LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Destaque



Artigo visto 868 vezes




Visto: 868 - Impresso: 16 - Enviado: 10 - Salvo em Word: 10
Postado em: 21/10/15 às 13:20:43 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13860
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Ele já resgatou da Síria 50 famílias cristãs, alojando-as na Polônia

Ele é judeu e tinha 19 anos quando escapou do nazismo na Áustria em 1938, adotado por uma família cristã protestante de Londres. Agora, aos 96 anos, Lorde Weidenfeld quer resgatar cristãos ameaçados no Oriente Médio pelo terrorismo fundamentalista islâmico e, para isto, criou a operação Safe Havens, que ajuda os cristãos refugiados a recomeçarem a vida na Europa. A iniciativa, apoiada por outros colaboradores judeus, já retirou 50 famílias cristãs da Síria e as levou para a Polônia. O custo estimado para sustentar uma família de cinco pessoas na Europa durante um ano corresponde a R$ 121.000 e está sendo bancado pelo projeto de Weidenfeld.

Ele afirma que a ajuda aos cristãos tem sido “insuficiente” e que se sentiu “pessoalmente obrigado a ajudar os cristãos da minha maneira modesta”, em gratidão pela ajuda que recebeu deles numa época terrível da sua juventude.

Cerca de 4 milhões de sírios tiveram de fugir do seu país, a maioria para a Turquia e o Líbano. Muitos tentam chegar à Europa em perigosas travessias de barco pelo Mediterrâneo ou cruzando a pé os países balcânicos. Grande parte dos refugiados são muçulmanos, mas há um número muito relevante de cristãos entre eles e, segundo Weidenfeld, a situação enfrentada pelos cristãos é “mais injusta: eles não têm apoio suficiente”. Já para os muçulmanos, “há ajuda logística e grandes somas em dinheiro sendo oferecidas”, além de contarem com “áreas seguras próximas” de seus países de origem.

Weidenfeld responsabiliza o presidente norte-americano Barack Obama pelo que está acontecendo no Oriente Médio: para ele, a posição de Obama “enfraqueceu e alienou” alguns de seus aliados na coalizão internacional que desde setembro de 2014 vem atacando alvos do Estado Islâmico na Síria.

Com informações da BBC Brasil

Fonte: www.aleteia.org

 
Total Visitas Únicas: 6.489.129
Visitas Únicas Hoje: 848
Usuários Online: 123