Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 5245 - PONTE DO ABISMO
Artigo visto 1967 vezes




Visto: 1967
Postado em: 23/05/10 às 10:17:41 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5245
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Observando daqui o evoluir dos tempos e notando os rumos que toma a humanidade, não há como não perceber que o homem caminha para o abismo. Lendo noutro dia uma mensagem de profeta atual, ela dizia que “está para ser serrado o frágil galho no qual a humanidade está suspensa”. Neste momento, minha mente pode evocar aquela passagem da queda da ponte suspensa de “Sete Quedas”, de anos atrás, filmada por um amador, e que teve seus cabos rompidos, matando mais de 20 pessoas. E vi diante de meus olhos, novamente, o desespero que se instalou naquele local de tragédia. Então me pareceu ver, por um momento, o que acontecerá em breve com todos os habitantes da terra.

Eu diria sim, que, mais que suspensa em um simples ramo de árvore, que está para ser cortado, novamente a humanidade inteira balança sobre um imenso abismo, pois estamos todos sobre a mesma ponte suspensa. Ela balança sem cessar e cada vez mais forte, entretanto os homens não se dão conta do perigo que os ronda, perigo infinito este, pois ele representa a eterna separação de Deus. De fato, temos já de há muito tempo alertado para este grave momento em que o Pai Altíssimo como que nos deixará à mercê do inferno, isso para que o homem finalmente compreenda o que significa um mundo sem Deus, ou quase sem Ele. Ou um mundo com o demônio, e quase só com ele!
 
     Neste momento em que a humanidade se prepara a fim dos Jogos Olímpicos, com as suas disputas nem sempre leais, penso que é hora de refletirmos sobre o que está ocorrendo em nossa volta, notadamente agora quando tantos e tão graves acidentes têm acontecido, com certeza sinais e avisos de Deus. A China, país sede desta batalha pelo “ser-mais-que-os-outros”, se engalfinha em preparações para mostrar a face “linda” do comunismo ateu, “de resultados”, enquanto esconde a face horrenda da dor, da perseguição aos católicos e de um povo insano, que nada em meio a convulsões. De fato, satanás reina ali, como em nenhum outro lugar da terra. Por isso ela treme ali!
 
Sinais claros também têm sido mandados pelo Pai ao nosso Brasil, neste momento em que se trava uma gigantesca batalha entre os que defendem a inominável causa gay em detrimento da vida, e aqueles que ainda conseguem gritar contra a perversão que se oficializa. Mas estes têm sido sufocados e escarnecidos, por um poder público já diabólico, pois a cada dia mais e mais empenhado na guerra contra Deus. Mal o nosso “ilustre” “supremo tribunal” definiu que podem sim, descartar os embriões humanos e serem usados em pesquisas, já se diz “preparado e à altura”, de permitir a morte dos bebês anencéfalos, em mais um brado contra o Deus Altíssimo, dono e autor da vida.
 
Muitos amigos me pedem que eu escreva continuamente, porque se sentem como órfãos quando entram no site e não encontram matérias novas. Sim, nós sabemos disso e de fato nos sensibiliza este empenho em conhecer novos fatos, entretanto precisamos nos preparar para os tempos vindouros, quando perderemos os meios rápidos de comunicação e teremos de nos virar sozinhos. Quanto a isso, pedimos apenas que todos se mantenham em fidelidade, em oração humilde, contrita e confiante, pois NINGUÉM que reza será pego de surpresa. O ladrão virá à noite, para os que preferem hoje viver na noite do sem Deus. 
 
Interessante que, nos últimos tempos, tenho deixado de lado qualquer pensamento sobre aquilo que vem, tentando desvendar o futuro, pensando acima de tudo naquilo que ainda falta fazer. Diante de um mar de gente que não se converte, sinto que é ridículo pedir a Deus que desça sobre nós o poder de Seu Braço forte, e de fato, Ele poderá achar que nós queiramos a condenação de todos. Vejo que milhares de pessoas, especialmente aquelas com problemas graves, sejam financeiros, sejam espirituais ou de saúde, tendem a pedir a Jesus que venha logo, para tirá-los deste sofrimento. Vejam, porém, que isso pode conter certo egoísmo, quando nossos olhos devem antes estar atentos aos outros. Nossa luta maior deve ser pelas almas.
 
TEMPOS E DATAS? Um dos pedidos que me fizeram solicita que novamente eu explique a profecia de Daniel, o único profeta que cita números de dias, e certos “tempos” ligados a situações. Nos textos que já coloquei no site, “Você Calcula”, isso já foi posto, entretanto alguma coisa, nós já podemos sentir, que naquela época não percebíamos. E explico:
 
Daniel diz assim em 12, 11 Desde o tempo em que for suprimido o holocausto perpétuo e quando for estabelecida a abominação do devastador, transcorrerão mil duzentos e noventa dias. 12 Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias! Ora, como no capítulo 9, no último versículo, ele também afirma: 27 Concluirá com muitos uma sólida aliança por uma semana e no meio da semana fará cessar o sacrifício e a oblação - isso nos fez pensar que os 1290 dias, estavam embutidos DENTRO desta última semana.
 
Semana esta que, segundo temos agora conhecimento, termina exatamente no próximo mês de setembro, marcando os sete anos depois da queda das torres gêmeas do WTC, nada mais que o “chifre” do carneiro, descrito por Daniel no capítulo 8, leiam. Assim, a nova matemática nos empurra um pouco mais para adiante – e fico feliz com isso, tendo em vista o que ainda falta fazer – ou seja: os 1290 dias podem não estar embutidos dentro da semana, mas começar sua contagem a partir dali.
 
Lembro, porém, SEMPRE, tudo isso são suposições que avançam na medida dos dias, aliás exatamente o que nos disse Daniel, no Capítulo 12, 4 que muitos adquiririam conhecimento esquadrinhando este livro dele. É isso que estamos fazendo, tendo sempre em mente que Deus é fantástico, e quando discernimos de um modo, Ele sempre tem outra "carta na manga", e nos mostra que pode também ser diferente. E este “diferente”, pode nos levar a outro entendimento, que amplia ainda mais os prazos.
 
Vejam que, em outros textos, colocamos que, paira no ar, surge como que às escondidas, a eventualidade de ser convocado um Concílio Vaticano III, que naturalmente não será convocado pelo Papa Bento XVI, mas pelos cardeais rebeldes ou pelo antipapa. Tudo leva a crer que este falso Concílio, na verdade um conciliábulo satânico – SE OCORRER MESMO – pode ser o evento que cumprirá o citado acima, em Daniel 12, 11: Desde o tempo em que for suprimido o holocausto perpétuo e quando for estabelecida a abominação do devastador, transcorrerão mil duzentos e noventa dias.
 
Se o leitor entendeu, e se realmente como supomos o holocausto perpétuo é a Santa Missa, tudo leva a crer que este falso concílio acabará por ELIMINAR a Missa como sendo a rememoração incruenta do Sacrifício da Cruz, transformando-a em mera ceia, num ritual de partilha fraterna, num encontro semanal de irmãos que se “amam”. Isso, sem dúvida alguma seria de fato retirar o SACRIFÍCIO e colocar em seu lugar a ABOMINAÇÃO, que significa um culto sem valor para Deus, e, portanto algo abominável.
 
Ou seja: se formos examinar por este aspecto, devemos então entender que a contagem dos 1290 dias, mais 45 – 1335 dias – citados pelo profeta Daniel, começam a contar só a partir da decisão abominável, de eliminar a Santa Missa e derrubar todos os sacrários da terra. Tudo isso agora nos parece adquirir um lógica mais apurada, e sem dúvida dá um sentido mais consistente a esta interpretação. Tal conta nos remete ao já citado cálculo que fizemos em “Você Calcula 2”, onde se deve incluir os sete meses citados na mensagem ao Cláudio ou aos 200 dias da profecia de Dom Bosco, sobre o afastamento do Papa.
 
Ou seja, analisando assim, depois da retirada do Papa, e tendo o caminho livre para agir, a besta tratará de mudar os “tempos e a Lei”, estabelecendo a abominação na Igreja. Haverá então uma intensa perseguição e uma caçada implacável ao Santo Padre, o Papa, que deverá estar em trânsito e escondido por diversos países. Estes sete meses então, ou os 200 dias, podem ser acrescentados ao cálculo.
 
Façam as contas então, e por incrível que pareça isso nos remete a dezembro de 2012, quando cessam subitamente o Calendário Maia e o Calendário Chinês antigo. Surpreende a gente ver que estes povos separados por uma distância tão grande, tenham concluído que naquele tempo haverá uma brusca mudança no planeta e os seus cálculos de tempos e datas terminam aí. Isto é o que entendemos hoje, dia 25/06/2008. E colocamos a data, porque ainda hoje, ou amanhã, poderemos saber de outro detalhe que mudará tudo aquilo que temos discernido.
 
Uma certeza, porém, me deixa confiante: a de que estamos no fim, e mesmo que ainda nos restem mais de 4 anos pela frente, tudo isso nos deve levar a amar ainda mais a Deus, que sabe conduzir tudo em perfeição. Que não se aflijam os que têm problemas, pois estes problemas – sua cruz – na realidade são escadas que os conduzem para Deus. Que salvam almas, suas e dos seus, pois além de tudo Deus nos dá a justa medida de dor – não dá, mas aceita – para que a final decresçam ainda mais o número dos perdidos.
 
Falando em número de perdidos, aqueles 219 citados no site causou alguma polêmica entre os que não compreendem bem o seu alcance. De fato assusta, e até a nós surpreende. Vejam que, até hoje, nossos números indicavam que um pouco menos de 1% das almas se perdiam eternamente, mas isso parece ter mudado. Se você calcular a média de 150 mil que vão ao purgatório diariamente, nos 171 dias passados desde janeiro nós teríamos em torno de 25,650 milhões de almas, ou seja: 256.500 almas perdidas neste tempo. Como caiu tanto?
 
Quanto mais santos estiverem no Céu, mais o Céu terá forças para ajudar a terra”. Esta frase consta das primeiras mensagens ao Cláudio. Ora, nestes 11 anos, foram para o Céu mais de 3 bilhões de almas, a maioria pela graça do Movimento. E este número atinge o mundo inteiro. Outra mensagem nos diz: rezem pelas almas do Purgatório e haverá a conversão dos vivos! Ou seja: é pela intercessão destas 3 bilhões de almas que tudo hoje se modifica drasticamente. Quando alguém dos nossos falece, ou parente destes bilhões de almas, imediatamente uma força sobrenatural de graças atua sobre tal alma, de modo a tornar extremamente difícil a perda de uma delas. Difícil escapar desta força amorosa!
 
Isso cumpre a mensagem de Jesus que diz: Onde dois ou mais estiverem reunidos em Meu Nome, e pedirem seja lá o que for, isso vos será concedido. Ora, nós temos milhares de pessoas vivas, suplicando hoje pelas almas, e temos mais 3 bilhões de aliados no céu, que estão REUNIDOS conosco, pela comunhão dos santos. E é esta força suplicante, aliada aos santos já glorificados antes, e em especial a Maria Santíssima, que literalmente abalroa a alma, impedindo que cometa a loucura de se atirar no inferno.
 
Alguém poderá alegar que então Deus mudou sua Justiça, ficando mais brando! Ou poderá alegar que se hoje Ele age assim, por qual motivo não “se mexeu” antes, evitando que tantos milhões de almas se perdessem. Em primeiro lugar temos a lei, e ninguém poderá alegar ignorância dela. Em segundo, Ele não tem obrigação alguma de intervir no processo de salvação das almas, porque nos deixou o livre arbítrio, e nos implantou nas almas os reflexos profundos da lei natural. Antão, não se culpe a Deus de coisa alguma, antes que Lhe agradeçam pelo fato de termos chegado a este ponto.
 
O fato é que Deus releva grandemente a loucura destes tempos. Na verdade as crianças já nascem dentro de um bombardeio de mal. São geradas em meio a um mundo que se liga antes de tudo no prazer, não mais no dever. Que não se importa mais com Deus e sua Lei e sim com o mundo, com a vida, com as coisas daqui. Esta mesma criança é educada tantas vezes em meio a berros e gritos de pais que não se entendem, quando não, desde cedo já cai em creches do governo, onde lhe fazem escutar mantras e tudo lhes ensinam tudo, menos o que vem de Deus e leva para Ele.
 
Esta mesma criança vai depois cair numa escola onde os currículos são feitos pela besta e acaba numa Universidade onde o saco de pancadas, o Judas a ser malhado é a Igreja Católica, como se ela fosse a causa de todos os males do mundo. Isso quando sem ela o mundo não teria chegado até aqui, já engalfinhado em guerras e afogado em sangue. Sem o Evangelho do Amor que a Igreja prega, a cartilha de satã teria se espalhado por todos os quadrantes do planeta, e dela partem apenas o mal, a dor, a guerra, o sangue e a ruína; do corpo e da alma.
 
Depois, e ao correr da vida, esta mesma criança, depois adolescente, depois jovem e por fim adulto é bombardeado continuamente por deflagrações de mal, por esta mídia nojenta que se baba em escândalos e se contorce de alegria em destruir as almas. Ninguém se pode formar num ambiente terrível destes, sem ser abalroado por descaminhos, sem ter sua consciência pervertida por tantas abominações e maus ensinamentos. Toda escola que não conduz para Deus também não é uma escola de Deus.
 
E falando em escola, chegamos ao ensinamento da doutrina. Também aqui, nos últimos anos e notadamente depois do Concílio, descaminhamos por uma crescente degradação do ensino religioso, que antes de ensinar as virtudes e os sacramentos, se prende em tratos ecológicos, e ventres cheios. Vivemos em tempos de campanhas da “fraternidade”, que ao invés de tratarem da Confissão e da Eucaristia, ou Maria, tratam de mico leão, de tartaruga marinha, de vitória régia e da água do planeta. Uma igreja que ensina estas coisas e desconhece aquelas, já não é mais Igreja e sim um sindicato, uma reles ONG.
 
Como é que podemos gerar e educar cristãos fortes na fé, conhecedores da Sã Doutrina e do Catecismo, se lhes tratamos com o veneno da luta de classes, que joga ricos contra pobres de dinheiro, quando este nefando procedimento só fortalece os primeiros e mata aos segundos? É justamente por causa disso que aumenta furiosamente em nosso país, o desnível entre os que têm muito e os que não têm nada. Porque a Igreja ao invés de alimentar seus filhos com o verdadeiro amor de Jesus, trata-os com o veneno da teologia maldita. E ao invés de colocar Deus no centro da vida terrena e dos corações, erige um falso ídolo humano – o pobre de bens terrenos – como fim de todos os fins.
 
Há, pois um massacre constante da heresia a penetrar nas almas e nos corações das pessoas, e tanto mais avançamos nos tempos, mas isso faz Deus considerar tais coisas na hora da Justiça, por ocasião da morte. Poucos conseguem discernir. Em verdade, vemos que Deus tem sido pressionado pelo inferno infrene, e tanto mais este se exalta e enfurece, tanto mais perde terreno. Ou seja, quanto mais o demônio vomita veneno e esterco sobre a humanidade, quanto mais ele prega o erro, a licenciosidade, a falsa teologia, a abominação e a maldade também mais se enternece o Coração do Grande Pai, que se desmancha em desvelos por seus pequeninos tão bombardeados pelo mal.
 
Em verdade, Deus sempre tira do mal, um bem. Seu poder infinito vai além de todos os desvarios, e é capaz de sacar a salvação mesmo quando ela parece impossível. Em verdade se pode afirmar com clareza, que este pequeno número de perdidos eternamente é o motivo principal da fúria dos infernos. Lúcifer e seus comandados, quando percebem que pode passar um dia inteiro e não cair entre eles um só renegado humano, entram em frenesi de loucura, pois são 171 dias e apenas 219 os perdidos. Não “apenas”, porque uma só já é demais, uma vez que cada alma vale um infinito, porque imortal.
 
Assim, quando vemos setores enlouquecidos da nossa Igreja, em vias de exportar para a pobre África as raízes malditas do MST e de outros movimentos populares de guerrilha, ao invés de exportar Sã Doutrina e Sacramentos, antes de nos deixarmos desfalecer, que usemos da fortaleza destes números para acreditar que, mesmo assim, a salvação será maior. Quanto mais satanás espernear, urrar e bufar, menos almas terá para repasto.
 
A um leitor nosso, disse um sacerdote que não acreditava no Movimento, porque os números de perdidos que anunciamos são muito pequenos; e disse isso, antes de saber desta última revelação. Pois bem, ele não acredita porque é pouco, e nós cremos porque ainda é muito. Mas a verdade é que enquanto ele fala da misericórdia divina, do perdão, do amor de Deus, diz isso da boca para fora, porque a nosso ver estes números são em última análise do Verdadeiro AMOR, da verdadeira MISERICÓRDIA, do verdadeiro PERDÃO, de um Deus amoroso, paciente, terno e perfeitamente justo. É para este Deus PODEROSO que nós trabalhamos, pois dirigidos seguramente por Suas mãos.
 
Assim, se no horizonte dos dias percebemos que se forma a última tempestade, e muito longa por sinal, capaz de durar quatro anos inteiros, que nossa ponte balança, não nos devemos deixar abater e menos ainda amedrontar, porque a cada dia a salvação será maior. Em verdade, e sem dúvida alguma, haverá rios de sofrimento e sangue adiante, tudo isso está nas Santas Escrituras, entretanto já sabendo deste sofrimento, e deste sangue mártir, Deus o Pai antecipa a salvação dos vivos, enchendo o Céu de intercessores, e formando ao seu lado um batalhão literalmente invencível.
 
Óbvio ululante que Deus não precisaria disso para derrotar o inferno em fúrias. Claro como a luz do dia que Ele apenas se esquecesse, por um segundo, que o inferno existe, ele desapareceria. Mas Deus quer, e assim planejou tudo, para que fosse o homem a vencer o maldito. Porque não haverá castigo maior a ser aplicado no anjo arrogante e nos seus servidores, do que se saberem derrotados por criaturas que eles consideram inferiores, os homens!
 
Ora, o que derrotará o inferno é a força esmagadora da intercessão, porque a batalha é em síntese espiritual. Se no inferno existem hoje 10 bilhões de demônios, temos no mínimo 20 bilhões de almas intercedendo diante do trono do Altíssimo. O que está hoje acontecendo, é que estas almas todas estão fazendo um coro uníssono, tonitruante, que literalmente amolece e enternece o coração do Grande Pai. Estas forças foram em grande parte arregimentadas pelo Movimento, suscitado por Deus para este tempo final, para que a última batalha se desse coletivamente, numa só força, numa só voz, num só grito de batalha, que ribomba nos céus e arromba suas portas. É por ali que entram as almas!
 
Vemos hoje milhares de pessoas, vivas, criaturas humanas, de carne e osso, frágeis, simples, de todas as classes sociais, sendo preparadas com dons especiais por Deus, tudo para esta última batalha. E virá da fidelidade, do acreditar, da humildade, da oração, da vivência amorosa dos Sacramentos, uma cada vez maior profusão de dons, que levará estes vivos a atuar no meio dos milhares de mortos da alma, especialmente na hora do grande acordar deles, que se dará quando o homem estiver a um passo do abismo.
 
Está dito que “corpos se elevarão” nos ares, homens, mulheres e crianças serão levados para outros lugares onde Deus os quer ver atuando. Está dito que milhares de sacerdotes hoje já no Céu e glorificados retornarão à terra para a última batalha dos tempos finais. Está dito que os santos e anjos se tornarão visíveis, também Nossa Senhora, todos em luta contra a fera que saiu do abismo. Tudo isso acontecerá quando Deus obrigar, que a fera, a besta nefanda, e os demônios que a servem e mesmo dominam mostrem também sua face horrenda aos homens, especialmente aos que neles não acreditam. Duvido que muitos homens seguirão aos demônios, depois de lhes observarem o verdadeiro aspecto. Duvido que não quererão ser anjos, depois de lhes verem a magnificência.  
 
Tudo isso consta de profecias, de mensagens e das Escrituras. Na hora final veremos quem tem realmente força e quem é um reles escravo. Na hora final veremos quem tem a verdadeira força, se o exército da besta, formado de milhões de jovens soldados, com um aparato militar capaz de explodir o planeta mil vezes, ou se um singelo bando de rezadores, de rosário em punho. Eu vos garanto, antes que eles tenham condições de dar o primeiro tiro, já terão sido aniquilados pela força orante dos que “choram e gemem” à espera da libertação. Deus não se dobra diante de nenhum exército belicoso, mas se verga até os eflúvios de ternura, diante de uma alma que grita: Ave Maria!
 
Meus amigos é ali que está a verdadeira força. É este o verdadeiro e único poder que Deus reconhece, porque vem Dele, é ligado a Ele, e quem estiver unido a Ele vencerá sempre, e jamais será derrotado ou confundido. O fato é que o homem já cometeu todo tipo de loucura de que uma mente pode imaginar. E a pergunta que se faz é: que falta ainda ele fazer, para que se confirme a insanidade coletiva?
 
De fato, hoje multidões exigem andar nuas em praça pública como um direito, e grupos nefastos partem já para exigir o direito de manter relações homossexuais diante de todos, isso quando são tão horripilantes que nem os demônios as conseguem presenciar. Em todo mundo passam as leis que permitem a bestialidade – sexo com animais – e já vemos partidos se formando exigindo por lei o direito de seviciar crianças, a partir dos dois anos. No outro lado do mundo, os restaurantes chineses já servem fetos humanos em seus hediondos restaurantes e os cérebros podem ser comprados nos supermercados como uma iguaria requintada.
 
Ainda mais, no campo da ciência, os experimentos com a espiral da vida, a manipulação do DNA, estão permitindo a geração de monstros hediondos, de criaturas sem alma, de seres aberrantes, entrando num terreno onde somente Deus conhece a essência. Este comportamento aberrante está para gerar seres incontroláveis, desde bactérias geradoras de doenças gravíssimas, até seres incontroláveis que virão em prejuízo da humanidade. O que se dará quando alguns laboratórios do mundo perderem o controle dos seres que criaram, e for rompida a sua segurança, é algo que nem a ficção científica será capaz de prever. Tudo isso se voltará contra os seus criadores e os devorará.
 
A maior mentira que os meios “científicos” tentam nos impingir é a de que a células tronco, extraídas de embriões, podem ajudar a repor órgãos de qualquer pessoa. Isso é uma mentira deslavada, porque na essência da vida de cada ser, existe um componente que é único daquela mesma criatura. As células tronco, capazes de revitalizar órgãos de uma pessoa, são somente as extraídas dela mesma. Primeiro porque, vindo de outros, sempre o organismo irá rejeitar o novo órgão como corpo estranho, e segundo cada um tem a dimensão perfeita de parte daquele corpo, uma não serve para a outra.
 
Além disso, existe sempre a possibilidade do crescimento incontrolável deste órgão, porque as células não reconhecerão a ordem de parar de fazer crescer, uma vez que não pertencem àquele corpo. Deus, quando faz uma criatura, a projeta de forma que seja única, e isso se vê pelas faces: nunca existiram dois homens ou mulheres absolutamente iguais. Digamos que uma pessoa tenha perdido o osso da canela, e se faça uso das células tronco, extraídas de um embrião – não se sabe se homem ou mulher – e se “mande” elas gerarem um novo osso. Ora, elas não contêm em si a ordem de criar um novo osso que preencha aquele espaço com exatidão, e mente quem diz o contrário.
 
 Assim, o que se vê é que em tudo a ciência tenta afrontar a Deus. Os homens querem ser os deuses criadores de si mesmo, e neste frenesi de loucura estão gerando monstros. E na verdade, mesmo que vivam milhões de anos nesta corrida louca, jamais criarão algo vivo em perfeição, porque é infinita a combinação que gera um ser perfeito, e nesta dimensão somente Deus penetra. E assim, porque o homem afronta e mexe na vida, porque o homem quer se adonar dos princípios divinos, em breve a espada de Deus cortará os fios da ponte do abismo. Sim, em baixo está a rede do amor de Deus, ai de quem a furar com o peso de seus pecados. E atenção: todos nós estamos na mesma ponte! 
 


www.recadosaarao.com.br

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.945.023
Visitas Únicas Hoje: 657
Usuários Online: 319