Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 4502 - A GRANDE EXPLOSÃO
Artigo visto 2141 vezes




Visto: 2141
Postado em: 06/03/10 às 12:08:07 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=4502
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Está em Isaías 13, 4 Escutai esse ruído sobre os montes como vozerio de grande multidão; escutai o tumulto dos reinos e das nações reunidas. É o Senhor dos exércitos que passa em revista suas tropas para a batalha. 5 Chegam de uma terra longínqua, da extremidade dos céus, o Senhor e os instrumentos de seu furor, para devastar toda a terra. 6 Lamentai-vos, porque o dia do Senhor está próximo como uma devastação provocada pelo Todo-poderoso. Isso já aconteceu algum dia antes? Não? Então virá!

 

28/01/2009 13:11:07
Artigos - A grande explosão

2090127 A GRANDE EXPLOSÃO
 
Está em Isaías 13, 4 Escutai esse ruído sobre os montes como vozerio de grande multidão; escutai o tumulto dos reinos e das nações reunidas. É o Senhor dos exércitos que passa em revista suas tropas para a batalha. 5 Chegam de uma terra longínqua, da extremidade dos céus, o Senhor e os instrumentos de seu furor, para devastar toda a terra. 6 Lamentai-vos, porque o dia do Senhor está próximo como uma devastação provocada pelo Todo-poderoso. Isso já aconteceu algum dia antes? Não? Então virá!
 
E diz mais: 9 Eis que virá o dia do Senhor, dia implacável, de furor e de cólera ardente, para reduzir a terra a um deserto, e dela exterminar os pecadores. ... 11 Punirei o mundo por seus crimes, e os pecadores por suas maldades. Abaterei o orgulho dos arrogantes e humilharei a pretensão dos tiranos. Acaso a terra inteira algum dia já foi reduzida por Deus a um deserto? Não! Então acontecerá! E em breve! Eis que Eu venho, diz Jesus!
 
Também está em Oséias 10, 13 Cultivastes o mal e colhestes o pecado; comestes o fruto da mentira; confiastes em vossa política e no grande número de vossos soldados. 14 O tumulto da guerra vai elevar-se em tuas cidades, e todas as tuas fortalezas vão ser destruídas... Em Isaías 66, 6 Escutai esse tumulto que se levanta da cidade, esse barulho que vem do templo. Escutai, é o Senhor que trata seus inimigos como o merecem. Onde um tempo de tão grandes e poderosos exércitos, tão arrogantes e maus, tão soberbos e desafiadores? Nunca houve antes? Sim agora, e é tempo de ruína deles!
 
Jeremias 50, 22 Tumulto de guerra no país, desastre imenso. 23 Como foi feito em pedaços o martelo que feria o mundo inteiro? Como se transformou Babilônia em objeto de pasmo entre as nações? 24 Lancei-te a rede e, sem o saberes, foste colhida de improviso, Babilônia. Eis-te apanhada e presa, por haveres provocado o Senhor. 25 Abriu o Senhor seu arsenal para dele tirar as armas de sua indignação... E em 25, 31 Estende-se o tumulto até os confins do mundo, pois que o Senhor está em litígio com as nações. Entra em processo contra toda carne, entregando à espada os maus...
 
Vejam estas palavras> tumulto > vozerio > pasmo > desastre > barulho > soldados > guerra > pretensão > arrogância > tirania > maldades > pecados > furor > devastação > espada > provocação... Nestes poucos versículos bíblicos, você, por favor, escolha qual deles não está hoje em curso! É o “Dia do Senhor” que chega, como um ladrão, para a maior parte da humanidade. Poucos observam seus sinais. Tudo isso está acontecendo agora, em toda a terra, embora a imensa maioria das pessoas não se dê conta do que acontece em sua volta. Cegos pela busca do ter, alucinados na intenção de ser, ávidos no sentido de impor sua vontade e comandar, já quase ninguém percebe de que o mundo, como nunca, está provocando a ira fulminante de Deus o Altíssimo.
 
Vejam, não é bem ira, porque este sentimento não existe no coração do Eterno. O que está hoje acontecendo é um processo acelerado de destruição, comandado pelo inferno em fúria e executado por homens loucos, cegos, absolutamente inconseqüentes. No fundo, penso que a ciência maligna, e os maus governantes deste mundo, sentem que seu fim está próximo, mas parecem dispostos a causar então o maior mal possível. Afinal, é com toda certeza este, o mesmo sentimento dos demônios que atiçam tudo isso, pois assim está em Apocalipse 12, 12 .... ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.
 
Depois que escrevemos aquele texto do Poço do Abismo, recebemos muito outro material dos amigos leitores e um olhar atento sobre tudo isso nos faz encher de uma preocupação pelo que está acontecendo e pelo que virá a seguir. Dentre as últimas mensagens nos está dito que virá em breve a completa falência das elites. Que são as elites? São os donos do mundo, aqueles que concentram em poucas mãos a maioria das riquezas do planeta. São em especial dos donos do dinheiro, esta praga mortífera que enfeitiça o coração das gentes, e que tem sido a causa maior da morte eterna de milhares de almas.
 
Mas vejam, no rastilho da falência das elites, caem seguramente os mais fracos, que são os empregados, aqueles que com seu suor e trabalho, sustentam as mordomias dos ricos. Ontem colocamos uma notícia sobre as demissões de funcionários, em diferentes países e em grandes corporações multinacionais. O componente maligno destas demissões está em que muitas delas se aproveitam da crise mundial para se desfazerem da mão de obra humana e substituí-la por máquinas e outros artifícios. Agora que seria a hora de todos se darem as mãos para debelar a crise, caem primeiro os mais sofridos...
 
Os noticiários econômicos dão conta de que já em torno de 10 milhões de trabalhadores, em todo mundo, ou já foram demitidos ou estão na lista de demissão. Isso pode parecer pouco, mas soma bilhões de dólares em consumo que deixa de ser feito, e que, portanto vai quebrar a outra perna do mundo econômico, que é a falta de vendas. Mas se fossem só estes 10 milhões, talvez pudéssemos falar de um golpe momentâneo e suportável. Mas peço que olhem novamente para os termos indicados acima, e comecem então a fazer outra conta. Serão em breve 100 milhões na rua da amargura, sem emprego e sem meios de alimentar os seus. E assim 200 milhos, 300 milhões... TODOS! Na semana que passou alguns amigos nossos dos EUA anunciaram seu desemprego, hoje voltam os do Japão! Milhões correrão loucos atrás de emprego.
 
Compreendamos uma coisa: Deus é Senhor de tudo, nada acontece sem que Ele permita. Se não fosse assim, o demônio já teria esganado lá atrás, Adão e Eva, e adeus civilização. Deus, porém impõem limites aos comandos do inferno e eles obedecem. Quem não obedece a nenhum limite, são os homens... Comandados pelos demônios! E o que estes homens agora estão fazendo é exatamente tomarem as medidas que encaixam as profecias, para levar o mundo aos braços do anticristo. Quando ele chegar a humanidade estará sem esperanças e o aceitará como salvador. Como agora os EUA fazem com Obama.
 
Ontem mesmo o primeiro ministro da Inglaterra disse que o mundo precisa de uma “nova ordem econômica”, para evitar estas crises cada vez mais freqüentes e assim trazer “paz e segurança” ao mundo. Mas que foi que São Paulo preconizou em 1 Tess 5? 2 Pois vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como um ladrão de noite. 3 Quando os homens disserem: Paz e segurança!, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição, como as dores à mulher grávida. E não escaparão. Viram? Quando os homens falarem paz e segurança, virá sobre eles o devastador. E: não escaparão!
 
De fato, na mensagem do ultimo dia 24 Nossa Senhora fala em um ano, ou neste ano de 2009 onde teremos que passar por muitas angústias. Penso que ela quer ser referir a um tempo de certa indefinição, a um contínuo rumor de falências, escândalos e confusões. Um tempo também de rumores de guerra – Jesus previu isso em Mateus 24 – tempo também quem que toda a natureza começa a dar sinais cada vez mais apavorantes de que está prestes a explodir em caos. Porque tudo virá a seu tempo, mas a um só tempo, pois até mesmo a natureza animal e vegetal se revolta contra a atual maldade humana.
 
Ontem tivemos a notícia de que caiu neve nas montanhas do deserto dos Emirados Árabes, um fato nunca acontecido, tal que eles nem têm em seu vocabulário um termo para definir “neve”. Mas seus ricos donos de petróleo acabaram de construir uma montanha artificial, coberta de neve, para poderem esquiar mesmo no meio do deserto. Se esperassem um pouco poderiam quem sabe economizar alguns bilhões de seus podres dólares – porque mal aplicados – pois poderão ter em breve todo o país coberto de neve.
 
Como se noticiou pelo mundo dias atrás nós vimos as catástrofes da região de Blumenau e região, algo que os cientistas não conseguiram explicar. Uma chuva localizada, de quase um mês, fez derreter as montanhas. Mas caso não estava dito que na proximidade do dia do Senhor, as montanhas de reteriam diante de seus pés? E vejam: agora mesmo me chega a notícia de que, próximo daqui, no Rio Grande do Sul são já 85 municípios em estado de calamidade devido a seca. A Argentina em peso está em estado de calamidade devido a seca, com prejuízos irrecuperáveis. Pois no resto do mundo será assim! Todas as nações, num dado momento, entrarão nisso! Mas acaso Jeremias e Joel não falam que quando chegasse próximo dia do Senhor, haveria grandes secas?
 
Dia do Senhor, dia da ira, dia de aflição, são palavras que povoam os antigos profetas e nos falam de um mesmo tempo, do nosso tempo mais precisamente. Por que falamos em dia da ira, se Deus é incapaz de irar-se? Dia da ira, porque será não um dia, mas um tempo em que Deus permitirá ao homem, que ele se alimente dos frutos venenosos das árvores malignas que ele plantou. Árvores de guerra, de ódio, de mentira, de traição, e falo em especial de árvores de verdadeiro escárnio e de zombaria erguidas contra Deus, como torres de orgulho e de presunção. Ou seja: chega o dia em que o homem irá provar na própria carne, dos efeitos de seus próprios atos. Malignos atos! Diabólicos atos!
 
Nós falamos, no artigo anterior, das medidas tomadas pelo presidente dos EUA, e vemos que ele agiu com ardileza satânica. Agiu como a lei número de Maquiavel, que manda a um governante que inicia tomar todas as medidas impopulares nos primeiros atos de governo, para depois ir soltando aos poucos as boas ações que atenuam os efeitos maus das primeiras. Acontece que as medidas que ele tomou, não são medidas impopulares apenas, mas acima de tudo, são ações desafiadoras contra Deus e contra a sua lei eterna. O que Obama fez, como já disse, foi abrir o abismo infernal sobre ele mesmo e sobre seu povo, resta agora que aguarde as feridas que isso provocará na carne deles.
 
Dirá então o brasileiro que, tudo bem, isso é lá com Obama e sua gente. Mas eu penso que aqui não estamos em estágio diferente, muito pelo contrário. Se Obama quer liberar a união civil de parceiros do mesmo sexo, seu ato abominável em certo sentido é muito menos desafiador contra a Lei de Deus do que o ato do governo brasileiro. Sob o comando de Lula e com as medidas do Temporão, eles torraram 40 milhões de reais de dinheiro dos impostos na compra de tubos de vaselina, para distribuir entre a população gay, para que lhes facilite o ato sexual anal e doloroso. Acreditem: este ato do governo brasileiro ofende mais a Deus, do que as leis de Obama. Se este diz: mudemos os tempos e a lei, o de Temporão diz: cuspamos, escarremos na face do Deus Altíssimo!
 
Tudo isso quando nosso presidente diz que a saúde no Brasil “atingiu quase a perfeição”. Infernal perfeição. Ontem mesmo uma senhora de Belém do Pará, me telefonou que a amiga dela, está a seis meses morrendo um pouco a cada dia de câncer e não encontra amparo nem hospital, nem tratamento. Somente se fosse esta pobre mulher a não ser atendida – quando são milhões no mesmo estado – apenas isso já pesaria mais na balança da justiça do Eterno, do que o peso de toda aquela vaselina. Não tenham dúvidas de que haverá gente, pelo eterno afora, mergulhado em algo como vaselina.. Não em vaselina, mas na baba venenosa dos demônios! Alguém irá pagar esta conta amanhã.
 
Assim, no Brasil também, já começa uma pequena reação à cadeia de demissões lá fora iniciada. Se as empresas lá fora não compram matérias primas, as nossas não vendem. Sem não vendem aqui, empregam cada vez menos. Se vendem menos, geram também menos impostos – que sustentam vaselinas e aerolulas – e isso fatalmente afetará o setor público. Isso puxa os bancos, arrasta as empresas, de todos os setores, numa cadeia de alucinação, que atingirá os píncaros do inaudito. Isso irá acontecendo aos poucos, pois Deus jamais fulmina os autores de bandalheiras no ato de seu desafio: Ele dá sempre tempo aos seus autores para que se arrependam. Para Obamas, Temporões e Lulas!
 
Assim, o que nós chamamos de “ira divina”, nada mais é que a “permissão” de Deus, para que se consumem os intentos dos demônios, em colaboração com maus homens que se fizeram seus súditos. Uma simples corrida sobre os textos bíblicos que falam sobre este “Dia do Senhor” nos faz arrepiar de corpo inteiro. E realmente os homens devem desde já começar a tremer as pernas – falo dos não preparados, pois ligados em Deus – porque quando todo este mundo desabar sobre suas cabeças será tarde para choros e lágrimas. Quem não se liga em Deus agora, também deles Deus se desligará por um tempo.
 
O que então acontecerá neste ano de 2009, segundo entendo? Como sempre tenho dito, será ainda um ano razoável até certo ponto, mas de uma importância capital. Sim, isso porque o que hoje o demônio faz é apenas colocar fermento na massa. Ou se poderia dizer, apenas começa a soprar as brasas debaixo de uma panela de pressão, e sem uma válvula de escape. Um conjunto de fatores silencioso, mas intermitente começa a preparar o terreno para o advento do império do anticristo, da tão falada globalização, ou nova ordem mundial, como queiram. Trata-se de um processo sem volta, pois é tarde e nada mais mudará os planos de Deus. Porque é isso que está nas Escrituras. Assim será!
 
Como explicar esta passagem de Jeremias 9 que diz: 21 Cadáveres humanos jazem como esterco nos campos, como feixes atrás do segador. E ninguém os recolhe. Ou esta de 25, 32 Eis o que diz o Senhor dos exércitos: eis que o flagelo vai estender-se de nação em nação. E dos confins da terra vai desencadear-se violenta tempestade. 33 Aqueles que o Senhor nesse dia tiver atingido, de uma a outra extremidade da terra, não serão chorados, nem recolhidos e sepultados, jazendo no solo qual esterco. Aqui fala bem claro: aqueles que o Senhor neste dia tiver atingido! Acaso o próprio Deus os matará?
 
Está assim em Eclesiástico 39, 33 Há espíritos que foram criados para a vingança: aumentaram seus tormentos pelo seu furor. 34 No tempo do extermínio manifestarão sua força, e apaziguarão a fúria daquele que os criou. 35 Fogo, granizo, fome e morte, tudo isso foi criado para a vingança, 36 como também os dentes dos animais, os escorpiões, as serpentes, e a espada vingadora destinada ao extermínio dos ímpios. Ora, tudo isso virá a seu tempo, como resultado da malícia humana, por culpa exclusiva do homem. A natureza se vingará em parte das agressões que sofre, em vista da ganância exacerbada dos povos. Mas quanto a esta “espada vingadora”, que quer dizer ela?
 
Também Ezequiel fala da espada vingadora de Deus, como está em 21, 8 Dize-lhe: eis o que diz o Senhor: vou castigar-te, vou tirar a minha espada da bainha para separar de ti o justo e o perverso. 9 É porque quero exterminar do teu meio o justo e o malévolo que de sul a norte desembainhei a espada contra todo homem. 10 E todo ser vivo saberá que sou eu o Senhor que desembainharei a espada; e não mais a guardarei. Qual será este poder que Deus utilizará, contra si mesmo, para destruir-se inapelavelmente?
 
Vejam: o poder do Altíssimo é infinito. Durante os milênios idos e desde sempre, conhecendo a Deus como bem conhecem, os demônios já perceberam que nada conseguem contra Deus, e que tudo o que empreendem volta-se contra eles. Quanto mais agem, mais perdem. Quanto mais se enfurecem, mais se auto-punem, quanto mais tentam os homens, mais aumenta seu suplicio, e quanto mais eles lutam contra Deus, mais se surram a si mesmos. E isso, exatamente isso é que verão os homens da nossa geração, sem dúvida a geração dos últimos dias. Eles mesmos se abaterão!
 
Ora o próprio anticristo será esta espada da “vingança” divina. Lúcifer pretende aqui construir seu reino para ser adorado através do anticristo. Um reino, porém, precisa de súditos e é isso realmente o que acontece hoje: o demônio prepara os povos para que eles acolham o anticristo de braços abertos! E como seguem as coisas, percebe-se com toda nitidez que a humanidade avança à passos rápidos rumo aos braços de satanás. Então, se Deus fulminasse os seguidores dele, imensas levas de povos seguiriam também o trilho do inferno, o que seria uma vitória do maligno.
 
Para que isso não ocorra, e para que ninguém impute a Deus de culpa pela morte física dos pecadores, quem destruirá seus súditos será exatamente o anticristo. Tudo o que ele fizer para edificar seu reino, reverterá e malefício sobre sua cabeça. Tudo dará errado em seus intentos, de modo que até na guerra seus soldados se matarão entre si, como assim revela Zacarias. E não somente na guerra, mas também nas doenças. Está bem claro nas profecias, antigas e atuais, que haverá neste tempo pestes inauditas, doenças hediondas e incuráveis, diante das quais os homens desejarão a morte.
 
Mas quem causará estas doenças, são os próprios demônios, as legiões apodrecidas do abismo, que satanás agora convoca para se espalharem na terra como gafanhotos. São eles que provocarão a morte de milhares, e tudo isso junto, a quase extinção da raça humana. Somente as pessoas que estiverem sob o influxo da graça divina, os que se mantiverem em estado de graça, em espírito de adoração e entrega completa a Deus, hão de ter proteção e amparo, nisso inclusa a água, a comida, a medicação, a guarida segura.
 
Ou seja, o próprio demônio e seus terrenos seguidores destruirão o império que tentaram erguer contra Deus e acima Dele, pois assistirão até o fim sua derrocada fragorosa. Deus não levantará um dedo sequer contra estes desafiadores, apenas deixará que o mundo afunde, de acordo com o desejo insano de seus habitantes. Como está em Miquéias 3, 4 Um dia clamarão ao Senhor, mas ele não lhes responderá; ocultar-lhes-á a sua face naquele dia por causa da malícia de seus atos. Uns poucos, com terços na mão os vencerão.
 
E quando Deus voltar de nós a Sua Face, então o rebelde agirá, como está em Isaías 57, 17 Por causa do crime de meu povo me irritei um momento; feri-o, dando-lhe as costas na minha indignação, enquanto o rebelde agia segundo sua fantasia. E o rebelde realmente será a espada destruidora de seus próprios adoradores. Ele mesmo acabará por matar, em sua fúria, imensas levas de população, que hoje não dão ouvidos a Deus, não querem saber do Evangelho de Jesus, não aceitam o batismo, nem querem a salvação.
 
Ainda a pouco assisti a um vídeo que me enviaram, mostrando a Índia que a TV Globo não mostra, em sua apologia ao orientalismo, aos deuses estranhos e a cultos de demônios e figuras de animais. Neste vídeo os homens se banham no Ganges em meio a cadáveres humanos putrefatos, em disputa por corvos e cães. Que interesse tem a Globo por trás disso? Somente levar a confusão à cabeça das pessoas com outros deuses. Nós nada temos a aprender com aqueles povos do horror, com sua cultura da morte, com seu ódio milenar ao cristianismo, embora os poucos bons que lá habitem.
 
De fato, o demônio e seus seguidores não se esquecem de nada, para que adiante TUDO lhes dê errado. Para que os tiros saiam pela culatra, e os atinjam a si mesmos. Por isso os bons, os que humildemente se vergam, já agora, diante do primado absoluto de Deus, não precisam de nada mais que rezar, e confiar. Dizemos que Deus fará tudo! Mas podemos dizer que, tudo o que os maus fizerem, se voltará contra eles mesmos, para chegar exatamente onde Deus quer: que reste apenas um povo humilde e santo, o qual possa então viver num mundo de paz e tranqüilidade. De verdadeira e permanente segurança!
 
Eu quisera ainda neste artigo, dizer a todos que até isso acontecer não teremos nós de ver nem de passar por tantos males como assim prevêem as Escrituras. Entretanto, não é bem assim. A Bíblia fala de um tempo de tribulação tão grande como nunca houve na terra, nem haverá depois! Mas a mensagem que fica sim, e esta realmente fantástica é a da certeza de que vivemos no tempo dos tempos, o mais fantástico de todos. Grandes santos da nossa Igreja dariam tudo para viverem agora, porque jamais, em todos os tempos, o Céu se derramou tão inteiro em abundância de graças e bênçãos.
 
Infelizmente a imensa maioria das pessoas não se aproveita de nenhuma destas graças. Restam então dilúvios delas, que são apropriados pelos poucos que acreditam, pelos que rezam e se sacrificam pela salvação de muitos. E haverá milhões que chegarão ao Céu de mãos vazias. Os que as encheram aqui de dinheiro, de terras, de bens, de títulos, de coisas que não se leva para o além. Já os que desprezarem este mundo pela busca do celeste, estes receberão na glória o cêntuplo de tudo aquilo que de bem fizeram aqui, pois Deus jamais se deixa vencer em generosidade.
 
Nós percebemos hoje a luta árdua, difícil, dolorosa de milhares de apóstolos espalhados pelo mundo, lutando bravamente pela conversão deste povo cego e surdo, sempre entre zombarias, escárnios e até ataques. Parece uma luta inglória e já perdida, porque o mal avança a passos triunfantes. Antes que estes escarnecedores fechassem suas bocas, e caíssem de joelhos agora, antes que a Misericórdia dê lugar à Justiça. Antes que a espada vingadora de Deus desabe sobre este planeta, juncado de imundícias.
 
A estes apóstolos eu digo: apenas continuem firmes e aguardem. Não deixe de alertar, mas sem forçar ninguém a se converter, nem de outros credos. Não se deixem abater pelas críticas, nem desanimem diante das maiores dificuldades. No momento em que a terra fugir debaixo dos pés dos incautos, se dará como um dia o dilúvio engoliu as populações daquela região. Eles acorrerão em bandos buscando explicações, e milhares deles afundarão seus joelhos trêmulos a pedir perdão pela sua insensatez. Será grave, gravíssimo, vem aí um novo dilúvio. Antes de fogo, e seca, e seca, e escassez espantosa de alimentos, depois a água para lavar de vez as imundícias aqui postas pelos homens.
 
Temos ainda muitas pessoas angustiadas. É o esposo que não se converte e tem amante, é o filho que é rebelde e está nas drogas, a filha que sai a noite e se prostitui... Mas é preciso saber que todas as lágrimas derramadas por estes, todas as orações feitas por tais pessoas, têm na balança do Altíssimo mais peso que toneladas de ouro puro. O amor com o qual estes santos de hoje lutam pela salvação as almas, pesa mais que toneladas de diamante, do mais finíssimo quilate. Ninguém, que reza, perderá um só dos seus. Não é dito que estes povoarão a Nova terra, mas certamente os novos céus.
 
Está em Isaias 57, 13... Aquele, porém, que contar comigo herdará a terra, e possuirá meu monte santo. 14 (Será dito:) Abri, abri a estrada, aplanai-a! Retirai do caminho de meu povo todo obstáculo! 15 Porque eis o que diz o Altíssimo, cuja morada é eterna e o nome santo: Habitando como Santo uma elevada morada, auxilio todavia o homem atormentado e humilhado; venho reanimar os humildes, e levantar os ânimos abatidos. 16 Realmente, não desejo controvérsias sem fim, nem persistir sempre no descontentamento, senão o espírito desfalecerá diante de mim, assim como as almas que criei.
 
E Isaías confirma em 35, 3 Fortificai as mãos desfalecidas, robustecei os joelhos vacilantes. 4 Dizei àqueles que têm o coração perturbado: Tomai ânimo, não temais! Eis o vosso Deus! Ele vem executar a vingança. Eis que chega a retribuição de Deus: ele mesmo vem salvar-vos. Sim a vingança do demônio contra os que o seguiram e cumpriram as suas ordens, pois eu afirmo: ele odeia mais os que o seguem do que os que o vencem! E serão apenas os que rezam os vencedores!
 
Assim não tenham dúvidas: quando forem extirpados daqui todos os vestígios dele e das obras dos homens que o seguem, aqui não restará mais que um punhado de gente. Os que adoram ao Deus único em espírito e verdade. Passem, pois, um último olhar sobre a civilização atual, reino do ódio: Em menos tempo do que imaginam, uma grande explosão de mil loucuras ceifará quase toda a vida humana deste planeta. Não demora!
 
Aarão!


www.recadosaarao.com.br



LEIA TAMBÉM
FICOU PIOR
O 16º SEGREDO
A TENTAÇÃO
Cinzas
UM TORMENTO
MÁSCARAS
Chispas de fogo
A DANÇA
Em 2012 vem o fim?



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.342.558
Visitas Únicas Hoje: 365
Usuários Online: 185