Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 6158 - LINHAS VERMELHAS
Artigo visto 2399 vezes




Visto: 2399
Postado em: 09/09/10 às 14:02:11 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=6158
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Aqui estou de volta! Como o leitor de nosso site tem observado, estão sendo colocadas agora, mensagens passadas ao Cláudio no ano 2000, mas que somente hoje o Céu permite sua divulgação. Elas se encontram embutidas nas agendas onde ele anota as mensagens e deve haver ainda muito material ali “escondido”. Sim, para nossos olhos, não para os dele! Como se trata de matérias fortes, destinadas exatamente aos nossos tempos eu penso em comentar a respeito, até para “esquentar” novamente a máquina.

Na realidade, e porque se trata de material destinado ao agora, o primeiro sinal que devemos observar é que estamos muito próximos e cada vez mais próximos daquilo que tanto esperamos: a chegada do Reino de Deus! Na verdade não nos dá prazer falar desta proximidade, porque tudo leva a acreditar em algo tremendo, jamais acontecido desde que o homem existe sobre a terra. Falamos do assalto final do inferno, agora reunido em fúria a espalhar terror por todo o planeta. Nas famílias, na Igreja, na sociedade em geral!
 
     Sempre temos mostrado, dia a dia, os pequenos sinais que o Céu nos tem enviado. Triste é ver que a humanidade caminha cada vez com mais sofreguidão rumo ao abismo de si mesma, eis que é o homem quem dá cordas ao demônio: sem seu desejo, sem sua ordem, ele não podem avançar nem um só milímetro. Eis a grande blasfêmia de nosso tempo: excitar-se até o extremo gozo, no prazer sem limites exigindo que Deus perpetue este descalabro! Os homens criam um deus falso, que nada proíbe no que o tornam um demônio que tudo aceita. Eis Lúcifer a reinar, já agora, em tantos corações!
 
     Em verdade, os sinais da proximidade do fim, são evidentes! Somente os maus não acreditam que sejam sinais, e sim realidades que se perpetuam, como algo normal, e próprio de cada tempo.  Na verdade, estes homens de hoje acham tudo normal, desde que pecaminoso! Normal, desde que ofenda a Deus e que afronte aos sagrados mandamentos! Normal, desde que conspurque e ataque a Igreja Católica! Enfim, desde que desafia a Deus e agrade a satanás! Negar então, como sinais, os avisos atuais de Deus, é uma forma de satã camuflar-se, para então agir em busca da perda eterna de muitas almas.
 
     Na realidade, estes sinais são bíblicos. Já estão diante de nossos olhos há milênios! Como negar sua realidade, sua evidência? Somente corações em vias de perda podem se deixar iludir desta forma e realmente, quem não consegue discerni-los, está em perigo de perda da alma. E seja ele eclesiástico, seja ele leigo! Seja teólogo, seja quem for! Quando alguém alerta uma pessoa, mostra-lhe os versos bíblicos, e ela não entende, é porque seu coração está apegado demais ao mundo, e este mundo engana demais!
 
     Que sinais são estes? Secas em vários lugares! Chuvas exageradas em outros! Também tsunamis! Desertos que invadem regiões férteis! Ventos que levam areias até a milhares de quilômetros de distância! A terra que se fende por terremotos! Furacões fora de época! Desastres, acidentes, incêndios e desabamentos em todos os países. Enfim, sangue que se espalha por toda a terra, lavando-a em toda sua extensão. Ademais, sangue de guerras, como é o caso do Iraque e agora também do Líbano. O homem lava-se em sangue, mal sabendo que com isso cumpre as profecias e descerra o Apocalipse!
 
     Dirão as pessoas comuns: isso sempre teve! Para estas lembro o que São Pedro também previu que os escarnecedores do nosso tempo cheios de zombaria diriam assim: desde o tempo em que nossos pais morreram foi assim!( II Pd 3, 4) Antes tivessem eles razão! Porque, na realidade, os tempos se afunilam e já se pode ouvir no ar os gritos antecipados do Dia do Senhor, aquele que “virá como um ladrão”. Qualquer pessoa, com um mínimo ainda de Deus em seu coração, poderá perceber que o mundo não há de continuar assim por muito tempo, sob pena de desaparecimento do próprio homem.
 
     Desta forma, as mensagens escritas em vermelho, vêm alertar fortemente para tudo aquilo que já está na Bíblia. Está dito ali que nos tempos finais haveria destruição das famílias, pais contra filhos e vice versa. Está predito ali que chegaríamos a uma apostasia assustadora, com a perda da fé jamais vista. Está predito também, que as estrelas cairiam dos céus como figos de uma árvore batida pela ventania. Está predito, enfim, que a maldade dos homens atingiria limites inauditos, jamais havidos em todos os tempos.
 
     Ora, se isso tudo está previsto nas Sagradas Escrituras, é certeza então que um dia irá acontecer, sem dúvida alguma. E é aqui que caem no engano, muitos, quando citam a velha e surrada frase: sempre teve isso! O engano é não perceber a concomitância de todos estes acontecimentos – todos a um só tempo, e todos em toda a terra – além do que, num volume jamais visto em nenhuma época anterior. Chegamos aos tempos três vezes malditos, onde satanás está em vias de sentar-se no trono de adoração pelo homem.
 
     Mas aqui termina o engano do homem, pela constatação da mais terrível de todas as verdades: Que existe um Deus Justiça, que está acima de tudo e de todos, que jamais irá permitir que isso se consume, em qualquer lugar do universo. Jamais uma criatura irá fazer-se deus, sem sofrer os castigos destinados aos desafiadores do Altíssimo. Muitos já o tentaram: o báratro os tem a todos! E os terá, sejam eles quais forem!
 
     Alguns itens saltam a vista nestas mensagens e já mencionamos: família – Igreja – orgulho e egoísmo – queda do astro – falta de oração! Vamos falar um pouco de cada um, para juntos sentirmos a clareza daquilo que já está acontecendo e irá acontecer adiante.
 
     Famílias! Numa mensagem anterior, de 30/04/2000, Nossa Senhora disse ao final: este é o ano das famílias, o ano em que tudo acabará! Nos foi dito então que satanás havia se dado a si um tempo – o final do ano 2000 – para acabar com todas as famílias da terra. Ele não conseguiu e não conseguirá! Tal como a Igreja nunca será destruída, também as famílias são criação de divina, e, portanto nada as derrotará. Afinal, é dito que a própria Igreja renascerá das famílias. Então nada a temer!
 
     Entretanto, não é isso o que parece hoje! Açoitada por ventos e tempestades, sentimos que realmente, como nunca o demônio tem se infiltrado dentro delas, onde promove todo tipo de desordem, que vão desde os milhares de separações de casais, pois já não se suportam mais, até as drogas, que separam filhos, que roubam vidas e esfacelam esta que deveria ser uma unidade inabalável, o fundamento da salvação. Em grande parte isso se deve à falta de oração, pois a família que não reza unida é fácil de ser vencida.
 
     De fato, se verificarmos bem, já hoje o caos reina em muitas delas. Cada marido que trai sua esposa conspurca seu lar e abre uma válvula para que o demônio entre nele e ali reine e dite as regras. Pior ainda quando é a mulher que assim procede, talvez esta a maior ruptura que pode haver no sacrário de um lar. Também pelos filhos acontece a desgraça, quando se tornam rebeldes, verdadeiros tiranos exigentes, desobedientes, que de certa forma desprezam seus pais e deles fazem pouco caso. Das drogas, nem se fale! Tudo isso são altares oferecidos ao demônio, para que ele reine nos lares... e os destrua!
 
     Dir-se-á então que até nas famílias que rezam estas coisas acontecem, entretanto é preciso verificar que, sim, os ataques se abatem igualmente sobre elas, porém se torna visível a proteção divina nestes casos. Ou seja: onde se reza existem ataques, mas estes são rechaçados, enquanto que onde não se reza, eles se consumam. Isso porque satanás odeia a família, pois o próprio Jesus teve uma, com José e Maria. Então satã age com fúria contra elas, porque sabe que assim machuca o coração do próprio Deus.
 
     Deste modo – vê-se isso pelas mensagens – sabemos que ainda está longe o dia em virá esta vitória das famílias – sem mérito algum de pessoas, mas de Deus – porque todas as profecias apontam para um caos inaudito, onde se atirarão pais e filhos uns contra os outros, chegando até a se entregarem mutuamente aos tribunais. Isso até já acontece, mas por hora de forma diluída. É preciso então levar as famílias à oração, em especial à oração do Rosário, do Terço, para que a fera hedionda perca poder sobre elas. Somente a oração em família pode evitar a sua destruição. Das que não rezarem, nenhuma escapará!
   
     Também para a Igreja se prenunciam tempos maus, embora já hoje o sejam. Reina ali muita divisão, muita discórdia, muita igreja particular e muito deus de si mesmos. Por todo lado se vêem pessoas seguindo uma religião pessoal, adaptada ao seu gosto pessoal, e até seitas se fundam, para abrigarem sob suas asas as mais diferentes correntes de pensamento e as mais variadas tendências. Cada um faz seu deus particular, nele se firma, nele se autojustifica, e sobre ele funda seu arrazoado mentiroso, sua farsa em termos de fé. Por trás satã se esbalda, ele a fonte da divisão, fruto do egoísmo.
 
     Prenuncia-se, entretanto, uma catástrofe ainda maior. Há, parece, um abismo ainda a acontecer. Tal como nas famílias se atirarão uns contra os outros, também na Igreja os membros que a formam se digladiarão ferrenhamente, cada um querendo a posse do espólio. E para isso não consultam se Deus está de acordo. Nem querem saber. Cada um funda sua verdade em si mesmo, e imprime no seu coração um tipo de igreja que lhe agrada, que lhe parece melhor. E Deus fica de lado! Sim, em especial a que justifique os pecados de cada alma até porque milhares se acham sem pecado, e dignos dos altares.
 
     O grande grito que brada aos céus, em relação à Igreja, é dado na verdade pela desobediência, a chave da apostasia. Quando a unidade é quebrada pela desobediência, sobram gritos de rebeldia, e partilha-se um espolio até antes que ele exista. Jesus fundou uma só Igreja na Verdade, e a verdade é esta: vivam uns para os outros! Quando, porém, cada membro procura viver para si, segundo seu conceito particular de verdade, aquela primeira é reduzida a cacos, de tal modo que fica difícil perceber onde a verdade está.
 
     Sim! São tempos de confusão os nossos, confusão semeada com largueza pelos falsos mestres e suas doutrinas de perdição. Mestres que passam com um trator pela regra um: amar a Deus sobre todas as coisas! Mestres do engano, que fazem do amar aos irmãos como a si mesmos, uma forma política de alimentar sem trabalho! Gente que, buscando os louvores do mundo, ama mais a si mesmo até que ao próprio Deus. Estes têm sim, seu deus no orgulho e no egoísmo, estas as sementes daninhas que semeiam nos campos de Deus Verdade. Mal sabem eles o que será feito do joio maldito!... E dos que o semearam!
 
     Penso que, no fim, pouco antes da intervenção do Altíssimo, o caos será geral em nossa Igreja Católica Apostólica Romana. E muitos, atiçados pela besta, tentarão impor suas idéias à força, onde haverá mortes e muito sangue! Em nome de “deus”! Jesus falou isso: sereis entregues nos tribunais! Vos açoitarão e vos matarão!  E isso tudo se cumprirá, embora, estimo, num curto tempo. Eu creio firmemente que Deus intervirá logo, pois não suportará ouvir os gritos dos seus filhos, que se levantarão de toda a terra. Qual o pai suportaria? Como Ele, o Amor em Plenitude, suportará? 
       
     Numa das mensagens Jesus fala que Deus não nos criou para construirmos casas nem palácios, nem comprar fazendas e carros, sequer para produzir alimentos. Tenho afirmado isso constantemente, mas certas pessoas me olham com olhos de espanto, pois acham um mundo sem trabalho é impossível. Em Deus é possível sim! Na realidade, falo isso, porque me baseio na condição primeira, a de Adão, que realmente não precisava trabalhar, pois seu sustento era todo provido por Deus. E esta é a condição do Novo Reino que vem, pois Deus é Pai, e Ele tudo proverá a seus filhos.
 
     Diz também a mensagem que Deus não precisaria dar nada ao homem porque ele já recebeu tudo, mas certamente despreza isso, no que desagrada ao Pai. Sinto mesmo, pela essência da mensagem, que Deus está extremamente magoado com o homem e com toda a certeza não mais nos criaria, se tivesse que criar uma outra terra. Como São Miguel também fala na mensagem que muitas vezes se perguntou já, se valeria a pena salvar gente de cabeça tão dura. O certo é que não merecemos nada, absolutamente nada da parte de Deus, sequer o ar que respiremos, nem isso valemos como criaturas.
 
     Apenas nossas almas são importantes, e por elas Deus Se desvela em carinhos e estende a Sua Misericórdia até o infinito, quase como ultrapassando-se a Si mesmo, pois de outra forma não alcançaria a salvação de quase ninguém. Sinto uma certa mágoa nas mensagens de Jesus, até mesmo um sentimento de que Ele próprio não vê a hora de acabar com isso tudo, pois deve ser grande o sofrimento de Deus ao ver o comportamento insano de suas rebeldes, teimosas e obstinadas criaturas humanas. Na realidade estamos bem mais para a bestas dos campos, que para excelsos filhos do Altíssimo.
 
     Outra parte que é tratada nas mensagens em linhas vermelhas, se refere ao astro e ao terror que se instalará na terra um dia. Na realidade é preciso entender bem para que as pessoas não façam confusão. O Apocalipse fala em mais de uma ocasião sobre estrelas que cairão na terra – não certamente estrelas, mas partes delas – e isso acontecerá com toda certeza. Assim, pelas mensagens ao Cláudio fica claro que teremos duas situações diferentes. Um primeiro pedaço do astro virá antes, e cairá na terra em diversos pedaços, o maior deles nas Antilhas. Este primeiro virá de sopetão, sem que as pessoas percebam, e deve ser concomitante com o grande aviso de Deus.
 
     Na realidade ele vem não para destruir a terra e sim evitar que os homens a destruam. Sinto que este primeiro astro virá para inviabilizar a guerra, antes que os homens maus façam explodir sobre as cabeças, uns dos outros, todo o seu arsenal nuclear. Nossa Mãe disse que apenas três bombas nucleares serão lançadas, e verdade é que se todas o fossem, a atmosfera do planeta seria de tal forma contaminada pela radioatividade, que por mais de 25 mil anos a vida seria impossível aqui. Então este astro vem para quebrar a força dos países em luta, evitando um desastre maior. Parece contra-senso, mas não é!
 
     Entretanto, os tempos que sucedem a este primeiro astro, serão de extrema penúria, porque a terra ficará em frangalhos. Uma seca imensa tomará conta de grande parte do planeta, devido a que todo o elaborado sistema de armazenamento da água nas nascentes ficará totalmente prejudicado. Tudo se romperá! Além disso, a terra se inclinará, mudando todas as estações como hoje o são, não mais permitindo as colheitas, pois todo o ciclo da natureza será quebrado. E a humanidade mergulhará numa penúria inaudita, só permanecendo bem, os filhos de Deus, nada aos rebeldes que morrerão de fome e sede. O homem começará então a entender, que Deus comanda tudo, fora Dela não há vida!
 
     Este segundo astro, do qual fala a mensagem, virá uns tempos depois, antes ainda de um ano passado do primeiro. Deus sabe quando! A diferença é que este os homens irão ver, vindo em direção da terra, durante 66 horas. E os cientistas calcularão que se ele bater na terra, acabará com toda a vida existente, e para todo o sempre. Como disse São Miguel: se ele bater na terra, nem as bactérias resistirão! E a visão deste bólido de fogo vindo em direção a terra, causará um dos mais estarrecedores espetáculos que o homem já pode presenciar. Milhões morrerão de pavor, e se cumprirá o oráculo de Ezequiel, 7:
 
        5 Eis o que diz o Senhor Javé: uma desgraça única! Eis que irá suceder: uma desgraça! 6 O fim se avizinha, o fim se aproxima, ele desperta para cair sobre ti; ei-lo! 7 Tua vez é chegada, habitante da terra! É vindo o momento, o dia está próximo; não há mais alegria sobre as montanhas; é o pânico. 8 Vou em breve desencadear o meu furor contra ti, fartar a minha cólera, julgar-te segundo o teu proceder; farei cair sobre ti o peso das tuas abominações. Diz ainda:
 
     16 Se alguns chegarem a se refugiar nas montanhas, gemerão como as pombas dos vales, cada qual por causa do seu pecado. 17 Todas as mãos cairão (desalentadas), todos os joelhos tremerão. 18 Revestir-se-ão de saco e tremerão como varas verdes! A vergonha transparecerá em todos os rostos e todas as cabeças serão raspadas.* 19 Deitarão o dinheiro às ruas, seu ouro será como imundície; sua prata e seu ouro não poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor. Não saberão eles nem comer à vontade nem encher o ventre, porque é lá que os farei cair no pecado. 20 Punham seu orgulho na beleza das suas jóias; fabricavam seus ídolos abomináveis; por isso farei deles objetos de repugnância... Termina:
 
     23 Prepara-te uma cadeia; pois a terra está repleta de crimes, e a cidade cheia de violências. 24 Farei vir também os mais bárbaros pagãos, que se apoderarão de todas as casas; porei termo ao orgulho dos poderosos, e os lugares santos serão profanados. 25 É a ruína que está chegando. Procurar-se-á salvação, sem que se possa encontrá-la. 26 Sobrevirão desastres sobre desastres, má nova sobre má nova. Pedir-se-ão oráculos ao profeta, faltará a lei para o sacerdote, e o conselho para os anciãos. 27 O rei há de pôr luto, ficará o príncipe cheio de consternação, tremerão as mãos dos homens do povo. Tratá-los-ei de conformidade com o proceder que levaram, julgá-los-ei conforme houverem merecido. Então saberão que sou o Senhor.
 
     É isso: então saberão que Deus é o Senhor de tudo! Infelizmente meus amigos, não vejo – eu que sou humano e falho – outra forma de o Pai resolver esta questão de uma vez por todas. Na realidade, desde Adão nos rebelamos contra Deus! Pretendemos criar um mundo segundo nossos desejos e gostos, sempre desviando-nos dos caminhos de bem e felicidade que Deus traçara para nós. Com a lei rude e antiga, Deus começava a moldar os corações dos homens para o advento de Seu Filho Redentor. Com a Nova Aliança e a lei do Amor, Deus esperava que a humanidade caminhasse para Ele, o que não aconteceu.
 
     E o Pai nunca quis empregar a força! Ele nunca quis a volta dos homens ao seu regaço pela dor, nem pelo medo, e sim pela espontaneidade e a doçura de uma criança. Assim deveria ser. E por mais de sete mil anos Ele adiou o emprego da força, a demonstração de Seu poder Infinito, tentando conseguir, por infinitos sinais e avisos, que o homem por fim entendesse Seus apelos carinhosos, Seu desejo de Amor, de ser amado, apenas amado, nem tanto adoração, o que implica em respeito ainda mais profundo, sentimento adulto.
 
     Deus nos queria crianças recém nascidas! Nos tornamos adultos maus e rebeldes! Ele nos queria dar tudo de graça, do bom e do melhor! Fomos buscar por nós mesmos pela dor e pelo sofrimento, tudo o que há de maldito e pior, para satisfazer nossos instintos bestiais, longe, cada vez mais longe Dele. Deus nos queira dar um paraíso! Preferimos este quase inferno em que tornamos a terra, um antro de desamor, de revolta, de ódio, de crimes, de sangue derramado aos borbotões, de guerras sem fim e de disputas pelo ter e pelo ser mais que os outros, enfim, inveja, orgulho, as duas grandes armas de satanás.
 
     Então Deus tem sempre avisado seus filhos. Os sinais estão em nossa volta, porém só os que se mantém em oração conseguem perceber, salvo aqueles que a oração dos outros resgata da surdez e da cegueira que atormenta e veda os homens ao entendimento. Desta forma, não há como conseguir a libertação do homem das garras de satanás, a não ser através de um profundo abalo, de uma monumental chocalhada em toda a terra, de outra forma milhares de filhos se perderão eternamente. Isso acontecerá em breve, porque Deus irá soltar as rédeas de satanás, eis que o homem o permitiu isso, quase exige isto.
 
     Porque a mensagem é bem clara: por um curto tempo, os demônios darão as ordens! Nas famílias, nos governos e na Igreja! Será um festival de horrores, porque a sanha do inferno se fará sentir em toda a extensão do planeta. Lúcifer mostrará ao homem quem ele é de fato! Os homens permitiram que isso de fato acontecesse, e ao quererem se desvencilhar do Criador, não encontram outra alternativa que não seja caminhar para os braços do inimigo de Deus. Ele se fez manhoso e escondido, agindo por séculos nas sombras, e escondido conseguiu conquistar muitos corações.
 
     Tudo isso o Pai Santo permite, com imensa dor em Seu Coração amoroso. Não venham me dizer que Deus não sofre com nosso comportamento, porque então Ele não seria Pai. Não teria coração! Não seria Amor em plenitude. O Amor sofre sim, com a ingratidão dos homens, e é com grande pena que verá desencadear-se o inferno sobre as criaturas que Ele fez com tanto amor. De outra forma, sem que seja abissal, extremamente doloroso, assombrosamente violento e terrivelmente destruidor, não há como retirar as escamas dos olhos dos homens – não só dos olhos, mas das almas – a fim de que eles entendam, e desta vez para sempre, que existe um só Senhor, e que sem Ele nada existe.
 
     E desta vez – que será para sempre – em diante e para os tempos sem fim, jamais o homem voltará a se rebelar contra seu Criador e Pai. Porque ficará gravada em sua mente, em sua carne, em sua genética, impregnada até em sua alma a certeza de que existe um só Deus e Senhor de tudo e de todos, que domina até o infinito e que dominará para todo o sempre. E quem não se adaptar a esta circunstância, quem não aceitar este único parâmetro e inatacável, terá somente outra opção: o inferno e assim eternamente!
 
     Está chegando o Dia do Senhor e o profeta Malaquias avisa:3, 19 Porque eis que vem o dia, ardente como uma fornalha. E todos os soberbos, todos os que cometem o mal serão como a palha; este dia que vai vir os queimará - diz o Senhor dos exércitos - e nada ficará: nem raiz, nem ramos. E Zacarias complementa: 14, 1 Eis que vem o dia do Senhor... 4 Naquele dia os seus pés se apoiarão no monte das Oliveiras, defronte de Jerusalém, para o lado do oriente, e o monte dividir-se-á em dois pelo meio, do oriente ao ocidente....
 
     Na hora do grande terremoto que abalará toda a terra, Jesus tem dito que ele estará naquele momento sobre o Monte das Oliveiras, onde um dia chorou e suou Sangue devido aos nossos crimes e pecados. E diante de seus pés a terra se partirá dividindo a montanha  em duas partes, uma parte para o Norte, outra para o Sul. Na realidade o povo judeu acredita nisso, e havia um projeto de construção de uma linha de metrô nesta direção, mas eis que eles o abandonaram, pois sabem que um dia passarão por ali de pé. E isso está muito, mas muito mais próximo do que os cépticos imaginam.
 
     Porque depois da Guerra, e depois destes dois astros, ficará apenas um resto na terra como diz Zacarias.13, 8 Em toda a terra - oráculo do Senhor - dois terços dos habitantes serão exterminados e um terço subsistirá. Ezequiel 14, 22 subsistirão, entretanto alguns sobreviventes, filhos e filhas, que sairão da cidade. Eis que eles virão até vós. Sofonias 3, 12 Deixarei subsistir no meio de ti um povo humilde e modesto, que porá sua confiança no nome do Senhor. 13 Os que restarem de Israel se absterão do mal...
 
     Isaías 37, 30 E eis o que te servirá de sinal: este ano se comem restolhos; o ano que vem, aquilo que nascer sozinho; no terceiro ano, porém, semeareis e colhereis; plantareis vinhas e comereis os seus frutos. 31 O resto, que subsistir da casa de Judá, lançará novas raízes no solo e produzirá frutos no alto. 32 Pois de Jerusalém surgirá um resto, e do monte Sião, sobreviventes. Eis o que fará o zelo do Senhor dos exércitos.
 
    Serão tempos de dificuldades, e muito próximos. Sobrarão muito poucos homens, mas o amor de Deus sempre prevalecerá! E todos os que acreditarem Nele, e O seguirem, verão Sua glória! Pois, quem for fiel até no fim será salvo, esta a promessa Dele. Uma coisa é certa: ninguém, jamais, poderá alegar diante de Deus que foi pego de surpresa, diante de tantos e tão evidentes sinais. Quanto às crianças que sofrerão... Bem, estas são uma conta a ser paga pelos pais! Ai dos relapsos, dos mornos... Ai dos escarnecedores! Que Deus tenha piedade deles!
 
Arnaldo


www.recadosaarao.com.br





LEIA TAMBÉM
INQUISIÇÃO
Protesto louco
A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
A PERSEGUIÇÃO
Aborto e nazismo
PROFECIAS - A INIQUIDADE
AOS SACERDOTES, GERADORES DE FILHOS PARA O CÉU
ORIGEM DA VIDA
MAS VENCEREMOS



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.136.462
Visitas Únicas Hoje: 1.847
Usuários Online: 477