Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 1197 - Analistas da CNBC : Banco Global e Moeda Mundial dentro de 15 anos.
Artigo visto 2390 vezes




Visto: 2390
Postado em: 07/03/09 às 15:04:00 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=1197
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Globalistas exploram a crise financeira e se passam como salvadores com o intuito de atingirem a nova ordem econômica mundial.

Tradução: Otávio Fernandes

Em português: www.fimdostempos.net

Stephen Galo, analista líder de Mercado pelo câmbio de relações exteriores Schneider disse ontem na CNBC que a crise financeira conduzirá a criação de um banco central global e a uma moeda única dentro de 15 anos, ecoada pelo apelo dos principais globalistas, que tem explorado os problemas criados por eles mesmos para nos levar a uma nova ordem financeira mundial.

Enfatizando a importância da introdução do Euro, Galo afirmou que a “moeda foi o ponto de partida onde todos nós fomos conduzidos globalmente a uma base monetária para os próximos 15 anos”.

Ressaltando que uma das causas da crise financeira foi uma larga expansão do suplemento de capitais em bases globais, Gallo disse, “Nas próximas décadas os bancos centrais precisarão olhar com mais cuidado com o suplemento de capitais globais ao invés de se preocuparem com o suplemento de capitais dentro de suas próprias fronteiras, uma necessidade de alguma forma de um banco central global unidos por bancos centrais em maiores áreas monetárias que seriam conduzidos e controlados por um banco central mundial.

Como já havíamos dito anteriormente, a elite tem explorado do problema criado por eles mesmos, com o propósito de nos conduzir para um sistema econômico mundial que seria implementado através de uma ditadura financeira global.


O primeiro ministro Britânico Gordon Brown, lideres da Comunidade Européia como Joaquim Almunia e a mídia dirigente, Wall Street Journal entre outros tem usado a crise econômica como pretexto para discutir um poder financeiro em larga escala , ou seja, “a nova ordem econômica mundial, cujo o controle será concentrado na mão de poucos - com o IMF e o Banco mundial, que desfrutariam de suas glórias.


O secretário de negócios do Reino Unido e um dos principais membros da Bilderberg Peter Mandelson também fizeram um apelo para a nova “Bretton Woods” desse século com o intuito principal de ajudar na construção da maquina de governança econômica global.


O ex - Primeiro Ministro do Reino Unido Tony Blair, a Chanceler da Alemanha Ângela Merkel e o presidente Francês Nicolas Sarkozy fizeram o mesmo apelo na conferencia em Paris pelo futuro do capitalismo no mês passado.

Já Merkel clama pela criação de uma nova economia global comandada pela ONU, similar ao conselho de segurança, para fazer o julgamento das políticas governamentais.


Sarkozy, durante um de seus discursos exigiu por um “novo mundo” e um “novo capitalismo” que ele descreveu como o capitalismo do século 21, na qual a participação do estado seria fundamental.


Ao mesmo tempo, Blair exigia uma nova ordem financeira que deveria ser baseada em “valores que não teriam como meta o lucro a um curto prazo”.


Os globalistas criaram o problema financeiro de uma total irresponsabilidade na pequena reserva bancária, na bolha de dívida e na quebra do crédito, inflacionando o suplemento de capitais, e agora eles se oferecem como os salvadores da crise, prometendo concerta-la, mas isso somente ocorreria se o controle completo do sistema global fosse dado a eles de mão beijada.


Como Ron Paul, Peter Schiff e outras pessoas do mesmo ramo tem incansavelmente debatido é que a única maneira de solucionar a crise é permitir bancos e empresas incompetentes de irem à falência, ao invés de ficarem recompensando seus atos criminosos dando-lhes milhões de dinheiro dos pagadores de impostos. A única maneira de recapitalizar o mundo é dar incentivos para os que realmente merecem, os verdadeiros trabalhadores, não jogando crédito para o alto, o que tem sido a principal causa do problema.


Os globalistas que clamam por uma ordem econômica global centralizada não estão nem um pouco interessados em solucionar a crise, mas sim em se fortalecerem cada vez mais com o controle do sistema financeiro mundial.


 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.013.231
Visitas Únicas Hoje: 13.909
Usuários Online: 2.660