LISTAR ARTIGOS DESTA CATEGORIA
LISTAR MENUS

Destaque



Artigo visto 1426 vezes




Visto: 1426 - Impresso: 31 - Enviado: 18 - Salvo em Word: 35
Postado em: 25/03/10 às 19:04:14 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=4693
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

VATICANO, 25 Mar. 10 / 04:59 pm (ACI).- Saindo ao encontro das acusações do New York Times, o jornal vaticano L’Osservatore Romano (LOR) ressalta a "transparência, firmeza e severidade para dar luzes sobre diversos casos de abusos sexuais cometidos por sacerdotes e religiosos" como os "critérios que o Papa Bento XVI está indicando a toda a Igreja com perseverança e serenidade"; precisando que não existe "nenhum tipo de encobrimento" do Santo Padre sobre estes casos.




O LOR explica que este modo de obrar do Santo Padre é coerente "com sua história pessoal e com sua atividade de mais de 20 anos como Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé" que "evidentemente é temido por quem não quer que se afirme a verdade e por quem preferiria poder instrumentalizar, sem nenhum fundamento nos fatos, episódios horríveis e ações dolorosas que se conhecem desde dezenas de anos atrás".

Isto o demonstra, prossegue, "o artigo publicado hoje pelo jornal americano The New York Times junto a um comentário, sobre o grave caso do sacerdote Lawrence C. Murphy, responsável por abusos contra meninos surdos em um instituto católico, onde trabalhou entre 1950 e 1974".

Segundo o artigo do New York Times, "as acusações relativas às condutas do sacerdote foram enviadas em julho de 1996 pelo então Arcebispo de Milwaukee, à Congregação para a Doutrina da Fé –da qual eram Prefeito o Cardeal Joseph Ratzinger e secretário o Arcebispo Tarcisio Bertone– para obter indicações sobre o correto procedimento canônico a seguir".

"A solicitude –explica LOR– não se referia às acusações sobre os abusos sexuais, mas àquela de violação do sacramento da penitência, perpetrada através da incitação no confessionário, quando um sacerdote solicita ao penitente cometer um pecado contra o sexto mandamento"

É importante observar, diz logo o jornal vaticano como já declarou o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, que "a questão canônica apresentada à Congregação não estava em nenhum modo relacionada a um potencial processo civil ou penal em relação ao Padre Murphy, contra quem a arquidiocese já havia aberto um processo canônico, como resulta evidente desde a abundante documentação publicada online pelo jornal de Nova Iorque".

À solicitude do Arcebispo, "a Congregação respondeu, com carta assinada pelo então Arcebispo Bertone, em 24 de março de 1997, com as indicações sobre o proceder de acordo ao que estabelece a Crimen sollicitationis".

O LOR sublinha logo que "como se pode deduzir facilmente lendo a reconstrução feita pelo New York Times, no caso do Padre Murphy não houve nenhum tipo de encobrimento".

Isto é confirmado, prossegue a nota, "pela documentação que acompanha o artigo em questão, na qual está a carta que o Padre Murphy escreveu em 1998 ao então Cardeal Ratzinger pedindo que o procedimento canônico seja interrompido devido ao seu grave estado de saúde".

A Congregação, continua o LOR, "respondeu através do Arcebispo Bertone, convidando o ordinário de Milwaukee a desdobrar todas as medidas pastorais previstas no cânon 1341 para obter a reparação do escândalo e o restabelecimento da justiça".

Estes objetivos, ressalta a nota, "são indiscutivelmente reafirmados pelo Papa, como demonstra a recente carta pastoral aos católicos da Irlanda".

Finalmente o LOR adverte que em que apesar de tudo isto "a tendência prevalente nos meios é a de omitir os fatos e forçar interpretações para difundir uma imagem da Igreja Católica como se fosse a única responsável pelos abusos sexuais, imagens que não correspondem à realidade. E que procuram sem nobreza alguma culpar, a qualquer preço, Bento XVI e seus mais estreitos colaboradores".

Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=18555

 
Total Visitas Únicas: 6.489.109
Visitas Únicas Hoje: 828
Usuários Online: 119