas Únicas Hoje: 176
Usuários Online: 95
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar em PDF






Visto: 1394 - Impresso: 68 - Enviado: 37 - Salvo em Word: 38
Postado em: 02/07/09 às 17:11:42 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=1876
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Uma das maiores polêmicas de hoje, no mundo inteiro, e também dentro da Igreja Católica, tem sido causada pelo confronto de sua perfeita doutrina, com os ensinamentos espíritas. Além da abominável teoria espírita da reencarnação, absolutamente incompatível com o Evangelho, em todos os sentidos, muitos outros pontos de vista de ambas diferem. De fato, os ensinamentos de ambas, são totalmente conflitantes e irreconciliáveis, pois, embora tratando e buscando o mesmo objetivo – a comunicação com os que já morreram – os caminhos são diferentes e os fins completamente distintos. Na realidade, ambos estão em lados infinitos opostos! Afinal, nosso Catecismo e Bíblia condenam formalmente todas as práticas espíritas e por isso, confiando neles, nem entramos no mérito da questão. Eis que eles trabalham para o mal! Mas nós só queremos o bem das pessoas e das benditas almas.


 Entretanto, o medo da doutrina espírita – ou covardia espiritual em estudar e entrar neste assunto - tem levado amplos setores da Igreja Católica a fugirem do estudo da vida após a morte, o que só fez estabelecer ainda mais trevas que luz, sobre este tema candente. Ponto para satanás, que, nas trevas, pode mover-se com singular esperteza, semeando a confusão e a discórdia entre os bons. Isso só fez com que milhares de sacerdotes, em todo o mundo, simplesmente passem ao largo deste tema, fugindo em suas homilias, de instruir ao povo. Fez também que, estes mesmos, que teriam o dever de esclarecer, jamais aceitassem qualquer esforço da parte de Deus, no sentido de dar maior conhecimento aos fiéis leigos. Isso o fizeram simplesmente rejeitando qualquer hipótese de comunicação entre os vivos e padecentes, mesmo pelo poder de Deus. Que Deus incapaz e fraco é este que eles pregam? 
 
   Vejamos: De um lado temos o ensinamento espírita dando a certeza desta invocação e do poder de alguns “médiuns” em se comunicar com os espíritos dos mortos, trazendo recados do além para pessoas vivas, que se deixam iludir por tais fantasias. De fato, nem me rebaixo a ponto de sequer discutir um tal absurdo. E digo tudo: o que estes médiuns todos fazem, é invocar espíritos de demônios, que os usam abertamente, e através deles simulam contatos. Mas nada disso é verdadeiro, pois os médiuns não têm poder nenhum. Tudo, pois, o que fazem é misticismo é fantasia, é enganação e é caminho de ruína eterna de milhares de pessoas que a tais práticas se dedicam. Se a Bíblia diz a este respeito: estais proibidos de consultar espíritos de mortos, isso encerra o assunto. Ponto final!
 
    Por outro lado, temos a doutrina da Igreja, que pelos seus santos, através dos séculos tem buscado formular uma doutrina mais abrangente sobre o assunto. De lamentar, porém, é que nas últimas décadas, justamente quando mais cresce o caminho espírita, a Igreja tem se encolhido e se acovardado em se aprofundar no estudo deste assunto, deixando milhares de pessoas sem a devida explicação e absolutamente confusas. E a pergunta inicial é: podemos ou não podemos nos comunicar com as almas dos falecidos? Para responder a esta pergunta, devemos primeiro identificar a fonte de PODER que dirige a cada um dos lados conflitantes. Do lado dos espíritas, seu poder é o das trevas de satanás e de seus demônios - que sem Deus nada podem - a cujos espíritos malignos eles livre e conscientemente se submetem. Do lado da Igreja, temos Deus, Todo Poderoso, a Quem nos submetemos como fonte única e absoluta de todo o poder. Queremos dizer: o inferno não tem poder algum, se ele não lhe for dado por Deus! Deus tem todo o poder imaginável, e nada Lhe é impossível.
 
    Ora, partindo desta premissa básica, certamente os ensinamentos espíritas estão absolutamente fora de qualquer consideração. Os demônios não têm poder de se comunicar diretamente com as pessoas sem a permissão de Deus, e sim, apenas, interferir nas nossas consciências subliminarmente, sugerindo o mal, e tentando nos induzir ao pecado. E isso apenas devido à permissão de Deus e para o nosso bem. Já dentro da nossa Igreja, pelo infinito poder de Deus, tal coisa é absolutamente possível; e não só é possível, como é muito comum e completamente dentro do plano divino de salvação das almas. E mais, isso acontece com uma tão incrível freqüência, que todos os que a combatem ficariam estarrecidos, se entendessem alguma coisa do que se passa neste sentido. De fato, são inúmeras as pessoas que têm visões das benditas almas, mas por medo, não revelam seus segredos a ninguém.
 
     Consideremos com calma: se Deus é Todo Poderoso, certamente que NADA Lhe é impossível! Certo? Também que tudo está plenamente sob Seu único domínio! E assim, certamente que até os infernos Lhe estão completa e eternamente submetidos. Ora, isso quer dizer que – pelo poder de Deus e só através dele – a comunicação dos vivos com as benditas almas é perfeitamente possível, e Deus, por este infinito poder, tem certamente mil fórmulas e mil e um caminhos para conseguir tal objetivo, se esta for a Sua Santa vontade. Ademais, as almas padecentes são parte atuante do chamado Corpo Místico de Cristo.
 
    Vejam neste exemplo! Que é mais difícil? Criar mundos, estabelecer o curso milenar dos astros e de todo o universo, também gerar e manter a vida, ou mostrar diante dos olhos de uma pessoa, um simples “filme” de alguém falecido, assim como ele era em vida, ou assim como ele se encontra agora, apenas para que ele diga seu recado, esteja ele no purgatório ou no céu? Que é mais difícil? Fazer um Deus nascer de uma Virgem, ou mostrar uma alma a alguém, por uma graça especial? Acaso não somos todos participantes de uma mesma vida, a vida em Deus? Acaso os glorificados, os vivos e os padecentes – aqueles que estão à caminho do céu – não fazem parte do mesmo Corpo Místico de Cristo? Então, se são partes de um mesmo corpo, como não podem se comunicar entre si? Não pertencem a uma mesma Igreja? Sim! Então não é só possível mas preciso que se comuniquem para o bem das almas. Claro, ficam de fora apenas os “mortos” para Deus, os que decidiram se perder, no inferno!
 
    Ora, se as benditas almas padecentes são parte integrante de um mesmo Corpo, o Corpo Místico de Jesus, como podem ser incomunicáveis? Acaso a “Árvore da Vida” justo a mais perfeita de todas, tem algum galho seco ou morto? Incomunicáveis são, pois, apenas as almas perdidas, que estas por sua livre vontade preferiram separar-se deste Corpo como ramos apodrecidos. Mas mesmo assim, caso Deus queira, pode nos mostrar, também eles, pois Seu Poder é Infinito. Sim, para o bem das almas dos vivos e para a Sua Glória, Deus pode permitir que as almas perdidas e até os espíritos imundos se manifestem aos vivos, a fim de trazer seus recados sobre a tenebrosa realidade do inferno. A igreja tem muitos exemplos assim! E isso tem sido mostrado inúmeras vezes em nosso trabalho.
 
     Para tanto, o Bom Deus pode muito bem, servir-Se tanto das almas caídas, como também através de Seus santos e anjos, que podem ser feitos portadores de tais avisos do além. A parábola do rico Epulão e do pobre Lázaro, explica em parte este fato. Ela declara que, sem o poder de Deus, nem os espíritos imundos, nem os vivos, podem ter acesso ao inferno, entretanto, dizer que tal coisa não pode ser feita por Deus é limitar-Lhe o infinito poder. Como pode, afinal, ser “Todo Poderoso”, aquele que nem isso pode? Ora, Jesus que é Deus nos abriu as portas desta cruel realidade, e se o fez nas Escrituras, pode muito bem faze-lo a qualquer momento! Quem de nós tem direito de cercear a vontade de Deus? Quem de nós pode dizer: Deus não faz isto! Ora, quando se trata de salvar as almas, não existe coisa que Deus não faça para o bem delas.
 
     Isso explica também outra dúvida que pode se suscitada. A de que os demônios – por força de seu próprio poder - podem atuar sobre as almas do purgatório no sentido de atormenta-las, como parte da sua purificação. Ora, também aqui, se tal acontecer, será apenas pelo infinito poder de Deus, jamais pela simples vontade do inferno. E se acontece tal fato, certamente que não se trata de expediente usado com todas as almas, e sim de casos especialíssimos, entretanto, jamais isso poderá implicar em perda daquela alma. De fato, a alma que está no purgatório, jamais poderá se perder. Entretanto, já muitas revelações dizem, um dos sofrimentos das almas benditas que estão no Grande Purgatório, é “ouvir os gritos lancinantes que partem do inferno ao lado” pois só uma fina parede os divide.
 
     Agora mesmo, por ocasião do Evangelho tratando da parábola do rico Epulão, vemos que muitos sacerdotes a têm usado, de forma contundente e definitiva, para simplesmente vedar qualquer possibilidade de comunicação entre os vivos com as almas dos falecidos. E quando vedam totalmente esta possibilidade, que eles próprios sabem ser apenas entre a terra e o inferno, jamais entre a terra e o purgatório, fecham sistematicamente um dos mais incríveis canais de graça, que brotam do coração de nosso Deus e Pai, Todo Poderoso.
 
    E ao encerrarem suas pregações desta forma taxativa, levantam a suspeita sobre milhares de revelações particulares que dizem bem o contrário. Fazem calar os profetas do purgatório! Mas eles existem e ai de quem calar sua voz! Além disso, se tal fosse realmente impossível, teríamos que destituir dos altares, por mentirosos, a uma bela centena de santos da Igreja, que em seus escritos relatam suas experiências e suas visões e revelações sobre a vida após a morte, sobre céu, inferno e purgatório. Afinal, de onde o Magistério da Igreja retirou grande parte do que hoje sabe senão destas manifestações? Se isso estivesse bem claro na Bíblia, não haveria polêmica! Mas Deus sabe o que faz! E se não deixou isso claramente na Bíblia, é porque tencionava utilizar-Se dos santos e dos profetas para este mister. Porque tinha de ser agora neste final dos tempos, uma vez que através dos séculos muitas controvérsias se poderiam ter criado, e até heresias...
 
    De fato, a simples visão do inferno ou do purgatório, ou de uma alma destacada, pelo Poder infinito de Deus a uma pessoa viva, já é uma prova cabal e inatacável de que sim, por este Poder infinito, é possível a comunicação com as almas dos mortos. E se foi possível a estas pessoas, aos santos e aos profetas, “ver” tais abismos, da Misericórdia – o purgatório – e outro da Justiça – o inferno – por que motivo não lhes será possível também trazer seus recados? Especialmente para o bem nosso e a nossa salvação?
 
     Há ainda outro caminho de comunicação – verdadeiro canal de graças - que certamente é usado por Deus, e milhares de vezes ao dia: trata-se dos SONHOS e das VISÕES. Realmente são milhares as pessoas, em todo o mundo, que têm muitas vezes sonhado com parentes e ou amigos falecidos – ou visto – ás vezes com insistência crescente. Não se tenha dúvida que – salvo alguns casos de doença ou morbidez – a maioria destas pessoas, ao sonhar com seu parente falecido, está de fato recebendo um recado claro e direto de Deus, de que deve rezar por aquela pessoa, que provavelmente ainda se encontra no purgatório, e precisa daquelas orações para se libertar de lá. E digo mais: nunca se teve notícia, de que tais coisas tenham ocorrido com tanta freqüência e insistência.
 
     Enfim, creiamos nisso: Deus pode Tudo! Nós não podemos nada, sem Deus! O inferno não pode fazer coisa alguma sem a permissão de Deus! Também as benditas almas do purgatório nada podem sem Deus. E ainda: Deus nada faz que não seja para o bem daqueles que Ele ama. Eis então que, mesmo quando permite a tentação do demônio sobre uma alma, como também que este se manifeste pessoalmente, como toda a sua hediondez a um ser humano qualquer, sempre, Deus o fará para o bem final da pessoa tentada, ou que teve a visão.  Resumindo: Pelo poder de Deus e apenas por cauda dele:
 
1) É possível uma alma padecente aparecer para uma pessoa viva a fim de lhe trazer algum recado ou pedido de oração. Seja em visão, seja em sonho!
2) Igualmente, por este poder, é possível aos demônios manifestarem-se às pessoas vivas, apenas para o bem destas. Seja em visão real seja em sonho!
 
3) Também é possível, por este poder infinito, que os demônios se manifestem às almas do purgatório, apenas para abreviar-lhes a purificação!
 
     Enfim, não limitemos a ação d’Aquele que é Todo Poderoso. Não Lhe ditemos regras nem Lhe estabeleçamos parâmetros. Evitemos, isto sim, é desafiar este poder infinito, fugindo do assunto, ou matando os profetas, ou levando ao povo de Deus tortuosas doutrinas e falsos ensinamentos. Também evitemos ser relapsos a ponto de fugir da responsabilidade de bem conduzir este povo, santo e pecador, a caminho do céu. E o fato de encerrar uma pregação dizendo um NÃO taxativo para este assunto, é certamente uma fuga da responsabilidade maior de instruir àqueles que buscam a verdade. E isso serve para padres e para leigos.
 
    Falando em sacerdotes, é preciso que eles nunca esqueçam uma coisa: sua missão de pastor d’almas, não termina de modo algum com a morte do paroquiano (a). Negativo! Sua responsabilidade pela alma continua, mesmo depois da morte da pessoa, pois ela continua sendo Igreja, embora padecente, embora glorificada. E o padre não sabe onde ela está, então deve continuar rezando pela sua ovelhinha, e incentivando as pessoas a rezar. Este vínculo termina apenas com a morte do padre. E verdade é que muitos sacerdotes, achando que depois de enterrada a pessoa, sua responsabilidade sobre ela termina, deixam, também de ter devoção pelas almas, deixam de rezar nos cemitérios eles mesmos, nem incentivam as pessoas a faze-lo. Se eles soubessem o que os aguarda por causa desse desleixo, nunca mais sairiam dos cemitérios para recuperar o tempo perdido.
 
     Os leitores nem imaginam a imensidão do desconhecimento completo de causa que têm certos sacerdotes e mesmo bispos católicos, em relação aos novíssimos. Para vocês terem uma idéia, noutro dia um grupo de leigos levou o nosso pequeno livro “Salvai Almas” para o seu bispo e lhe pediram uma apreciação. Pois quando obtiveram a resposta ficaram estarrecidos com uma das tiradas dele: “Imaginem, este homem está pedindo para as pessoas irem rezar nos cemitérios! Onde já se viu uma coisa destas!” E vai por ai! Como é que um bispo pode ter uma idéia assim? A Igreja sempre rezou pelos mortos e sempre rezou nos cemitérios! Ou modernidade significa matar as almas?
 
     E por causa destas coisas, não duvidem que estes sonhos se multiplicarão. Também as visões das almas em plena luz do dia e quando acordados. Deus está fazendo este esforço maravilhoso de misericórdia, porque não quer chegar ao Novo Reino, com um purgatório abarrotado de almas. Verdade, no Novo Reino, não haverá mais purgatório, pois ele será fechado para a entrada de almas. E é óbvio que será assim, pois não havendo mais pecado, não haverá mais necessidade de expiação de faltas.
 
    O problema é quanto às almas que hoje lá se encontram, que poderão ficar lá infinitos tempos, pois não haverá mais intercessores e eles não podem rezar por si próprios. É exatamente por este motivo que hoje o céu se derrama em mil efeitos, tentando conseguir a libertação completa do purgatório, antes do fim destes distúrbios que se avizinham. E afinal, nós precisamos da intercessão destes santos todos no céu, porque, junto de Deus, eles nos poderão ajudar nos terríveis momentos de provação que se aproximam para os vivos.
 
     Caso, então, você tenha a graça de, em sonho, receber este aviso de Deus, ao invés de achar que está ficando louco, trate é de rezar por aquela alma padecente, pois você é a única pessoa que poderá fazer isso. E afinal, é a você que Deus designa uma tal tarefa. É, pois, prova da infinita misericórdia deste Pai amoroso, que ao lhe dar a tarefa, lhe concede também a enorme graça, pois levar almas para Deus é a maior das obras de caridade que podemos fazer. E só na vida eterna chegaremos a compreender esta realidade maravilhosa!
 
    Cuidado, porém com idéias fixas e falsas visões. Todos sabemos que o demônio pode se fantasiar de pessoas conhecidas, até mesmo de almas dos mortos, para vir pedir para que você reze por alguém que está no inferno. Neste site, editamos o recado “Enganados pelo Maligno”, onde está relatado um exemplo. Muitas vezes, seu desejo maligno é evitar que você reze pelas almas, outras que você tenha medo de falar sobre o assunto, noutras ainda evitar que suas orações beneficiem as almas padecentes, porque ele sabe que “quanto mais santos houver no céu, mais o céu terá forças para ajudar a terra”.
 
     Jamais tenha medo! Deus é mais forte e mantenha-se ligado a Ele. Reze pelos falecidos! Mesmo não sonhando com eles! Adquira muitas indulgências plenárias.(ver neste site em “Orações”) Adquira-as por você e pelas almas benditas, especialmente aquelas com que você sonha. Afinal, mesmo que os seus parentes falecidos não precisem mais destas orações, elas acabarão revertendo para o próprio benefício de quem reza, pois nada que você faça, com amor, aqui nesta terra, fica sem pagamento na eternidade. E o pagamento mínimo de Deus é a razão de sete por um.
 
    Uma última recomendação, esta especialmente para os católicos que pensam poder conciliar a doutrina espírita com sua religião. Quem assim procede, tenta acender uma vela para Deus, para compensar as dez que já acendeu para o diabo. Não existe possibilidade de se conciliar catolicismo com espiritismo. O espiritismo é a negação da doutrina da Cruz, e a quem nega a Cruz o inferno e dele! Quem prega a reencarnação nega o poder redentor do sangue de Cristo. A morte acontece uma vez só para todos, e é definitiva, ninguém pode morrer duas vezes! De fato...
 
   O católico que aceita esta doutrina, que aceita as práticas e rituais espíritas, que acolhe a maldita teoria da reencarnação, comete o “pecado contra o Espírito Santo” aquele que Jesus falou que não tem perdão! Caia fora, católico! Completamente! Imediatamente e sem sequer discutir, pois ai, você já não discute comigo, mas sim com satanás! De mim você pode até ganhar a discussão, mas antes disso já o demônio lhe enganou. Não pague para ver! Há mais muito mais espíritas no inferno por metro quadrado que você possa imaginar! Mas há sempre algum espaço de reserva, esperando qualquer católico tolo que vá atrás deles. Porque...
 
     Espíritas, enquanto espíritas, não têm parte com Deus e ponto final! Nunca entre num centro espírita para receber passes, receber curas ou fazer cirurgias. Quem entra para fazer passe mediúnico, recebe uma maldição de satanás. Quem busca a cura no antro diabo, nega o poder de Jesus, o Médico dos médicos e o único que pode curar. Quem recebe uma cirurgia espírita, recebe junto um pequeno demônio, que se finca dentro da sua carne, como uma raiz maldita, e dali o importunará pelo resto da vida, a menos que um padre ou bons leigos o extirpem dali a custa de muita oração e sacrifício.
 
     Reze, especialmente pelos falecidos de sua família. Mande celebrar missas por eles! Esta é uma bela forma de se preparar para o “Fim dos Tempos”. No mais, rezar e rezar!
 
Nas mãos de Deus:
Aarão!


www.recadosaarao.com.br











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 02/07/09 às 17:11:42 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES