Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.201.209
Visitas Únicas Hoje: 232
Usuários Online: 119
Sistema de Busca

 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1850 - Impresso: 60 - Enviado: 30 - Salvo em Word: 34
Postado em: 29/01/10 às 10:00:23 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=4177
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Ap 10, 3 Quando clamou, os sete trovões ressoaram. 4Quando cessaram de falar, dispunha-me a escrever, mas ouvi uma voz do Céu que dizia: “Sela o que falaram os sete trovões, e não escrevas”. Ó sim, sete trovões, mas não se assustem com o título.


Dias atrás, eu abri a Bíblia exatamente no capítulo10 do Apocalipse, e pela primeira vez tive minha atenção despertada sobre esta passagem. Os sete trovões! Que significam? Imaginem, sendo este livro todo cifrado e cheio de metáforas, todo codificado, sujeito, pois, a inúmeras interpretações – e erros de interpretação – como se há de entender assim, algo que foi dito a São João, mas lhe foi proibido de revelar? Será mesmo para que permaneça em segredo, ou terá explicação?
 
     Interessante é notar que também o profeta Daniel diz assim em seu pequeno Apocalipse: 4Quanto a ti, Daniel, guarda isso secreto, e conserva este livro lacrado até o tempo final. Muitos daqueles que a ele recorrerem verão aumentar seu conhecimento (12, 4). E é isso que estamos fazendo: recorrendo a estes livros, para o podermos conhecer melhor. Como? Seguindo as pistas, de pequenas dicas, pequenos detalhes. Ou seja: estas passagens somente serão entendidas e reveladas, neste tempo final.
 
     Antes o seguinte: Sempre nos é ensinado, que devemos aguardar a palavra da Igreja sobre as passagens obscuras da Bíblia – embora também sejamos Igreja – entretanto penso que ai vai um erro, ou vão muitos. O primeiro entrave, é saber, é ter a certeza, de que desde á décadas a grande parte da alta hierarquia da Igreja, dos nossos queridos padres, considera este Livro como algo passado, já ocorrido, ou mítico, e com isso o abandonaram completamente. Falam de coisas tão absurdas, que são prova da mais perfeita falta de sabedoria. Devemos nós, então, ficar quietos e deixar o mundo afundar?
 
     Posso apostar todas as minhas fichas, que isso não se ensina mais nos seminários. Se eles ensinam, é de uma forma distorcida, completamente divorciada da verdade, de modos que se você for ouvir as ponderações da maioria dos nossos padres sobre este assunto, nada mais se ouve que abobrinhas. Dizem que tudo já passou, o 666 foi Nero, para outros foi Hitler, e afinal, para muitos eclesiásticos, Apocalipse e contos da carochinha são a mesma coisa. Porque isso? Falta de oração! Falta de recorrer humildemente ao Espírito Santo, para que Ele os ajude a entender estas passagens obscuras. Assim, a quem recorrer?
 
     O segundo ponto que quero deixar bem claro é que nem eu sou pessoa indicada para dar voz de verdade a qualquer interpretação, nem recebi do Céu tal missão. O que faço aqui é apenas ponderar de acordo com a realidade. É guardar meus olhos bem abertos, meus ouvidos sempre alerta, para poder perceber o que significa – ou pode significar – determinada passagem deste livro tão pouco conhecido. É que tudo salta a vista! Determinados fatos que acontecem hoje, não mais precisam ser explicados como resultado de metáforas, mas se tornam claros, tão claros como a luz do sol. Ou seja: a medida que acontecem, se auto revelam! Como negar? Analisemos então, juntos!
 
     Em muitos outros textos, já apresentamos dezenas de explicações, que batem a olhos vistos com a realidade. Quero dizer, nem precisam de explicações, porque se auto-esclarecem. O que hoje quero acrescentar neste ingrediente, é um fator novo, embora pareça sempre já antigo. Este fato se chama “iminência”. Ou seja: sinal de iminente proximidade! Sinal de algo que verdadeiramente está prestes a começar. Falo do auge da grande tribulação, predita pelo profeta Daniel e confirmada por Jesus, em Mateus 24!
 
     Quando eu vejo Nossa Senhora cancelar tantos cenáculos, modificar tantas vezes todo o nosso calendário, e ouço o Cláudio falar que a vê muito preocupada – até parecendo dizer que nem ela mais sabe o que fazer para acordar este mundo – pressinto a iminência de algo grave. E sei que a maioria dos nossos leitores também sente isto. Para aqueles que permanecem de joelho no chão, não resta dúvida de que se torna bem clara a iminência de acontecimentos sérios, que irão sem dúvida abalar todo o mundo.
 
    Seguindo, está no mesmo capítulo do Apocalipse 10, 5Então o anjo, que eu vira de pé sobre o mar e a terra, levantou a mão direita para o céu 6e jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos, que criou o céu e tudo o que há nele, a terra e tudo o que ela contém, o mar e tudo o que encerra, que não haveria mais tempo; 7mas nos dias em que soasse a trombeta do sétimo anjo, se cumpriria o mistério de Deus, de acordo com a boa nova que confiou a seus servos, os profetas.
 
      Mostro aqui duas coisas: não haveria mais tempo! Cumprir o mistério de Deus!  Ou seja: esgotou-se o tempo dado ao homem, ou quase! Estão prestes a serem revelados os últimos segredos de Deus, para que tudo se cumpra. Ora, nós vimos que foi pedido a São João que selasse parte de seu livro. Daniel já havia feito a mesma coisa. Em Medjugorge, consta que as confidentes têm ainda dez segredos a revelar. Também aqui, sabemos que o Cláudio tem uma dezena deles, ainda não revelados, e que o serão no momento oportuno.  O que pressinto? Estamos próximos dos dias finais. A hora “H” está chegando!
 
     É que exatamente estes segredos, passados já aos profetas atuais e ainda não revelados na Bíblia, estão para ser abertos. Mais que isto, eles contém exatamente aquilo que os “sete trovões” do Apocalipse gritaram, mas depois mandaram esconder. Ou seja: está preste a se esgotar o último tempo de Deus dado ao homem para a conversão e volta humilde para se Deus e Criador. Está próximo o dia de se abrirem os últimos segredos dos tempos finais, confiados aos profetas e à Igreja. Sim, porque os profetas são suscitados exatamente e somente para a Igreja.
 
     Na oração que Nossa Senhora nos passou para rezarmos pelo Papa Bento XVI, consta que ele é o guardião dos segredos da Igreja. Entre estes, sem dúvida, está o 3º e tão falado segredo de Fátima, que nunca foi aberto integralmente pela Igreja. De fato, diversos papas, a partir de Pio XII, tiveram conhecimento da totalidade dele, mas por forças estranhas, jamais tiveram coragem – ou não lhes foi permitido – revelar. E consta que alguns deles, quase tiveram uma síncope, ao tomarem conhecimento do que nos acontecerá.
 
     Sim, acontecerá, e em breve! O meu parecer é que, tudo aquilo que está dito para as videntes de Medjugorge, o que já foi passado ao Cláudio, e o que consta na íntegra deste 3ºsegredo, é exatamente a mesma coisa. Que coisa? Aquilo que os sete trovões do Apocalipse mandaram calar! Trata-se de coisas tão fortes, tão terríveis, que se os homens tivessem conhecimento delas, desde que os “trovões” falaram a São João, sem dúvida milhares de pessoas se teriam suicidado – ao correr destes dois milênios – ao lerem estes “mistérios de Deus”. O Pai não os podia então revelar abertamente, nem mesmo de forma cifrada.
 
     Vamos por ordem! Os que nos acompanham desde sempre, sabem que há três anos atrás, num dia 7 de novembro, cumpriu-se uma passagem do Apocalipse, que nos foi dado entender como se fosse a abertura do quinto selo (Ap 6). Este evento foi quando O Pai Eterno reuniu toda a corte celeste, tendo o saudoso papa João Paulo II também no Céu – embora vivo ainda e representando a terra – onde foram reveladas algumas disposições futuras. Naquele dia, Deus determinou ainda mais um tempo, antes de desencadear os fatos que determinam a execução dos dois selos restantes. E o Papa conseguiu mais algum tempo para a humanidade. Tempo, entretanto, que tudo indica começou a ter fim inexorável a parir da queda das torres, o grande sinal de partida.
 
     Ora, como sentimos e já explicamos em outros textos, o sexto selo se dará exatamente com a saída do Santo Padre, onde serão marcados e assinalados os filhos de Deus, de acordo com as tribos de Israel. Como está em Apocalipse 7, 2Vi ainda outro anjo subir do oriente; trazia o selo de Deus vivo, e pôs-se a clamar com voz retumbante aos quatro Anjos, aos quais fora dado danificar a terra e o mar, dizendo: 3Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes
 
     Também está em Ezequiel 9, 3Então a glória do Deus de Israel se elevou de cima do querubim, onde repousava, até a soleira do templo. Chamou o Senhor o homem vestido de linho, que trazia à cintura os instrumentos de escriba, 4e lhe disse: Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem. Ou seja, ambos os textos falam de que haverá uma separação antecipada – antes das catástrofes anunciadas – para que se reconheça visivelmente os que pertencem a Deus, e os que são das trevas.
 
     Consta, segundo tenho lido de profetas atuais, que quando o Papa deixar o trono para que o plano da besta tenha curso, ele traçará com seu cajado uma cruz no ar, e com esta cruz estará marcando na fronte todos os que pertencem a Deus. Eu não posso afirmar que esta marca será visível por todos, mas certamente o será pelos anjos, também pelos demônios. Entretanto, imagino que os filhos de Deus – os que choram e gemem – sim, se poderão identificar facilmente, porque então, ninguém mais poderá confiar em ninguém.
 
      Este é o motivo da iminência dos acontecimentos. Estamos próximos dos dias de sermos marcados para Deus – ou contra Ele – e certamente o estado de graça será a chave de identificação de cada um. Tenho acompanhado as mensagens dos confidentes de muitos lugares do mundo, também outros do Brasil, e vejo que praticamente em todas elas o Céu nos tem pedido isto. Confissão em dia! Presença de Deus constante! Querer pertencer a Deus! Amar, desejar a proteção Dele! Submeter-se humilde e amorosamente a Ele! Confiar cegamente Nele! Reconhecer seu primado absoluto sobre nossa vida! É isso que Ele quer! Sim, todos são livres, mas tenham certeza de que num dia não muito distante haverão apenas dois rebanhos: o de Lúcifer, e o de Deus! Chega frios!
 
     Na realidade – no lado oposto – a questão de marcar as pessoas para as trevas, pode ser objetiva, e subjetiva. Digo que é objetiva, quando a pessoa efetivamente trabalha pelos projetos da besta, sabe de tudo, e decididamente lançou seu grito blasfemo contra Deus Altíssimo. Na marca subjetiva, estão muitas pessoas que nem suspeitam, e na verdade estas são milhares. Elas sem o saberem, estão se identificando para a fera. Querem um exemplo? Ele assustará!
 
     Lembram que no artigo anterior mencionamos a questão da Copa do Mundo, e as loucuras em que estão mergulhando as gentes? Depois de ter colocado esta matéria no ar, falei com o Cláudio, e ele me disse que noutro dia Nossa Senhora comentou com ele a respeito da Copa, dizendo que ela pertence à besta. Disse que é a besta quem inventa todos estes campeonatos, estas competições, cada vez mais caras e suntuosas, exatamente para enriquecer a custa da dilapidação dos recursos das pessoas. Milhares delas gastam até anos de trabalho suado e sofrido, para se deslocarem a estes eventos.
 
     Além disso, compram materiais caríssimos, apenas porque pertencem a uma “marca” famosa. Viram que eu falei em “marca”? Ela falou então no “taco” – lembrando taco de golfe – que nossos jogadores e os de outras seleções ostentam nas camisas. Pois se trata de uma “marca” que não pertence a Deus, mas marca a pessoa como um alienado, como alguém distante de Deus. E não adianta evocar patriotismo, porque esta justificativa não deve ser dada para mim que “levanto a lebre”, mas diante do tribunal de Deus. Quem, pois, quem usa uma camisa, um tênis, uma chuteira – mesmo quando dá calos – ou uma roupa com tal marca, no mínimo difunde a imagem da fera. Até em minha casa existem!
 
     Então, temos aí milhares de marcados – de certa forma todos os que usam estas etiquetas – desfilando orgulhosamente seus troféus de grife famosa, mal sabendo que a simbologia deles é diabólica. Por trás deles existem maquinações das trevas, existem conluios satânicos para vender, lucrar e enriquecer. E quem os usa, dá sempre mais força às trevas, que assim espalha seus encantos e feitiços, enquanto bestamente milhares de pessoas são depenados como patos, e ainda sentem orgulho disso. Pagam pela marca, não pelo valor real do produto. Simples ostentação que apenas acicata o orgulho e mata a alma. É como um título falso! E como é que alguém pode se achar livre, e sentir orgulho, sendo na verdade escravo de uma marca maldita?
 
     Voltando então o tema principal, sinto que estamos em vias de recebermos o sinal de Deus. Não saberia dizer se os segredos passados aos profetas que mencionei acima, virão antes ou depois da revelação do conteúdo integral do 3º Segredo de Fátima, pelo Papa Bento XVI. Quem sabe serão concomitantes! Isso, com certeza, é o sinal de Deus para que os anjos do Apocalipse cumpram o que está determinado. Mais uma coisa, se Deus nos deu mais tempo, isso quer dizer que o retirou do tempo do império da besta, e nunca seremos suficientemente gratos ao Pai Santo por isso.
 
     Ora, que acontecerá depois de estarmos marcados para Deus? Está em Apocalipse 8, 5Depois disso, o anjo tomou o turíbulo, encheu-o de brasas do altar e lançou-o por terra; e houve trovões, vozes, relâmpagos e terremotos. 6Então os sete Anjos, que tinham as trombetas, prepararam-se para tocar. Ou seja: tão logo tenham sido assinalados nas suas frontes os servos de nosso Deus, terá início uma seqüência devastadora de sinais, da natureza, que anunciarão o início da Grande Tribulação. Não se pode dizer, porém, qual virá primeiro, qual virá depois.
 
      Vejam que, embora o Apocalipse esteja separado em capítulos, é impossível se estabelecer uma ordem, porque a maioria dos versos é concomitante. Imaginem uma tela do tamanho do mundo, e São João diante dela a observar e descrever milhares de quadros ao mesmo tempo. Ele dificilmente poderia discernir uma seqüência exata de fatos, apenas curtas seqüências, porque tudo vai acontecendo ao mesmo tempo, uma coisa num lugar da terra, outra adiante.
 
     O que podemos discernir destas seqüências é que, depois de marcadas as pessoas, começarão os desastres mais intensos. Amas as seqüências proféticas prenunciam isto. Comecemos pelo profeta Ezequiel 9, 5Depois, dirigindo-se aos outros em minha presença, disse-lhes: Percorrei a cidade, logo em seguida, e feri! Não tenhais consideração, nem piedade. 6Velhos, jovens, moços, moças, crianças e mulheres, matai todos até o total extermínio; precavei-vos, todavia, de tocar em quem estiver assinalado por uma cruz. Começai por meu santuário. Começaram pelos anciãos que encontraram defronte ao templo, 7Manchai o templo, disse-lhes, e enchei de cadáveres os adros; em seguida saí! E foram-se eles para prosseguir o morticínio na cidade. Ou seja: começa logo depois da marca! Sim, da marca de Deus e da marca de satanás, a disputa é pelas almas!
 
     Ou seja, imediatamente depois de haverem sido marcados os servos de Deus começará a grande confusão final, pois guiada por satanás, a humanidade entrará em transes de loucura. Tenho mostrado que, nos últimos anos, todos os grandes e mortíferos desastres, aconteceram sobre os povos pagãos, para – por via indireta – servirem de alerta aos filhos e filhas de Deus. Este último terremoto, da Ilha de Java, foi um deles. Mas isso passará a acontecer também sobre os filhos, sobre os povos cristãos, porque está chegando o tempo das definições. Chega de gente morna, e de zombadores coluna do meio. E ninguém que esteja respirando copa do mundo pode se considerar quente podem ter certeza disso.
 
     Também na Apocalipse está esta descrição. Tão logo estejam marcados os filhos de Deus – para não serem feridos e mortos – começam as grandes confusões do mundo. As cinco primeiras trombetas são: seca e queimadas, que já existem > queda de astros > fome > miséria por causa da seca e das falências > crise da economia > guerras civis e marca da besta. Estes flagelos eliminarão 1/3 parte dos habitantes da terra. A sexta trombeta trata da 3ª Guerra, onde mais 1/3 parte dos homens morrerão. Penso apenas que o astro que cairá, vem para exterminar os que fazem guerra e inviabilizar as suas ações, senão os homens se extinguiriam. Deus intervirá, e certamente desta forma!
 
     São muitas as pessoas que me escrevem relatando este mesmo sentimento. Algo que fala de proximidade, não dá bem para explicar. É diferente de outros tempos, até mesmo os tempos que antecederam o ano 2000 e todas as expectativas que para ali voltaram. Hoje a gente percebe um acelerar das coisas, e eu não ficaria surpreso se ainda neste ano tivéssemos algo de mais grave. Sim, até aqui no Brasil, porque também nós temos uma conta salgada – como povo – a pagar diante do tribunal de Deus.
 
    E realmente, muitas vezes me questionei – quem sabe até intimamente achando de certa forma injustiça – que Deus venha a permitir a morte dos bons, quando por si e por muitas almas eles lutaram e venceram. Na realidade, seremos também julgados como brasileiros como habitantes de uma terra incrível e até mesmo paradisíaca que Deus nos deu, entretanto a transformamos num palco de pecados, de fome e miséria, com carnaval e outras imoralidades. Ou a transformamos na esbórnia do futebol, que leva à alienação quase total.
 
     Ora, estes sete trovões, ainda não anunciados pelos profetas atuais, também mantidos velados nas Escrituras, certamente falam daquilo que acontecerá a seguir. Podem tanto ser sete catástrofes horrendas que visarão acordar o homem dorminhoco, quando já o cumprimento dos divinos e misteriosos arcanos, que prenunciam a morte de mais de 2/3 partes dos homens. Porque certamente não restará na terra mais que um punhado gente, apenas uma “semente da casa de Jacó”, eis que a maioria dos homens ainda anda nas trevas do obscurantismo, e no Novo Reino estarão apenas o simples.
                                             
     Sabe, é como nos tempos, nos minutos que antecedem a uma tempestade. Logo as pessoas buscam abrigos, buscam suas casas, fecham as janelas, trancam as portas, e se preparam a fim do pior. O que assusta hoje, porém, é que embora os anjos estejam já troando suas trombetas pelos céus, é que as pessoas insistem em permanecer na rua, sem a proteção necessária para enfrentarem do grande desastre humano que se aproxima. Falo em morte, e em muito sangue derramado! E as pessoas não acordam, não percebem as densas nuvens se formando. 
 
     Se eu tivesse que indicar sete fatos graves, para acontecerem neste tempo eu os colocaria na seguinte ordem: saída do Papa > eleição de um falso > falência das bolsas e governos > guerras civis > surgimento do anticristo > terceira guerra mundial > queda do primeiro astro. De fato, tudo isso já está anunciado em outras partes do Apocalipse, e também fartamente pela profecia atual. Entretanto estes sete fatores são determinantes e concentram tudo de mal que pode vir a ocorrer com a humanidade, nesta tribulação. Eu diria que até e com a queda do astro mais de 2/3 partes dos homens já terá desaparecido.
 
     Eu sei, positivamente, que muitas pessoas de grande teologia, de grande ciência, riem de todas estas colocações até porque acham que o mundo assim está bom. Na realidade, todos estes criaram já uma religião ao redor do próprio umbigo, e imaginam que Deus deve seguir as indicações deles na elaboração e execução de Seus projetos e zombam do Apocalipse. Estes dizem: Deus não faria isso, de matar tanta gente! Então seria mentiroso o profeta Zacarias quando diz: em toda a terra – oráculo do Senhor – 2/3 dela serão eliminados...
 
      Ora, estes 2/3 à nosso ver, contam apenas dentro os filhos, os que pertencem à Deus, e consomem toda a população de não filhos ainda. E isso anula muitas matemáticas, até porque se restassem ainda 2 bilhões de seres humanos depois de todas as catástrofes anunciadas, isso não seria apenas “um punhado de gente”, e sim uma multidão. De fato são muito poucos os que almejam este Reino, do fundo da alma, para o merecerem.
 
     Pior ainda, eu resumiria os restantes a 1/3 parte apenas dos santos. Falo daqueles que hoje se preocupam apenas com a salvação eterna, que vivem neste mundo, mas já não pertencem a ele. De fato, se permanecesse aqui uma multidão de grandes pecadores, de nada adiantaria o esforço de Deus em criar uma Nova Terra, porque em algumas semanas o mundo estaria igual a antes. Em verdade, a decisão de ser santo e digno de viver nesta Nova terra, é feita agora, com o esforço sincero da vontade, com luta árdua, e com todo o amor do coração. Fora disso, sem chances...
 
     Na Nova Terra não haverá Copa do Mundo de Futebol, muito menos marcas esportivas caras, até porque ela será habitada pela humildade e a singeleza. Quem sabe até voltemos aos tempos de Adão e Eva, porque tudo leva a crer que o paraíso não sofrerá variações de temperatura, nem terá estações agressivas. E não havendo pecado de espécie alguma, temos a certeza de que a paz será perfeita e duradoura. Nada interromperá um longo ciclo de felicidade, é isso que todos desejamos para nossos filhos e filhas.
 
     Bem, tudo isso eu coloco para servir de ânimo a todos os que agora lutam pelo bem, pela verdade, e pela verdadeira Igreja, aquela totalmente submissa e obediente ao Papa Bento XVI. Nós teremos adiante muitas tristezas, muitos desgostos, mas este tempo será muito abreviado, Deus nos promete isto. Na realidade, a besta se esfacelará e ruirá em poucos meses. Satanás pode ser mestre na engendração do mal, mas é incapaz de bem controlar a execução dele. Seu ódio põe tudo a perder!
 
    Em contrapartida o Amor de Deus quer salvar. Por isso sinto que a mão poderosa de Deus está prestes a se abater sobre a humanidade. Ou o homem se curva diante de Deus, reconhece o Seu Primado absoluto, sobre tudo o que existe no Universo, e O aceita como seu Único Deus e seu Único Senhor, ou então lhe resta o caminho de fogo e de morte. Deus tem por milhares de anos, nos enviado sinais e mensagens de Amor. Agora chegam as mensagens da dor. Os trovões irão em breve anunciar estes dias de dor. Por hora o seu troar é: conversão, conversão, conversão, confissão, confissão, confissão, estado de graça!
 
     Que cada um examine-se a si mesmo, e procure se manter em estado de graça, para ser digno de ser marcado para Deus. Por outro lado, que ninguém ouse blasfemar, nem sequer ouse fazer pouco caso dos sinais e avisos que virão em breve. Toda a natureza passará a dar sinais de cansaço. De que não suporta mais o próprio homem a quem Deus constituiu senhor e dominador desta terra. Está na hora de recolher-se ao íntimo de nosso coração, preparando-nos para o encontro com Jesus que vem.
 
     A palavra de ordem é, porém, serenidade. Calma e sem medo, porque qualquer tipo de medo é ainda sinal de falta de fé. Quem estiver bem preparado, nada temerá quando ver os Céus se turvarem, a natureza se revoltar de forma estranha, o vento uivar como se fosse um lobo ferido... Deus não deixará que nada de mal aconteça com aqueles que forem fiéis até o fim. Para estes, tudo passará como se fosse um passe de mágica!
 
Senhor: dai-nos a todos, o inestimável dom da fé!
Ele nos dará toda a coragem necessária!
Que Deus vos abençoe
Arnaldo



www.recadosaarao.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 29/01/10 às 10:00:23 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES