Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 4851 - OS SACRÁRIOS
Artigo visto 1932 vezes




Visto: 1932
Postado em: 09/04/10 às 15:08:58 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=4851
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Continuamos a apresentar está série de visões, que revelam a face oculta do inferno e as tramas de satanás. Sim, também mostram sempre o Poder de Deus sobre todas as coisas. Aliás, nada se faz sem Ele. Certamente o leitor sabe que estas coisas somente podem acontecer com a permissão de Deus e somente pelo poder Dele. Quando Deus mostra um acontecimento futuro, a um vidente, sempre tem o objetivo de alertar as pessoas de boa vontade, para aquilo que pode acontecer – não necessariamente vai acontecer, uma vez que Deus pode mudar tudo devido às orações dos homens.

E isso Ele faz porque nos ama, também para facilitar nossa vida, nos dar mais tempo para conversão e especialmente para que possamos nos apropriar das graças que resultam do crer e do se prevenir, sim, como as virgens prudentes, citadas por Jesus no Evangelho. Em verdade, Deus não precisaria nos mostrar nada, porque temos tudo o necessário nas Sagradas Escrituras, entretanto Seu Amor é tão imenso, que Ele não se conforma em usar de apenas um meio de nos avisar, e Seus recursos amorosos são infinitos.
 
     Por outro lado, se estas revelações nos mostram as maquinações do inferno em sua luta contra Deus e contra os homens, nós entendemos que não acontecem por vontade dos demônios, muito pelo contrário. De fato, eles odeiam furiosamente que seus planos sejam mostrados, e jamais Lúcifer iria preparar as pessoas, para que se defendessem contra seus ataques. Isso, afinal, seria o “reino dividido contra si mesmo” que Jesus citou nos Evangelhos.
 
Então isso nos leva a entender que, esta pessoa das visões não está sendo enganada por ele, de forma alguma. Porque tudo o que os demônios querem hoje é que não se fale deles, que não se lembre que eles, nem o inferno existem, porque assim podem agir com grande facilidade, nas trevas, como eles gostam e de onde eles procedem. Por outro lado, se tivesse inventando estas coisas, o leitor já viu bem em outro texto, que esta pessoa sabe muito bem o que lhe poderia acontecer se mentisse sobre algo tão sério.
 
     A visão de hoje nos vai mostrar um acontecimento futuro, terrível, talvez a coisa mais terrível e mais desastrosa para o homem e certamente o motivo mais forte que levará Deus a agir com vigor e rigor extremo. Trata-se da “abominação da desolação” citada pelo profeta Daniel e lembrada por Jesus no Evangelho de Mateus. Esta abominação se refere certamente à retirada do “sacrifício costumado” – a santa Missa – e a derrubada da maioria dos sacrários da terra. Quem duvida disso, que aguarde a explosão deste dia.
 
Eis a 1ª visão: Vi do alto, e de repente, aparecer satanás. Imediatamente sua cabeça se transformou numa cabeça de boi, melhor de um bode, (1) com dois chifres bem retos e super afiados, apontando para o alto. Dentro daquela carcaça negra, eu via somente seus olhos cheios de intenso ódio.
 
Assim que ele apareceu, bem acima, vi também um grupo que se formava ao seu lado esquerdo (2) e outro que se formava bem abaixo dele (3). Este grupo lateral da esquerda, com os “braços” estendidos para frente, tendo os punhos cerrados, estava em forma como fazem os exércitos em posição de sentido. Parecia-se muito com aquele fanático exército de Hitler, e estava também cheio de ódio. Este grupo gritava – na verdade urrava com toda a fúria – as seguintes palavras de ordem: Zombaria! Zombaria!
 
Enquanto os laterais gritavam assim, aquele exército do chão, na verdade da terra, com os braços estendidos para cima e também com os punhos também cerrados respondia: Ao Cordeiro de Deus! Ao Cordeiro de Deus! Ou seja: zombavam do Cordeiro de Deus!
 
Em chamada de ordem, o próprio satanás urrava com toda fúria: É chegada a hora! É chegada a hora! E a cada urro dele, os dois exércitos sob seu comando erguiam os “punhos” no ar de forma desafiadora, tal como fazia o louco exército de Hitler, e em resposta aos discursos de seu líder gritavam: Zombaria!... Ao Cordeiro de Deus!
 
E assim por muitas vezes o primeiro grupo da esquerda berrava cheio de ódio: Zombaria! Zombaria! E a resposta do grupo de baixo reboava novamente com o mesmo ódio e os mesmos gestos desafiadores: Ao Cordeiro de Deus! Ao Cordeiro de Deus!
 
Do alto, dominando sobre todos eles, o próprio satanás repetia: É chegada a hora!
 
Então grupo da esquerda passou a gritar: Igrejas abaixo! E os da terra respondiam: Sacrários ao chão! E satanás ria-se descontrolado cheio de escárnio.
 
E assim se alternavam os urros e palavras de ordem! Uns gritando: “Zombaria”, outros repetindo em coro uníssono: Ao Cordeiro de Deus! E satanás dizia: É chegada a hora!
 
E começaram a se alternar em urros os dois exércitos em fúria gritando: Sacrários ao chão!... Igrejas destruídas!... Igrejas devastadas!... Igrejas queimadas!... Desolação!...
 
E o próprio satanás ordenava: Padres no chão!... Morte aos Padres!... Morte a aqueles que os seguem!...
 
Então os de baixo respondiam mais uma vez: Ao Cordeiro de Deus!.. Ao Cordeiro de Deus!... E o grupo da lateral repetia: Perseguição! E mais uma vez satanás cheio de escárnio bradava: É chegada a hora! Sacrários no chão! Desolação!... Igrejas queimadas!... Abaixo aos padres!... Morte!... Morte!... Morte!... Perseguição! (4)
 
Desta forma e por algum tempo, seus urros fendiam o infinito, em desafio direto a Deus:
 
Mas neste momento vejo ao lado direito o Trono de Deus, e diante Dele alguns Santos e Anjos! Os primeiros anjos eram do coro dos Serafins e se achavam prostrados com o rosto ao chão! Entanto, alguns deles se levantaram! Eram altos não somente na estatura, mas também na grandeza que eles têm naturalmente em si. Trajavam vestes longas, que na parte da cintura para baixo eram pregueadas. Eles ergueram o braço direito ao alto e disseram: Justiça! Justiça! Justiça! (5)
 
A seguir a estes, se levantaram outros anjos, do coro angélico dos Querubins, igualmente belíssimos, e diziam com voz muito clara e compenetrada: Muito Deus tem avisado, tem levado a Sua Palavra, mas não O têm escutado! (6)
 
Levantou-se a seguir um terceiro grupo de anjos, do coro angélico dos Tronos, belíssimos igualmente, e olhando para frente disseram: A hora é chegada! Deus fará Justiça! Tudo se cumprirá! Porque aquela a quem Ele ama, lhe pediu! (7)
 
Assim terminou esta primeira visão! Vi que satanás já não ria como antes, com tanto escárnio, mas sentia e demonstrava ódio profundo por Nossa Senhora: Maria Santíssima!
 
E pude ver também o ódio estampado, tanto naquelas carrancas dos demônios do grupo da esquerda, quanto os de baixo, formado pelos homens que deliberadamente servem a satanás aqui na terra. Quando soaram as últimas palavras dos Tronos, vi que o seu ódio aumentou!
 
Visão terrível esta, mas real! Mas vemos que a Mulher, Maria intercederá para não caiam todos os sacrários da Terra (8). E quando ela fizer este pedido ao nosso Bom Deus, as ordens Dele serão executadas! Que o Pai Santo nos abençoe e proteja nesta caminhada, junto com nossa Belíssima Mãe, Maria Santíssima.
 
Explicamos esta primeira parte:
 
(1) Na estilização de Lúcifer adotada pelas seitas secretas, ele é apresentando com uma cabeça de bode, com chifres retos e pontiagudos para o alto, uma figura em forma de “V”, chamado “Bode de Mendes”. O que não consigo entender é como homens de carne e osso, não sejam tomados de pleno horror e pânico diante de tão horrenda criatura e possam achar que ela seja inofensiva. Não entendo como a podem adorar como um deus.
 
(2) Este grupo, que está nos ares é formado por todas as hostes satânicas, vindos de todas as sete legiões diabólicas que servem a Lúcifer, no inferno. Antes de estes anjos caírem, eles pertenciam aos nove coros angélicos que servem a Deus. Depois de expulsos do Céu, eles se transformaram em sete legiões diabólicas, assumindo os sete vícios capitais, de modo que há, em cada legião, demônios que pertenciam aos diferentes coros. Assim temos a legião de demônios da ira, demônios da preguiça, demônios da inveja, etc; todos guardando o mesmo poder e força que tinham quando no Céu, porque se Deus dá um dom, jamais o tira.
 
(3) Este segundo grupo, que está na terra é formado pelas organizações secretas, de todos os diferentes tipos, que servem satã aqui. Existem diversas delas, e obedecem cegamente a ele. São homens de carne e osso, que de forma livre e consciente se entregam para as trevas, desafiando ao Deus Tudo Poderoso. Eles são conscientes de sua atitude, sabem do que lhes acontecerá no futuro, embora façam uma idéia errada – por própria culpa e cegueira – de quem realmente Lúcifer é e tal que não acreditam que ele minta para eles. Assim, quando eles descobrirem isso, será tarde! Eles são tão teimosos e obstinados no mal, que somente quando as chamas os consumirem irão acordar. Eis porque seu castigo eterno será o remorso!
 
(4) Num determinado momento isso acontecerá. Com o recrudescimento da perseguição aos cristãos, em especial aos católicos que adoram Jesus Eucarístico, ele tentarão derrubar todos os sacrários da terra. Felizmente eles não conseguirão este intento, pois nas famílias ele será preservado. Temo que NENHUMA só igreja da terra, falo em matriz e capelas, também catedrais e santuários, nenhuma só permanecerá com as luzes acesas, pois tudo será derrubado, pisoteado, blasfemado e desaparecerá. Nas casas de muitas famílias, porém, esta luz continuará brilhando e delas virá a Luz que cegará o inferno.
 
(5) Tratam-se dos coros angélicos superiores, aqueles que executarão com grande mestria e precisão as ordens preciosas de Deus Eterno. No momento em que o clamor dos poucos homens que restam fiéis se fizer ouvir diante de Deus, Ele Se apiedará destes poucos e irá intervir em seu favor, executando finalmente a Justiça!
 
(6) É isso tudo que os profetas atuais têm avisado, mostrando e lembrando das Escrituras e das antigas profecias. Nada de novo, apenas lembretes. Como os homens não reagem à altura em suas conversões, sobrarão pouquíssimos: os que se curvam já agora diante de Deus, não adiando eternamente sua volta a Ele. Claro a imensa maioria irá para o céu, mesmo que por obra da Misericórdia de Deus porque muitos não merecem a salvação. O que digo é que estes não reatarão vivos, porque quem agora não quer ser santo, quem não tem força agora de viver a santidade, pela oração e conversão, não conseguirá depois se manter santo. Então Deus Se obriga a leva-las antes para o Céu, para que não contaminem a Nova Terra com sua semente sempre latente de rebeldia.
 
(7) Já outras profecias falam nisso: Nossa Senhora tem sempre intervindo em nosso favor e de forma incansável tem até hoje conseguido aplacar a ira de Deus e sustar o braço da Justiça Divina. Mas chegará um momento crucial, onde ela própria pedirá a Deus que deixe cair Seu braço, porque nem ela suportará as loucuras que os homens estarão cometendo naqueles dias. Porque se Deus não intervisse, não restaria nenhum homem vivo, pois todos pereceriam nas mãos daqueles dois exércitos de satã. Não sobrariam nem bons, os primeiros a ir, nem maus, quando não mais servirem de nada aos planos dele.
 
(8) Este será talvez o último pedido de Nossa Senhora: que nem todos os sacrários caiam! Então, em lugares escondidos, em casas de famílias escolhidas, em porões e cavernas, em espaços onde os anjos de Deus não permitirão a chegada dos demônios – nem Deus permitirá que eles os descubram – o Santíssimo será guardado e adorado, dia e noite, pois Dele virá a força que destruirá todos os exércitos que servem a Lúcifer. Também determinadas capelinhas particulares serão preservadas, porque ali nem os bispos, nem os padres terão poder de mandar derrubar os sacrários, nem a besta os alcançará. Quem duvida que eles o farão, olhe para o quanto, os padres rezam hoje. Somente a oração do Rosário os poderia fazer resistir. E afinal, como viram acima, os que quiserem se manter fiéis, logo serão assassinados. Mas no fim virá o triunfo de Maria, como veremos na visão a seguir: Sem medo, portanto! Sempre restarão padres suficientes e virão outros do Céu para nos auxiliar!
 
Visão 2: Foi no dia 14 de outubro de 2004. Eu estava acima de uma certa igreja, e ao meu lado estava Nossa Senhora de Fátima. Sobre a igreja, no telhado dela, via-se uma letra “M” e sobre ela uma Medalha Milagrosa. Do centro desta medalha partiam para as laterais dois feixes de luz e estes raios formavam os braços de uma Cruz. O brilho desta Cruz foi ficando cada vez mais forte, porém, mesmo em meio a aquele brilho intenso consegui ver Nosso Senhor Crucificado.
 
Nossa Senhora me disse então: “Sim! Meu “M”, a Medalha Milagrosa e a Cruz! Este será o Grande Milagre: O sinal do Meu Filho que resplandecerá no firmamento (1) e em todos os corações daqueles filhos em que eu, Maria, triunfei. Estes o verão e se dobrarão com seus rostos por terra e O adorarão, O glorificarão por todas as bênçãos e graças Dele recebidas. Também se curvarão pedindo perdão, arrependendo-se de seus pecados contra Deus, até muitos daqueles em cujos corações ainda não triunfei (2). Mas este dia virá e começará aqui, nesta igreja. E culminará com o início do Reinado Eucarístico de Meu Filho Jesus, pois até lá já terei triunfado no coração de meus filhos”.
 
De início eu não sabia que igreja era aquela nem onde ficava, porém, dias depois recebi uma revista de uma senhora, que trazia algumas reportagens sobre santuários marianos. E nesta revista havia uma foto do Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, no México. Para minha surpresa lá estava este “M”, com a Cruz sobre ele e também outra com a Cruz de Dozulé. E Nossa Senhora me confirmou ser esta a igreja da minha visão, onde começaria o Triunfo do Imaculado Coração, a ser estabelecido nos corações dos homens.
 
Mais tarde, após a morte de Irmã Lúcia, quando lhe perguntei sobre o fato de que Lucia veria o Triunfo do Imaculado Coração de Maria, mas que isso ainda não aconteceu, assim falou-me Maria Santíssima: “Quando Deus faz uma promessa, Ele não volta atrás. Deus fala de um jeito, mas os homens entendem à sua maneira. Ele disse que Lucia veria o triunfo e ela viu. Ela estava presente quando meu filho João Paulo II estabeleceu o Ano Eucarístico (3) e se iniciava ali o Triunfo de meu Coração Imaculado”.
 
Estas palavras de Nossa Mãezinha nos fazem voltar ao que ela disse sobre a visão acima. É lá no México que ela começa a vencer. É também ali onde os inimigos de Cristo começarão a ser vencidos. Foi lá, também, que seu amado filho João Paulo II estabeleceu o ano Eucarístico que vai até 16 de outubro de 2005, ao qual o Papa Bento XVI dará seguimento. Coincidência? Não! Assim são os planos de Deus. Ele diz e cumpre, mas nós nem sempre compreendemos o que Ele quer dizer quando nos fala algo, e nos revoltamos quando não acontece da forma como imaginávamos. O errado não é Ele, mas nós! (Fim)
 
Explicando cada um dos números acima: (1) Muitas outras aparições falam deste sinal luminoso no Céu. Para nós, então, não é possível determinar quando isso acontecerá, porque são diversas as situações em que ele poderá ocorrer, inclusive a qualquer momento. O primeiro seria na proximidade do grande Aviso de Deus, porém, como isso virá de surpresa, penso que aqui ficaria descartado. A segunda situação seria por ocasião do Grande Milagre final, no caso da aproximação do segundo astro que vem, aquele que será desviado pela mão de Deus. Também aqui poderá acontecer este sinal, que significará para nós a proximidade do fim de todas as coisas e a alvorada do Novo Reino.
 
Como Nossa Senhora disse em Garabandal que este sinal ficaria permanente, visível e indestrutível naquela localidade – e se fala, também em Medjugorge – então podemos imaginar um tempo intermediário, entre o Aviso e o Milagre um sinal redentor que nos seria dado logo ao final da guerra e até antes dela e das confusões maiores, até como sinal de esperança para os bons, e de aviso para os maus. Penso que, se uma Cruz destas ficasse nos Céus, visível por muitos dias, para todos os homens, seguramente ela levaria muita gente a cair de joelhos e implorar misericórdia. De qualquer forma sempre um sinal ameaçador e de advertência. Para os maus um sinal de permanente acusação e causa de desespero, porque não conseguirão destruí-lo como gostariam. Para os bons, um sinal de salvação, para os maus, um sinal de castigo.
 
Certa vez, em sonho eu tive a oportunidade de ver esta Cruz no Céu, ao lado do poente. Ela era enorme e vermelha, parecendo ensangüentada e esta visão nunca se desfez de minha mente. Depois de um tempo, com o Céu em aterrorizante aspecto, mudou-se toda a natureza num frenesi horrendo. As nuvens como que se enrolavam como se recolhe um tapete. Na verdade me pareceu que o próprio Céu azul era recolhido, e num instante desapareceu a cor dando lugar a um infinito superior de trevas espessas. Não havia um só barulho no ar, não se escutava nenhum som, nem dos elementos da natureza, nem de seres vivos, mas aquela Cruz ameaçadora permaneceu ali por muito tempo. Um dia, todos os que estiverem vivos a verão, e mesmo os maus entenderão que Deus existe!
 
(2) O Triunfo do Imaculado Coração de Maria, já predito em Fátima, com toda certeza estará ligado ao Triunfo da Sagrada Eucaristia. Já dissemos muitas vezes esta frase e vamos repeti-la: “Quando a Sagrada Eucaristia for reconhecida como Pão da Vida Eterna pela maioria dos homens, também Maria será aclamada como Mãe, por todos os povos”. Esta é a síntese deste Triunfo! Até porque jamais se poderia falar em Triunfo de Maria se a Eucaristia não brilhasse como Luz permanente diante das gentes. Na verdade tudo o que Maria faz é conduzir para seu Filho Jesus, a Eucaristia Viva. E enquanto existirem pessoas que desconhecerem isso, ou não aceitarem – falo dos bons e passíveis de conversão – não será possível o triunfo de Deus nos corações dos homens. Isso irá, com certeza, acontecer devagar, mas de forma constante e sem revés. Já está em curso, óbvio!
 
Em verdade, o Reino que vem é o Reino de Jesus Eucarístico, e nele jamais colocará os pés, qualquer homem que negue, não somente a presença Real de Cristo na Eucaristia, como não entenda que Cristo É a Eucaristia Viva! Isso é algo mais forte que os simples “estar presente” como se costuma dizer. Por isso, guardem bem, todos vós, homens de todas as raças e credos, nações e línguas, cores e sentimentos: Ninguém, nenhum homem e nenhuma mulher da terra, que não viva com a própria vida, que não entenda ou saiba, que Cristo É a Eucaristia estará contado entre o número dos escolhidos para a Nova Terra. Estes todos podem encomendar seus caixões. A Eucaristia Triunfará sobre todos os hereges e todas as profecias, e será o grande alimento dos habitantes da Nova Terra. 
 
(3) Sempre temos lembrado aos leitores que, como quase certeza, nada de grande mal haverá de acontecer ao mundo enquanto correr um Ano Eucarístico. João Paulo II, depois de um ano do Rosário, depois de um ano da Confissão, instituiu dois Anos Eucarísticos, como verdadeiros sustentáculos que mantém suspensos o braço da divina e Santa Ira. Mas no dia em que este acabar, se no for renovado – e Deus pode isto – e a partir dali, caso os homens não correspondam à altura com orações e conversão, especialmente com adorações e reparações, podem todos começar a fazer contas de fim dos dias. A partir dali, começa a contagem regressiva para o caos. Depende somente dos homens!
 
E como temos visto, as respostas dos homens – falo dos católicos – são tíbias, são mornas, são na verdade desafiadoras. Falo que são tão poucas as reais atitudes dos católicos de viverem este Ano Eucarístico atual, que se esgota em 16/10/2005, que soam aos olhos de Deus como desafio de quem diz mais ou menos assim: Duvido que Deus fará alguma coisa depois disso! Ele é infinitamente misericordioso e nunca permitirá uma coisa destas, atingindo os homens desta forma. Esta é na verdade uma frase blasfema, desafiadora, insana e soa não diferente daquela Palavra estúpida dos judeus quando disseram: caia sobre nós o Seu Sangue e sobre nossos filhos! Eles nunca deveriam ter dito isto! Os homens de hoje também não devem falar assim! Eles desafiam a Deus!
 
De qualquer forma, ao final haverá o triunfo de Deus sobre as hostes infernais, e sob os exércitos do mal que aqui na terra cumprem as ordens dos anjos maus. Haverá o triunfo da Igreja Católica, sobre todas as religiões e seitas, pois ela foi criada por Jesus e é única. Claro, o Papa também triunfará sobre os hereges e seus hoje adversários. E como haverá um só rebanho e um só Pastor serão exterminados e para sempre, todos os inimigos da Igreja e de Deus. Uns e outros, da terra e dos infernos, serão lançados no lago ardente de fogo e assim será por toda a eternidade, para um tormento que não terá fim. A destruição progressiva destas hostes nefandas, especialmente as terrenas, não será como castigo para eles, mas para que vejam a insânia de desafiar a Justiça Divina.
 
Enfim, a maioria dos sacrários da terra cairá. A Santa Missa de hoje, que já está sendo lamentavelmente blasfemada e desvirtuada – primeiramente pelos falsos católicos que não mais cumprem seu preceito dominical nem acreditam mais na Eucaristia – também com palmas e abraços, com confraternizações e parabéns, com danças e risos, com atabaques e pandeiros, com zabumbas e batuques, com padres vestindo sorongues de palha e brandindo tacapes, ou vestindo roupas de palhaço e arlequins ao invés de paramentos sagrados, com cantos profanos e letras insanas, com a alteração do rito e a criação de ritos novos fora do missal – de acordo com a cabeça louca e desatinada de certos padres – e, portanto não aprovados pela Igreja, com tudo isso já a abominação caminha célere.
 
Quem aceita todas estas coisas, certamente já está sendo preparado para negar que Cristo seja a Eucaristia, aceitando a tese protestante da ceia, da simples representação, quando devemos ter a certeza da presença Sua Viva e Real. Quem se sente bem, com danças e palmas durante a Missa, sentirá a mesma coisa num culto qualquer de simples despedida. As Missas com palmas e danças, servem apenas a uma falsa inculturação, que a verdadeira Igreja nega, com todas as letras. Elas em muito pouco diferem dos cultos evangélicos, onde as pessoas ficam como que hipnotizadas pelos balanços, e saem dali dizendo que foram batizadas no Espírito Santo, ou que viram o próprio Deus, ou que Deus lhes falou, ou que “aceitaram Jesus”. Ó, os demônios também dançam!
 
Estes casos são raríssimos na própria Igreja Católica e de forma alguma acontecem nas seitas, porque ali não habita o Espírito de Deus, pois ele não pousa em meias verdades, nem se encontra na divisão e na discórdia. E quando afirmo isso, não me refiro somente às seitas em si, mas também a certos setores da Igreja Católica, que de há muito abandonaram também o Espírito Santo, em troca de verdades próprias e de conceitos humanos, entre estes a maldita e contínua exigência de mudanças, de novidades, de adaptações da Igreja aos tempos e eras. A verdade em Deus é eterna e imutável: são os homens e os tempos que devem se adaptar a ela!
 
E digo, pessoalmente digo, com toda a força das palavras: quem não consegue ficar, a cada semana, pelo menos uma hora em profunda compunção interior, quieto e calado no coração, humilde e confiante na alma – durante o tempo que dura uma Santa Missa, e seja qual for o celebrante – com toda certeza nunca entendeu o que é uma Missa. Há gente que parece ter formigas a correr pelo corpo inteiro. A Missa é a celebração renovada e incruenta do Sacrifício da Cruz, portanto revive a Paixão de Cristo, e não se pode rebolar e dançar diante de um crucificado, sob pena de ofensa e de blasfêmia.
 
A Santa Missa é essencialmente e intimamente triste, quem diz que pode ser festiva e alegre mente, mesmo que seja de Páscoa ou Natal. Pois sempre lembra a Morte Daquele que nos trouxe a salvação. Ela deve ser um momento sublime, de arrependimento profundo e sincero, onde se revive cada passo do Calvário, até a Morte de Cristo. Como se pode dançar feliz diante de Jesus sendo crucificado, sem profanar este Mistério Santo? Todos estes cantos e louvores profanos cabem bem extra Missa, fora da celebração do Sacrifício Costumado, em certos encontros de louvor, mas dentro dela se consuma a “abominação desoladora”, na verdade auxilia na decretação da morte a Jesus Eucarístico.
 
Eis porque, quem vive realmente a Santa Missa, a prefere celebrada em latim, que não muda, mesmo que não se entenda uma só palavra do que o celebrante pronuncia. Mentira que é preciso entender para sentir. Se não se entende o Mistério, para que entender as palavras do rito? Quem diz que precisa, não sabe o que é deixar-se guiar realmente pelo Espírito Santo. E se sentirá muito melhor, também, com o som do órgão ou do antigo harmônio, e com o canto gregoriano e sacro. Em Amsterdã tive a oportunidade de viver isso de forma expressiva depois de muitos anos, quando, embora eu não entendesse aquele idioma, somente os cantos em latim. Com o fundo musical daquele órgão monumental de mais de 200 anos, eu me sentia arrepiado dos pés até a cabeça. Eis aí a verdadeira Santa Missa. Sem modismos nem profanações!
 
Nem mesmo o momento do “Glória” é destinado à expansões de alegria exterior, porque o sentido dele é apenas a alegria interior, de compunção feliz, pelo fato de havermos sido perdoados por Deus, de nossas faltas diárias e leves, não dos pecados graves. Pela certeza interior que temos de que Deus nos tornou dignos de participar deste santo Mistério, embora toda nossa indignidade e não merecimento, apenas Graça Dele. É erro então bradar alto a exterioridade de uma alegria humana, pois é a alma quem deve estar alegre, não o corpo e os sentidos exteriores. Estes devem estar caminhando junto com Cristo e Sua Cruz para o Calvário. Para a morte do nosso “eu” e o renascer em Cristo. Por isso, o único momento em que uma Santa Missa permite certa alegria exterior é no momento final, porque lembra a ressurreição para a Vida verdadeira em Deus. Lembra a certeza de que “quem come e bebe dignamente do Corpo e do Sangue do Senhor” (Cor) tem a garantia da Vida Eterna (Jo 6). Só então podermos ir para casa felizes, como verdadeiros sacrários vivos, pois Jesus irá conosco.
 
Não pensem que o inferno esteja esperando um dia futuro, uma hora futura e distante, para começar o ataque a este nosso Supremo Bem. Isso ele já se faz hoje! Cada leigo ou padre que exige modificações na Santa Missa, ou que celebra indigna e sacrilegamente este mistério, ou fiel que comunga consciente em estado de pecado grave, ou sacerdote que descumpre o Missal invertendo as palavras e as fórmulas, já auxilia, de certa forma ao inferno, em sua odiosa tarefa de desmistificação e de demolição deste Mistério Santo. Já ele grita, como as hostes nefandas: Zombaria, ao Cordeiro de Deus! Ele grita: Abaixo à Missa!
 
Ainda bem que Deus Misericordioso atenderá este pedido da Mãe de Deus, mesmo que seja o último que ela lhe faça. Sabermos que a Eucaristia triunfará sobre estas hordas nefandas que as visões aqui mostram, nos deixa um alivio seguro, porque cumpre aquela frase de Jesus: eis que estarei convosco, todos os dias, até a consumação dos séculos!
 
Nós somos a geração dos últimos dias, a que assistirá tudo isto. Os sinais estão aí, já bem visíveis, os que rezam, os que pelas suas orações e sacrifícios se fazem filhos da Luz, conseguem ver o avanço sistemático das hostes infernais, por hora. Mas eles também verão depois o Triunfo de Deus, e é isso que nos deve motivar. Na defesa da Eucaristia e dos Sacrários cairão milhares de novos mártires. Seu sangue clamará aos céus por Justiça! E a Justiça virá abundante, pelas mãos dos anjos, pela força do Pai.
 
E nunca mais existirão adversários da Eucaristia!
 
Arnaldo


www.recadosaarao.com.br



LEIA TAMBÉM
COMO SATÃ ATUA (Leiam até o fim)
PULSAR ETERNO (Lindo)
SATANISMO E A DOMINAÇÃO MUNDIAL (Tema assustador)
LEIS DO DEMÔNIO
O 3º CHIFRE
Consagração a satanás
O FIM
A CIDADE
HOMEM MACACO



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.336.881
Visitas Únicas Hoje: 132
Usuários Online: 370