Espacojames


Página Inicial
Listar Marisa Bueloni




Artigo N.º 14123 - Como uma onda...
Artigo visto 1586 vezes




Visto: 1586
Postado em: 17/02/16 às 10:42:44 por: James
Categoria: Marisa Bueloni
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=123&id=14123
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Marisa Bueloni

Marisa Bueloni

Estamos na Quaresma, tempo de reflexão, mas peço licença para relembrar um pouco de outros carnavais. Não sou mais a foliona que fui um dia. Creio que a vida tem suas fases e, para mim, todas foram vividas com intensidade, alegria e bom senso. Até mesmo aquela fase maravilhosa dos bailes de Momo.

Não quero me reportar aos “carnavais de antigamente”, num saudosismo comparativo. Contudo, não há como fugir às evidências de que muita coisa mudou, a começar pelo fim das marchinhas que se tocavam nos salões. Hoje, em algumas capitais, o evento carnavalesco deixou de ser romântico, virou um negócio e uma indústria lucrativa.

Sou Colombina sem Pierrô. Sou máscara negra que cobre o rosto querendo matar a saudade. Sou mulata bossa nova, francesinha no salão e a menina doce de coco.  Atravessei o deserto do Saara, o sol queimando a minha cara. E se a canoa não virar, eu chego lá.

Carnaval evoca imagens de um tempo vivido com a alma em chamas. Brinquei em muitos bailes quando jovem, até conhecer o meu lindo, que não gostava muito da festa. Ele ia mesmo por minha causa, mas depois de entrar no clima, eu é que tinha de tomar conta dele.

A vida é feita de fases, dizia eu no início deste texto. A vida é bem a letra da música “Como uma onda”, de Lulu Santos e Nelson Motta. Sim, “nada do que foi será / de novo do jeito que já foi um dia”. Esta é uma frase matemática, da mais pura exatidão. Filosofia na qual me apóio para pensar a beleza dos anos que se passaram céleres.

Impossível não visitar o passado, suas sombras encantadoras, a sépia emoldurada pelo afeto, memórias e saudades. Um dia, houve um Carnaval. E houve tantos outros carnavais no coração dos foliões que souberam brincar a vida.

Penso que, para a maioria das pessoas, a caminhada terrena vai transcorrendo de forma não muito planejada. Alguns sonhos deixados para trás? Quem não deixou? Por mais que se planeje, os reveses surpreendem e mudam rumos. Aceitar o imponderável e o inesperado constitui atitude de sabedoria e consoladora paz de espírito.

Meu lindo! Você ouviu um samba-enredo meio sem graça, de melodia repetitiva? Já não se fazem mais letras e sambas soberbos para os puxadores cantarem com suas vozes colossais. Um verso inspirado aqui, outro ali. Nada muito poético.

Como vão as coisas por aqui? Vamos indo, meu amor. Enfrentando uma crise sem precedentes, o brasileiro está cansado de tanta corrupção. Nossos governantes, espertíssimos, deram graças a Deus por esta trégua carnavalesca, esperando que o povo esqueça os mensalões e petrolões que arruínam o país. Mas agora, parece, o ano vai começar.

Apesar de tudo, há uma gente lutadora que canta e dança. Insistem neste sonho, todo ano. Passistas se esbaldam de tanto sambar e seus pés parecem mal tocar este abençoado chão. Um povo que ama o batuque, os requebros, as fantasias, o brilho de uma noite na avenida.

Este povo talentoso, dançarino, compositor, merece um pouco mais de esperança. Não seja ela apenas uma vã e abstrata ilusão, desfilando solitária num carro alegórico...

--

 

Espacojames: Lembrei do meu baile de formatura da faculdade, onde me diverti bastante pulando ao som das machinhas de carnaval e realmente foi inesquecível, hoje infelizmente o carnaval virou uma indústria satânica da pornografia, do adultério e bebedeira. Por isso,  em muitas cidades do Brasil, a Renovação Carismática Católica realiza eventos de oração e penitência para combater a quantidade de pecados que é produzida no carnaval.

--

 

 

 


 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.652.761
Visitas Únicas Hoje: 504
Usuários Online: 360