Espacojames


Página Inicial
Listar Reflexões e P. Point




Artigo N.º 4815 - O menino catador de papel
Artigo visto 2257 vezes




Visto: 2257
Postado em: 05/04/10 às 12:47:54 por: James
Categoria: Reflexões e P. Point
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=6&id=4815
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Reflexões e P. Point

Certa vez, André (menino) catador de papel, realizando seu trabalho diário pelas ruas da cidade, chegou a um estabelecimento muito bonito e grande, repleto de pessoas bem vestidas e pensou consigo:

- Aqui deve com certeza haver muitas caixas vazias.

Após o expediente voltarei para falar com o dono para pedi-las a fim de que possa vendê-las.

Quando o comércio fechou, o menino voltou à loja e viu um senhor muito alinhado na porta despedindo-se dos visitantes.

Aproximando-se, disse:

- Senhor posso falar com o dono da loja?
- Sou eu mesmo. O que você quer? - respondeu desconfiado o empresário.
- Gostaria de saber se o senhor poderia dar-me aquelas caixas para eu vendê-las.

O empresário, com raiva, jogou fora o menino aos gritos, ameaçando chamar pela polícia, pois não tolerava pedintes em sua loja.

O garoto apanhou seu carrinho de papel e saiu, resignado e muito triste.
Porém, alguns metros adiante ouviu gemidos muito fortes vindos da loja.
Correu até lá e encontrou o empresário caído no chão, acometido por um enfarto do miocárdio.

O menino clamou por ajuda, mas ninguém o escutou.
Então, desocupou seu carrinho de papel e com muita dificuldade colocou aquele quase moribundo dentro do carrinho.

Correu até o hospital mais próximo e a vida do empresário foi salva.
Dias depois, o menino passava em frente à loja e o empresário foi ao seu encontro:

- Meu jovem venha cá. Hoje quero que você vá até minha casa para eu lhe agradecer pelo que fez por mim.

O menino foi recebido com um grande banquete como gesto de agradecimento.

Após a sobremesa, o empresário chamou-o até um galpão onde encontravam-se iates, carros importados e outras iquezas, todas embaladas em grandes caixas.

Disse ao garoto:
- Escolha o que você quiser deste galpão.
- Qualquer coisa mesmo? – perguntou-lhe o menino.
- Sim.

O menino pensou, pensou e disse...
- Eu quero as caixas que estão envolvendo tudo o que está no barracão.
O empresário, não compreendendo, satisfez seu pedido.

Passados dez anos, o empresário encontrou o menino, agora um jovem bem arrumado e aparentando estar muito em de vida.

O empresário, que ficara intrigado com o desejo do garoto na época, perguntou-lhe nesta oportunidade:

- Por que você não escolheu um iate ou carro ou outro objeto valioso?
O menino respondeu-lhe:

Amados, escutem a resposta do menino André.

- Porque para a meta que eu havia traçado para a minha vida, as caixas garantiriam o meu futuro.

Meu sucesso dependia da minha dignidade e da minha força de vontade.


A maior recompensa que podemos receber é o necessário para conquistarmos o sucesso na vida.

Deus deixou de presente a nós o amor que possuímos, cultive, mas Ele morreu na Cruz para dar a você a verdadeira dignidade que o levará a Evangelizar!!!!!!!!!!!


Enviado por Andrea Camerini / MG





LEIA TAMBÉM
Cristo e Eu
Homem Vive com Metade do seu Corpo
O SINAL DA CRUZ
COMO JESUS AGE EM NOSSAS VIDAS E AINDA SIM SOMOS DIFÍCEIS DE ACREDITAR
11 PERGUNTAS FEITAS PARA O DIABO
O PÃO DE CRISTO
Mulher, sede como Maria, Mãe de Jesus - Bem Aventurada.
Sabia que Deus gosta dos loucos?!?
Ser Forte é...



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.448.379
Visitas Únicas Hoje: 1.718
Usuários Online: 495