Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 15445 - A vitória sobre o mal por meio da oração e dos sacramentos
Artigo visto 110 vezes




Visto: 110
Postado em: 09/09/19 às 01:03:19 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=15445
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

Para entendermos o tema desta pregação, meditaremos algumas passagens da Palavra de Deus.

Meditemos a Palavra de Deus segundo o Salmo 41,versículos 2 e 3:

Como a corça anseia pelas águas vivas, assim minha alma suspira por vós, ó meu Deus. Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando irei contemplar a face de Deus?

A Palavra de Deus em I Crônicas 4, versículo 9 e 10 diz:

Jabes foi mais ilustre que seus irmãos. Sua mãe lhe deu o nome de Jabes, dizendo: “É porque o dei à luz com dor”. Jabes invocou o Deus de Israel: “Se vós me abençoardes, alargando meus limites, se vossa mão estiver comigo para me preservar da desgraça e me poupar da aflição”. E Deus lhe concedeu o que tinha pedido.

A Palavra segundo Daniel 10, versículo 12 e 21 diz:

“‘Não temas, Daniel’ – disse-me –, porque desde o primeiro dia em que aplicaste teu espírito a compreender, e em que te humilhaste diante de teu Deus, tua oração foi ouvida, e é por isso que eu vim. O chefe do reino persa resistiu-me durante vinte e um dias; porém, Miguel, um dos principais chefes, veio em meu socorro. Permaneci assim ao lado dos reis da Pérsia. Aqui estou para fazer-te compreender o que deve acontecer a teu povo nos últimos dias; pois essa visão diz respeito a tempos longínquos. Enquanto assim me falava, eu mantinha meus olhos fixos no chão e permanecia mudo. De repente, um ser de forma humana tocou-me nos lábios. Abri a boca e falei; disse ao personagem que estava perto de mim: ‘Meu senhor, essa visão transtornou-me, e estou sem forças. Como poderia o servo de meu senhor conversar com seu senhor, quando está sem forças e sem fôlego?’. Então, o ser em forma humana tocou-me novamente e me reanimou. ‘Não temas nada, homem de predileção! Que a paz esteja contigo! Coragem, coragem!’ Enquanto ele me falava, senti-me reanimado. ‘Fala, meu senhor’ – disse –, pois tu me restituíste as minhas forças. ‘Sabes bem’– prosseguiu ele – ‘por que vim a ti? Vou voltar agora para lutar contra o chefe da Pérsia, e no momento em que eu partir virá o chefe de Javã. Mas (antes), te farei conhecer o que está escrito no livro da verdade’”

Estamos vivendo este Acampamento em honra a São Miguel Arcanjo, declarando: “Quem como Deus, ninguém como Deus”, mas para que essa verdade se concretize, nós precisamos ter uma vida de oração.

Tenhamos uma vida de oração

Vida de oração não pode ser somente uma palavra, não pode ser algo superficial, porque, no mundo de hoje, ou mantemos uma intimidade com Deus, mantendo uma vida de oração, ou arrefecemos, porque, de fato, quem não rezar nem buscar a Deus não vai aguentar.

Os anjos nos ajudam a adorar a Deus, porque, muitas vezes, entramos num combate espiritual, ficamos doentes e perdemos a vontade de rezar. Precisamos, no entanto, ir além de nós e das nossas forças.

A Palavra, segundo Apocalipse 2,2 diz: “Conheço tuas obras, teu trabalho e tua paciência: não podes suportar os maus, puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são e os achaste mentirosos. Tens perseverança, sofreste pelo meu nome e não desanimaste. Mas tenho contra ti que arrefeceste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras. Senão, virei a ti e removerei o teu candelabro do seu lugar, caso não te arrependas. Mas isto tens de bem: detestas as obras dos nicolaítas, como eu as detesto. Quem tiver ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor darei de comer (do fruto) da árvore da vida, que se acha no paraíso de Deus”.

O mês de setembro é dedicado à Bíblia, por isso temos de nos voltar à leitura da Palavra de Deus.

Experimentemos viver a Eucaristia

Quando vamos à Missa, vamos comungar do Deus Palavra e do Deus Eucaristia, porque, se quisermos combater o mal, temos de ter comunhão com o Deus Eucarístico. A Eucaristia é a melhor coisa que podemos experimentar, pois, por meio dela, estamos na presença de Deus.

Outro ponto importante para vencermos o combate espiritual é a confissão. Na confissão, somos lavados pela misericórdia de Deus. Somente o fato de estarmos na Igreja não diz que somos perfeitos, porque quantas pessoas deixaram de caminhar com Deus, tropeçaram e até caíram em pecados graves! A Igreja nos chama a viver uma vida de radicalidade, isto é, não pararmos nas limitações dos nossos irmãos.

Precisamos viver uma vida sacramental: ir à Missa, confessar, porque a nossa vida é um combate espiritual. Retomemos a nossa vida de oração, voltemos a rezar o terço, participemos bem da Santa Missa.

Temos um Deus poderoso

A nossa vida será mudada se reconhecermos que temos um Deus que se revelou em Jesus Cristo, um Deus Palavra, que vem ao nosso encontro para nos alimentar. Temos um Deus grande e poderoso, que pode nos fortalecer em nosso combate espiritual. Tudo é possível, desde que retomemos a vida e recomecemos.

Padre João Marcos Polak
Sacerdote da Comunidade Canção Nova


Fonte: cancaonovva.com

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.945.683
Visitas Únicas Hoje: 1.317
Usuários Online: 475