Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 2048 - NADA DE PARAR
Artigo visto 1659 vezes




Visto: 1659
Postado em: 31/07/09 às 09:16:03 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=2048
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

04/04/2007
Tenho observado uma crescente onda de imobilismo nos nossos amigos, na medida em que as mensagens se tornam mais fortes.

São muitas as pessoas que estão me escrevendo, perguntando assim: “de que adianta a gente continuar tocando estes projetos, se tudo vai acabar em breve...”

Vou colocar alguns exemplos para mostrar como a coisa se alastra. É que algumas destas pessoas têm escrito e pedido orientações do Céu quanto a seus negócios, e a receberem a graça se rebelam, ou não seguem o que foi pedido.

Um jovem me escreve dizendo que quer desistir de sua Faculdade de Geologia, “porque ainda falta muito para terminar, e fazendo as contas é bobagem continuar estudando...”

R> Jesus não quer encontrar ninguém parado quando Ele voltar. A vida deve seguir normalmente, entretanto as pessoas precisam ter em mente que o principal agora são os assuntos da alma. Quem está reocupado com ela, deve seguir adiante em seus estudos, porque eles poderão ajudar pessoas, no tempo da tribulação.

Outro jovem se questiona sobre a continuidade de sua Faculdade de Medicina, usando do mesmo argumento do encurtamento dos tempos, até porque mais adiante a orientação do Céu é de que seguirá o sacerdócio...

R> O estudante de medicina, precisa continuar estudando, porque como bom católico os seus estudos, a sua formação cristã, tudo isso poderá ajudar pessoas mais adiante, no tempo da grande confusão na terra, onde veremos doentes por todos os lados, e sangue a correr em quase todos os lugares. Que aprendam, pois, e se especializem mais para poder ajudar mais tarde a quem precisa, e de graça, com amor...

Uma outra pessoa, me questiona sobre a necessidade de editar novos livros, perguntando “para que isso”, uma vez que estamos chegando no fim de tudo...

R> Os livros são sementes, e há sementes que colocadas na terra brotam em apenas um dia. Um livro nas mãos de alguém poderá levar a uma conversão fulminante, como uma planta que brotasse e frutificasse no mesmo dia, porque a conversão nasce de uma centelha. Então, até o último dia possível, devemos continuar semeando, seja com os livros, com os artigos, também motivando para a confissão e a conversão. Justamente isso é que nunca deve parar, até porque adiante, virá a grande Evangelização, com vistas a preparação da chegada do Juiz... E penso que teremos ainda mais d eum ano para isso... Mãos a obra então...

Outra senhora me escreve dizendo que colocaram a venda seu apartamento para poderem gozar de seu dinheiro, indo morar na casa dos pais “já que tudo vai acabar mesmo”...

R> Tal comportamento pode ser interpretado por Deus como um descaso, como uma fuga, até porque nem todos os lugares são seguros. Quem garante a este casal, que não seria melhor ficar em se apartamento que na casa de seus pais? Além do que, há um pouco de cinismo neste comportamento... Acho que Jesus não gosta neum pouco desta atitude de querer gozar agora dos bens... que poderão faltar adiante...

Outra ainda, me sugere que não se importa em fazer novas dívidas à longo prazo, uma vez que “não dará tempo de pagar tudo”...

R> Realmente isso pode até acontecer, e sei que muitos pensam nisso. Mas nunca é demais atentar para o fato de que na tribulação que vem tais pessoas poderão ficar sem os recursos necessários para honrar suas prestações, e devido a isso poderão sofrer sanções graves, como a perda dos bens, sejam carros ou casas, por falta de pagamento. Sim, a vida deve continuar, as dívidas também podem ser contraídas a prazo, porém isso não deve gerar uma cascata de pânico, porque para os filhos de Deus haverá sempre a proteção.

Outra pessoa me sugere pedir as contas na empresa, para viver apenas do dinheiro que receberá das indenizações “uma vez que adiante todas as empresas falirão mesmo”...

R> Sim, isso irá acontecer, mas quem sabe quando e quem sabe quanto dinheiro ela irá precisar para sobreviver? É preciso continuar nos empregos enquanto eles existirem e se manter normalmente sem pressas e pânicos. Quando o mundo falir para uns, falirá também para os outros e então sim, os filhos viverão da prodigalidade de seu Deus. Mas até lá, que fique cada um em seu emprego.

Uma última situação, esta com sentido mais profundo: Trata-se de muitas mulheres que hoje trabalham fora, e que não necessitam do dinheiro que ganham para o sustento de sua família, pois os esposos ganham o suficiente e seu ganho é apenas para o supérfluo.

R> Neste caso particular, mesmo que estejamos próximos dos acontecimentos, é sim, uma boa opção, largar seus empregos para poderem ficar mais próximas dos filhos, e em especial para rezarem mais, pois esta a verdadeira missão da mãe. Assim, todas as que não precisam deste ganho extra para completar a renda familiar, que sentirem em seus corações o desejo de voltar a ser mães e esposas em tempo integral, creio que estarão optando pelo melhor caminho. Mas somente nestes casos. E tudo com calma e sem pânico. Aliás, na medida em que a tempestade se aproxima, estas mães que já vivem o clima do final dos tempos e entendem os sinais de Deus, sentem em seus corações que devem voltar ao lar integralmente, prova de que nunca de lá deveriam ter saído.

Estes casos acima, surgiram agora nos últimos dias e os cito como exemplo, mas há outras situações em que as pessoas estão pensando parar com tudo “porque não dá mais tempo” para terminar. São alunos com seus estudos, são pessoas quanto a construção de novas casas, ou de mudanças para outros lugares e até mesmo mudanças de emprego por uma atividade melhor.

Vejam: tudo deve seguir normalmente, como se nada estivesse para acontecer, apenas nunca deixar de lado a oração, a conversão contínua e a busca de estar o tempo todo ligado em Deus. Isso deve ser primordial! No mais, todos os projetos devem familiares devem continuar normalmente, sem sobressaltos, mesmo as construções planejadas, e ainda que, olhando os mapas do futuro, estas regiões fiquem para os peixes.

Um último apelo que quero fazer é quanto aos casais em tempo de fertilidade e abertos à vida nos moldes da Igreja Católica, que não temam a gravidez nestes tempos, porque Deus seria cruel se abandonasse as mães e as criancinhas ainda no ventre nestes tempos maus. Em verdade, quando Jesus diz “ai das mulheres que estiverem grávidas naqueles dias”, se refere às mães não preparadas, distantes de Deus, e isso apenas porque elas irão entrar em desespero não sabendo que futuro terão seus filhos. Mas as mães que estão em Deus, estas terão certeza de que suas crianças já nascerão na Era da Paz, e estando em Deus o que temer?

Calma, paciência, oração, fé! Tudo é próximo, não será adiado, mas ainda não chegou. E quem estiver atento, saberá como proceder no momento certo. Confiar em Deus acima de tudo: Ele resolverá todos os problemas e pendências.

Importante é aprender desde já a desapegar-se de tudo que é material, sem no entanto se desfazer dos bens. Importante pé também aprender a viver com pouco, porque perderemos a maioria de nossas mordomias, como por exemplo, o que for ligado a energia elétrica.

E sem medo! É isso o que o Céu nos pede! Por hora, celebremos com profunda dor e de coração, o drama da Paixão de Cristo que nesta semana Santa se renova. Agora vou à Missa, já os sinos tocam, os anjos nos chamam.

Que Deus abençoe a todos

Aarão


www.paideamor.com.br

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.842.352
Visitas Únicas Hoje: 360
Usuários Online: 225