Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.452.635 Visitas Únicas Hoje: 1.293
Usuários Online: 328
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar em PDF






Visto: 1690 - Impresso: 98 - Enviado: 16 - Salvo em Word: 36
Postado em: 09/06/10 às 08:53:45 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5402
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Durante todos estes anos acompanhando os sinais dos tempos e lendo as mensagens dos profetas atuais, pude perceber um fato que se torna regra: todas as pessoas que hoje levam uma vida de oração e fé, especialmente as que rezam em família, estas não temem nada a respeito do futuro, mesmo que a cada dia novos avisos de Deus troem. E entre os que acompanham as mensagens ao Movimento Salvai Almas, sente-se uma valentia ímpar, sinal de que rezam e muito, como bem o demonstra a adesão a campanha das 33 milhões de Ave Maria. Que tem sido maravilhosa!

Desde que comecei a ler estas mensagens apocalípticas e a pesquisar na Bíblia, sempre me chamou a atenção a insistência com que Deus nos pede para não termos medo. Mas quem não deve ter medo? Apenas quem está ligado Nele! Não se vá pensar que eu posso levar uma vida de celerado achando que não preciso temer sequer a Justiça divina. O fato é que já agora se pode perceber a atuação divina sobre os verdadeiros filhos, e o fato de não temer o futuro é o primeiro exemplo.
 
Eu não saí a campo – como quem sabe seria bom – para ouvir as histórias que aconteceram na catástrofe da região de Blumenau, falo de histórias de proteção de um lado, e da falta dela de outro. Já mencionei aqui o fato que me foi contado por um amigo, funcionário da Editora que cuida de nossos livros. Num lançante de rua próxima da casa dele, de um lado os moradores costumavam se reunir, alguns dias por semana, indo de casa em casa rezando o terço nas famílias. No outro lado não havia este costume. Pois bem, o lado que não rezava, desceu em peso como efeito de dominó, enquanto o outro inteiro ficou ileso. Dirão que foi por acaso?
 
Nós mencionamos os filhos do Cláudio, que estavam no meio da catástrofe. Mas vejam, quando estávamos em viagem no Paraná, rezando e alheios ao que se passava aqui, já São Miguel nos disse que o Pai estava cuidando de todos os nossos filhos, que nós não precisávamos nos preocupar. Quando já aqui, depois de saber que todos estavam bem, já o Cláudio me falou que sim, seus filhos escaparam bem, mas lembrou que infelizmente, como a maioria de nossos filhos, eles mesmos não rezam. E como muitos são pais e mães de família, nem mereceriam a ajuda e a proteção divina, se não rezam.
 
Alguns nos questionaram assim: se o seu Cláudio reza tanto, como é que Deus permitiu que eles fossem atingidos? Mas vejam: já há tempos a Mãezinha lhe falou: você não é diferente, nem mais do que ninguém. E o mesmo acontece com todos nós! Não somos nada diferentes dos demais, nem nossos filhos merecem proteção especial apenas porque estamos aqui, mais na frente da linha. Entretanto, o bom Deus, na sua misericórdia infinita, se compadece e vem em auxílio de todos os que O invocam. E a primeira lição que se tira disso é: se aqueles que rezam forem atingidos na parte física, não o são no ânimo de lutar e continuar a batalha. O que não acontece com quem não reza.
 
Assim, dos filhos dele atingidos se pode explicar em poucas palavras: O primeiro, que mora numa rua de encosta, teve acima deles três casas que desabaram, a dele não. O que é inexplicável. O segundo teve 15 casas ao redor em ruínas, a dele não, pois mesmo condenada pela defesa civil, permaneceu em pé, o que é inexplicável. A outra, que mora rente a um alto barranco com muro, viu este desabar. Mas pasmem, ao invés de cair em placa sobre a casa e esmagá-la, caiu de bico, sobre a casa de outra pessoa. Inexplicável. Da mesma forma outro amigo nosso muito ligado ao Movimento, que mora exatamente na área mais prejudicada. Sua casa fica rente a um barranco, e naquela região não houve um só que não desabasse. Menos o dele! E casas foram parar a centenas de metros longe do local original e contam que naquela noite as montanhas uivavam, as florestas estalavam e um dos irmãos dele passou a noite inteira fugindo pela mata fechada.
 
Bem, as árvores que desabaram sobre outras casas, a esta do nosso amigo protegeram. A avalanche estancou de súbito, a poucos metros da casa. Inexplicável! Sua esposa, no dia seguinte foi observar do alto de uma colina para ver o desastre que havia acontecido na região, e pasmem, logo um tempinho depois de sair dali, ela soube que o local exato de onde ela ficara observando, desmoronou vale abaixo. Quem explica? Deus explica, a Ele se tributa todas estas coisas. Sim, há muitas mais! Que são sinais!
 
Coloco estas coisas em mini escala, para dizer que a mesma coisa acontecerá adiante em larga escala, com aqueles que rezam, e principalmente que rezam em família. Ainda há pouco coloquei no site um artigo de outro autor sobre as novelas da TV, e lhes posso dizer uma coisa, que servirá como profecia, se não se cumprir, eu dou a mão à palmatória. Todas as famílias que, doravante, largarem as novelas da TV, e pegarem seu Terço para rezarem juntos, unidos como numa corrente de fé, terão proteção total de Deus. Quem promete isso é Nossa Senhora e ela não engana jamais. Quem preferir não escutar e continuar com as imundícias terá como socorro a imundícia.
 
Deixando esta parte, vamos olhar um pouco para o mundo, como tem andado. Como nós já havíamos predito, aos poucos as coisas se assentam e os países voltam à normalidade, que, entretanto é no fundo anormal. As notícias dão conta de que milhares de empresas, em todo mundo, perderam completamente a competitividade e vão aos poucos à lona. Da mesma forma, e mais perigosamente, os países chocam ovos de serpente. Os Estados Unidos gastaram mais de 10 trilhões de dólares para manter vivos, bancos e montadoras de carros, evitando uma falência em cascata que já agora teria colocado o mundo na lona.
 
Entretanto, Deus é o Senhor dos tempos e das datas. Somente Ele sabe o momento certo de soltar os freios do inferno, e faz isso de certa forma brincando com os demônios. Ele dá corda e mais corda para que se enforquem e se enrolem cada vez mais. Os demônios e os homens que autorizam a ação deles. Logo, porém, o Senhor do Senhor haverá de liberar a matilha infernal, para que dê ao homem aquilo que ele tem buscado cada vez com maior afinco e desejo: livrar-se de Deus! Ver-se livre para poder pecar à vontade, morrer de tanto pecar, de tanto ser livre das amarras que o prendem ao Eterno. O homem provará, por algum tempo, o que significa viver sem Deus, num mundo quase sem Ele. O homem sentirá o que significa autorizar o inferno a agir em seu nome.
 
Sofrerão os bons junto, até por estes terem amado pouco, feito pouco e deixado de agir no momento certo, com orações, suplicas e jejuns, porque a grande batalha é dos espíritos. A luta visível entre as facções humanas beligerantes é apenas uma centelha da grande explosão dos ares, onde as forças infernais são mantidas em freios pelos anjos ligados em Deus. Ai do mundo quando Deus permitir romper-se a cerca do abismo, onde estão encerradas as maiores pestilências diabólicas que existem no Universo.
 
Como está escrito em Apocalipse 9, 1 O quinto anjo tocou a trombeta. Vi então uma estrela cair do céu na terra, e foi-lhe dada a chave do poço do abismo; 2 ela o abriu e saiu do poço uma fumaça como a de uma grande fornalha. O sol e o ar obscureceram-se com a fumaça do poço. 3 Da fumaça saíram gafanhotos pela terra, e foi-lhes dado poder semelhante ao dos escorpiões da terra. 4 Mas foi-lhes dito que não causassem dano à erva, verdura, ou árvore alguma, mas somente aos homens que não têm o selo de Deus na fronte. 5 Foi-lhes ordenado que não os matassem, mas os afligissem por cinco meses. Seu tormento era como o da picada do escorpião. 6 Naqueles dias, os homens buscarão a morte e não a conseguirão; desejarão morrer, e a morte fugirá deles.
 
De fato, dentro do inferno existem milhares de demônios que jamais pisaram na terra, e que estão encarcerados nas profundezas abissais desde o início dos tempos. Estes seres repelentes impregnam em si uma contaminação tão assombrosa, que a simples presença deles em certos ambientes terrenos, provocará nos homens as doenças mais pavorosas. Isso consta das Escrituras, e, portanto se cumprirá. O Apocalipse fala que são cinco meses de ação deles, e verdade é que, se fosse mais que isso, as criaturas humanas não iriam suportar. Será, pois, algo assombroso, eis porque o Céu nos pede agora nas casas, estes sacramentais preciosos, Óleo de São Rafael, terços, escapulários e outros.
 
O Apocalipse revela que serão afligidos em especial aqueles que se entregam hoje aos anjos do abismo. Mas que em contrapartida terão proteção aqueles que estiverem em Deus. Rezando em família! É tempo, pois e empreender todos os esforços no sentido de prover os lares, as pessoas e as famílias, com todos os objetos de bênção possíveis, porque eles inibem e inibirão a ação dos espíritos infernais. Servem, porém, para quem acredita neles, para quem reza em família, e quem confia na providência divina. Avante, pois, nas campanhas porque elas atrairão infindáveis bênçãos. Para quem acredita!
 
Falando em proteção, muitas pessoas me escreveram perguntando se a atual crise entre Israel e os palestinos da Faixa de Gaza já é o inicio do Armagedom. A todos digo: é mais uma escaramuça entre tantas, uma rusga que de certa forma é contínua, mas que não é – ainda – sequer o início da explosão que esperamos. Como acima expliquei: tudo isso na verdade visa atiçar os demônios das nações! Visa exacerbar o ânimo dos povos belicosos, em especial os de Alá, que não encontram sossego senão na morte de todos os que não crêem naquilo que eles acreditam. Deus, o Senhor, brinca com todos eles, enfurece-os ao extremo, faz atrair a ira do mundo contra seu povo. Mas haverá a proteção...
 
Vejam que, através dos tempos, fruto do anátema os judeus têm sido atacados de todas as formas, e feridos de todas as maldições, expurgos, expulsões, massacres, genocídios e assim sofrido dores sem fim. Depois da diáspora, a dispersão deles pelo mundo, este povo nunca mais teve sossego. Naturalmente que, também judeus, e também pessoas usando o nome deles, pelos tempos cometeram crimes dos mais infames, provocado sedições, intrigas sem fim, e até guerras entre os povos, eis porque atraem sobre si continuamente a ira das nações. Há, porém que diferenciar um povo que quer a paz, e aqueles que querem a guerra. Há os que são judeus de fato, e aqueles que dizem ser e não são e sim uma sinagoga de satanás.
 
 E de fato, qualquer pessoa com mínimo de conhecimento histórico sabe que existe um complô mundial, que tem na base e falso judaísmo – a sinagoga de satã – que busca dominar o mundo, e impor sobre ele uma escravidão eterna. Estas pessoas buscam, de fato, colocar no comando do mundo um “nobre filho da santa estirpe de Davi”, que nada mais é que um demônio humano chamado anticristo. Mas o povo que se diz judeu, mas não é e está por trás disso, os verdadeiros descendentes de Caifás e Anás, daquele Sinédrio podre dos tempos de Jesus, estes não terão proteção, e sim seu destino é o lago de fogo, como bem o predizem as Escrituras.
 
Agora pergunto: quem não ficará chocado, esmagado mesmo, vendo crianças serem trucidadas pelos ataques israelenses sobre os povos da faixa de Gaza? Vendo civis sendo atingidos por tiros e bombas? Isso somente faz explodir os ânimos as pessoas, e sem dúvida a guerra chama a guerra. Por outro lado, se os palestinos que lá vivem sabem do poderio do exército israelense e da sanha maligna de muitos que o comandam, por que não param de atirar foguetes e bombas sobre o país vizinho? Não será como um rato que vive a querer esgrimir com os bigodes do gato? Se o povo de Gaza não consegue controlar seus próprios extremistas, como quererá que Israel não responda com vigor? Agora falam em ataque desproporcional. Nem o ataque, nem o revide! Deus não é favor da guerra e por isso exterminará os belicosos de ambos os lados. E há sim, maus, de ambos os lados!
 
Porém existe um povo santo – e penso que os há em Israel como em Gaza, como espalhados pelo mundo inteiro – escolhido da verdadeira estirpe de Davi, com o qual o Senhor Deus fez uma aliança, como está escrito em Isaias 52, 3 Porque eis o que diz o Senhor: vós fostes vendidos gratuitamente e sereis resgatados sem pagamento. E no Salmo 88, 4 Concluí, dizeis vós, uma aliança com o meu eleito; liguei-me por juramento a Davi, meu servo. 5 Conservarei tua linhagem para sempre, manterei teu trono em todas as gerações... 19 pois no Senhor está o nosso escudo, e nosso rei no Santo de Israel. E este povo eleito, somente o Pai sabe distinguir entre o sangue das multidões!
 
E só a este povo Deus continua prometendo a salvação, como está em Isaías 45, 17 Israel obterá do Senhor uma salvação eterna, sem confusão nem vergonha, até o fim dos tempos. Ou em Isaias 60, 4 Levanta os olhos e olha à tua volta: todos se reúnem para vir a ti; teus filhos chegam de longe, e tuas filhas são transportadas à garupa. Ou em Oséias, 2, 21 Desposar-te-ei para sempre, desposar-te-ei conforme a justiça e o direito, com benevolência e ternura. De fato, quase se precisaria colocar aqui meia Bíblia para mostrar a todos que existe uma diferença entre ser filho ou não filho de Deus. Entre ser filho de Amor, ou bastardo do ódio! E Deus somente tem uma aliança, com o SEU POVO, com os descendentes de Abraão, com a casa de Jacó, e com os descendentes de Davi. E eles não moram somente em Israel, mas se espalham pelo mundo, inclusive entre os palestinos!
 
Resumindo, coisas como estes ataques atuais de Israel sobre o povo de Gaza, apenas incitam a guerra e deve acontecer em breve a retirada do apoio dos EUA a favor de Israel, como tem acontecido desde sua fundação. Ou seja: enquanto aquela nação poderosa defender Israel, nenhum outro país se sentirá tentado a invadi-lo. Mas este quadro está para mudar, e penso que mudará com este Obama. Somente então os exércitos do anticristo se sentirão livres para tentarem exterminar da terra, todos os vestígios de Israel, não somente isso, vestígios da passagem de Jesus na terra. O alvo primeiro da ira satânica destes povos é na verdade Jesus Cristo. Que acontecerá então?
 
Observem o que diz o profeta Ezequiel em 38, 9 Levantar-te-ás como uma tempestade, tu e a multidão das tropas de povos diversos que te acompanham, como uma nuvem de tempestade para cobrir a terra. 10 Eis o que diz o Senhor Javé: naquele dia, projetos nascerão em teu coração, e conceberás desígnios perversos. 11 Vou atacar, dirás tu, uma terra indefesa, gente pacífica, que vive tranquilamente em cidades sem muralhas, sem portas, sem ferrolhos. 12 Irás, pois, ali pilhar, para fazer despojo, para pôr a mão sobre essas ruínas agora repovoadas, sobre uma população recolhida dentre pagãos, que, residindo no umbigo da terra, se ocupa agora com a criação e o comércio.
 
E continua o vaticínio em 38, 13 ... é para pilhar que vens tu? É para fazer espólio que reuniste as tuas hordas..? 14 Eis por que, ó filho do homem, proferirás contra Gog o oráculo seguinte: eis o que diz o Senhor Javé: não é acaso naquele dia, quando o meu povo de Israel habitar sua terra com toda a segurança, que tu te meterás em agitação? 15 Virás de tua terra, dos confins do norte, seguido de teu poderoso exército, tua horda imensa de cavaleiros. 16 Atacarás o meu povo de Israel como uma nuvem de tempestade que vem cobrir a terra. Serão todos os povos muçulmanos, os chineses e indianos entre outros. Para isso já hoje, estes países se armam até os dentes. É dali que sairá então a centelha que acenderá a 3ª Guerra mundial.
 
Isso acontecerá no decorrer dos tempos: eu te farei vir contra a minha terra, a fim de que as nações aprendam a conhecer-me, quando sob meus olhares, ó Gog, eu tiver manifestado a minha santidade pela maneira como eu te tratar. 17 Eis o que diz o Senhor Javé: tu és aquele de quem falei outrora por intermédio dos meus servidores, os profetas de Israel, que, naquele tempo, durante anos, predisseram que eu te enviaria contra eles. 18 Naquele dia futuro, o dia em que Gog penetrar no solo de Israel - oráculo do Senhor Javé -, o furor me subirá ao nariz. 19 Na explosão de meu ciúme e na exasperação de minha raiva, eu o afirmo, naquele dia, eu o juro, haverá terrível abalo na terra de Israel.
 
Como se vê, haverá sobre as terras de Israel, nalgum dia futuro, mas próximo – porque nunca houve nada disso antes – um terrível assalto, com milhões de soldados, vindos de muitas nações. Seu objetivo é arrasar Israel. Como sempre tenho dito: mais fácil para eliminar aquela nação seria lançar sobre ele algumas bombas atômicas, entretanto se eles fizerem isso, matarão milhões de jordanianos, sírios, árabes, egípcios, libaneses, turcos e claro, palestinos. Há que haver então, uma apavorante invasão por terra. São os exércitos do anticristo, para que se cumpra o Armagedom. Eles, porém, não sabem o que lhes irá acontecer, ou se sabem, não ligam, se ligam, não fazem conta. Mas deveriam ler o que diz...
 
O profeta Zacarias em 14 1 Eis que vem o dia do Senhor... 2 Juntarei todas as nações ao redor de Jerusalém... 3 Então sairá o Senhor e pelejará contra aquelas nações: ele combaterá como (o sabe) fazer em tempo de guerra. 12 Eis a praga com que o Senhor vai ferir todos os povos que atacaram Jerusalém: apodrecerá sua carne, estando eles ainda de pé; seus olhos apodrecerão dentro de suas órbitas, e apodrecer-lhes-á a língua dentro da boca... 13 Naquele dia o Senhor semeará o pânico no meio deles, de sorte que se atacarão mutuamente, e levantarão as mãos uns contra os outros. 14 Também Judá combaterá em Jerusalém...  Pois como está em Jeremias 51, 20 És para mim um martelo, uma arma de guerra. Por teu intermédio esmago nações, aniquilo reinos...
 
E para vocês terem uma idéia de quantos milhões de homens perderão a vida sobre aquelas terras, ouçam o que diz o profeta Ezequiel, em 39 11 Naquele dia, assinalarei a Gog o local da sepultura em Israel, o vale dos viandantes, a oriente do mar, que tapará o caminho aos passantes.... 12 Os israelitas gastarão sete meses para enterrá-los e para limpar a terra. 13 Todas as gentes da terra trabalharão nessa sepultura e hão de orgulhar-se do dia em que eu manifestar a minha glória - oráculo do Senhor Javé. 14 Designar-se-ão homens encarregados de percorrer continuamente a terra para a limparem, enterrando os cadáveres que ficarem distendidos pelo solo: essa procura durará sete meses.
 
Eis, então o alerta aos maus governantes do mundo, eles que acolherão de satã o convite para invadirem Israel, como está em Ezequiel 39, 1 E tu, filho do homem, profetiza contra Gog nestes termos: eis o que diz o Senhor Javé: é contra ti que venho, Gog, príncipe soberano de Mosoc e de Tubal. 2 Eu te vou fazer ir e vir, eu te conduzirei, eu te transportarei dos confins do norte contra as montanhas de Israel. 3 De tua mão esquerda escapará teu arco, que eu quebrarei, e de tua mão direita farei cair tuas flechas. O fato é que, sendo um país diminuto, não há como usar com perfeição as máquinas, canhões e tanques de guerra, de modo que não é difícil prever, logo os exércitos invasores estarão se atirando contra si mesmos, e se exterminarão por si só. Claro, dali a guerra depois se irá estender pelo resto do mundo, especialmente Ásia e Europa. Ai da Europa!
 
Como prevê Ezequiel que continua assim: 4 Tombarás sobre os montes de Israel, com tuas tropas e as hordas que te seguirem. Dar-te-ei por pasto às aves de rapina, aos voláteis de toda espécie e às feras. 5 Serás estirado na terra, porquanto eu disse - oráculo do Senhor Javé. 6 Expedirei fogo a Magog e entre aqueles que ocupam tranquilamente as praias marinhas; eles saberão que sou eu o Senhor. 7 Farei assim conhecer meu santo nome no meio do meu povo de Israel, sem mais deixá-lo profanar. As nações saberão assim que sou eu o Senhor, santo em Israel. 8 Ora, eis o que irá suceder, e isso está próximo - oráculo do Senhor Javé -, eis o dia que eu havia predito. 
  
Óbvio que o pequeno Israel tem um poderoso exército, com armas moderníssimas, e com muitas esquadrilhas de aviões e os pilotos mais bem treinados do mundo. Mas ninguém pode ser tolo ao ponto de julgar que, eles sozinhos haverão de se defender dos ataques de dezenas de nações conjugadas, como todo o poderio de seus exércitos. O fato é que Deus prometeu proteger o seu povo, com o qual fez uma aliança eterna. E em embora este mesmo povo nem sempre tenha merecido a proteção divina, Deus nunca falhou com ele, e não será agora que deixará de fazê-lo. Acreditem: isso acontecerá em breve, em dois ou três anos! Os sinais disso são evidentes, o ódio do mundo se exacerba contra Israel.
 
Não duvidem, pois, que Deus mesmo intervenha na batalha, que faça chover fogo dos céus sobre os exércitos invasores, de modo que serão dizimados em seus armamentos e ceifados em milhares de pobres soldados. Lúcifer, que os comanda, quer extirpar o nome de Deus da face da terra. E enquanto Israel existir, com todos os sinais de Deus, que ali existem, sempre a espada estará pendente sobre ele. Que buscará eliminar tudo aquilo que lembre a passagem de Jesus na terra. E Israel vencerá, mais um sinal dos tempos, sinal este que começará a acender neles a centelha da conversão! O reconhecimento de que Deus é com ele, especialmente de que Jesus é o Messias.
 
Porque então, como está em Zacarias12 8 Naquele dia, o Senhor protegerá os habitantes de Jerusalém; o mais fraco dentre eles será valente como Davi, e a casa de Davi surgirá como Deus, como um anjo do Senhor. 9 Naquele dia, procurarei exterminar todo o povo que vier contra Jerusalém. 10 Suscitarei sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém um espírito de boa vontade e de prece, e eles voltarão os seus olhos para mim. Farão lamentações sobre aquele que traspassaram, como se fosse um filho único; chorá-lo-ão amargamente como se chora um primogênito!
 
E ainda, como o profeta havia dito em 12 5 Os chefes de Judá reconhecerão em seu coração que a força dos habitantes de Jerusalém está em seu Deus, o Senhor dos exércitos. 6 Naquele dia, farei dos chefes de Judá como que um braseiro ardente sobre um monte de lenha, uma tocha acesa no meio dos feixes: devorarão à direita e à esquerda todos os povos da vizinhança, enquanto Jerusalém permanecerá firme e estável.
 
Marquem, pois isso e bem claramente: infelizmente os palestinos jamais terão sua terra, seu país. Eu sei que sofrem os pequeninos, os velhos e as crianças dali. Mas a verdade é que o fermento do ódio que existe em muitos deles, já os cega por completo. Primeiro, foi imprudência querer construir ali uma nação, e povoar aquele deserto com tanta gente. No mundo, inclusive no mundo árabe, havia terra para todos, e sendo um povo ordeiro, outras nações os poderiam acolher. Na verdade não dará tempo para isso: vem o caos bem antes, e eles estarão no meio do caldeirão fervente. Se hoje estes infelizes povos clamam pelo fim dos ataques, acreditem, há um horror mil vezes maior que deles se aproxima. Em alta velocidade! Como será então? Já agora choro por seus filhos!
 
Assim eu apelo: Você que reza, que tem sido acordado para os finais dos tempos, você que percebe o avanço do mal, que sente que tudo desaba, certamente se sentirá intranqüilo e temeroso diante destes acontecimentos. Lembre, porém, que haverá proteção para os filhos, os que querem a santidade de vida já hoje, que anseiam pela paz no Amor de Deus. Não haverá, entretanto, paz para os beligerantes e belicosos: seja de que lado ou raça for! Não haverá paz para os senhores da guerra, tenham lá o poder de fogo que tenham. Reze então, para que em seu sangue esteja impressa a marca de Deus. Entre estes estarão os remidos! Os que irão povoar a Nova Terra, conforme a promessa do Altíssimo!
 
E não julguem a Deus, por não ter acolhido os não filhos. Na verdade foram eles que decididamente rejeitaram a filiação divina. Os povos de Alá, já tiveram mais de 1300 anos para acolherem a Jesus! Os povos de Buda tiveram mais tempo ainda! Os povos da Índia e de Ganesh preferem aos elefantes como seu deus e senhor de seus destinos. E embora todos os esforços de evangelização – por milênios afora – nenhum deles quis saber da verdade ou do Deus verdadeiro, antes luta ainda e mata, a quem não aceita seus deuses de pau e seus animais de adoração. O batismo os tornaria filhos e herdeiros, mas querem a morte e permanecer bastardos. Então seu fim chega! E não tarda! Falo de TODOS eles!
 
Mas também milhões de israelenses sofrerão. Milhões morrerão! É imensa a ira Deus contra os belicosos! Que têm apenas alguns meses para a conversão! Porque então virá a falência completa das elites, no rastro dela a falência do mundo, e no caos disso tudo se apresentará o anticristo. Então virá a guerra! E o fim dos que não amam!... E Jesus para nos julgar, amando ou não! (Aarão)
 
PS: No final, sobrarão apenas os que querem ser santos, retirados dentre os judeus israelenses, dentre os judeus palestinos, dentre os judeus alemães, dentre os judeus americanos, dentre os judeus brasileiros, dentre os judeus de todos os países, inclusive judeus africanos e asiáticos. Sobrará uma semente, da casa de Jacó! Está em Apocalipse 7. Qual a sua tribo?

 
 


www.recadosaarao.com.br











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 09/06/10 às 08:53:45 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES