FLORES EXUBERANTES
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.132.028
Visitas Únicas Hoje: 534
Usuários Online: 122
Sistema de Busca

 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1711 - Impresso: 40 - Enviado: 17 - Salvo em Word: 31
Postado em: 26/07/10 às 21:47:58 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5777
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Na verdade o título completo é: “flores exuberantes do mal”. Melhor dizendo são aquelas coisas que nos são apresentadas pelo demônio como coisas lindas, maravilhosas e absolutamente indispensáveis, mas que não passam de desvios, de futilidades absurdas e em grande parte completamente imprestáveis. Quero dizer: não servem para nada, antes servem para desviar a atenção dos católicos – para eles que falo em especial – daquilo que realmente é importante, real, de valor, indispensável para vida e a eternidade.

São, então, proposições de satanás, que, entretanto ganharam corpo nestes últimos anos, e fazem parte do cotidiano das pessoas. Muitos convivem com isso diariamente, sem se darem conta do vazio que elas trazem e do vazio para o qual conduzem. Claro que em alguns casos há sentido, desde que não se siga o abismo para o qual o diabo, na verdade, quer conduzir as pessoas. É preciso ter muito cuidado com o que se lida para não fazer da nossa vida um vazio. Para não chegarmos diante do Juiz, na eternidade, e pensando estarmos de mãos cheias, quando temos apenas vento. De fato, muitos pensam estar fazendo grande coisa em sua vida, quando estão vazios.

Vamos citar alguns exemplos de futilidades, tentando enquadrá-las não no sentido que podem ter de bom, mas no sentido para o qual satanás pretende desviar nossa vida e nossa atenção.

Arte > Aqui eu incluo tudo o que diz respeito a este assunto, em especial a pintura. Noutro dia soube por notícia que roubaram alguns quadros do MASP, nem sei por que foram atrás daquilo, mas acharam e prenderam os bandidos. Agora, na Europa, um novo roubo de telas, chega à conta de 300 milhões. Dizem que valem estes milhões, mas de fato valem apenas alguns trocados. É como um balão de vento, e pensei até que... Nem vou dizer para aquilo para o qual elas nem servem. Tudo isso é loucura, não tem valor de duração nem conta para a eternidade.

Trata-se de mais um artifício da besta para lucrar alucinadamente, hipervalorizando quase quinquilharias, e enganar milhares que visitam estas exposições fúteis. O homem pode viver muito bem sem estas “obras” de arte, a maioria delas realmente repulsiva. E se é algo repelente, não vem de Deus, mas exatamente do maligno. A prova disso – aqueles que nos acompanham no Movimento entendem – é que certa vez coloquei uma série de nomes de pintores famosos em oração, e todos haviam se perdido. De fato, muitos dos artistas, criadores destas obras “de arte”, são tomados por demônios, eles os verdadeiros “artistas” e “psico-grafadores” por trás, pois lhes tomam os corpos.

Cultura > Muito se escuta nas propagandas que devemos adquirir cultura, que é preciso conhecermos da história, dos fatos que fizeram a vida dos povos. Eu até poderia concordar com isso, desde que a história contada, o fosse, nos moldes da Bíblia, onde se conta a saga do povo de Deus. De fato, contar a história dos povos, quase sempre quer dizer ouvir as fantasias e as mentiras dos vencedores, daqueles que sobrepujaram aos outros em domínio, muitas vezes com tirania, roubo, opressão, assassinatos em massa e toda sorte de crime inominável. E isso na maioria das vezes é esocndido!

De que adianta você se encher de mentiras, de coisas que não te enlevam e conduzem pela verdade, coisas que fazem a história dos demônios e não de Deus? Que vantagem há em passar tempos e anos esfalfando-se em adquirir cultura, visitar museus, se tudo isso não lhe compra o passaporte para o eterno, antes te faz perder o avião celeste? É a besta que quer você se enchendo de tolices, e coisas inúteis. Quer ver você perdendo o tempo em coisas vazias, quando poderia estar com a família, rezando e cuidando da alma.

Conhecimento > Falando em conhecimento, este é outro campo onde satanás atua com toda esperteza, na ânsia de encher a cabeças dos homens de vento e vazio. Isso em parte tem a ver com a cultura, entretanto o conhecimento que satanás pede é de tudo aquilo que é inútil para a vida. Importante para você sim, é conhecer os aspectos ligados à sua profissão, os conhecimentos práticos para a vida na terra, desde que tudo isso venha no fulcro do conhecimento da verdade que liberta e conduz para a eternidade feliz. Caso contrário nem isso terá sentido, porque ensinará a terra não o infinito. A imensa maioria do conhecimento que nossos filhos são obrigados a aprender na história é inútil, e nunca será usado para nada.

O que a besta propõe é o conhecimento inútil, aquele que torna uma pessoa muito ciosa de si mesma, porque sabe o nome das estrelas e das constelações, ou porque sabe a distância entre a terra e a lua, mas desconhece o valor de uma alma. Sabe do periférico, mas esquece do principal. De que adianta eu saber quantas espécies animais existem no planeta, se não consigo atinar com as mais elementares verdades ligadas ao homem, como o fato de ele ter uma alma imortal, e de ter que prestar conta dela a Deus? De fato, em grande parte o conhecimento que é proposto ao homem, é exatamente aquele que o afasta mais e mais de Deus. Chama-se isso, conhecimento inútil. Coisas que a vanglória faz bom uso para se estufar diante dos homens. Fazem centenas de cursos durante a vida mal sabendo que algumas aulas de catequese santa lhe valeriam mil vezes mais.

Leitura > Vemos aí a televisão insistindo na leitura, obrigando a pessoas a lerem mais e mais títulos, e fazem isso como se fosse um crime não ler. Sim é importante ler, mas tudo depende do tipo de leitura que fazemos. O fato é que a maioria das leituras que estão por aí realmente servem apenas para emburrecer as pessoas, quando não distorcer suas mentes e perverter sua moral. Na realidade satanás age em todas as áreas e sabe muito bem quais autores devem estourar em vendas de livros, e quais devem permanecer no anonimato. Ele premiará certamente os “coelhos” que são magos, e as J.K.R que escrevem sobre bruxos Potter e feiticeiros.

Nos tempos de minha alienação, fui leitor de milhares de porcarias, que mais tarde vim a abominar. E o fiz, exatamente porque notei seu sentido alienante, de ficção e não realidade, tantas vezes ficção tendenciosa que visam alterar comportamentos e introduzir na sociedade, certos conceitos errados. Estes autores são premiados por satanás com poderosas editoras, tal que a bruxa autora do Harry Potter já acumulou um patrimônio superior a 1 bilhão de dólares com suas letras de feitiçaria. Se o seu filho está lendo e se prostituindo mentalmente com estas fantasias, saiba que ele corre um risco muito sério de ir pelo cominho eterno que a autora está seguindo. E este não é o Céu! Claro que ler livros bons é bom! Quais? Os que convertem e levam para Deus. Só estes!

Educação > Segue na mesma linha dos três itens anteriores, com uma conotação um pouco diferente. Qual é a educação proposta pela besta? Educação ética! Educação para uma falsa moral, destituída dos princípios eternos, que conduz para o mundo e não para Deus e a Verdade. Vejo por aí muita gente que se diz educada, que esconde diante dos outros seus sentimentos, que se camufla prodigiosamente diante dos outros, mas por trás tem dentes que mordem nas almas. Educar para a vida, para o respeito aos outros, para a liberdade conseqüente, tudo isso deve passar pela Catequese e deve ter a Lei de Deus como a base e síntese de tudo.

De fato, a educação que a sociedade moderna nos propõe é algo vazio e fingido, que fala muito em éticas e etiquetas, mas que serve apenas para nutrir e manter aparências. Não se trata de Educação amorosa, carinhosa, que se planta na alma como atributo que vem de Deus, mas algo fingido, que serve apenas para o trato social, porém afasta as pessoas de seu Criador. Vejo muito deste tipo de comportamento naqueles que se dizem ateus. Por frente se mostram uma vitrine de etiquetas, quando tudo isso é fingimento. Toda educação que não tiver o sentido de Deus e da verdade eterna, é terra e morrerá aqui.

Esporte > Naturalmente que o esporte é salutar é saudável é necessário e eu mesmo não deixo de praticar, sem o que já estaria tísico diante deste computador. O esporte que é negativo e não vem de Deus é aquele das competições exaltadas, das tentativas de ser mais e melhor, ser campeão, ter o primeiro lugar. Este tipo de esporte, ou o esporte direcionado neste sentido, não vem de Deus, não é querido por Ele, mas vem do inimigo e é somente ele que o incentiva. Esta busca incessante e alucinada de romper os próprios limites se sobrepujar os outros é algo que decididamente Deus não aprova.

Todo esporte de competição acirrada, demanda um perdedor que se sente esmagado pela derrota e sofre depois com o correr dos dias os efeitos perversos desta prática. Notem como a vida dos atletas é curta, na maioria dos esportes e o quanto acontece na vida deles de depressão e de quedas na vida, que podem desandar em drogas e alcoolismo e suicídio. Milhares destes atletas não sabem lidar com a fama e acabam caindo na vida, na depravação, e isso têm levado muitos à perda eterna, devido à idolatria a que se entregam como “astros” do esporte. Imaginam-se mesmo, como deuses!

Ademais, devido aos estafantes treinos e as inúmeras competições, muitos simplesmente não tiram mais tempo para a oração e para Deus. Além o mais, o dinheiro execrando que circula neste meio, é outra fonte de altas rendas da besta, que enquanto lucra bestifica a população. Não esqueçamos também o nefando uso de anabolizantes e substâncias proibidas, que tem levado a muitos óbitos de esportistas, além ser como uma trapaça com os oponentes. Tudo isso é maligno e não vem de Deus. Sim, porque com as transmissões pelo rádio e TV, os leigos, para assistirem, também se desligam de Deus.

Lazer > A indústria do lazer é também algo que tem formado maus comportamentos na humanidade, especialmente todo aquele que é programado, exatamente para evitar que as pessoas tenham tempo para pensarem na salvação eterna. O lazer é sem dúvida, necessário para todos nós, exatamente porque o ruído assustador deste mundo, e a pressão que ele exerce sobre todos nós, acabam esmagando as pessoas. E sem uma válvula de escape, logo elas sucumbem na depressão e no stress, especialmente porque hipervalorizam os aspectos mundanos, esquecendo-se da verdadeira paz.

Há um tipo de lazer, santo e saudável, que nem sempre é buscado: falo do lazer em família, dentro de um saudável relacionamento, coisa que faz aprofundar entre todos, os laços de camaradagem e companheirismo, especialmente quando tudo se faz num clima de ajuda, cada um tentando fazer o outro feliz. Este tipo de lazer familiar é sem dúvida bom, e Deus está sempre junto! Há, porém um tipo de lazer que hoje se faz terrível, aquele que desanda em bebedeiras, em glutonarias, que acabam prejudicando a saúde. Pior ainda é que, na maioria destes casos, isso é feito entre amigos e amigas, fato que tantas vezes contribui exatamente para a desagregação da família. Hoje, em grande parte, o lazer é direcionado para “matar” a Missa dominical, o que acaba “matando” a paz da família durante a semana.

Turismo > Na indústria do turismo está outro caminho que nem sempre é bom. O primeiro fato é que somente a classe privilegiada consegue viajar longe, para outros países, tudo isso quase sempre entre grandes excessos. Há um tipo de turismo que na verdade é pernicioso, quando tenta mostrar cara de bom. Falo especificamente do turismo religioso, quando é feito apenas para tirar fotos e contar vantagem, mas não brota de um real desejo de conversão. É exatamente por causa deste tipo de turismo pernicioso que a besta conseguiu transformar a maioria dos santuários marianos da terra em centros de comércio. Transformam a casa de Deus num covil de ladrões.

Assim, quando Deus esperava que destes locais de aparições se levantassem baluartes da fé e fontes portentosas de frutos eternos, em sua maioria hoje perderam aquela força de santidade, para se tornarem num mercantilismo que ofende a Deus. Com certeza, é devido a isso, que quando olhos os mapas do mundo, vejo que todos os grandes Santuários Marianos do mundo afundarão no mar. Bons tempos aqueles quando se faziam romarias virtuosas, com longas distâncias a pé, entre sofrimentos e privações. Hoje tudo é facilitado, e disso resultam poucos frutos.

Novelas > Este é sem dúvida um dos mais poderosos instrumentos nas mãos de satã, usado para perverter mentes, mudar comportamentos para o mal, destruir famílias e levar a destruição a toda a sociedade. Milhares de pessoas que assistem a estes tristes espetáculos deprimentes, não se dão conta de quanta desgraça elas já causaram em seus próprios lares. As novelas ensinam tudo, menos o que é bom. O que é bom, os personagens que são bons, estes são ridicularizados, e as pessoas santas são caricatas e vestidas de beaticie, quando não de estupidez. Os bons são desmoralizados!

Nas novelas se ensina a podridão moral, as seduções, as traições, os adultérios... Aos filhos ensina a rebeldia, a bebedeira, o namoro fora do tempo e o “ficar”, o sexo no primeiro encontro e com qualquer um. Lascívia, imoralidades, corrupção, crime, drogas e prostituição, tudo como o diabo gosta. E depois os pais, as mães ficam chorando quando os filhos se perdem, as filhas se prostituem... Quando os casais se separam por qualquer coisinha... Tudo entra nos lares pela telinha maldita, o ídolo do Apocalipse 13.

Preservação ambiental > Muitas vezes eu tenho me referido à ecologia e a preservação ambiental, e poderia parecer que eu seja contra isso. Não é bem assim! O que sou contra é o xiitismo obcecado, este verdadeiro fanatismo de quem chega ao cume da loucura, capaz de valorizar mais um animal do que a vida humana. Noutro dia uma senhora me falou que na localidade dela, os “ecologistas” estavam denunciando quem matava aquela lagarta venenosa, que já havia matado pessoa e posto outras no hospital entre dores tremendas.

Tudo bem que a humanidade deve cuidar do planeta, mas o verdadeiro combate à destruição não se faz preservando a flora e a fauna em si – que disso Deus cuida, e só Ele sabe cuidar – mas combatendo a ganância, a loucura do lucro sem limites, que envenena as terras, polui rios e fontes de água, e torna inviável a vida. Em nome da pressa em se tornar rico, o homem extrai rapidamente da terra todos os recursos, que Deus lhe havia reservado, e programado, para uso em séculos e milênios. Nada disso vem de Deus!

Hoje chegamos ao extremo absurdo, onde milhares de pessoas estão realmente achando que devemos desaparecer do planeta para dar lugar as “espécies em extinção”. Dizem que o ambiente natural pertencia a elas e nós o usurpamos, quando fomos criados juntos, apenas que foi para nós que Deus deu o comando de tudo. Não para estragar, mas para viver em felicidade. Afinal, uma vida humana, somente uma alma, vale mil vezes mais do que todos os animais que existem no planeta.

Preservação histórica > Também aqui nós temos mais um artifício de satanás, e este julgo não só da besta, mas bestial. Sim, porque ele trás um direto desafio contra Deus. Ora, tudo o que existe de material é destinado a ter um fim um dia. Cedo ou tarde, não somente tudo aquilo que o homem construiu, mas aquilo que existe, será destruído e desaparecerá. Veja as pirâmides como se desgastam! De que adianta então fazer este gasto estupendo, para manter esta loucura de “patrimônio histórico” e de “patrimônio da humanidade”, se isso não enche barrigas, antes bota fora dinheiro bom, que poderia ser usado para matar a fome de milhões de crianças.

Ora, a tentativa desesperada do homem de manter intactos certos casarões antigos, algo que é feio e fora da atualidade, visa apenas desafiar a Deus dizendo: “quero te mostrar que aqui mando eu! Isso nunca será destruído!” Pobres infelizes, basta um sopro do Altíssimo e tudo aquilo se desfaz em pó. Noutro dia via uma cidade antiga de Goiás, destas que são “patrimônio da humanidade” que foi arrasada por uma enchente, então se podia ver os lamentos dos preservacionistas, que agora a querem reconstruir. Então que guardem bem as fotos, e coloquem ali casas bonitas e funcionais, ou indústrias que dêem emprego ao povo. O resto é tolice que só serve para insuflar espíritos vazios!

Animais “pet” > Animais de estimação, este assunto me dá até arrepios, e muito já falei sobre ele. Noutro dia uma pessoa, que se dizia extremamente devota, que fazia mil e uma orações diárias, tantas obras mais na Igreja, me disse que cuidava de uma dúzia de cachorros vadios, que achava pelas ruas. Soube de imediato porque os animais latiam em desespero, por algum outro cachorro que viram na rua. Vejam esta casa fede, nem preciso ir lá ver. Estes cães atormentam os vizinhos dia e noite, nem preciso verificar.
Mas tal pessoa está tão cega e ciosa de sua “caridade”, que é capaz de morder quem a conteste. Isso quando chegará diante de Deus com as mãos vazias. Almas é o que Deus quer, e os animais não as têm. Amor aos irmãos é o que Deus quer e não amor aos cães! Sim, sem duvida o cuidado, e não aos maus tratos. Mas nada além disso, amor nunca!

Vejam uma dúzia de cães abandonados, são infinitamente menos importantes do que uma só criança abandonada, um velhinho abandonado, alguma pessoa que passe fome. Tal pessoa faria uma obra mil vezes mais estupenda se dedicasse seu tempo a tratar de um chagado, um doente, e até mesmo de uma criança abandonada. Se lhe falasse do amor de Deus tratando das almas! Quando as pessoas perdem a noção da realidade e fazem desabar sobre um animal todo o amor de seus corações, já feriram nas suas almas a imagem de Deus, arranhando-Lhe a santa face. E não se trata de maltratar os animais, mas sim dar a cada um o seu devido lugar, e de modo especial, evitar, por todos os meios que eles proliferem de forma tão descontrolada. Além de isso, se trata de um enorme peso morto para a sociedade.

Pobreza > Sempre menciono a pobreza, e hoje falar em pobres e marginalizados até se tornou chique. Se existe no mundo algo assustador, realmente é a avassaladora pobreza a que está submetida uma grande quantidade de povos. Impossível não se impressionar, não se entristecer, não ficar preocupado com tamanha degradação. O que me deixa preocupado, neste sentido, não é a pobreza em si, mas a manipulação dela, seja como fonte de lucros, seja como elemento político, seja como massa se manobra de uma religião. De fato, a exploração da pobreza tem sido repugnante, seja por qual forma for. Da direita e da esquerda comunista, todos se aproveitam dela como fonte de poder, enquanto nenhum dos lados tem real interesse de fazê-los mudar de situação e de vida.

Primeiro há que diferenciar um pobre de outro. O grande grupo de pobres que povoa as mentes tão soberbas quanto obnubiladas de certos teólogos e políticos, na verdade é um tipo de indivíduo que não agrada a Deus, porque pobre sujo, preguiçoso, exigente e que é feliz em ser peso morto para a sociedade. São falsos pobres, que não querem saber de trabalho, querem apenas sobreviver ás custas do governo e da sociedade. Querem terras para vender, e isso em mais de 80% dos casos. Deus não ama este tipo de gente, não pelas pessoas em si, mas por seus comportamentos. O pobre que Deus aprecia é aquele sinônimo e espelho da Família de Nazaré. Pobre limpo, honesto e trabalhador, que ganha honradamente o pão de cada dia, com o suor de seu rosto.

Dirão que são assim porque são explorados, porque não têm emprego nem salário, mas isso não é verdade. De fato, toda pessoa que está em Deus, que ama a Deus e que é obediente e submissa à divina vontade, esta jamais passará fome, jamais deixará de ter onde morar. Como está no Salmo 36, 25 “Fui jovem e já sou velho, mas jamais vi o justo abandonado, nem seus filhos a mendigar o pão”. Ou seja: todo aquele que mendiga seu pão, na verdade não é justo diante de Deus e a estes o Senhor não tem obrigação alguma de manter e sustentar.

Infelizmente, este tipo de pobreza suja tem feito a cabeça de muitos luminares da nossa Igreja, que seduzidos pelo apito da serpente, desviaram-se do reto caminho – aquele que leva para o Céu – e se enfiaram nesta vereda tortuosa. A teologia da libertação é afinal o maior câncer jamais nascido na América latina, que já levou almas para a perda eterna e deu purgatórios horrendos a milhares de frades e padres. Se eles soubessem o que lhes reserva o Juiz, largariam imediatamente das cestas básicas e permaneceriam o resto da vida andando de joelhos, entre o Confessionário e o Sacrário. Acreditem, seria bem melhor para eles, ainda que se descobrissem os ossos entre dores.

Enfim, teríamos ainda muitas flores podres de satanás para mostrar, entre elas os meus velhos inimigos: liberdade, igualdade, fraternidade, solidariedade! Noutro dia chegou às minhas mãos um livro antigo, traduzido do francês, intitulado “Infiltração Maçônica na Igreja”, livro que deveria ser lido por todos os padres e bispos da nossa Igreja, lido, meditado e discutido, para que enfim a Igreja Católica entendesse, de uma vez por todas, que o inimigo mora exatamente dentro dela. E não mora somente nos últimos tempos, como há séculos vem agindo no sentido de destruí-la. E mesmo que não lessem este livro, existem outros que denunciam tudo isso, e somente cegos da alma não vêem.

De fato, os inimigos de Deus sabem muito bem que ninguém outro na terra, igual Jesus, falou tanto em liberdade, igualdade, fraternidade e solidariedade. Mas vejam, foi exatamente por ali que o inimigo resolveu se infiltrar, simplesmente subvertendo o sentido dos termos, e fazendo com que padres e bispos conduzissem o rebanho para outro sentido da corrente. Ou seja: pousando-se em cima de palavras de bem, que soam bonito aos ouvidos das pessoas de bem, eles estão conseguindo produzir um monstrinho, que vai sendo adulado e tratado pelos padres, mas é um demônio!

Como dizem os bruxos do demônio que inventaram este estratagema: “insistamos tanto tempo na mentira, até o ponto em que todos a aceitem por verdade”. De fato, se eles fossem praticar o verdadeiro sentido evangélico destes termos, fatalmente estariam agindo como verdadeiros discípulos de Jesus e merecedores do Céu. Mas isso seria abominável para eles. Então a “liberdade” está sendo conduzida para um “ser livre de Deus”, sentir-se não somente com direito, mas também obrigado a combater o Criador. Isso quando o demônio sabe muito bem, que a única liberdade verdadeira e possível é de viver em Deus.

A “igualdade” que os filhos de satanás nos querem fazer engolir, não é a igualdade de bens, de direitos, de participação na vida da comunidade, e sim igualar-se a eles, que se fizeram inimigos declarados de Deus. Neste sentido a “fraternidade” que eles pregam, não é jamais aquela que brota do amor cristão, verdadeiro e puro, e sim o que eles falam é a fraternidade deles, maligna, corrupta, que se une em grupos para explorar o povo. O que a fraternidade busca é por a mão nos melhores contratos com os governos, e assim poder mais fácil colocar a mão em toda a riqueza da terra. Enquanto pousa de santa!

Enfim, a solidariedade, que se implantou mais recentemente no ideário maçônico é aquele sinônimo purulento de falsa caridade, que faz uma mão dar e a televisão anunciar aos quatro cantos sua grande caridade. Não se trata daquela caridade pedida por Jesus, que manda uma mão dar e a outra não saber. E assim, lá vão os padres cantarolando, fraternidade, liberdade, solidariedade, e afundando no abismo da “irmandade”. Cantam não pela boca de Deus, mas de satanás! Trabalham não para Reino, mas para o mundo!

De fato, tudo isso visa exatamente tirar Deus da linha de frente dos comandos da terra e dá-lo ao homem, preparando assim o falso reino de Lúcifer. Porque, mesmo que alguns sacerdotes ajam com reta intenção, todo o fulcro central deste processo já foi de todo desvirtuado, de modos que não existe mais escapatória, e hoje somente Deus, que tudo sonda, até os mais recônditos pensamentos, poderá por um fim nesta mentira, nesta farsa, nesta insídia de satanás. Como eles preconizam e estão conseguindo: “que o clero caminhe sob o nosso estandarte acreditando sempre que caminha sob a bandeira dos seus Chefes apostólicos”.

Somando então todas estas coisas, fazendo bem as contas e tirando o pouquinho de bom que dentro delas se encontra, podemos perceber a imensa farsa que os artífices e os planejadores do demônio conseguiram implantar. Agem hoje como um verdadeira seita, já não mais secreta, mas cada vez mais ostensiva. “O objetivo político da seita consiste em destruir os imperadores, os reis, as fronteiras, a fim de estabelecer sobre as ruínas dos impérios um governo absoluto, único, universal”.

Última observação: a única coisa que eles ainda não conseguiram, depois de mais de 200 anos de ferrenha, obstinada e tenaz luta, foi conseguir colocar na Igreja Católica, um papa de acordo com os seus princípios. Efetivamente é só isso que falta para que toda a revolução mundial que eles planejaram tenha certo êxito. E sim, eles terão este homem, mas não pelo tempo que imaginam. Creio que por uns meses, meio ano quem sabe, Deus lhes permitirá experimentarem o sabor da vitória. Depois disso, bumm! A Babilônia que eles tanto lutaram para construir cairá cacos. Pobre homem cego, que engole tudo isso!



www.recadosaarao.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 26/07/10 às 21:47:58 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES