Espacojames


Página Inicial
Listar Reflexões e P. Point




Artigo N.º 14131 - Poesias para a Quaresma: “À Coroa de Espinhos”, de Agostinho da Cruz (1540-1619)
Artigo visto 1724 vezes




Visto: 1724
Postado em: 22/02/16 às 10:04:22 por: James
Categoria: Reflexões e P. Point
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=6&id=14131
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Reflexões e P. Point

"...Quando morto d’amor, d’amor matais"

À Coroa de Espinhos

Agostinho da Cruz (Portugal 1540 – 1619)

A que vindes, Senhor, do Céu à terra,
Terra que, sendo vossa, vos enjeita,
E que tanto vos honra e vos respeita,
Que em não vos receber insiste e emperra?

Ah! Quanta ingratidão nela s’encerra!
Quão mal de vossa vinda se aproveita!
Pois se põe a tomar-vos conta estreita,
Mais brada contra vós, quanto mais erra.

E vós de vosso amor puro forçado
Os malditos espinhos lhe pisais,
Dos quais, ainda sendo coroado,

A maldição antiga lhe trocais
Na bênção, que lhe dais crucificado,
Quando morto d’amor, d’amor matais.


Fonte: www.aleteia.org

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.745.035
Visitas Únicas Hoje: 848
Usuários Online: 257