ARTIGOS ESPACOMARIA


Voltar



A cura de um pára-quedista muçulmano
Artigo visto 1828 vezes


O monge (frade) da Abadia de Latroun, em Israel, comunicou o testemunho, abaixo, recolhido dos lábios de Padre José, Vigário de Anjara. Nasser, jovem muçulmano, pára-quedista do exército jordaniano, em Aman, por ocasião de um salto, sofreu grave queda, o que he causou o deslocamento de uma vértebra, obrigando-o a ficar acamado. Ele estava noivo de uma jovem, também muçulmana, educada pelas Irmãs do Rosário. Os noivos ficaram, naturalmente, muito tristes.

Nasser é enviado a Londres onde seria tratado. Porém, uma injeção mal dada o paralisou, de forma irremediável. Não havia cura possível. Ele retornou ao hospital militar de Aman. Os pais da noiva pensam em desfazer o noivado, em concordância com o próprio noivo. Entretanto, uma amiga da noiva, Irmã L. do Rosário, em visita a Nasser, movida pelo Espírito Santo, dá ao paralítico uma Medalha Milagrosa. Ele a beija e a mantém consigo. Irmã L. lhe diz : « O que os médicos não podem fazer, Deus o fará. Deus há de te curar."


Naquela noite, Nasser ouve uma voz em seu coração: "Nasser, tu estás curado, levanta-te." Ele responde: "Impossível, estou paralítico para toda a vida." Novamente a voz ordena: "Nasser, levanta-te, tu estás curado." A mesma resposta. Na terceira vez, a voz confirmou: "Eu sou a Mãe de Jesus; em seu nome, estou te curando, levanta-te." Imediatamente, o rapaz sentiu duas vigorosas mãos a erguê-lo. Ele estava curado, efetivamente. Exultando de alegria, realmente curado, ele saiu acordando o hospital inteiro. Médicos e enfermeiros não conseguiam acreditar no que viam.

No dia seguinte, Nasser solicitou um certificado que reconhecesse que sua cura havia sido milagrosa. Deram-lhe, apenas, um certificado atestando que sua cura era humanamente inexplicável. O que importa... Nasser tornou-se apóstolo de Maria e clamava aos quatro ventos que "Sittna Mariam", Nossa Senhora Maria, o havia curado. Ele e a noiva participaram de uma Missa de ação de graças. Nada mais impedia a união do casal. Monsenhor Sinnaan, bispo de Aman, foi informado do fato, que fora submetido à sua apreciação, tomando conhecimento, igualmente, do desejo de Nasser de tornar-se cristão.



Artigo publicado em Message et Messagers, nº 163, dezembro de 1984,
reportado no Florilégio Mariano, 1986, de Padre Albert Pfleger, marista.

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Total Visitas Únicas: 5.882.100
Visitas Únicas Hoje: 608
Usuários Online: 208