96 – A Resposta Católica: Um padre disse que posso me masturbar, e agora?
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.016.692
Visitas Únicas Hoje: 2.049
Usuários Online: 362
Sistema de Busca

 

Resposta Católica




Salvar no Instagram

Salvar em PDF



Atenção, as opções que aparecem no final do video abaixo não são nossos, o youtube mostra como alternativa.+ Lembre-se: Caso o vídeo não abra, [ Clique aqui ] para instalar ou atualizar o Flash Player. Depois de instalado, feche o navegador (Internet, Mozilla Firefox ou Google Chrome) para salvar as alterações e depois tente abrir o vídeo novamente.
Como Baixar o vídeo para seu computador? Copie o link deste vídeo [ https://www.youtube.com/watch?v=IPlDcj9DrQM ] depois, entre neste site: [ http://pt.savefrom.net ] cole o link no campo indicado e clique na seta > para baixar. Não precisa instalar nada, todo o processo é online.



Visto: 1986 - Impresso: 39 - Enviado: 12 - Salvo em Word: 32
Postado em: 15/09/12 às 21:12:12 por: James
Categoria: Resposta Católica
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=197&id=10127
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Resposta Católica

A propósito da masturbação, o Catecismo da Igreja Católica em seu número 2352, é enfático ao afirmar que:


Por masturbação entende-se a excitação voluntária dos órgãos genitais para daí retirar um prazer venéreo. Na linha duma tradição constante, tanto o Magistério da Igreja como o sentido moral dos fiéis têm afirmado sem hesitação que a masturbação é um ato intrínseca e gravemente desordenado. Seja qual for o motivo, o uso deliberado da faculdade sexual fora das normais relações conjugais contradiz a finalidade da mesma. O prazer sexual é ali procurado fora da relação sexual requerida pela ordem moral, que é aquela que realiza, no contexto dum amor verdadeiro, o sentido integral da doação mútua e da procriação humana.

Para formar um juízo justo sobre a responsabilidade moral dos sujeitos, e para orientar a ação pastoral, deverá ter-se em conta a imaturidade afetiva, a força de hábitos contraídos, o estado de angústia e outros fatores psíquicos ou sociais que podem atenuar, ou até reduzir ao mínimo, a culpabilidade moral.

Ora, não resta qualquer dúvida de que a masturbação é um ato pecaminoso e, portanto, devendo ser evitado. Contudo, a sociedade moderna está vivendo tempos hedonistas, cujos tentáculos estão adentrando até mesmo no seio da própria Igreja.

O livro Just Love – A Framework for Christian Sexual Ethic (New York: Continuum, 2006), escrito pela Irmã Margaret A. Farley, pertencente à Congregação das Irmãs da Misericórdia das Américas, após ser submetido ao processo canônico legal foi reprovado pela Santa Sé por conter erros doutrinários sérios que podem levar os fieis leitores à confusão e ao pecado. O livro trata basicamente das questões afetivas: masturbação, união homossexual, divórcio, segunda união etc. O posicionamento da irmã foi considerado contrário ao Magistério. A notificação emitida pela Santa Sé não traz nenhum ensinamento novo, pelo contrário, reforça aquilo que o Catecismo apresenta de forma clara e concisa.

O sexo, para ser sadio, deve ser vivido dentro da realidade espiritual, por isso a Igreja pede que haja o sacramento indissolúvel do matrimônio, pois a aliança de amor consolidada por ele é que faz com o que sexo não seja algo problematizante, mas sim pleno de sentido e satisfação. Sem o sentido espiritual, o sexo se torna um fim em si mesmo, gerando frustração, insatisfação e tristeza.



Fonte: http://padrepauloricardo.org





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 15/09/12 às 21:12:12 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES