Espacojames


Página Inicial
Listar Obras Malignas




Artigo N.º 10944 - Os Falsos Jesus - Parte 5
Artigo visto 3217 vezes




Visto: 3217
Postado em: 02/05/13 às 18:54:00 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=10944
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

Por James: www.espacojames.com.br

Quem ainda duvida que já estamos no final dos tempos? Nunca em nenhum outro período desde a fundação do mundo houve tantas profecias sendo cumpridas como agora.

 

Para entender melhor, leia os artigos anteriores:

 
Artigo N.º 9501 - Os Falsos Jesus - Parte 1
 
Artigo N.º 9503 - Os Falsos Jesus - Parte 2

Artigo N.º 9504 - Os Falsos Jesus - Parte 3

Artigo N.º 10936 - Os Falsos Jesus - Parte 4
 
 
 
--
 
Continuação...
 
 
 
 
"Porque meu povo se perde por falta de conhecimento". Oseias 4, 6
 
"Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores". (S. Mateus 7,15);
 
"Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos". (S. Mateus 24,11);
 
"Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos". (S. Mateus 24,24).
 
 
--
 
18) O JESUS  PREGADOR ERRANTE - John Nichols Thom  (1799 – 1838)
 
 
 
 
Foi um inglês que declarou-se “salvador do mundo” e se tornou um pregador errante. Ele usava trajes coloridos incluindo um bordado de Cruz de Malta e uma espada que ele alegou ser Excalibur. Thom reuniu um público de mais de cem pessoas e os convenceu de que sua fé era invulnerável ao aço e balas. Ele também alegou que se fosse morto, voltaria à vida três dias depois.
 
 
 
 
 
--
 
19) O JESUS CISMÁTICO- Arnold Potter (1804 – 1872)
 
 
 
 
Arnold Potter foi um americano que se auto-declarou Messias e líder de uma seita cismática do movimento mórmon. Potter se referia a si mesmo como Cristo Potter. Os seguidores de Potter foram descritos como poucos mas devotos. É interessante observar que nos últimos dias de sua vida, Potter passou a se chamar “Harry Potter a Estrela da Manhã”.
 
 
--
 
20) O JESUS INDIANO- Ayya Vaikundar  (1810 – c. 1851).
 
 
Ayya Vaikundar, de acordo com a escritura do Ayyavazhi, foi uma encarnação de Deus num jovem indiano chamado Mudisoodum Perumal entre (1810 – c. 1851). Aos 24 anos o jovem foi atingido por uma doença grave e sofreu por um ano. Sua mãe levou o filho doente ao templo em Thiruchendur, durante um festival religioso. Lá, o jovem entrou no mar e desapareceu. Os pais procuraram por seu corpo um dia inteiro.
 
 
 
 
Segundo a lenda, no terceiro dia Vishnu apareceu na praia, ao vê-lo, a mãe tentou abraçá-lo mas o deus que tinha se apoderado do jovem lhe disse que ele não era mais seu filho, mas o filho do deus Narayana. Então ele começou a caminhar em direção ao sul da India. Este lugar se tornou um lugar sagrado para os devotos de Ayyavazhi e eles construíram um templo lá chamado-o Avatharappathi na Thiruchendur. Este evento é comemorado durante o festival de Ayya avataram Vaikundar. O culto a Ayya Valkundar tem milhares de seguidores na Índia.
 
 
 
 
 
 
 
 
--
 
21) O JESUS LEATHERWOOD - Joseph C. Dylkes,  (1828).
 
 
 
 
 
Joseph C. Dylkes, também conhecido como o Deus Leatherwood, era uma figura messiânica do estado de Ohio nos Estados Unidos. Ele apareceu pregando em 1828 numa capela. Todos foram pegos de surpresa ao verem um estranho, vestido em um terno de casimira preta, casaco, gravata branca e usando um chapéu de feltro amarelo, e parecia estar entre as idades de 45 e 50 e ostentando cabelos pretos e longos. O estranho convenceu alguns membros das congregações e participou de vários encontros religiosos e, por vezes, pregou. Ele começou a declarar-se um ser celestial, e acabou dizendo que ele era o Messias que veio estabelecer um reino que jamais deveria acabar. Algumas famílias aceitaram suas reivindicações e se tornaram seus seguidores, criando uma polêmica no vale de Ohio. Alguns de seus fiéis, como Michael Brill e Robert McCormick morreram crendo em Dylkes.
 
--
 
22) O JESUS PROMETIDO - Mírzá Husayn-’Alí (1817 – 1892)
 
 
 
 
Mírzá Husayn-’Alí (1817 – 1892) foi um iraniano que se proclamou Bahá’u'lláh, em árabe “A Glória de Deus” sendo o fundador da Fé Bahá’í. Bahá’u'lláh declarou ser ele o cumprimento da profecia Bábí: “Aquele que Deus fará manifesto”, e portanto a “Suprema Manifestação de Deus”. A Fé Bahá’í se tem como inaugurador de um novo ciclo profético, posterior aos de Krishna, Abraão, Moisés, Zaratustra, Buda, Jesus, Maomé e Báb. Baha Ullah declarou que Ele era o “Prometido” de todas as religiões, cumprindo as profecias messiânicas encontradas nas religiões mundiais. Ele declarou ser os vários messias das religiões convertido em uma só pessoa no sentido espiritual, ao invés de material. Ele mesmo era o cumprimento das profecias messiânicas e escatológicas encontradas nos escritos das religiões principais. Hoje a comunidade bahá’í congrega cerca de cinco milhões de pessoas, residentes em 166 nações. A sua rica diversidade abrange pessoas da maioria de 2100 diferentes grupos étnicos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
--
 
 
Continua na parte 6

http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=10991

 
 

 


Por James - www.espacojames.com.br

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.656.035
Visitas Únicas Hoje: 454
Usuários Online: 316