Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 4262 - O Papa e o Limbo
Artigo visto 1726 vezes




Visto: 1726
Postado em: 09/02/10 às 20:21:07 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=4262
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Aprovado pelo Papa documento teológico sobre limbo

Também as crianças que morrem sem o Batismo vão para o céu...

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 23 de abril de 2007 ( ZENIT.org).- Em um documento de 41 páginas, que tem como título «A esperança de salvação para as crianças que morrem sem o batismo», preparado pela Comissão Teológica Internacional e aprovado por Bento XVI em 19 de abril, confirma-se que as crianças sem uso de razão que morrem sem ser batizadas têm as portas do Paraíso abertas (1).

O documento supera a concepção do limbo, lugar no qual, segundo algumas escolas teológicas, estas crianças gozavam de uma felicidade natural, mas não tinham a visão de Deus, pois reflete «uma visão demasiado restritiva da salvação». Por isso, defende a tese que sublinha como a misericórdia de Deus «quer que todos os seres humanos se salvem» (2).

Ao refletir sobre a misericórdia de Deus, os especialistas da Comissão Teológica Internacional fundamentam a «esperança de que as crianças falecidas sem batismo se salvem e gozem da visão beatífica» (3), pois a exclusão das crianças inocentes do Paraíso não parece refletir o especial amor de Cristo pelos «menores».

Amplas passagens do documento foram publicadas pela agência dos bispos americanos, «Catholic News Service» (CNS), e a versão integral será publicada em italiano em 5 de maio pela revista «Civiltà Cattolica».

A Comissão Teológica Internacional começou a estudar a questão do limbo em 1994, quando era presidida pelo então cardeal Joseph Ratzinger, que em 1984 já havia considerado que o limbo não era mais que uma hipótese teológica, surgida no século XIII.

O documento esclarece que «as crianças não colocam obstáculo pessoal algum ao caminho da graça redentora»; por este motivo, «Deus pode dar a graça do Batismo» (4).

O documento da Comissão Teológica Internacional não faz parte do Magistério da Igreja, pois esta Comissão tem um caráter de consulta.

A Comissão se compõe de teólogos de diversas escolas e nações, eminentes por ciência e fidelidade ao Magistério da Igreja. Os membros -- em número não superior a 30 -- são nomeados pelo Santo Padre por cinco anos a partir proposta do prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé e após consultar as Conferências Episcopais (5).

==================================================================

OBS: Esta notícia acima, embora siga o caminho do mexerico da besta, este artifício maligno de colocar no ar coisas em relação ao Santo Padre que ainda não aconteceram, ou que nada têm a ver com ele, na realidade mostra que nem tudo está perdido..

Vamos olhar um pouquinho para os 5 números que coloquei acima:

1 - Sim, as portas do paraiso estão abertas para as crianças, porque delas é o reino do Céu, isso é o óbvio ululante...

2 - Sim, Deus quer que todos os homens se salvem, mas nem todos querem se salvar. E as crianças, nem sabem o que é salvação, assim, mais algo óbvio.

3 - Eles fundamentam a esperança de que elas se salvem, e é óbvio que se salvam, não se trata pois de algo fora do comum, irreal, ou contra o pensamento tradicional da Igreja. Nós nunca dissemos algo diferente, nem achamos que está errado.

4 - Sim, o batismo de desejo, que é administrado exclusivamente por Jesus, de acordo com a Justiça de Deus e no momento do Pai. O que não se diz é que as crianças que morrem sem batismo, vão todas, imediatamente para o Céu. Do nosso trabalho, temos um caso em que uma abortada esperou por 46 anos, tempos em que seus pais estavam no purgatório pelo aborto que praticaram, e só depois que a batizamos foi ao céu, nos braços da mãe. Onde é que esta alminha esperou todos estes anos? No Limbo! Na Mansão Pagã!

5 - Aqui mora um perigo, porque se as conferencias episcopais estão degeneradas, os últimos que elas nomearão serão santos.. Mas o Espírito Santo dará a palavra final, se for matéria de fé. Disso podem ter certeza. Da qualquer forma, isso não abalará a fé de quem confia em deus e na verdadeira Igreja.

Ou seja, se o documento trouxer apenas isso que Zenit apontou, não se cometerá uma grave afronta contra a Doutrina e a Tradição. Por outro lado, a figura do limbo não é abolida, de forma alguma, porque a existência desta situação especial, pressupõe um espaço, um local, ou um estado de espírito, para o tempo em que tais alminhas esperam a decisão divina e o seu ingresso no Reino.

Afinal, o que quero dizer é que o Papa não pode abolir por decreto o que existe e se este documento trouxer apenas isto, não causará um mal tão grande assim. Afinal, no Catecismo da nossa Igreja, não consta uma vez sequer esta palavra: Limbo!... ou Mansão pagã!

Sim, para o destino dos pagãos... como as crianças que morrem sem batismo... O que o Papa jamais dirá é que todos os pagãos adultos serão salvos, porque isso é heresia. A besta, então, faz estardalhaço por algo inócuo...


www.recadosaarao.com.br

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.678.945
Visitas Únicas Hoje: 2.297
Usuários Online: 564