O ANTI-PAPA
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.026.603
Visitas Únicas Hoje: 217
Usuários Online: 130
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1895 - Impresso: 79 - Enviado: 15 - Salvo em Word: 60
Postado em: 15/07/08 às 14:15:51 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=375
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

OBS: Texto escrito ainda no papado de João Paulo II

"Nestes últimos tempos muito se tem falado e especulado sobre a saída do papa, até sobre sua morte iminente, e sobre a eleição de um novo papa. Milhares de pessoas no entanto, sabem que ele não será um homem de Deus. Veja aqui algo a seu respeito". Já muitas vezes temos escrito sobre o anticristo – já vivo em nosso meio – e sobre suas características, e também temos colocado alguma coisa sobre um possível antipapa, que estaria para tomar assento no trono de Pedro. Sim, já na próxima eleição. Entretanto, vemos que, mesmo entre os estudiosos existe ainda confusão e dificuldade de discernir entre quais mensagens proféticas atuais e quais passagens da Santa Palavra de Deus se referem a um e a outro: Ao antipapa e ao anticristo! Imaginem então a confusão que isso causa na cabeça daqueles que mal começam a caminhar nesta via espinhosa – garimpar na Bíblia os indicativos e seguramente aplica-los ao nosso tempo – pois cheia de meandros, de armadilhas e passagens difíceis de explicar – como diz São Pedro – e de entender é óbvio. Claro que ninguém consegue dar bem todas estas explicações, mas com a graça de Deus muitos intrincados problemas já foram entendidos nesta área. Eis que Daniel disse: Muitos a esquadrinharão e o saber se multiplicará!

Uma das maiores confusões entre as mensagens atuais, que se referem a estas duas criaturas – anticristo, e antipapa – se verifica nas mensagens de La Sallete e da grande mística italiana Maria Valtorta. Ambas parecem se referir – e realmente mencionam – apenas ao anticristo, mas a forma como ambos surgiram, as características especiais de cada um, a descrição de quem eles eram de fato – e são – é frontalmente contrária. Qual delas se aplica a quem? Tem que haver uma explicação! E a nosso ver esta explicação existe, é fácil e vamos tentar esclarecer. Em primeiro lugar, olhemos a Bíblia. São João, em sua primeira carta, fala sobre quem seja o anticristo dizendo: Filhinhos, esta é a ultima hora. Vós ouvistes dizer que o anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isso conhecemos que é a última hora.. E nos alerta ainda, que estejamos alertas, para não sermos confundidos por ele, na sua vinda (2,18-28). Ou seja, que não sejamos confundidos pelo anticristo, quando ele se mostrar às claras ao mundo.

Ora, aqui São João é claro em algumas coisas. A primeira delas, é sabermos que existe não só um, mas muitos anticristos. Ou seja, todo aquele que nega a Deus e a Jesus Cristo seu Filho único, é um anticristo em potencial. A segunda coisa a observar, é que o apóstolo fala em última hora. Ou seja, o verdadeiro anticristo, o adversário de Deus, o homem que quer tomar o lugar de Deus e se fazer adorar, deve surgir apenas na última hora, ou seja, bem no tempo final, tal que, eu poderia dizer, quem sabe, ele surja apenas no último ano deste tempo final. Penso que a sua ação será tão maléfica, tão arrasadora, que Deus, primeiro não suportará que ele continue a matar seus filhos e filhas impunemente e, segundo, se obrigará a intervir, para que ele não mate a todos nós.

Como vimos, as feras são duas! Mas nosso intuito aqui neste texto, é melhor explicar esta segunda besta. Assim, esta segunda fera, (13,11) saída da terra de Roma, melhor dizendo, de dentro do Vaticano, que tinha dois chifres como um cordeiro, mas falava como um dragão. Ela exercia todo o poder da primeira fera, sob a vigilância desta, e fez com que a terra e os seus habitantes adorassem a primeira fera. Ou seja, trata-se de duas pessoas distintas, que, embora dois anticristos, uma, a primeira, de fato personifica o verdadeiro espírito de satanás – a quem ambos obedecem – enquanto esta segunda age nas sombras, já agora e há muito tempo, dentro da Igreja Católica Apostólica, para fazer com que a primeira fera seja adorada pelos homens. Na verdade, trabalha para que Lúcifer tenha finalmente o gostinho de se fazer adorar como um deus, por uma parcela completamente enlouquecida da humanidade. Parece incrível, mas a seu tempo virá!

Ora, Jesus Cristo teve um precursor em João Batista, "o maior dos nascidos de mulher". E já muitas vezes explicamos que o demônio é macaco, imitador de Cristo, nada sabendo fazer de novo ou de singular. Eis que Deus concedeu a Lúcifer, o maior dos inimigos de Deus, poderes inauditos sobre os homens. Na verdade, o Pai quer dar a esta criatura hedionda, todas as chances possíveis, todas as facilidades necessárias, para que ele consiga o domínio sobre as almas dos homens, até o ponto de tentar fazer com que eles o adorem. Isso para que, depois de vencido – por toda a eternidade – este anjo podre, não tenha condições mínimas de reclamar de Deus, alegando que lhe faltou alguma concessão, algum benefício, que Deus lhe tenha negado algum acesso ao coração do homem, de modo que isso houvesse prejudicado a sua ação, e impossibilitado a sua vitória sobre Deus. Também, para que depois, no momento da grande explosão do Espírito Santo, fique claro a todos, homens, anjos e demônios – e para todo o sempre – o imenso Poder superior de Deus. Eis porque satanás pediu – e Deus lhe concedeu – também um precursor, alguém que lhe preparasse o caminho. Este precursor é personificado, a nosso ver, pelo antipapa que virá em breve, como fartamente anunciado.

Na verdade, hoje, todas as instituições da terra, em qualquer área de atuação, desde as grandes corporações financeiras, industriais, comerciais e bancárias, até as entidades civis de qualquer área, assim como as militares, até mesmo todas as seitas e igrejas separadas, já estão sob o domínio direto ou indireto do anticristo. Falta apenas uma instituição a cair nas mãos nefandas dele: A Igreja Católica, Apostólica, Romana! Não porque não se encontre dentro dela também a podridão necessária para os moldes do anticristo, mas porque seu grande líder, João Paulo II, ainda é obra do Espírito Santo e pertence a Deus. Mas ele sairá do Vaticano, a seu tempo! Ou seja, falta apenas a eles suprimir o trono ao atual Papa, para que se manifeste o antipapa, o preparador do anticristo, e assim esteja completo o "time" com o qual Lúcifer pretende vencer a Deus.

Ora, hoje, dentro do Vaticano, não se fala em outra coisa que não seja eleição do Papa. Tripudiando sobre a vida do atual Papa, como verdadeiros urubus – assim Jesus os chama através de Vassula Ryden – eles se atiram odiosamente em sórdida campanha, já antes de acontecer a morte do atual. Já anunciamos em outros trabalhos que foram por eles alteradas as regras da eleição, dispensando a maioria absoluta, de modo que poucos cardeais bem organizados – os filhos das trevas são mais espertos que os filhos da luz – eles poderão com poucos elementos eleger um papa. E também para Vassula, Jesus disse que esta eleição se fará sem o consentimento Dele. Isto é, sem a presença do Espírito Santo, tal que, quando os bons cardeais perceberem, já será tarde. Eles serão enganados por uma manobra suja, pois de minha parte, penso até que a eleição já está decidida, agora, pois este cardeal exerce um assombroso poder de sedução sobre os outros.

Como vamos separar este tema em dois textos distintos, vamos aqui relatar o que Jesus falou à mística italiana Maria Valtorta, cujas mensagens tiveram um apelo e um estímulo de publicação, feito pelo papa Paulo VI. Ele nos parece relativo, na verdade, ao antipapa, eis que todo aquele que é contra o papa, é também um anticristo.

"Estão presentes os precursores daquele que EU disse poder chamar-se ‘Negação’, ‘Mal feito carne’, ‘Horror’, ‘Sacrilégio’, ‘Filho de Satanás’, ‘Vingança’, ‘Destruição’ e poderia continuar dando-lhe tais nomes de indicação clara e pavorosa. Mas ele ainda não chegou" (Isso por ocasião da segunda guerra mundial).

"Será uma pessoa de elevada posição, elevada como um astro. Não um astro humano que brilhe num céu humano. Mas astro de uma esfera sobrenatural, o quão, cedendo ao afago do inimigo, conhecerá a soberba depois da humildade, o ateísmo, depois da fé, a luxúria, depois da castidade, a fome de ouro depois da pobreza evangélica, a sede de honras, depois da ocultação".

"Será menos espantoso ver uma estrela cair do firmamento que ver precipitar nas espirais de Satã esta criatura, antes eleita, a qual repetirá o pecado de seu pai de eleição. Lúcifer, por soberba, converteu-se no Maldito e no Escuro".

O Anticristo, por soberba nesta hora, converter-se-á no maldito e no escuro depois de ter sido um astro no meu exército".

"Como prêmio do seu perjúrio, que sacudirá os céus num estremecimento de horror e fará tremer as colunas da minha Igreja no temor que suscitará sua queda, obterá a ajuda completa de Satanás, que lhe dará as chaves do poço do abismo (Ap 9,2) para que o abra. Mas que o abra totalmente, para que saiam os instrumentos de horror que Satanás fabricou durante milênios para levar os homens ao desespero total (Ap 9, 3-12), de tal modo que, por eles mesmos, invoquem a Satanás como Rei e corram para o séqüito do Anticristo, o único que poderá abrir, de par em par, as portas do abismo para fazer sair o Rei do abismo, assim como Cristo abriu as portas dos Céus para fazer sair a Graça e o Perdão, que fazem os homens semelhantes a Deus e reis de um Reino eterno, no qual sou o Rei dos reis".

"Assim como o Pai deu a Mim todo o Poder, Satanás lhe dará todo o seu poder, e especialmente o poder de sedução (2 Ts 2,9-11) para arrastar em seu seguimento os fracos e os corrompidos pela febre das ambições, como acontece com ele próprio, seu chefe. Mas, em sua desenfreada ambição ainda achará pouco o auxílio sobrenatural de Satanás, e buscará outras ajudas nos inimigos de Cristo, os quais, armados com armas cada vez mais mortíferas – tudo o que a criatividade de sua paixão pelo mal poderia induzir para semear o desespero nas multidões – o ajudarão até que Deus diga o seu ‘Basta!’ e os aniquile com o fulgor de sua figura".

Explicamos esta mensagem. Embora ele seja aqui definido por Jesus como um anticristo – e ele de fato o é – alguns indicativos podem ser levantados para descarta-lo como sendo à verdadeira e suma manifestação do anticristo, o demônio personificado, embora a descrição de Jesus, ao início, não deixe dúvidas da repelência assombrosa que este ser nefasto, que se fez maldito, também lhe causa. O primeiro ponto que se pode levantar, é que este homem é alguém de elevada posição dentro da Igreja Católica, com certeza um cardeal "papável". Segundo, ele era bom ao início, mas se deixou corromper por satanás. O terceiro é que este homem estará dentro da Igreja, para destruí-la por completo, se possível for. O quarto, é que ele será a primeira das feras a aparecer, sendo, portanto, um precursor do verdadeiro maldito que virá depois dele. O quinto é que a sua eleição para o comando da Igreja causará a abertura do poço do abismo – abaixo explicaremos isso – dando vasão a todos os demônios do inferno que se derramarão por toda a terra. Este tempo coincidirá, certamente, com o silêncio do Céu (Ap 8,1). Ou seja, quando ele for eleito, o céu se retira da terra, em parte, para dar passagem aos inimigos de Deus, o antipapa e depois o anticristo, sobre as ordens de quem o primeiro trabalha.

Ora, para Vassula Ryden Jesus falou que "ricos comerciantes os compraram". A quem Jesus se refere? Refere-se a muitos cardeais, bispos e altos mandatários da Igreja! Quem ler o livro Cristianismo em Xeque, da Editora Record, poderá ver uma lista de 101 altos dignitários da Igreja – lista de 1978 como não estará hoje? – todos filiados à maçonaria. E se observarmos bem, grande parte daquelas filiações às hordas satânicas, aconteceu já há décadas atrás, algumas já antes da segunda Guerra Mundial, mas notadamente nos tempos que antecederam ao Concílio Vaticano II. A maioria foi por aquela época que se transferiu para as hostes adversárias, à custa de muito dinheiro, de muitas honrarias e de muito poder. Eles tinham, como obrigação por esta paga, que combater a Igreja de Cristo, partindo de ataques vindos de seu próprio interior, pelo modernismo, destruindo a doutrina e pregando a mentira. Naturalmente que, esta plêiade toda está agindo hoje, dentro da Igreja, no sentido fazer tremer as suas colunas tal como Jesus acima falou. E só por Deus é que ales ainda não a derrubaram efetivamente!

Na verdade, uma das pessoas que mais conhecia estas estrelas cadentes, foi o falecido Papa João Paulo I, e foi justamente por causa da tentativa dele de expulsar estes cardeais de seus cargos de mando, é que ele acabou sendo assassinado. Isso está fartamente provado e documentado no livro Em nome de Deus, do jornalista americano David Yallop, Editora Record. E também João Paulo II sabia e sabe desta conjuração dentro do Vaticano, e a pergunta que muitos fazem, é: se ele sabe, porquê não os expulsa? Simples, porque ele sabe do que aconteceu ao seu antecessor. Aliás, quando perguntado a respeito disso, o Papa respondeu: agora é muito tarde! Ou seja, quando ele assumiu o comando da Igreja há quase 25 anos atrás, já não mais era possível reverter o quadro, e eu explico.

O que acontece no Vaticano, é que existe um acordo entre o Papa e os cardeais de Roma, notadamente a tal Cúria Romana, composta de um conselho de trinta eminentes cardeais – absurdamente 20 deles são italianos e 10 dos outros países – mediante o qual alguns dos cargos são preenchidos pelo Papa, com pessoas de sua inteira confiança, e os outros são preenchidos por eles, com elementos de seu maldito quilate. Ou seja, não é como num país, que quando entra um presidente pode reformar todo o seu ministério. Ali, quando entra um novo Papa, já se encontram alguns cânceres incrustados, nos quais ele não pode tocar. Ou seja, não são pessoas que obedecem ao seu comando, e sim a um comando estranho e externo, o que de fato torna quase impossível ao Papa o fiel desempenho de seu mandato. Eis porque João Paulo II disse recentemente a um bispo do Brasil: seu só posso fazer aquilo que eles me deixam! É então, na verdade, o simples medo de um escândalo – nem os maus querem provocar escândalo – o que permite manter uma certa face bonita, uma certa aparência de normalidade dentro do Vaticano, e que engana a maioria dos católicos incautos, inclusive padres e mesmo bispos e cardeais.

Sim, apenas aparências, pois o que ali dentro acontece é uma verdadeira batalha, uma gigantesca queda de braços, entre Deus e o diabo. Somente a força de Deus é que mantém o Papa João Paulo II ainda no seu mandato. Não fosse o verdadeiro pavor que eles têm de um escândalo – o assassinato de um Papa seria um grave – eles de fato já o teriam matado. Ora, eles sabem, e muito bem que milhares de católicos, mesmo assim, sabem que o próximo papa é esperado como um traidor. Se eles fizessem um processo fraudulento, a vista de todos, isso se tornaria patente e poderia suscitar uma revolta dos católicos. Eis porque eles precisam criar um clima de normalidade, e com ele iludirão a maior parte do povo católico, que se encantará com as medidas inovadoras do falso.

Assim, os indicativos falam que a verdadeira fonte de poder dentro do Vaticano, não é mais o Papa, e sim a Cúria Romana, o grupo mais bem estruturado e organizado, sendo dela que partem muitas das disposições e reivindicações que desagradam ao Papa. Ora, este grupo, certamente é comandado por um cardeal, eu diria até não um homem tão velho assim, uma criatura que conseguiu adquirir grande poder entre seus pares, que age dentro do Vaticano e que já está decidido, de corpo e alma, a fim de se entregar a satanás. Com isso cometerá o nefando crime de liderar, de dentro da Igreja Católica, a suprema rebelião dos homens contra Deus. Não tenham dúvidas de que se trata de uma pessoa riquíssima – embora o mundo não revele isso, dizem que é dono de uma das maiores multinacionais – e também por isso tudo pessoa poderosíssima, tendo em vista que o próprio satanás lhe empresta sua força e seu poder de sedução, assim como o faz com o próprio anticristo, que virá depois. Com Deus é que este cardeal não tem parte alguma!

Entretanto, algumas pessoas se negam a acreditar que Deus vá permitir que um tal falso papa tome assento no trono de Pedro. Ora, a história nos revela, e os estudiosos acreditam que, entre os 264 papas da Igreja, 32 foram considerados antipapas. Não impressionaria, então, se um 33º - número muito apropriado por sinal – viesse a tomar assento em Roma e dali passasse a comandar a Igreja Católica, rumo ao abismo final. Já em outros artigos nós mencionamos as modificações que eles pretendem implementar na Igreja – já estão de fato implementando – no sentido de "moderniza-la", e não voltaremos a mencionar tudo aquilo. Mas a verdade é que este processo está em curso, e exatamente vai sendo conduzido pelas mãos, não dos bons cardeais e fiéis a João Paulo II, nem jamais por ele, mas sim por aqueles que, através das décadas, já se fixaram em pontos estratégicos de comando dentro do Vaticano, de modo a não mais obedecerem ao Papa, e sim à primeira besta que os comprou e que agora os comanda com mão de ferro. Estes cardeais falsos podem até não desobedecer formalmente ao papa, mas deixam de cumprir suas diretrizes e engavetando seus documentos, literalmente imobilizam a ação do Papa.

Temos aqui, então, um homem que era bom, mas que comprado por muito dinheiro e seduzido por muito poder e honrarias, se rendeu completamente à satanás. Muitas pessoas já perguntaram e perguntam quem seria esta pessoa, tão odiosamente má, capaz de, como um novo Judas Iscariotes, atraiçoar a Jesus e à sua Igreja. Com certeza absoluta não é prudente citar nomes de cardeais ou bispos, mas uma coisa fica bem clara: ele jamais sairá de entre os cardeais que são realmente fiéis ao Papa João Paulo II, e sim dentre aqueles não indicados por ele, ou seja, por seus pavorosos e hediondos adversários. Se o quiserem encontrar, não o busquem entre aqueles que obedecem, mas entre aqueles que contradizem ao Papa, entre os que vivem sugerindo que ele renuncie, entre os que vivem a promover intrigas e a pregar a má doutrina, entre os que promovem banquetes para os cardeais com direito a voto, pois já estão em campanha declarada para serem papas. Tenebrosamente hediondo este mau comportamento é prova segura, de que nem tudo é conduzido por Deus, dentro do Vaticano, onde segundo escritor Olivo Cesca, existem hoje funcionando quatro lojas maçônicas. Ou seja, procurem-no entre os maçons, ou os mafiosos que lá se encastelaram. E, creia, eles são muitos! Alguns deles, inclusive, nunca foram homens de Deus, mas sim foram infiltrados dentro da Igreja, vindos da parte do comunismo, da máfia e da maçonaria, com o objetivo de desafiar a Deus!

Como viram, o Apocalipse trata de duas pessoas diferentes, ambas anticristos, mas cada um com função diferente. Na verdade, as mensagens levam ainda a uma certa confusão, quando ambas dão a entender que os dois pretendem ser adorados como se fossem Deus. Eu não duvido que – dada a influência poderosa de satanás – que ambos sejam possuídos deste espírito maldito, tanto que o profeta Ezequiel, no capítulo 28, descreve um personagem, o antipapa, a quem Jesus disse a Vassula que este texto se referia. Vejam como ele bate com o texto acima de Maria Valtorta: Teu coração elevou-se; tu disseste: sou um deus, assentado num trono divino, no coração do mar. Quando não passas de um homem e não és um deus, tu te julgas em teu coração igual a Deus. Sem dúvida, eis-te mais sábio que Daniel, nenhum mistério te é obscuro. É por tua sutil inteligência que adquiriste bens, e cunhaste ouro e prata em teus tesouros. Por tua grande habilidade comercial, tens aumentado as tuas riquezas, e teu coração se ensoberbeceu (28,2-5).

Ou seja, tudo bate muito bem com a descrição que se tem feito de um homem que era de Deus, mas que se vendeu por dinheiro ao adversário de Cristo. Inteligente, astuto, ele conseguiu amealhar uma grande fortuna, no que ele difere frontalmente de todas as descrições do verdadeiro anticristo, que em síntese não busca a riqueza financeira, pois seu objetivo não é o ouro nem a prata, mas sim a posse completa do coração dos homens. Para o anticristo, o ouro e as riquezas e o poder são a forma de atrair os gananciosos. Mas vejam, o antipapa, em seu desafio a Deus, em sua sanha destruidora da Sã Doutrina, nada mais faz que ele mesmo instituir uma nova doutrina, absolutamente contrária às disposições divinas, e completamente voltada a adoração do homem pelo homem. Em síntese, qualquer pessoa que discorde da Doutrina de Jesus Cristo, que estabelece para si uma doutrina especial, nada mais faz que se colocar no lugar de Deus, e nada mais pretende que, ele mesmo ser adorado como se fosse Deus. Ou não?

Na verdade, tudo indica que este falso papa, este precursor do anticristo verdadeiro, irá tomar gosto pela coisa. Ele próprio dirigirá os exércitos do mal, por um tempo, e isso com certeza lhe exacerbará o espírito. E então, para que somente o verdadeiro anticristo se torne a sumidade da terra, é de se supor que eles terão que matar o antipapa, eis que Ezequiel diz: Far-te-ei, descer à fossa, morrerás como um decapitado no coração do mar. Dirás, ainda, diante do algoz: sou um deus, quando tu não és senão um homem – nas mãos de teu assassino? Morrerás da morte de um incircunciso, sob os golpes do estrangeiro, sou Eu que o digo – oráculo do Senhor Javé! (28,8-10). Ou seja, este antipapa, morrerá pelas mãos de homens, nos coração do mar – Roma está no coração do mar – não pelo sopro da boca do Senhor, conforme está dito tanto por São Paulo em II Tessalonicenses (2,8). Isso também está explicado por Nossa Senhora na mensagem de La Sallete: ele será precipitado para sempre com todos os seus nos abismos eternos do inferno". Isto é, o verdadeiro anticristo, será destruído diretamente pelo poder de Deus. Já o antipapa, deve ser morto pelo próprio anticristo, quando chegar o momento de ele ascender ao trono de Deus, mesmo que seja por poucos dias. Isso acontecerá, pois a Bíblia não mente!

Assim, enquanto a parte maior da nossa Igreja dorme, sonha e ronca, os inimigos dela, como um Cavalo de Tróia se encastelaram no Vaticano e dali promovem sutilmente profundas mudanças, maliciosamente dando a entender que são disposições do Papa João Paulo II. Este Papa, já desde o início do mandato, tem dado sinais claros de que muitas e fortes amarras o prendem e não permitem que ele cumpra sua missão como gostaria. De fato, seu grande desejo era preparar a Igreja inteira, com vestes santas, para receber a Jesus que volta em glória. Entretanto, estas forças ocultas e malévolas, têm lhe embargado os passos, e agindo dentro de seus cargos imobilizam completamente a sua ação. Eu não consigo compreender como é que nossos bons cardeais e bons bispos – que felizmente ainda existem – não percebem esta trama. Se eles percebem, porque não agem? Duas coisas os imobilizam certamente: A primeira delas é um desmedido orgulho, ou uma falsa sensação de que tudo lá está bem e que o Espírito Santo não permitirá que uma coisa destas aconteça com a Igreja. A segunda é que esta cegueira é parte deste tempo de trevas, pois só assim curso a iniqüidade. E que fazer, senão rezar?

Obviamente que Deus agirá em breve, pois não permitirá que estes maus destruam a Sua Igreja completamente. Mas, com certeza, ela antes será lavada em sangue. Muitos destes cardeais e bispos se converterão ainda em tempo – notadamente quando o Espírito Santo explodir em suas cabeças no momento do Grande Aviso – e não é de duvidar que dêem a sua vida pela Igreja. Outros, entretanto, inclusive este falso que se fará antipapa, não terão a graça da contrição final e se obstinarão no mal até o fim. Eis que então o seu destino eterno já está selado desde a eternidade, pois está em Apocalipse em 20,10: O demônio, sedutor delas, foi lançado num lago de fogo e enxofre, onde já estavam a fera e o falso profeta, e onde serão atormentados, dia e noite, pelos séculos dos séculos. Não, infelizmente um tal castigo não é crueldade de nosso bom Deus, mas um "prêmio" a todos aqueles que resolveram, por livre e espontânea vontade, com toda a força obstinada de sua maligna alma, entregarem-se a satanás ainda em vida.

Tanto que o próprio Javé chora a morte deste infeliz, quando lamenta em Ezequiel 28, 11-19: Eis o que diz o Senhor Javé: Eras um selo de perfeição, cheio de sabedoria, de uma beleza acabada. Estavas no Éden, jardim de Deus, estavas coberto de gemas diversas... Tamborins e flautas estavam a teu serviço, prontos desde o dia em foste criado. Eras um querubim protetor colocado sobre a montanha santa de Deus; passeavas entre pedras de fogo. Foste irrepreensível em teu proceder desde o dia em foste criado, até que a iniqüidade apareceu em ti. No desenvolvimento de teu comércio, encheram-se as tuas entranhas de violência e de pecado, por isso eu te bani da montanha de Deus, e te fiz perecer o querubim protetor, em meio a pedras de fogo. Teu coração se inflou de orgulho devido à tua beleza, arruinaste a tua sabedoria, por causa de teu esplendor; precipitei-te em terra, e dei com isto um espetáculo aos reis. À força de iniqüidade e de desonestidade no teu comércio, profanaste os teus santuários; assim te fiz jorrar o fogo que te devorou e te reduzirá à cinza sobre a terra aos olhos dos espectadores... acabaste como um objeto de espanto; foste banido para sempre. Triste lamento, triste fim, para quem se quis equiparar a Deus, mudando as leis divinas e afrontando a palavra Eterna.

Temos ai, então, um homem muito inteligente. Um grande comerciante! Alguém que estava sentado firme na Montanha de Deus – certamente Roma – e alguém que por um tempo foi irrepreensível aos olhos de Deus. Mas deixando o orgulho e a soberba entrarem no seu coração, ele arruinou completamente a sua alma. O fato de ele profanar os santuários, certamente nos leva a entender sua tentativa de destruir a própria Igreja, com a sua nefanda doutrina de morte. Como o dinheiro, o ouro e o poder podem contaminar uma alma! Que grande atrativo satanás pode colocar nestas coisas! Especialmente, não tenham dúvida, o que atrai esta criatura que se fez tão maligna, é a possibilidade de alcançar o papado. A possibilidade não só de comandar o universo católico de quase 1,2 bilhões de pessoas, mas sim toda a parte espiritual da terra, pela introdução da religião única. Tudo isso deve ter contaminado de tal forma o coração deste infeliz, que ele não mais conseguiu dominar-se, eis que satanás se aninhou plenamente em sua alma.

Compreendamos uma coisa: João Paulo II, até o dia de hoje, JAMAIS fez algo de errado em seu santo ministério. Jamais alguma atitude que ele tomou, foi errada, pois sua obra é cheia do Espírito Santo. Ninguém, pois, tem o direito de se rebelar contra ele, ou o criticar em nada ou de o desobedecer. De fato, até mesmo seus mais ferrenhos inimigos e adversários de outras igrejas, reconhecem nele um homem de Deus. São apenas alguns cancerosos, ao seu redor, aqueles que minimizam suas ações, combatem suas disposições e negam-se a cumprir suas ordens. Também os que fazem pouco caso delas, de tal modo que o fato de se imobilizarem diante dos pedidos do Papa – fazem isso caladamente e nas sombras. Isso se torna ainda mais odioso diante de Deus que a própria afronta aberta, a rebeldia visível e até mesmo o ataque frontal. Creio que Deus preferiria antes que estes homens o atacassem pública e visivelmente, do que se manterem odiando, nas sombras, parecendo santos, quando são demônios. Seu castigo seria menor. Mas agindo desta forma eles têm enganando a milhares de católicos incautos, que pensam que tudo vai bem com a Igreja e com o Vaticano, quando tudo vai mal e vai muito mal.

Procurem o grande adversário de Deus, portanto, entre aqueles que se esmeram em aceitar doutrinas que não vêm da Igreja. Procurem-nos entre os que se opõe frontalmente aos insistentes pedidos de perdão que o Papa João Paulo II tem feito. Eles provam com isso o seu extremo orgulho, além do mau exemplo que dão, porque Jesus mandou perdoar, não apenas uma, nem sete, mas setenta vezes sete, além do que, por humildade, lavou os pés dos seus discípulos. Procurem-no entre os que defendem o aborto, a eutanásia, o sexo livre, o homossexualismo, o fim do pecado, o casamento de padres, a ordenação de mulheres e tantos outros temas que já causaram tanto desgosto á Igreja e ao Santo Padre o Papa. Estes são os anticristos! São aqueles que pregam o fim dos sacramentos, em especial desprezam a Confissão e a Eucaristia! São os que trabalham furiosamente pelo fim da Santa Missa – embora tudo num clima de "santo" de falso ecumenismo – cometendo com isso a desastrosa abominação predita pelo profeta Daniel. É entre estes que devemos procurar o grande adversário da Igreja Católica, ele mesmo, o inimigo oculto de Deus, o falso profeta com sua falsa igreja.

A manifestação dele se dará somente após a fuga de João Paulo II do Vaticano. De fato, é ele quem precisa ser afastado, para se manifeste abertamente este detrator da Igreja, ele e seu grupo nefasto, que já há muitos anos assola o seu interior. De fato, todos aqueles luminares da Igreja que não combatem tenazmente todas estas heresias acima apontadas, na base – antes preferem combater furiosamente os profetas atuais que anunciam a chegada do reino das trevas – são também adversários de Deus. É somente por causa do imobilismo desta cúpula, que as bases inteiras se prosternarão diante do maldito, iludidas pelo seu assombroso poder de sedução. São eles que estão preparando, com a sua falta de fé e oração, a galopante apostasia que se instala em toda a terra, com milhares de pessoas negando seu batismo em praça publica. Isso porque já não encontram mais a segurança de uma direção firme, eis que nem sabem mais quais disposições vêem na verdade de João Paulo II, e quais delas vêem dos seus adversários.

Agora mesmo, neste momento em que escrevo, entrou uma pessoa amiga no escritório e lhe disse que sua irmã telefonou de outra cidade, dizendo que tinha escutado que o papa tinha morrido. Falou também da eleição dos cardeais para comporem o colégio e coisas assim. Sim, tudo isso está em voga e em febril atividade. Mas não acreditem que o papa morrerá neste momento. Se disserem que ele morreu, é porque ele fugiu. Se ainda assim insistirem dizendo que o encontraram morto, mesmo assim não creiam, pois ele está vivo e estará em fuga. Mesmo que finjam um enterro com um boneco de cera – até isso é possível – mesmo assim não acreditem, pois a missão dele ainda não terminou. Há coisas incríveis ainda reservadas para ele, na sua assombrosa missão nesta terra. Mas logo isso acontecerá, não sei o dia nem a hora. Não sei se neste ano, se no ano que vem, ou daqui ha mais alguns anos. O certo é que virá e quando isso acontecer, ninguém mais irá perguntar nada, pois tudo se tornará manifesto. Tudo explodirá em poucos dias!

Por hora, assim, eu ainda não sei como se darão as coisas em Roma, entretanto uma coisa é certa: O Papa João Paulo II estará ainda vivo – embora não no Vaticano – enquanto eles já estarão elegendo outro. E isso não é permitido, porque o cargo de Papa é vitalício e não pertence ao ele, e sim ao Espírito Santo, eis porque não pode renunciar. Ademais, ainda noutro dia ele disse claramente a quem quisesse escutar: Eu não vou abdicar do cargo, porque Jesus também não desceu da Cruz! Então, não esperem a sua renúncia, e sim a pressão diabólica para que ele abdique do cargo. Ela virá de todos os lados, e quanto mais fragilizado o Papa se mostre, maior será a pressão. Na verdade, ela será tanta e a mídia colocará as coisas de uma forma tão insidiosa, que até mesmo os católicos bons, aqueles que sabem destas coisas, acabarão por concordar que é mesmo bom que João Paulo II deixe seu cargo vago. Então chegará o dia do mau!

Aguardem, então, a sua "eleição", sem dúvida não conduzida pelo Espírito Santo e por isso mesmo fraudulenta. Agora mesmo o Vaticano prepara reuniões de cardeais e bispos em Roma e se fala em discussões sobre a sucessão papal. Lembro que nada disso vem de João Paulo II. Ele não deve falar deste assunto, e se o faz é forçado apenas pela besta inflamada, em sua ânsia de apossar-se do governo da Igreja. Fala-se também na nomeação de novos cardeais que compõe o chamado Sacro Colégio Cardinalício, com direito a voto, porque hoje apenas 109 têm o direito de eleger o Papa, e ser eleito, quando há possibilidade de 120 ou mais. A insídia está em dizerem que João Paulo II nomeará novos cardeais, afinados com as suas diretrizes, quando se sabe perfeitamente que não é ele jamais, quem escolhe os cardeais e bispos que deve nomear. Já explicamos o que de fato acontece. Nestas circunstâncias, embora saibamos que existem ainda bons bispos, um senhor católico, ligado à Igreja há muitas décadas, me falou que nós devemos desconfiar de todos os novos que são nomeados. Já há muito que os critérios de grande santidade foram abandonados nestes casos, em troca da "grande sabedoria".

A nosso ver, uma das mais acintosas formas de desafiar ao Papa João Paulo II, de lhe mostrar desprezo, tem sido a dos cardeais que já se colocam antecipadamente como candidatos a papa. Esta atitude vil, que significa desejar ardentemente que ele morra logo, para tomarem assento em seu lugar, denota uma malignidade sem limites, em se tratando de Igreja Católica, a Igreja de Jesus. Sim, nenhum cardeal pode evitar que se especule com o seu nome, pela mídia fofoqueira, mas ele deve sim, com todas as suas forças, combater tenazmente, imediatamente, furiosamente se preciso qualquer tentativa de levar adiante tal idéia, porque não devem ser os homens que se escolhem, mas sim o Espírito Santo. Também a forma absurda de declarar antecipado o voto, nos parece insensatez, que não leva em conta um homem que ainda vive, e só faz tripudiar sobre ele e lhe desejar a morte. Qualquer cardeal, que não tenha combatido sua inclusão pela mídia especuladora, como "papável" terá que acertar contas duras com o Pai celeste, no momento de sua chegada. Estas coisas de eleição devem ficar apenas para depois da morte do Papa. Só então o Espírito de Deus se manifestará, escolhendo Ele mesmo, a aquele que for achado digno de ocupar o trono de Pedro.

E assim, e por causa deste espírito maldito, a eleição do antipapa não será conduzida por Deus. Ela dará poderes ao falso, de abrir o poço do abismo. Não pensem que levará muito tempo para o mundo pegar fogo, depois da eleição deste monstro. Se levarmos em conta que se Deus permitisse, em menos de um minuto os demônios matariam todos os homens, não resta dúvida de que, se Ele o permitir, em menos de um minuto eles terão domínio maior sobre as almas da maioria das pessoas. Já temos dito isso centenas de vezes: Os homens, então, se tornarão irreconhecíveis. De um momento para outro, todos aqueles que não querem saber de Deus, os que não levam hoje uma vida de oração, de mortificação, de luta contra o adversário das trevas, além de todos aqueles que não se mantêm em estado de graça – estes são posse de Deus e sobre estes os demônios não têm poder – e todos aqueles que vivem "muito bem" sem a Santa Eucaristia, estes todos estarão sujeitos à sedução das trevas, serão tomados de um espírito mau, e passarão a agir com muita perfídia e malignidade. Milhares de pessoas, inclusive, agirão como verdadeiros possessos!

Imaginem, então, se até entre os eleitos o germe de maldição proliferar, que não irá acontecer com os dirigentes do mundo, aqueles que vivem hoje longe de Deus e aqueles que são Seus inimigos declarados? Ora, satanás anseia tocar fogo no mundo. Milhares de vezes ele já o teria feito se Deus o permitisse. E teria estragado com isso seu próprio plano de destruir o homem. Mas Deus, que tudo comanda – só Ele sabe o futuro – determinará o momento certo do início destas coisas todas. Então, dando maiores poderes ainda ao inferno, sobre as nossas almas, teremos milhares de pessoas seguindo alucinadamente aos espíritos sedutores, rumo a um abismo de completa loucura. Penso que, em algumas horas, já se verão os rescaldos do ataque dos espíritos infernais. Então, até seu pai, sua mãe, seus irmãos e amigos, pessoas ligadas a você, poderão mudar de uma hora para outra seu comportamento. E se tornarão maus, irreconhecíveis, bestializados e capazes até de matar (Jo 16,2), pensando que estão fazendo coisa boa, que é Deus quem lhes pede isso. Ou seja, pelas mãos dos maus, os pequeninos serão conduzidos ao matadouro do inferno, até mesmo com alegria e sádico prazer, eis até onde chegou a malícia humana.

Então, com o correr dos dias, começará uma imensa perseguição de todos aqueles que quiserem se manter fiéis à tradição, ao Catecismo e às santas disposições emanadas de João Paulo II. Sim, porque virá um novo, mas pestífero e falso, "novo catecismo", que trará para dentro da Igreja todas aquelas heresias que temos anunciado, muitas delas já sendo gradualmente implementadas e em curso. Este falso catecismo será forçado, e toda a mídia mundial, a serviço da besta, o estará rapidamente divulgando em todo o mundo. Já alertamos desde há muitos anos que não se deve seguir as disposições ali contidas, especialmente aquelas que contradizem a tudo aquilo que você aprendeu até João Paulo II. Lembre que NADA existe de novo! Doutrina não se moderniza! A Palavra de Deus é eterna e é imutável! Todo modernismo vem de satanás, que quer destruir aquilo que é sagrado e santo, e vem de homens malditos colocados a seu serviço. Então é preciso muita força, e muita oração, muita fé, para conseguir passar pelos tempos de trevas que adentrarão também na Igreja.

Estes tempos piores, serão de sete meses, tempo em que João Paulo II ficará fora do Vaticano. Durante este tempo em que ele estiver em fuga por diversos países do mundo, a terra entrará em transe! Virão as explosões das bolsas de valores, a quebradeira dos bancos e empresas, virão bilhões de desempregados nas ruas, e virão primeiro as guerras civis em muitos países, que culminarão com a 3ª Grande Guerra mundial. Depois dela virá o astro que partirá a terra em mil pedaços e virá o caos completo. É neste clima que o Papa retorna ao comando da Igreja, não certamente no Vaticano, porque Roma, segundo as profecias, desaparecerá! Ela será totalmente arrasada num incêndio! E desaparecerá também o Vaticano com todas as suas obras de arte. Mas junto e antes, irão também todas as lojas maçônicas que lá se incrustaram, como também terão desaparecido todos os que nelas habitam. Eis que o profeta diz: é pela cidade onde Meu nome FOI invocado, que começo a destruição. Sim, um dia Roma FOI uma cidade que era a morada de Deus. Hoje não é mais! Porque satanás resolveu colocar exatamente ali o seu torno, tanto comandando o mundo através do chamado Clube de Roma, quanto também a Igreja, através do antipapa. Na verdade, quando o papa retornar ao comando da Igreja pelas mãos dos bons cardeais, já o antipapa estará morto.

Não acreditem, por fim, se alguém lhes disser que nada disso seja verdade. Nem que isso é impossível! Nem que "Deus não permitirá uma coisa destas aconteça", porque já permitiu e tudo está em curso. Cada qual, com um pouco de oração, de fé, e de amor verdadeiro a Deus e à Sua Palavra, poderá perceber que tudo isso está escrito, que é profético e se cumprirá. Sim, para a Glória de Deus e para o nosso bem! Aguardem para breve! Com os rumores da pouca saúde de João Paulo II, assanha-se a besta e têm curso as confabulações sobre a sucessão. Lembrem-se sempre que na verdade ele não está tão mal assim, mas é Deus quem o verga, o faz parecer tão frágil, para que o processo de sua sucessão deslanche e tenha curso, pois só assim se cumprirão as profecias.

De fato, sinto que o Papa João Paulo II, em sua fuga, chegará um dia ao Brasil, vergadinho assim como era o Frei Damião. Mas depois de alguns meses fora daquele antro em que se tornou Roma, e longe da pressão odiosa que sobre ele exercem os maus, remoçará muito e parecerá outro homem. Afinal, ele precisa de forças para cumprir o resto de sua missão. Depois que ele retornar, primeiro ele promulgará os dois dogmas de Maria: Medianeira e Co-Redentora, para que ocorra o triunfo fulminante da Eucaristia e de Maria! Depois virá a grande Missa no Calvário, conforme anunciamos no livreto: O Milagre do Fim, e com ela a conversão do povo judeu, que finalmente aceitará Jesus na sua quase totalidade. Então o mundo estará correndo para o Grande Milagre final, para os Três dias de Trevas, e depois para a o maior acontecimento do universo: A segunda Vinda de Jesus e o Grande Julgamento de todos os vivos e mortos! Tudo isso está próximo e a nossa geração viverá este momento! Felizes os que chegarem vivos lá!

Sim, são palavras duras, são termos fortes, são passagens difíceis, são coisas terríveis que temos que aqui revelar. Mas infelizmente são fortes e muito mais duras, são mil vezes mais difíceis, são milhares de vezes mais terríveis ainda as coisas que teremos de passar, falo de toda a humanidade, exatamente por causa destes rebeldes, destes maus e destes traidores da Igreja e de Jesus Cristo. A Igreja passará por um banho de sangue por causa do orgulho deles! O mundo ficará em frangalhos por causa da rebeldia deles! A terra ficará em mil pedaços, por causa da traição deles! E bilhões de homens terão que dar suas vidas por causa da revolta destes homens contra nosso bom Deus! Sim, nós temos nossa parcela de culpa, não resta dúvida! Mas a deles, transpassa o infinito! A deles, vai gritar por toda a eternidade um lamento sem fim, de dor, de pranto, e tristeza infinita.

Em suma: É preciso que tudo isso aconteça, a fim de que no futuro se manifesta a glória, o poder, a sabedoria, a força, a graça, a misericórdia e o infinito Amor de Deus. Um dia os homens entenderão isso! Então começará a haver PAZ na terra para sempre!

Aos que se converterem em tempo: A misericórdia e o perdão!

Aos que persistirem no desafio a Deus: A dor eterna!









Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 15/07/08 às 14:15:51 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES