Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15418 - 7 provações e tribulações que Jim Caviezel enfrentou ao interpretar Jesus Cristo
Artigo visto 271 vezes




Visto: 271
Postado em: 05/08/19 às 23:47:36 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15418
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

O ator foi, inclusive, atingido por um raio durante as filmagens

Jim Caviezel é, talvez, a estrela de Hollywood mais sincera quando se trata de sua fé católica. Quando ele defende sua postura pró-vida ou compartilha seu amor e devoção pela Virgem Maria, podemos notar algo fascinante nesse homem de fala mansa.

Agora, 15 anos depois do filme “A Paixão de Cristo”, pensamos em dar uma olhada em algumas das dificuldades físicas e de ordem prática que Caviezel enfrentou para ter certeza de que seu retrato de Jesus fosse o mais fiel possível.

Então dê uma olhada nesses 7 fatos fascinantes que Caviezel revelou sobre o filme, especialmente durante uma entrevista a Scott Ross para a rede americana CBN. Ele fala como conseguiu encontrar a força e a fé necessárias para fazer o papel de Jesus Cristo.

A rejeição em Hollywood

O diretor Mel Gibson advertiu Caviezel que, ao representar Jesus Cristo, ele poderia ser marginalizado em Hollywood. Caviezel, então, respondeu: "Mel, isto é o que eu acredito. Todos nós temos uma cruz para carregar. Eu tenho que carregar minha própria cruz. Se nós não carregamos nossas cruzes, nós seremos esmagados sob o peso delas. Então vamos em frente". Mais tarde, o ator revelou que se sentiu rejeitado por outros artistas e diretores de Hollywood por ter aceitado o papel.

 

Empolgação e medo

Aos 33 anos e com as iniciais de seu nome iguais às de Jesus, fazer o papel de Cristo parecia perfeito. No entanto, o ator compartilhou que "ele ficou meio empolgado e meio aterrorizado"

 

Dolorosas sessões de maquiagem

Para ficar parecido com a figura de Cristo, o ator pasava oito horas intermináveis de maquiagem por dia de filmagem, o que lhe causou hipotermia e um ombro deslocado. A resposta simples de Caviezel foi: "Isso me forçava a rezar"

 

Indiferença

Ficar em cima de uma cruz de madeira, enquanto outros profissionais estavam ocupados com suas tarefas no set de filmagem - ou apenas conversando - era difícil para Caviezel. Era algo semelhante à indiferença que Jesus experimentou, pois a cruz representa algo realmente especial para o ator. No entanto, como Caviezel aponta, Cristo foi capaz de perdoar aqueles que eram indiferentes à sua situação.

 

Responsabilidade

Representar JC era uma missão para Caviezel. O ator queria que os espectadores vissem Jesus através dele: "Isso é o que eu queria mais do que tudo, que as pessoas tivessem um efeito visceral para finalmente decidir se deveriam segui-lo ou não".

 

Mais de 5 semanas de crucificação

Caviezel teve que ficar em cima da cruz por horas a fio e temia por sua vida, uma vez que ela balançava com os ventos fortes. O ator precisou suportar tudo isso durante mais de cinco semanas de filmagens.

 

Atingido por um raio

Como se as cenas da crucificação não fossem suficientes, Caviezel também foi atingido por um raio enquanto filmava a cena do Sermão da Montanha. O ator ficou "iluminado como uma árvore de Natal", mas sobreviveu miraculosamente para contar a história.

 

 


Fonte: www.aleteia.org

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.839.143
Visitas Únicas Hoje: 338
Usuários Online: 280