ARTIGOS ESPACOMARIA


Voltar



A gratidão de NSra a São Nicolau pela defesa que fizera da sua honra ultrajada.
Artigo visto 1733 vezes


Notória tomou-se a prodigalidade de São Nicolau. E esta sua generosidade foi tão grande que inspirou o costume em grande parte da Europa de mimosear, no dia de seu aniversário, as crianças com brinquedos e doces, tal e qual como nós fazemos aqui no dia de Natal.
Conhecida é também a veneração que consagrava à Mãe de Deus desde a sua mais tenra infância, jejuando em sua honra todos os sábados. Mas o que quase todos ignoram deste santo é que ele, sendo já Bispo, deu um tapa-boca a um herege em plena reunião de Bispos.

São Nicolau tomou parte no Concilio de Nicéia em 325, no qual foi condenada a doutrina de Ario, que negava a divindade de Nosso Senhor. Nicolau sentiu naquele momento tanta dor e indignação que, levado por um ímpeto de defender a honra da Mãe de Deus se lançou sobre o impúdico herege, dando-lhe um formidável tapa na boca. Julgou-se feliz em reparar desta maneira a honra de Maria Santíssima.

Os outros Bispos, porém, embora repelissem o insulto do herege, não concordavam com o zelo exagerado de Nicolau, e julgavam seu dever punir o Santo Bispo. Decretaram, pois, que por ‘tempo determinado não usasse do pálio nem da mitra. Nessa sua atitude, porém, não contaram com a assistência de Maria Santíssima.

Poucos dias depois aconteceu que Nicolau teve que celebrar uma Missa festiva em honra de Nossa Senhora. Subindo ao altar, eis que aparecem dois anjos à vista de todo o povo. Um coloca-lhe a mitra sobre a cabeça, o outro deita-lhe o pálio sobre os ombros. Nossa Senhora, por seu turno, apareceu-lhe na noite seguinte, certificando-o que fora EIa que tinha mandado os dois anjos lhe restituírem mitra e pálio, para assim mostrar-se grata pela defesa que fizera da sua honra ultrajada.

(A MOCIDADE AOS PÉS DE MARIA – Mariófilo – Editora Vozes Ltda. – Petrópolis, RJ. la edição, 1951, pp. 89 e 90).

N. B.: Já naquele tempo haviam os que queriam contemporizar; já havia aqueles que eram imbuídos de falsa caridade; já havia aqueles que amavam mais os hoje ditos “irmãos separados”, do que a Santíssima Virgem. De outro lado, mostra-nos a narrativa acima, como são falsas inúmeras fisionomias de santos, todo rosados, bonitinhos, incapazes de dar um tapa em um herege. Percebe-se outrossim, como a pregação de hoje, a mentalidade de hoje, enfim a Religião católica de hoje, não é a mesma que a de outrora.

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Total Visitas Únicas: 5.882.095
Visitas Únicas Hoje: 603
Usuários Online: 221