Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 4856 - AS CHAVES
Artigo visto 1925 vezes




Visto: 1925
Postado em: 09/04/10 às 19:59:09 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=4856
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Seguimos com aquela série de revelações frutos das visões da mesma pessoa, a quem o Pai Eterno deu esta dolorosa tarefa – que ela e toda sua família aceitam, com grande abnegação, amor e fé – de observar os exércitos do mal, e revelar os conluios das trevas. Muitos poderão perguntar, ou se questionar, se nós não estamos exagerando em alertar tanto contra o demônio, em falar somente nele, deixando de pregar a Misericórdia de Deus, esta é que importa. De fato, sei que muitos pensam assim, mas permitam que destes, eu discorde dizendo assim: verdade mesmo, se todos estes que falam tanto em misericórdia, a vivessem de fato, não se precisaria alertar contra o inferno. Aliás, quem observa bem nossos textos verá que jamais deixamos de mostrar justamente esta infinita Misericórdia, que nos defende de tão poderosas forças, tão malignos exércitos!

É muito bonito, muito charmoso, muito delicado, se falar em um Deus Misericórdia! Isso dá pontos, isso dá ibope ao padre, ao leigo, ao pregador – e o mundo bate palmas para eles – porque o mundo – pobre mundo – convencionou esquecer um Deus equilíbrio perfeito, cuja Justiça é do exato tamanho de Sua Misericórdia. Então as pessoas, com estas frases doces e melosas, vão para suas casas sentindo-se justas, iludidas, enganadas, porque na verdade isso apenas fez cobrir com um remendo novo o pano podre de sua alma fedorenta. Eles não querem – e até proíbem – que se fale em pecado, em tentação e em demônio, dizendo que isso não evangeliza e assusta as pessoas.
 
     Ó sim, assusta agora, aqui na terra, mas não será melhor isto do que fingir que estas realidades hediondas não existem, deixando que os incautos escondam suas almas negras sob um pano branco e vistoso – a felicidade aparente do mundo – quando na verdade o fermento da perdição está por baixo levedando a massa viscosa, que se forma com a baba de satanás: não falam mais nele, então o amaldiçoado age livre! Dizem que ele não existe, enquanto isso ele deita e rola! Chegam a dizer que ele é bonzinho, quando na verdade é o mal encarnado, o ódio multiplicado, o furor ensandecido e explosivo, qual jamais pode haver – nem nunca haverá – em outra criatura. Não será melhor, então, a gente alertar agora, com um pouco de medo, que deixar que as pessoas descubram isso mais tarde, em longos purgatórios, quando não no inferno e para sempre?
 
     Lúcifer, o anjo maligno existe, meus caros, quer queiram os teólogos ou não, quer queiram o iludidos ou não. E ele está mais perto do que nunca, de receber um poder inaudito, o qual jamais Deus deu a ele, exatamente para que ele execute as profecias, para que ele prove definitivamente aos incrédulos, que ele existe de fato, e para que os homens sintam, de uma vez por todas que ele e seus anjos são maus, e para que, em contraponto, também sintam, e vejam, e entendam que sem a proteção de Deus, o homem não subsistiria na terra, nem um segundo: os demônios nos matariam a todos!
 
     E o Bom Deus, somente não permite isto, em vista de Sua promessa de salvar ainda um resto deste povo, mau e blasfemo em que nos tornamos, jamais por mérito nosso e sim, apenas pelo Seu Imenso Amor e indescritível Misericórdia. Porque se não fosse este Amor, se não fosse esta exacerbada Misericórdia, Ele já nos teria fulminado. Já nos teria deixado de vez nas garras do príncipe nefando, do monstro nojento e escamoso, isso para que os homens provassem o “gostinho” do veneno dele, eis que rejeitam a Deus.
 
     O grande adversário do Inferno neste mundo, é a Igreja Católica Apostólica Romana. É a ela que o demônio odeia! Às seitas ele odeia tanto quanto odeia aos idólatras, aos de outras religiões que adoram ídolos, vivos e mortos, figuras inanimadas e sem sopro de vida, ou quadrúpedes que se movem mas não pensam, nem são capazes de ajudar seus pobres adoradores. E porque o demônio odeia a Igreja Católica? Porque a Igreja Católica tem a Verdade – embora nem todos católicos a vivam – mas especialmente porque a Igreja Católica tem os Sacramentos – caminhos extraordinários de salvação – entre eles o maravilhoso Sacramento da Reconciliação – a confissão feita a um sacerdote católico – e acima de tudo a Eucaristia, Deus Vivo em nosso meio.
 
     E o demônio odeia a Confissão e odeia a Eucaristia, e odeia os Sacrários. Odeia também aos sacerdotes que consagram e confessam! A Confissão porque é a coisa que mais lhe tira almas das garras, a Divina Eucaristia porque é o verdadeiro “Calcanhar de Aquiles” dos homens – não só dos católicos, não só dos seres vivos, mas de todo o planeta – porque sem a Eucaristia aqui, sendo esta terra pertencente ao príncipe deste mundo – Lúcifer – os homens desapareciam num piscar de olhos. A Eucaristia é o Poder e a Força que mantém a vida na terra. Então, é contra ela, e tentando derruba-la, que o demônio age com força inaudita. Porque se ele conseguir derrubar os sacrários, também derrubará a Igreja. As visões de hoje vão falar disso:
 
     Eis o relato:
 
      Isto aconteceu no dia 20/05/2005, às 22:00 horas. Nós estávamos rezando o Terço na capelinha, quando senti um intenso frio nas pernas. E acabando de rezar, fui logo até o banheiro banhar minhas pernas em água bem quente, por causa daquele frio e quando saía dali tive a seguinte visão:
 
     Alguns daqueles demônios escuros , estes sem rabo, sem asas, quase “normais” como se fossem homens – embora sempre horrendos – “voavam” com grande ímpeto e rapidez, como que angustiados, mas apressados e ao mesmo tempo terrivelmente decididos a cumprir alguma ordem. Com o furor pleno estampado naquelas “caras” hediondas, seguiam em direção a um lugar – para espanto meu – para a Cátedra de São Pedro, no Vaticano. Lá chegando, logo adentraram sem qualquer entrave.
 
    Então Nosso Senhor mostrou-me uma névoa, uma nuvem negra que cobriu todo o Vaticano, depois toda a cidade de Roma, entretanto eu podia perceber ainda algumas luzes no Vaticano. Na própria cadeira de Pedro havia ainda algumas lâmpadas acesas, e eu as podia ver por umas frestas, que me pareciam ser janelas e portas. Então senti uma “força” me empurrar para trás – que é como uma tontura muito forte – e quase não consegui continuar de pé, mas a visão continuou.
 
     Vi então estes demônios, numa grande sala iluminada, e havia ali muitos outros “sentados” e parecia ser em cadeiras. Junto com eles, no mesmo recinto estavam também alguns homens, também estes assentados junto com os demônios – estavam misturados com eles – e satanás, à frente de todos, falava ininterruptamente. Ele como exigia alguma coisa, falava com ímpeto e fúria, como se quisesse impor sua vontade, era isto. E dizia:
 
     É chegada a hora! Não suporto mais! A situação está nos limites! Já não temos tanto tempo! É hora de por no chão estes Sacrários sujos, imundos! É hora de acabar com este Rito! Com esta Igreja e com estes padres que consagram!
 
     Nosso Senhor estava também ali, de pé e mais ao alto, à direita desta sala e disse: Lúcifer, Lúcifer! Como tens sido desde outrora, jamais mudaste desde então!..
 
     Mas Lúcifer interrompeu exaltado e gritou: É chegada a hora! Resta-me só um pouco de tempo para o fim! Não me deste a permissão ainda? Por isso nada pude fazer até agora! E Tu sabes que pouco tempo me resta: Quero as Chaves da Igreja!
 
     Ao que Nosso Senhor respondeu: Jamais te darei as Chaves da Minha Igreja, pois também tu sabes bem, que as portas do inferno não prevalecerão contra ela!
 
     E satanás respondeu furioso: Sei disso! Mas ainda tenho um resto deste pouco tempo! Já não suporto mais ver aqueles que estavam comigo me serem arrancados por você (1).
 
     Então Nosso Senhor respondeu: Lúcifer, tu te enganas! Sabes bem que não sou Eu Quem os arranca de ti, mas tu mesmo és o culpado! Eles te são arrancados, pelos sofrimentos que tu mesmo provocas em tantos dos Meus filhos (2).
 
     Satanás respondeu: Quero tua permissão para derrubar estes Sacrários sujos e imundos, para colocar estas igrejas no chão, para levar todos à desolação, para acabar com todos estes padres...
 
     Nosso Senhor respondeu: Tu bem sabes que não conseguirás realizar na íntegra tudo aquilo que pretendes...
 
     E satanás retrucou: Sim, eu sei, mas ainda tenho um finalzinho de meu tempo, e nele ainda posso fazer muito ainda! Dá-me as Chaves!
 
     Mas Nosso Senhor falou: Não dar-te-ei as Chaves da Igreja! As portas do inferno não prevalecerão contra ela! Não conseguirás realizar teu intento! Saibas que já tenho Meus filhos, que estão totalmente entregues a Mim! E que tu jamais colocarás um dedo sequer neles! E assim as portas do inferno não prevalecerão contra a Minha Igreja!
 
     Satanás retrucou: Já não suporto mais! Não esperarei mais! Sabes que só tenho um resto, do pouco tempo que me deste! Quero permissão...
 
    E Nosso Senhor falou: Mesmo sabendo que perderás ainda insistes? Pois lhe dou este tempo que pedes! Depois não poderás dizer que não o tiveste!
 
    E satanás encerrou dizendo: Pois bem! Começarei aqui em Roma!
 
    Terminado este diálogo, Nosso Senhor voltou-se para mim e disse: Não temais filhos! Não tenhais medo! Eis que estarei convosco!
 
    Perguntei então a Ele se precisava enviar este texto também e Jesus disse: Sim!
 
(1)    Nosso Senhor falou-me que vários prelados, inclusive alguns Cardeais que já estavam nas garras de satanás, estão se convertendo!
(2)    Nosso Senhor falou a Lúcifer que as almas que se convertem, o fazem devido aos sofrimentos que o próprio satanás provoca nos filhos de Deus, sofrimentos estes que são oferecidos com amor, pela conversão dos pecadores. (Fim)
 
     Como sempre, fazemos alguns comentários, alertando para fatos que se ligam e se interligam, também para certas passagens das Escrituras que se cumprem. Claro que não consigo esgotar cada tema, porque sempre coisas nos escapam, mas junto com as coisas que o leitor conseguirá captar, poderemos ir avançando no entendimento daquilo que vem por diante, conforme está dito nas profecias.
 
     Inicialmente lembro da reunião de certas pessoas do Vaticano, com os demônios. O leitor pode ter certeza plena de que reuniões como estas acontecem, porque chegamos sem duvida ao tempo das coisas impossíveis. Este estertor, este espernear das trevas, fará com que os demônios consigam produzir fenômenos inauditos, até porque São Paulo nos diz que a manifestação do ímpio se dará com toda sorte de sinais e prodígios enganadores (II Tess).
 
     Estes prodígios não somente se referem a reuniões como estas, acontecidas dentro do Vaticano, onde os demônios se tornam visíveis aos interlocutores humanos, ali discutem com eles e ouvem o próprio satanás falar, mas que, mais adiante, o próprio anticristo será transladado de um lugar a outro pelas trevas, e falará em cadeia mundial de rádio e televisão, sendo que a maioria das pessoas o entenderá falando em sua própria língua, tal como aconteceu com os apóstolos no início da pregação, conforme está em Atos. Na verdade, satanás receberá este poder e esta autorização de Deus, até para enganar e seduzir os que acreditam na mentira.
 
     Este diálogo entre Jesus e Lúcifer, não pensem que pode ter sido apenas porque Deus quis mostrar esta situação à esta pessoa, mas pode ser real. E sim, com certeza isso acontece, porque o demônio está constantemente diante de Deus nos acusando, e afrontando a Deus. Lúcifer é tão odioso, tão perversamente mau, que tem coragem de realizar suas perversidades diante de Deus, a olhos vistos como se diria. E ele quando quer conseguir um intento, mas para isso não tem autorização de Deus, pede a Ele e tantas vezes Deus lhe concede mais esta corda, para que ele se “amarre” ainda mais com ela. De fato Lúcifer não tem escolha!
 
     Veja a questão do sofrimento citada acima: Deus não faz ninguém sofrer! Quem causa o sofrimento e a dor nos homens é o próprio demônio, porque ele sofre horrores e não se conforma nem se contém, vendo a alegria dos filhos de Deus. Seu ódio é maior que a sua inteligência e então Deus permite que ele inflija estes tormentos, estas doenças – ver o caso de Jó – aos homens, mas com isso acontecem coisas fantásticas, e que são provas claras do infinito poder de Deus sobre as trevas.
 
     Vou ver se me faço entender bem: Deus não manda o sofrimento ao homem, mas permite que satanás nos aflija! Deste sofrimento o homem tira vantagens de salvação – as graças que salvam – ao mesmo tempo em que o inferno perde terreno, pois perde almas. Então, é como se o sofrimento fosse um preço, que satanás cobra para livrar uma alma, mas em contra partida seu tormento aumenta, por saber que justo isso o faz perder força e poder. Ou seja: Os demônios não têm escolha! Quanto mais atormentam ao homem, mais perdem a batalha das almas! Por outro lado, em sua maldade, em seu ódio, eles não conseguem dominar-se, e o saber da própria impotência, somente aumenta seu castigo, que se multiplica a cada derrota. Vejam que, então, a maldade é escrava de si mesma!
 
     E mais: agora ele exige de Deus as Chaves da Igreja! Petulante, arrogante, incisivo! Quero as Chaves! Não, por hora, ainda, ele não as terá, mas chegará o dia! E esta visão aqui relata,junto com a mensagem de Nossa Senhora ao Cláudio falando que alguns cardeais se converteram – aqui ela fala a mesma coisa – mais os fatores que levaram à eleição de Bento XVI, um Papa bom e santo, fiel e seguidor da Doutrina de João Paulo II, nos levam a traçar um panorama diferente. O que vou mostrar aqui é somente “pensando alto”, não se trata de nada definitivo, porque, como já vimos, nada é definitivo para Deus, eis que a oração pode mudar tudo. Mas é um possibilidade real!
 
     Ora, se foi visto na eleição que determinados cardeais, como X – o leitor descubra quem é este – mudaram de voto, ele e os que o apoiavam no conclave – penso que uns 10 cardeais no mínimo que apoiavam seu nome – e se outros cardeais que tinham certos apoios também fizeram o mesmo que X - que declarou isso publicamente – então se pode antever um outro panorama, completamente diferente. Sim, tudo isso se dará, se de fato muitos cardeais mudaram seu voto e estão se convertendo. Porque com certeza plena, se Deus não tivesse intervindo poderosamente nesta última eleição, abalroando literalmente o conclave, TUDO estava disposto e acertado para que o mau, assumisse já o Trono!
 
     Qual a perspectiva então que se abre? Que, num futuro próximo, sabendo que não mais conseguirão montar um esquema tão ardiloso como haviam criado antes, para esta eleição que passou – e que pifou – esquema que levaria a eleição de um antipapa bem nas barbas dos bons cardeais, eles poderão forçar a saída do Papa, e para isso lembro das visões anteriores que já passamos, nesta mesma série, onde e vêem homens fortes, soldados da besta, tentando achar o Papa dentro do Vaticano para mata-lo! Lembram que matarão muitos cardeis, inclusive alguns que permitiram que isso acontecesse?
 
     E pergunto: Não será este o momento em que se cumprirá o sonho profético de Dom Bosco, de um Papa que foge ás pressas do Vaticano e fica fora de lá por 232 dias? Ou seja: Se Lúcifer vai começar por Roma, então de reuniões como esta que foi relatada pela vidente, poderão resultar as tramas que culminarão com este atentado. Tudo vai, pois, se encaixando, até porque Nossa Senhora falou que tudo acontecerá a olhos vistos! O que deve nos ficar bem claro é que, dentro do Vaticano, o fermento continua levedando a massa. E justo por isso que Nossa Mãe nos pede também que estejamos atentos ao que acontece ao redor de Bento XVI, até porque ele tem dado mostras de que está disposto a seguir o Catecismo de João Paulo II, nada abrindo de novo, porque verdade não se muda.
 
     Um detalhe que me assustou nestas revelações, foi de que Lúcifer parece ter conseguido mais algum tempo de Deus, só espero que não muito. Na verdade não nos devemos assustar, o Céu nos pede insistentemente isto. A gente sabe o desfecho final disso tudo, porque a Igreja reviverá. Para mim, o que me extasia nisso tudo é conseguir perceber a grande segurança que Jesus tem ao dizer que as portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja, quando na verdade abre todos os espaços e dá autorização a Lúcifer para quase tudo o que ele pede.
 
     Isso se dá por muitos motivos, mas poderia citar três: Primeiro, porque Deus quer dar ao seu anjo rebelde, todo o poder que ele precisa, propiciar tudo aquilo que ele necessita, favorece-lo em tudo o que for possível, para que depois de perder – como viram ele sabe que perderá – não possa alegar diante de Deus, que não teve tempo, ou lhe faltou algo para destruir a Igreja. E nisso se inclui até as próprias Chaves dela, que adiante ele terá, se não por uma eleição fraudulenta como a que já tinham tramado, com certeza por um assalto ao Trono de Pedro, com a expulsão forçada do Papa de dentro do Vaticano.
 
     O segundo motivo é que, depois de passado tudo isso – e a Igreja haver triunfado – depois de o inferno haver percebido que perdeu, ele saberá que perdeu por própria culpa, pela própria imbecilidade, e isso é um castigo tremendo para eles. Ora, nós fomos criados por Deus, para não sofremos nem dor, nem tormento. Não era este o projeto de Deus ao criar o homem, porque o homem não deveria pecar. E, sem pecados, não precisaríamos sofrer para nos salvar! Percebam: se os demônios conseguissem se frear, se autodominar, e não infligissem dores e sofrimentos aos filhos de Deus, se lhes incutissem neles apenas gozo e prazer, apenas riqueza e bem estar, apenas vantagens e mordomias, com certeza a colheita deles seria muito maior, pois haveria muito mais pecados. Porque haveria diante dos homens uma porta larga, escancarada, arreganhada e de enorme dimensão, por onde entrariam quase todos os homens.
 
    Como eles não se dominam – fruto de seu ódio imenso e indisfarçável – apanham de goleada, porque somente aqueles que se querem entregar livremente a eles, apenas os réprobos – que já nasceram desatinados a perdição, por sua própria vontade – caem em suas garras eternas. Até porque Jesus disse ao Pai: Não perdi NENHUM daqueles que me deste, a não ser o filho da perdição! E todos aqueles que livremente se querem perder, não foram dados a Jesus pelo Pai, mas sim eles se doaram livremente ao príncipe negro. E Deus respeita a liberdade! Já, dos que se querem salvar, Deus aceita os sofrimentos e dores, que satanás lhes inflige, e com isso os resgata das trevas. Sim, Deus é esperto, mas neste caso não tem outra alternativa, pois não gosta de nos ver sofrer.
Mas Ele dispôs as coisas de tal forma que, quando satanás pensa nos ter atingido no pé, atira de fato contra a própria cabeça orgulhosa.
 
    Por terceiro – e aqui está o maior castigo de Lúcifer – Deus permite este sofrimento que salva, porque é justamente ele que fará com que não seja Deus a derrotar o inferno, mas sim os homens: Maria e a sua geração! Este será um castigo inominável para o demônio! Será este o seu maior tormento eterno! Saber que, tendo tudo à disposição, tendo todo poder necessário, tendo toda a força que precisava, tendo toda a ajuda de tantos homens malignos que se colocaram ao seu serviço – vejam os grandes exércitos da terra: tudo isso é dele e está a sua disposição – será um sofrimento inenarrável para este orgulhoso, o fato de perder para os homens, que ele julga imbecis, idiotas, burros, montes de esterco.
 
     O inferno será derrotado na própria fraqueza: o orgulho! Será destruído pela própria imbecilidade: o uso da força! Roma será destruída? Sim! Acaso não disse o profeta: É pela cidade onde meu nome FOI invocado que começo a destruição!? É para ali então que devemos voltar nossos olhos, porque por ali é que está começando a ruína da terra. Depois virá o que disse Jeremias: Durante um ano um rumor se fará ouvir e outro rumor no ano seguinte: Violências na terra, tirano contra tirano!(51, 46)
 
     Sim, este processo poderá também terminar numa eleição fraudulenta, forçada, até quem sabe eleição alguma. Mas não tenham dúvidas de que a maioria dos católicos seguirá as instruções de satanás, e ajudará eufórica a derrubar os sacrários da terra. Os que duvidam disso, desconhecem o poder que Deus dará ao inferno de agir contra os homens, jogando uns contra os outros, governos contra governos, irmãos contra irmãos, pais contra filhos, na explosão total da loucura. E quanto mais sacrários caírem, mais força o inferno terá – por um tempo, e o leitor viu Lúcifer pedindo isso – até que se esgote a paciência infinita, e Deus resolva agir, a pedido e por força das orações dos Seus.
 
     Por isso Jeremias clama, tal como Jesus nos pediu acima: Não se desfaleça vosso coração. Não tenhais medo das notícias que se farão ouvir da terra! (51, 46) A espada é destinada aos rebeldes, o gládio a aqueles que hoje escarnecem. O inferno está armado, está furioso e não nos dará tréguas. Isso, aliás, muitos já estão percebendo, falo dos que rezam! Mas não temam estes ataques: olhem apenas que, se um pequeno mal acontece, maior, bem maior será sempre o mal evitado! E assim se verá a Mão Poderosa de Deus ir agindo em meio à tempestade.
 
     A Barca da Igreja acabou de escolher um novo comandante, mas Jesus estará com as mãos no timão! Estamos, pois, em boas mãos! Assim se, acaso, o novo comandante da Igreja tiver que deixar às pressas o barco – aparentemente nas mãos do adversário – ele não irá perder o rumo porque a Mão invisível de Deus não permitirá a colisão dele com os rochedos. As duas colunas da visão de Dom Bosco estão à frente: Maria e Eucaristia! Podem até cair os Sacrários de todas as Igrejas e Catedrais da terra, mas eles não irão cair nas famílias. Porque Maria é Mãe das famílias e é Mãe da Eucaristia. Maria é Mãe que não larga seus filhos para ir trabalhar fora de casa. Ela é  Mãe presente e na casa da Mãe presente nenhum filho se perderá! Onde Maria está, está Jesus Eucaristia Viva!
 
     Para convidar esta Mãe Poderosa, Maria, para estar constantemente em sua casa, para dali não mais sair, reze, TODOS OS DIAS, o Rosário em família. O Rosário é a Chave das Portas da casa dos filhos de Deus. Maria entra, o demônio sai! Nesta chave, então o demônio jamais tocará! Deus nunca permitirá que caiam estas famílias: As que rezam!
 
     Sem medo e que Deus vos abençoe a todos!
 
     Arnaldo


www.recadosaarao.com.br

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.650.280
Visitas Únicas Hoje: 1.221
Usuários Online: 507