LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Destaque



Artigo visto 1379 vezes




Visto: 1379 - Impresso: 21 - Enviado: 8 - Salvo em Word: 12
Postado em: 04/03/15 às 11:44:12 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13045
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Desde junho de 2014, o Estado Islâmico (também conhecido como Isis) vem publicando a revista jihadista Dabiq, em várias línguas, inclusive inglês. A publicação mostra a guerra do EI não como um evento singular, mas como a continuação de uma batalha de civilizações, e tenta ridicularizar os ocidentais, assim como seu estilo de vida.

A violência é outro traço importante da revista. As mais de cem páginas já publicadas estampam imagens de militantes mascarados em cenários de chamas e com o mar agitado no fundo. Há fotos de cadáveres sangrando, prédios destruídos e, talvez o mais perturbador, uma seção dedicada à decapitação do jornalista americano James Foley.

 

O nome da revista remete à cidade do Norte da Síria, também chamada Dabiq. Apesar de pequena, o local é conhecido pela grande importância histórica e religiosa, onde ocorreu uma das maiores batalhas entre o Ocidente e forças do Islã. No confronto decisivo de 1516, os otomanos e mamelucos se enfrentaram. As tropas do Império Otomano ganharam a guerra, solidificando o último califado islâmico reconhecido.

O número de outubro da Dabiq faz uma provocação direta ao Vaticano. Eles podem debochar dos outros…

(Com informações de O Globo)

Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio

 
Total Visitas Únicas: 6.489.108
Visitas Únicas Hoje: 827
Usuários Online: 116