Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.422.347
Visitas Únicas Hoje: 2.888
Usuários Online: 528
Sistema de Busca

 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1723 - Impresso: 47 - Enviado: 24 - Salvo em Word: 49
Postado em: 12/05/10 às 14:04:19 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5112
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

O autor do texto que segue, fala de sua experiëncia com o mal da depressão, talvez um dos maiores males dos últimos séculos. Pessoas que tem casos assim na familia, podem talvez tirar daqui lições que ajudarão na cura.

O que é essa dita “doença” que tanto aflige este mundo e que aparentemente não tem cura? Uma coisa é certa e poucos dizem, mesmo porque poucos sabem. A dor do depressivo, essa dor que ninguém consegue explicar e que mesmo tentando poucos entendem é dor na alma, essa dor que aflige o peito, que parece apertar o coração. Se você entender que essa dor é da alma, que é um vazio para a misericórdia, você já avançou muito no entendimento do que aflige tanto essa geração.

A depressão, por assim dizer, é conseqüência sim do que vivemos hoje em dia e de como reagimos a esse mundo doente e ferido pelo pecado. Mas tudo que acontece nesse mundo acontece com a permissão de Deus, e com essa “doença” que muitos consideram uma maldição não é diferente.

Ao fim desta leitura você poderá considerar uma manifestação do seu espírito, que pode servir de balança para equilibrar a vida das pessoas que estão a sua volta e a sua consequentemente, aproximando-as de Deus.

Apesar de muitas opiniões, não se define clinicamente as causas da depressão, mas todos que se dizem entendidos do assunto são unânimes em dizer que se deve a um conjunto de ocasiões que somados a questões individuais trazem uma intensa tristeza a pessoa. Tais como stress, acontecimentos pessoais, fatores sociais unidos a fatores genéticos e até neuroquímicos. Mas porque estes fatores fazem com que a pessoa se torne tão triste mesmo estando com uma saúde comprovada clinicamente perfeita? Não vamos aqui nos aprofundarmos no que sente o depressivo, porque cada um tem suas causas particulares, mas a solução é uma só: Deus!

Você que sofre com esse problema ou que convive com alguém que o tenha, pode perceber que nesse quadro, o que o que é simples para um é extremamente complicado para o outro, o que não é problema pra você é um turbilhão para o outro e vice-versa, tornando tudo mais difícil, que com o passar do tempo se torna tão crítico que começa a exteriorização dos sintomas, e nos piores casos a pessoa desiste de sua própria vida, famílias perdem a fé, pessoas são isoladas.

A busca por métodos medicinais para a cura da depressão é constante e as pessoas quando apresentam um quadro mais complicado entram num profundo estado de desesperança e correm o risco de aceitar qualquer solução, que muitas vezes podem piorar a situação.

Mas não há um tratamento evidentemente eficiente, e para muitos o tal tarja preta não é recomendado, daí cabe uma pergunta: o que fazer? Qual remédio seria mais eficiente, qual ajudaria?

Um tempo atrás, questionando sobre a depressão, me disseram que era falta de Deus, achei absurdo, porque quase a totalidade dos que já conheci são pessoas que viviam rezando, não faltavam a missa. Mas de fato, percebi que essa pessoa não estava sendo precipitada, eu que não estava pronto pra entender. Não é de fato uma falta de Deus, mas é sim uma falta de entrega aos desígnios de Deus, é uma dificuldade em se entregar plenamente ao Pai e uma ausência de amor ao próximo. Tudo isso pode parecer estranho, mas antes de tirar suas conclusões, acompanhe o raciocínio e veja se pode ser introduzido em sua vida.  

Se você está lendo este texto, é porque provavelmente tem uma grande fé em Jesus e Nossa Senhora e sabe que estamos numa época difícil, onde Nossa Mãe sempre chora e junto de Seu filho luta com todas as forças para nos dar uma vida de paz.

Perante dificuldades e desafios, na maioria das vezes encaramos como barreiras que poderiam não existir. É natural hoje em dia pessoas que querem tudo do melhor e do mais fácil, para muitos a vida é moldada no que você pode fazer, no que você merece ser, que classe social você pertence ou o que as outras pessoas dizem ou vão achar de você. Por mais que alguns dizem não ligar, no fundo sempre sobra algum nó que ficou por algum apego material ou alguma preocupação alheia, ou até mesmo alguma frustração proveniente de alguma expectativa.

Para nós, pessoas convidadas a Santidade e pecadoras, e que muitas vezes não agimos da forma correta, vamos relembrar duas passagens, passagens esta de duas pessoas que também tiveram uma vida e também enfrentaram problemas, mas agiram na plena confiança de Deus.
 
 - Jesus, nosso salvador 
Lembremo-nos da Paixão de Cristo. Jesus veio ao mundo para nos salvar. Mesmo antes de sua primeira vinda, as pessoas já estavam aqui agindo como achavam ser certo, num dia que poderia ser considerado normal para toda a população do mundo, nasce esse Jovem num campo, numa gruta onde pessoas indigentes costumavam ficar, Anos depois se torna um jovem dizendo uma boa nova, uma vida em busca da eternidade e hoje o temos como Nosso Salvador.

Nosso Salvador, que doou 33 anos de sua vida para nos ensinar e nos salvar teve um tratamento que muitas vezes consideramos injusto. Imagine situações que te deixariam em mágoa, você querendo fazer o bem pra alguém que você ama e essa pessoa te trata mal, como você reagiria? Imagine você economizando durante seis meses pra presentear alguém e essa pessoa despreza seu presente. Imagine você que em algum momento da vida é abordado na rua e leva uma surra sem merecer. Imagine você querer salvar seu irmão e ele diz que prefere morrer a ser ajudado por você. Como você reagiria?

Agora Jesus, Ele veio a nós nos amando mais do que imaginamos, com um amor que ainda não somos capazes de ter, e essas mesmas pessoas que Ele amava o condenaram a morte, como você acha que Ele se sentiu? Com certeza ele ficou bem deprimido. Mas Jesus confiava no Pai, Ele sabia que no fim, quando Ele voltasse ao Pai, Ele poderia estar em paz porque teria cumprido sua missão, Ele sabia que a nossa salvação dependia do sucesso de sua missão. Não somos nada comparados a Ele, mas a sua vida é exemplo pra nossa, principalmente àqueles que têm o dom dá lágrima e que são pessoas sensíveis, pessoas que sentem quando algo não vai bem, a própria Jaculatória a Ele clama: “Jesus manso e humilde de coração. Fazei meu coração semelhante ao vosso”.

Dizendo isso estamos assumindo que a atitude que Ele tomaria seria condizente com as que temos conhecimentos pelas Escrituras, ou seja, acreditamos que Ele agiria de forma exemplar como sempre fez, e que poderíamos agir semelhantemente, ou pelo menos deveríamos, convidados assim como Seus apóstolos. Pergunte a você mesmo. Você conhece Jesus o suficiente pra louvar sua misericórdia e sua confiança ao Pai em momentos difíceis? Jesus nos deu a vida dando a Dele. Até o filho de Deus teve seu momento “depressivo” quando ele clama a Pai: “porque me abandonastes”, mostrando a sua humanidade, e mostrando que como todo ser humano, tem fraquezas. Mas reflita sobre a missão bem sucedida de Jesus aqui na terra, seus sofrimentos, puramente pela nossa redenção.
 
Nossa Senhora, nossa co-redentora.
 
Nossa Senhora aceitou sua missão e humildemente se tornou mãe de Deus, sem nos enveredarmos muito na história incrível dessa Nossa Mãe pensemos: todos aqui conhecemos as mães desse mundo, todos nós sabemos o que é uma mãe e quem é mãe sabe o que é amar, você que é mãe é capaz de conceber dentro de seu ventre um dos maiores milagres da criação, pois você é geradora de vida a imagem e semelhança de Deus, só a mãe sabe realmente quanto um filho é importante para ela.

A Mãe das mães tem um amor divino, o sentimento que Maria tem por cada um de nós é maior que o amor de todas as mães deste mundo somadas. Mas Maria não teve uma vida fácil, a luz da verdade, a vida de Nossa Senhora foi a mais provativa e a mais dolorosa das mães. Lembremo-nos do que foi profetizado a essa mãe quando seu filho ainda era de colo, sobre as sete espadas que transpassariam seu coração. Ainda jovem, quando Nossa Senhora iria registrar Jesus, ela ficou sabendo por Simeão, uma pessoa considerada louca na época pelo seu carisma profético, que uma espada de dor transpassaria Seu coração. Maria já sentiu ali uma pontada no peito, mas Jesus mesmo em seu colo a consolou no olhar.

Sem saber o porquê do filho de Deus vir ao mundo Ela aceitou sua missão, mesmo sem saber ao certo quanta dor e sofrimento a esperava. Durante o desenvolvimento de Jesus, Ela teve que ser a Mãe do filho de Deus, um jovem que tinha um comportamento muito diferenciado para a época, que tinha uma sabedoria mais iluminada que a Dela mesma. Enfrentou a dificuldade de poder ser rejeitada pelo homem que ela amava como marido e consequentemente ser apedrejada, enfrentou todos os costumes de sua época e por fim, foi obrigada a presenciar a crucificação do seu próprio Filho, Filho este que nunca fez nada que fosse injusto. Era o mundo contra Ela e seu Filho. Imaginem vocês no lugar de Maria, a dor que essa pessoa suportou. Como ela poderia suportar sem estar totalmente entregue a Deus? Você que ama, perante tal injustiça conseguiria agir como Nossa Mãe?
 
O que isso tem a ver com depressão?
 
Quando lembramos o que Jesus passou na terra, sempre temos um sentimento de como os Fariseus eram alienados e maus, como Jesus sofreu e como sua Mãe sofreu, como ambos tiveram uma vida que de uma hora para a outra parecia ser um inferno para nós. Temos essa idéia de sofrimento que em algum momento de nossas vidas penetrou em nosso consciente ou inconsciente. A todo o momento lutamos por solução, para que não soframos, para que passemos por nossos dias da melhor maneira possível, para que tudo esteja no lugar certo na hora certa, quando esta busca não atinge nossas expectativas, ou quando somos surpreendidos, entramos num quadro de frustração ou de profunda mágoa.

Nossa Senhora seria uma séria candidata a ter a maior depressão de todas senão tivesse confiança da presença de Deus em sua vida. Imagine você, ter a pessoa que lhe é mais importante ser torturada durante três dias e no fim carregar a própria morte, sem você saber ao certo o porquê daquele espetáculo. Imagine Jesus, sabendo que iria morrer nas mãos dos homens, mesmo assim enfrentar e ainda assim cuidar e perdoar, pois todos lhes são caros.

Falo de tudo isso pra você que tem essa grande sensibilidade, para você que sempre ouviu falar de depressão, e principalmente pra você que tem fé. Pessoas que apresentam a dita depressão e não conseguem seguir em frente não são doentes, são simplesmente, como eu costumo dizer, termômetros da boa convivência.

Começando pela “depressão” em si, aparentemente incurável. Cada um tem seus motivos, mas me diga se um pouco de amor e de paciência com o dito depressivo não ajuda, escutar, servir, abraçar. A pessoa depressiva tem uma sensibilidade muito grande, seu senso de justiça, de solidão ou de impunidade às vezes aflora. Não é só o fato psicossocial ou neurológico que conta, mas o fato é o sofrimento. Como agir com o sofrimento e como seguir em frente, aí entra a primeiro passo e para muitos o único necessário para se livrar desse sentimento de mágoa, ou pelo menos vencê-lo mais rápido.

Como eu já citei, vivemos tentando evitar o sofrimento, mas isso não é possível ainda, viver sem sofrimento é uma promessa de Deus para aqueles que seguirem Seu Filho, mas mesmo assim queremos viver de modo a agradar o mundo e a Deus, e isso não é assim tão fácil mesmo porque nem Jesus agradou a todos, essa desigualdade, essa necessidade de não sofrer gera um desequilíbrio nas pessoas, o sofrer é interno, é algo que constrói ou destrói, é da alma, não é algo clínico, por isso depressão é espiritual, é dor da alma. A sensibilidade do depressivo não é uma praga, mas é um sofrimento agudo, que pode trazer a bondade a este mundo.

Somos constantemente surpreendidos por sentimentos de desprezo, de maldade, inveja, fúria, injustiça. Percebamos que sempre que algo disso acontece, passamos a frente, se alguém fala mal de você, você fala mal dela e assim por diante, porém tudo isso se torna uma bola de neve que sempre cresce se não existir alguém pra parar com isso, e a absoluta maioria das pessoas age assim. Imagine se sempre que alguém fizer algo ruim você agir igual com outro.

O fato é, nas pessoas de hoje em dia, na grande maioria, não existe mais a misericórdia e o respeito. Maldade, injustiça, falta de educação não faz mal ao corpo, faz mal ao espírito, e o nosso espírito necessita da comunhão com Deus. Existe a luz de Deus naquelas pessoas que sofrem por aquilo que outros não podem sofrer, não é que estamos aqui para sofrer, mas todo ato que fere Deus causa sofrimento, pense em quantas coisas acontecem no mundo a cada segundo que fere o Espírito Santo, imagine quanto sofrimento isso gera. Essas pessoas que sofrem muito, que são as ditas depressivas, de certo modo são a balança para isso. Você que conhece uma pessoa depressiva, dedique todo o tempo que você puder para ajudar essa pessoa na fé, pois ela é uma fonte de conversão.

A depressão não deve ser vista como uma doença, pois não é. A depressão é uma ferida no espírito que clama por ajuda e por Deus. Não aja achando que você que é “depressivo” será feliz um dia com o mundo que hoje vivemos tomando remédios ou buscando simpatias, pois você não é deste mundo, você não nasceu para este mundo, você tem sim uma missão neste mundo, uma missão de Deus, mas você tem sua alma clamando por paz e aqui neste mundo atual, onde já foi eleito seu príncipe, você sofre, pois sua paz é a paz de Deus. A sua cura provém do dom da fortaleza e da misericórdia de Deus, do amor, o dom da fortaleza te dá força pra algo que foge a sua força e o dom da misericórdia te ajuda a ver os problemas com piedade e fé. Pense nesses dois dons e reflita em Jesus e Nossa Senhora. 

Esta ferida que traz tanta dor e que muitas vezes faz com que o isolamento seja a solução não é uma punição, pelo contrário, é uma benção, a depressão é hoje em dia o caminho mais rápido pra quem quer conhecer Deus. E o caminho que leva a Ele está nas Escrituras, na leitura da Bíblia, na oração, nos Sacramentos, e no amor. Não tente querer a justiça do mundo para suas dificuldades, pois no mundo não existe justiça, a justiça só vem de Deus e Deus não está sendo injusto com você que conhece a depressão, você é uma jóia extremamente preciosa para Ele porque seu sofrimento pára com o avanço das injustiças. Pense nisso, Deus te escolheu pra trazer mais filhos ao Céu.

Por isso é necessária a busca incessante por Ele, para o conhecimento do como agir perante as dificuldades do mundo, para você sentir pesar, mas não cair. Você pode não saber o porquê você é “depressiva(o)”, você pode não saber de onde vem tanto sofrimento, mas saiba que se vem a você é porque você pode transformar em graça. Pare de buscar somente soluções humanas e juntamente busque a vida de oração e de amor. O grande segredo para a cura é ver o sofrimento e lembrar que Jesus também sofreu por nós e que o sofrimento Dele foi infinitamente maior, e mesmo assim Ele venceu porque confiou no Pai.

Confie você também, você acredita que Deus é justo, então você é capaz de deixar tudo nas mãos Dele como a Sagrada família deixou, antes de se deixar cair, lembre-se que seu sofrimento é necessário, ele se soma ao sofrimento da Paixão de Jesus e juntos vocês constituem a mesma salvação, e isso é o maior privilégio, pois você está ajudando Jesus e Nossa Senhora na Sua essência. Entregue seu sofrimento pela causa de Deus, não entregue pelas suas causas, apenas entregue a Deus e você verá dor se transformar em salvação.

Os tempos são finais e o espaço é curto, feliz aquele que sofre hoje, pois será mais forte quando aqueles que nunca sofreram precisarem sofrer. A depressão é a doença da moda como muitos dizem, mas é porque não existe mais o amor alheio, porque a moda de hoje não lembra a comunhão, não há espaço para caridade e renuncia. Se os mandamentos de Deus fossem cumpridos, não existiria isso, existiria paz, mas a cura da depressão é o cumprimento dos mandamentos.

Outro fato é que a depressão em si não é solitária, todos que têm contato com essa “benção” devem se considerar beneficiários de graças. Se o vizinho tem, se algum parente ou amigo apresenta, todos são convidados a vivê-la, pois aí estamos fazendo algo que emociona o próprio Jesus. Não precisa de muito, apenas tenha paciência, cuide quando for necessário, ajude quando se pode ajudar, e quando apertar reze, não lamente nem deixe levar pelo descontrole, reze e deixe Deus agir. Você foi convidado a possuir um lugar mais alto junto de Deus, aceite isso e se aproxime dos que são “depressivos”.

A vida aqui não é a vida verdadeira, é só passagem, o “depressivo” que entrega seu sofrimento a Deus já tem seu lugar no Céu, e um bom lugar, então junte-se a ele e também garanta o seu por um caminho largo. É a caridade com amor que ajudará a transpassar os problemas e a ter os momentos felizes. Jesus mesmo disse: “Buscai as coisas do alto e o mais vos será dado por acréscimo”. Todo dia tente levar as coisas do seu cotidiano com naturalidade e lute pelo Céu e com o Céu. O sofrimento faz parte, mas não deixe os acontecimentos que norteiam sua vida serem mais importantes que você mesmo.

O exemplo da vida de Jesus e Nossa Senhora, e de tantos Santos que dedicaram sua vida para um mundo melhor de fato são de muito sofrimento. Não é só a crucificação de Jesus que devemos lembrar, não é só sua Paixão, um ato de tanta brutalidade se chama Paixão de Cristo porque Jesus passou tudo por amor, por nós e por Deus, por paixão, sua vida foi amor. Nossa Senhora suportou tudo e se manteve de pé por amor, mas ambos tiveram inúmeros momentos onde não foram ajudados, reconhecidos, porém estavam abertos para a ajuda do Pai, e essa nunca tarda. Então tenha amor pelo sofrimento das pessoas, muitas pessoas se emocionam na encenação da Paixão, se emocionam quando Nossa Mãe diz que sofre, mas não conseguem fazer o mesmo quando é uma pessoa que está em prantos, quando é seu irmão. Ajudando nosso irmão, estamos ajudando Jesus, estamos ajudando a secar as lágrimas de Maria.

Ajude as pessoas que são tristes a pegar seus sentimentos de tristeza e colocá-los na Paixão de Cristo. De certa forma, a dor que Nossa Senhora sentiu no peito e que era na verdade compartilhada com a dor de Jesus é algo parecido com a dor que o depressivo sente, mas é óbvio que não tão grande como a dor de Maria. Mas Maria sentiu na alma a dor de perder seu Filho e não poder fazer nada, pois era plano de Deus, o que ela podia fazer Ela fez que foi ajudar Jesus a cumprir sua missão. Mas Nossa Senhora agüentou firme, confiou em Deus e deixou o tempo de Deus correr, não o Dela, não o de Jesus, mas o de Deus, e assim Ela é Nossa Mãe, e Mãe de todas as mães. Faça o mesmo e sinta Deus agir em você, em seus familiares e amigos, mesmo que sua vida pareça insuportável, aceite-a como gratidão a Deus e tudo começará a ser diferente.

Existe um vazio dentro das pessoas que sofrem que só elas sabem o quanto insuportável é, e este vazio é preenchido principalmente com Deus. Deus te ama muito mais do que você pode imaginar, reconheça isso pois isso é ser filho no amor de Deus. Não se deixe levar pelo desânimo, você tem a benção, você tem o dom para a salvação do mundo, e reconhecendo que você vale muito, você pode olhar para o céu e agradecer, se sentir feliz. O seu sofrimento, quando recebido de forma a te fazer olhar pro céu e vivenciar a graça de Deus te faz sentir a salvação, e isso traz a cura.

Você que é uma pessoa dita “depressiva”, renuncie a tudo que você buscou, pensou ou até fez que não levasse em conta Deus e a vida eterna. Procure mais sobre a vida dos Santos que tanto sofreram e inclua em sua própria vida. Busque os Sacramentos da igreja, acumule indulgências, tome como compromisso novenas, orações, o Rosário diário e assim será garantido que você se tornará uma pessoa iluminada e mais forte que o te aflige. Se possível doe sua vida para que outros tenham uma melhor, visite pessoas com doenças, entre para um grupo de oração, reze, reze, reze.

E nunca se esqueça que você também importante em sua família, pois se você tem o dom da lágrima, sua família pode um dia compartilhar isso contigo. Faça isso e muito mais, e deixe a hora de Deus chegar, ninguém sabe quando, mas confie que virá, assim todos terão o apoio que precisam. Deixe Deus te mostrar como você pode ser uma alma abençoada.

O que esperamos dos nossos irmãos, o que temos como expectativa, quando não se espera o tempo certo é muito difícil, pra não dizer em alguns casos, momentaneamente impossível. A expectativa gera ansiedade, dor e em alguns casos sofrimentos, Poe isso mesmo não espere muito aqui, das pessoas. Sua vida deve ser voltada a entrega total ao Pai, sem dúvidas e sem lamentações, lute por conversões e por paz, mas nunca crie expectativa, viva um dia novo a cada dia, que num novo dia qualquer sua graça é alcançada. Lembre-se que o mundo moderno não agrada, Jesus sofre, Sua Mãe chora, então não se considere doente, não busque incessantemente a cura, se considere pousada do Espírito Santo e espere a cura.

As modernidades do mundo, a vida liberal de hoje não é capaz de curar, ela só é capaz de esconder os sintomas, a cura e a libertação é a mesma de dois mil anos atrás. Não se esqueça que você é importante para todos, você é importante para Deus. Jesus disse: “Vinde a mim vós todos que estais aflitos sobre o fardo, e Eu vos aliviarei. Tomais meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso de coração e achareis repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve”. São lindas palavras que exprimem de forma magnífica o que se deve fazer a fim de ter paz e consolo. Não se cobre muito, não cobre os outros, não ache que você está só, e principalmente não se considere um problema, pois nada disso é verdade. Sua missão que parece duríssima se tornará uma benção quando ela for exclusivamente de Deus, quando sua vida for a busca da salvação deste mundo que não é capaz de sofrer pelos seus próprios erros. 

  Você que é família, transforme os momentos depressivos em união, a pessoa depressiva não pode fazer mal a ninguém, aproxime-se dela e mostre que apesar de tudo, você está ali. Descubra qual dom o Espírito Santo lhe deu que pode servir de bálsamo àquele que sofre. Todos nós temos qualidades e defeitos, mas nesse momento, tente se aproximar sem precisar remediar a situação, peça a Nossa Senhora para passar na sua frente e vá como quem quer doar, como quem sabe que aqui se sofre, mas com paciência, assim outros poderão conhecer Jesus.

Você que tem dificuldade de saber o que fazer, não faça nada, apenas seja aquele que está ali, se é duro pra você, busque a ajuda de nosso Pai imediatamente e seja você também um responsável pela obra de Deus, admita que os desígnios de Deus são muitas vezes duros, mas são sempre justos e se não vemos a menção de nosso sacrifício hoje, esteja certo que em breve tudo será recompensado. O próximo também é responsável pela vida alheia, não é tomar conta da vida alheia, mas é estar disposto a ajudar sempre que for necessário, por mais que seja difícil, seja um Simão que ajudou Jesus a carregar a cruz, seja uma Verônica que enxugou o rosto de Jesus e dê o tempo necessário para sua vida mudar. Tente experimentar agir de forma piedosa e cem por cento confiantes de que tudo Deus pode intervir e seja testemunha da cura que parece tão distante.

Todos devem mergulhar seu passado no Coração de Jesus, não temam pelo que passou, apenas confie de hoje em diante e deixe que tudo o mais seja submergido no coração de misericórdia e de amor de Jesus. Esqueça o passado e perdoe, é importantíssimo que você perdoe tudo, nunca diga que algo não deve ser perdoado, porque Deus perdoa tudo e assim devemos prosseguir. Por mais que sua vida foi difícil, entregue seu passado, ele não existe mais, o que sobra é nossas lembranças, há momentos que até essas lembranças devem ser esquecidas, se algo de magoou, te afligiu profundamente, perdoe e sinta a força refluir em seu coração.

Deixe tudo na misericórdia de Jesus e siga de hoje em diante confiante de que tudo agora deve ter Deus como primeiro e único juiz. Se você sofre, entregue pelos que sofrem, por mais difícil que seja, nunca desista, pois nem todos conseguem sofrer como você. Se você vê alguém sofrer, seja piedoso e o ajude com o fardo como você puder, sem falar alto, sem brigas, sem indicar os erros que o levaram a cair, apenas esteja presente e esteja disposto a ser um meio do Espírito Santo, admita que não sabemos nada na essência como são, mas temos vários exemplos Santos de como agir perante o sofrimento. 

Por fim, não crie expectativas demais, e aceite o tempo de cada um, pois assim você está deixando Deus agir. Nem tudo é como queríamos que fosse, nem todos agem como gostaríamos que agissem, foi assim com Jesus, é assim conosco e será assim por muito tempo. Nunca veja sofrimento com olhos de sofrimento, encare a dor como porta para o céu. Não seja inerte aos acontecimentos, mas também não faça algo que Deus não gostaria, e principalmente não se preocupe com opiniões, não se preocupe com as interpretações alheias.

Desde que seus atos sejam de amor, o espectador que precisamos ficará feliz, Jesus ficará feliz. Lembre-se constantemente de Jesus e de Sua Mãe e sempre siga certo que te estão contigo. Busque os Sacramentos sempre, confesse-se bem, e esteja pronto pra ser instrumento do amor do Pai, você tem um trampolim à Santidade, é apenas ser aquilo que o mundo moderno não pode ser, amor, sinceridade e paz. E deixar que Nossa Senhora o apóie, e que Jesus te levante nas quedas.

Para isso, seja apoio do próximo, levante o próximo. De hoje em diante, tenha uma atitude de seguidores de Jesus e aceite com piedade aqueles que estão mais distantes, nunca julgue ser melhor nem pior, apenas trabalhe pela obra do Céu. Com tudo isso é indescritível as obras de amor que surgirão das suas mãos. È como aprender a viver de novo, então entre nessa como quem não sabe de nada e aprenda tudo de novo, mas agora do modo certo. 
 
Ó Deus, que deu Vosso Filho para nossa Salvação e Salvação do mundo, que desde os primórdios elegeu Maria como Nossa Mãe e Mãe de Jesus. Perdoe-me por tanto tempo estar olhando com meus olhos e negar ver pelos olhos da Paixão. Perdoe-me por tanto tempo dificultar Sua graça em minha vida. De agora em diante seja o Senhor guia de minha vida, ajude-me a ver o sofrimento com a piedade de Jesus, com a confiança de Maria e me conceda reconhecer meus defeitos. Me ensine a amar como o Senhor ama, que minhas lágrimas sejam bálsamo de salvação, que minha dor seja fonte de conversão.

Meu Deus, sou grato por me aceitar como filho e por ser instrumento de Seu Reino, que pela Paixão de Seu Filho eu possa mudar aquilo que pode ser mudado, aceitar aquilo que deve continuar e ter força para construir e renovar. Que minhas fraquezas sejam mergulhadas no Coração Misericordioso de Jesus e que até mesmo a mais difícil missão seja enfrentada por mim com amor e confiança. Volto-me ao Senhor meu Pai, para pedir perdão das vezes que coloquei minha vontade acima da vontade do Senhor, das vezes que me esqueci que De Jesus das vezes que me deixei levar pelos sonhos e prazeres desse mundo.

Meu Pai, sou confiante em Vós, sei que minha vida é guiada pela Santíssima Trindade, e que por isso nada me faltará, tenho Jesus como pastor, nada me faltará, tenho Maria como Mãe e minha vida plena será.
Obrigado por tudo, a partir de hoje, mais do que nunca confio em Vós, e tenho fé que será uma caminhada guiada pelo Espírito Santo.  
Jesus, proteja minha família, meus parentes e amigos e mergulhe-os na Sua Misericórdia. Ajude-nos a transformar dor em amor, choro em piedade, e que as graças em nossas vidas sejam os tijolos de nossa ponte e Salvação do mundo.
 
Nós vos adoramos, Senhor, e Vos Bendizemos!
Porque pela Vossa Santa Cruz redimistes o mundo!
 
 
Ricardo Velozo M. de Oliveira
11/05/2010    



www.recadosaarao.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 12/05/10 às 14:04:19 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES