Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.407.000
Visitas Únicas Hoje: 364
Usuários Online: 112
Sistema de Busca

 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 3168 - Impresso: 168 - Enviado: 39 - Salvo em Word: 88
Postado em: 31/05/10 às 09:21:41 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5327
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Devido à natural curiosidade humana, o livro da Bíblia mais instigante com certeza é o do Apocalipse de São João. Milhões de textos e livros já foram escritos sobre ele, nestes quase dois mil anos tentando decifrar seus enigmas. E tão lacrado é que, tudo aquilo que hoje já temos de mais ou menos entendido, não deve ficar a crédito de pessoas, mas sim de mensagens celestes. Temos também o chamado “pequeno Apocalipse” do profeta Daniel, que vem descrito nos capítulos 7 a 12, com muitos estudos. Ambos difíceis de entender! De fato, muitas das figuras e revelações que estão contidas em Daniel, aparecem descritas depois em São João. E próprio profeta Daniel nos instiga a procurar desvendar seu livro, e prevê que muitos serão iluminados pelos conhecimentos ali adquiridos.


Entretanto, embora os tempos cheguem ao final, nada é ainda muito claro e definido em nenhum dos dois livros. Mas à Luz do Espírito Santo, já muitas passagens hoje surgem claras, e por isso vou tentar aqui explicar algumas figuras, como as tenho aprendido, e como as sei das mensagens aos profetas atuais. Faço isso notadamente porque mais uma vez o Céu nos pede para ler o Livro do Apocalipse e as duas cartas de São Pedro, nesta anistia, apontando que é para ali que devemos voltar nossa atenção. Sei que a imensa maioria das pessoas lê, mas não entende uma só daquelas figuras.
 
A primeira coisa para a qual chamo a atenção de todos, é para que JAMAIS dêem ouvidos, a quem quer que seja – padre, bispo, teólogo, doutor, famoso ou ignorante – que afirme que o Apocalipse já aconteceu, ou que isso é coisa para os séculos futuros. Há dias ouvi um padre dizer: isso é para daqui a 2 mil anos!... Na verdade, ele se desenrola hoje, num drama universal terrível, e já explode, para calar as cigarras gritadeiras do engano, estas que falam pela boca de satanás: ele não quer que as pessoas saibam da verdade. Quando as estrelas caírem na cabeça dos cépticos, eles entenderão!
 
Vamos então, retirar apenas partes de cada capítulo, explicando o que significa, aplicando aos eventos de hoje e aos sinais de agora. Devemos deixar claro que o Livro do Apocalipse, também chamado Livro das Revelações, nos trás palavras do próprio Jesus, reveladas a São João pelo anjo de Deus. Assim, todas as figuras do capítulo 1, nos mostram os preparativos celestes para a vinda de Jesus, pela segunda vez, agora sobre as nuvens do Céu e como Juiz, para julgar a cada habitante da terra, segundo seus atos. É também palco do grande julgamento da nações pagãs, porque toda a Lei se cumprirá.
 
AS SETE IGREJAS
 
Nos Capítulos 2 e 3, surgem as mensagens para as sete igrejas. Muitas pessoas acham que estas coisas foram ditas para a Igreja daquele tempo, em cada localidade, mas este é um grande erro, porque as mensagens se encaixam e servem para NOSSO tempo, para a Igreja Católica de hoje. Mostram o estado lastimável em que ela se encontra, desobediente e dividida. Em todos os lugares temos sempre algumas pessoas boas, mas a maioria já está no mau caminho, na teologia enganosa, numa falsa igreja. Assim, vamos mostrar apenas a parte negativa fazendo ver o estado deplorável em que hoje nos encontramos:
 
Éfeso, 2 4 Mas tenho contra ti que arrefeceste o teu primeiro amor. 5 Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras. Senão, virei a ti e removerei o teu candelabro do seu lugar, caso não te arrependas. 6 Mas isto tens de bem: detestas as obras dos nicolaítas, como eu as detesto. Esta mensagem é dirigida diretamente aos milhares de maus católicos que abandonam sua Igreja, para se ligar em seitas que nada têm a nos ensinar em termos de salvação eterna. Que voltem enquanto é cedo!
 
Esmirna, 2 9 Eu conheço a tua angústia e a tua pobreza - ainda que sejas rico - e também as difamações daqueles que se dizem judeus e não o são; são apenas uma sinagoga de Satanás. Esta é dirigida aos grandes servos da fera, da besta, que dizem ser judeus, mas na verdade agem como filhos das trevas, tentando dominar o mundo. São estes os mesmos que são cifrados no capítulo 13 do Apocalipse, e também nas figuras enigmáticas de Daniel.
 
Pérgamo, 2 14 Todavia, tenho alguma coisa contra ti: é que tens aí sequazes da doutrina de Balaão, o qual ensinou Balac a fazer tropeçar os filhos de Israel, para levá-los a comer carne imolada aos ídolos e praticar imundícies. 15 Tens também sequazes da doutrina dos nicolaítas. Mensagem dirigida a todos os hereges de hoje, aos falsos teólogos e novos “doutores” da lei, que inventam doutrinas e criam cada um seu próprio e falso deus.
 
Tiatira, 2 20 Mas tenho contra ti que permites a Jezabel, mulher que se diz profetisa, seduzir meus servos e ensinar-lhes a praticar imundícies e comer carne imolada aos ídolos. Esta mensagem é dirigida especialmente aos infelizes eclesiásticos que se envolveram em graves escândalos, para sua própria ruína e desgraça da Igreja.
 
Sardes, 3 3 Lembra-te de como recebeste e ouviste a doutrina. Observa-a e arrepende-te. Se não vigiares, virei a ti como um ladrão, e não saberás a que horas te surpreenderei. 4 Todavia, tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes; andarão comigo vestidas de branco, porque o merecem. Esta mensagem é dirigida à parte ainda sadia da Igreja, aos que preservam a sã doutrina e não se deixam contaminar pelas falsas teologias nem acatam os erros doutrinários que hoje se disseminam por aí como joio maléfico. Não duvido que apenas 1/7 parte dos católicos se mantenha ainda fiel a Pedro!
 
Filadélfia, 3 9 Eu te entrego adeptos da sinagoga de Satanás, desses que se dizem judeus, e não o são, mas mentem. Eis que os farei vir prostrar-se aos teus pés e reconhecerão que eu te amo. Esta mensagem alerta para as conversões que virão, até mesmo entre aqueles mais altos e mais ferozes adeptos da besta. O Poder do Altíssimo irá operar maravilhas adiante neste sentido. Deus irá até as últimas conseqüências para resgatar as almas do poder das trevas.
 
Laodicéia, 3 15 Conheço as tuas obras: não és nem frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! 16 Mas, como és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te. 17 Pois dizes: Sou rico, faço bons negócios, de nada necessito - e não sabes que és infeliz, miserável, pobre, cego e nu. Esta mensagem, bem direta, atinge em cheio aos bilhões de católicos mornos, destes que o vento agita como caniços ordinários, incapazes de reagir diante do avanço do mal. Aqui Deus avisa que prefere antes um frio que um católico morno. Do frio ninguém se aproxima, os mornos apodrecem e contaminam os outros.
 
Temos assim um quadro assustador do estado atual da Igreja Católica, e embora a gente saiba e confie nas palavras de Jesus de que o Inferno nunca haverá de prevalecer contra ela, verdade é que nos deixa triste seu estado lastimável. Sabemos também pelos últimos números de perdas eternas, que a salvação tende a ser cada vez maior. Ou seja: quanto mais o inferno rugir contra a Igreja e contra Deus, mas a infinita misericórdia reage, tornando quase irresistível o apelo do Amor.
 
Noutro dia, vendo os ataques dos que dizem evangélicos, mas que ao invés de pregar este Evangelho do amor se deliciam em atacar e maldizer a Igreja de Cristo eu percebi que até neles se manifesta a misericórdia. Veja que acima, conforme a mensagem a Igreja de Éfeso, são milhares os que largam a Igreja Católica rumo às seitas e muitos deles o fazem exatamente pelo mau estado dela, ou pelos escândalos de alguns de seus membros. Ora, dos males o menor: se não houvesse estas seitas que, de certa forma, ainda falam no nome de Jesus, talvez estes estariam agora em heresias piores, e até no satanismo. Deixa eles dançarem nos seus shows pois enquanto satanás pensa que desviando tais pessoas da verdade as tem, elas acabam se salvando por força da oração dos católicos.
 
Seguindo, os capítulos 4 e 5 voltam novamente a apresentar os movimentos da corte celeste, com todos os preparativos para os últimos eventos deste mundo que finda. Mas não compete aqui definir cada personagem, mesmo porque não o sabemos e ainda, que isso nós os iremos ver no Céu um dia. Naturalmente deve ser um espetáculo digno de um Deus poderoso, ver esta corte inteira que se move, atenta aos acontecimentos de nosso planeta. Porque, sem dúvida é para aqui que o Universo inteiro se volta agora.
 
OS SEIS SELOS
 
No capítulo 6, começam a surgir os primeiros personagens cifrados, que são indicativos de situações, de movimentos humanos do nosso tempo, não animais ou monstros. Este capítulo trata da abertura dos primeiros seis selos, cada um com sua simbologia, começando com os quatro cavalos. Esta explicação eu a recebi de um padre teólogo, com muitos anos de Roma, mas que, entretanto não acredita muito no resto do Apocalipse:
 
6, 2 Vi aparecer então um cavalo branco. O seu cavaleiro tinha um arco; foi-lhe dada uma coroa e ele partiu como vencedor para tornar a vencer. Aqui temos a ascensão do nazismo alemão, o exacerbamento da raça branca e a tentativa de extermínio do povo judeu, com todas as loucuras de Hitler. Que continua a ter adeptos em todo mundo!
 
6, 4 Partiu então outro cavalo, vermelho. Ao que o montava foi dado tirar a paz da terra, de modo que os homens se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada. Aqui temos surgimento do comunismo vermelho, com sua espada dizimou mais de 100 milhões de pessoas entre loucuras e atrocidades já cometidas por estes governos. Sim que ainda estão cometendo. O comunismo não morreu como muitos imaginam! Vou comentar isso mais adiante.
 
6, 5 Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro animal clamar: Vem! E vi aparecer um cavalo preto. Seu cavaleiro tinha uma balança na mão. Sem dúvida esta passagem se refere ao mercado mundial do petróleo, o ouro negro, com todas as guerras, loucuras e fortunas que ele já trouxe. E continua trazendo!
 
6, 7 Quando abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que clamava: Vem! 8 E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras. Aqui o espectro aterrador da besta, da mesma sinagoga de satanás já citada antes por Jesus, quanto às Igrejas. Este animal hoje prepara seus exércitos para produzir a 3ª e última guerra mundial, que ainda deverá ceifar 1/3 parte dos homens. Seu desejo é reduzir a população do planeta a 1/5 parte da atual.
 
6, 9 Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos homens imolados por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho de que eram depositários. Este quinto selo foi aberto no dia 03 de novembro do ano de 2001. Nele nos foi dito que João Paulo II fora levado ao céu naquelas horas, representando a terra e que ele conseguiu de Deus mais tempo para conversão da humanidade. O mundo não percebeu nada, mas o Céu nos revelou isso. Foi um momento fantástico de nossas caminhadas. Naquele tempo o Céu interagia com a terra, e foi quando o Pai Eterno revelou à Corte Celeste alguns dos seus segredos.  Este foi um tempo que ganhamos a mais, na contagem humana. É um pouco difícil de entender, mas mais mártires darão a vida doravante pela Igreja.
 
6 12 Depois vi o Cordeiro abrir o sexto selo; e sobreveio então um grande terremoto. O sol se escureceu como um tecido de crina, a lua tornou-se toda vermelha como sangue 13 e as estrelas do céu caíram na terra, como frutos verdes que caem da figueira agitada por forte ventania. Esta parte ainda não aconteceu, mas virá numa seqüencia de horrores, conforme nos vai sendo revelada a partir dos próximos capítulos. Mas isso tudo está em vias de acontecer. Na verdade muitos fatos acontecem simultâneos e é impossível de se descrever cada quadro separado.
 
7, 3 Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos do nosso Deus em suas frontes. Esta passagem acontece agora, na medida em que em diversos lugares do mundo as mensagens celestes nos pedem para marcar as pessoas com o sinal da cruz nas frontes e nas costas da mão direita, para contrapor a marca da fera, como está em no capítulo 13 que veremos adiante.
 
Como está também dito em Ezequiel 9, 4 Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem. Isso, de acordo com este profeta, acontece exatamente antes do tempo em que a ceifa de Deus deverá reduzir a humanidade a um punhado de gente. Se você ainda não recebeu o sinal, procure sem tumulto deixar-se marcar para Deus.
 
AS SETE TROMBETAS
 
O capítulo 8 trata de passagens horrendas, que caminham em nossa direção a passos de gigante. Nenhum canto do nosso planeta ficará sem ser remexido e revirado. Em todo e qualquer lugar onde satã tenha pisado seu casco e com ele conspurcado e contaminado com as suas abominações, ali Deus há de apagar seus vestígios. E como tudo está muito destruído, é preciso de alguma força assombrosa para reverter isso. Claro que ali residem homens, mulheres, e crianças, que sofrerão os efeitos da batalha. Bilhões morrerão!
 
8, 7 O primeiro anjo tocou. Saraiva e fogo, misturados com sangue, foram lançados à terra; e queimou-se uma terça parte da terra, uma terça parte das árvores e toda erva verde. São inúmeras as pessoas que já nos falaram ter visto isso. Já vi em mais de uma vez, com assombro e espanto este horrendo quadro. Sim, cai fogo do Céu. E caem imensos calhaus de pedra a rolar incandescentes pelas encostas, ateando fogo em tudo. A natureza, como nós a vemos, hoje, – já tão mutilada e sofrida – ficará irreconhecível ao final de tudo. Como diz São Pedro: todas as coisas se irão desagregar!
 
8, 8 O segundo anjo tocou. Caiu então no mar como que grande montanha, ardendo em fogo, e transformou-se em sangue uma terça parte do mar, 9 morreu uma terça parte das criaturas que estavam no mar e pereceu uma terça parte dos navios. Esta passagem certamente se refere ao astro que cairá nas Antilhas e em outras partes do mundo. Isso causará terríveis complicações no clima do planeta e bilhões de mortes. Sim e deixará nosso planeta irreconhecível.
 
8, 10 O terceiro anjo tocou a trombeta. Caiu então do céu uma grande estrela a arder como um facho; caiu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes. 11 O nome da estrela era Absinto.  Assim, uma terça parte das águas transformou-se em absinto e muitos homens morreram por ter bebido dessas águas envenenadas. Tem a ver com o versículo anterior, e certamente é este o grande astro do Aviso, que irá contaminar a fontes da terra com sua cauda venenosa. Além disso, ele esfacelará o interior da terra, onde estão armazenadas as fontes de água, desmontando toda a rede de fornecimento deste precioso líquido que virá matar milhares de pessoas e animais de sede. Os profetas Jeremias e Joel tratam bem deste tempo de horrores. Mas os filhos de Deus sempre encontrarão uma fonte pura. Não tenham medo!
 
8, 12 O quarto anjo tocou. Foi atingida então uma terça parte do sol, da lua e das estrelas, de modo que se obscureceram em um terço; e o dia perdeu um terço da claridade, bem como a noite. O sentido deste é certamente que, com a queda do astro a fumaça dos vulcões que irão entrar em erupção, todos, a uma só tempo, aliada a poeira que se levantará com o impacto dos astros, irá obscurecer todo o planeta, causando no clima as mais pavorosas alterações já vistas, desde que o homem aqui existe. Devemos aqui deixar bem claro que não foi Deus quem enviou este astro sobre a terra, mas foram os homens que mexeram já na ordem do sistema solar, alterando o ciclo do “cinturão de asteróides”. Isso está bem explicado em nosso Livro Novo Mateus, no chamado projeto Lúcifer. Quem não leu ainda, está atrasado quanto a entender estes sinais.
 
O CAOS, A GUERRA, A MORTE
 
O Capítulo 9 nos vai falar dos efeitos perniciosos resultantes da queda do astro e da guerra, que alias terá sua inviabilização devido ao astro. Digo que, se Deus não intervier diretamente, os homens em guerra acabarão por destruir completamente o planeta. Devido a isso, sempre temos afirmado que o grande AVISO de Deus, (Ver Isaías 16, 3 – Sofonias 1, 3 – Zacarias 1, 4 e mais de uma dezena de indicativos) conforme anúncio de Garabandal será concomitante com a queda do astro. Eles acontecem a um só tempo, num mesmo ato de misericórdia. Vou explicar novamente o sentido:
 
Foi-nos dito por Nossa Senhora em Garabandal que num determinado momento, quando o mundo estiver mergulhado na maior loucura da guerra, Deus enviará aos homens um Aviso. Ele consiste em que as pessoas serão obrigadas, por uma força imperiosa do Espírito Santo, a verem os estado de suas almas, tal como Deus a vê. Isso produzirá uma tremenda dor em cada pessoa – e ninguém escapará dele, nem o inferno – que levará milhares de pessoas a um arrependimento profundo. Isso durará pouco tempo, entretanto a dor será tal que as pessoas já sofrerão o seu Purgatório naquele ato.
 
Isso quer dizer que bilhões de pessoas estarão assim prontas para irem ao céu. Então Deus envia o astro, que naquele momento já vem se aproximando da terra, e com ele provoca o caos no planeta. Os oceanos invadirão largas faixas de terra, em todos os continentes se abrirão abismos vastíssimos, sepultando nações inteiras ou parte delas. Inclusive partes imensas do Brasil. Como é nas ribeiras que mora a maior parte da humanidade, não se precisa de esforço para saber que o número de mortos será elevado. Entretanto, a maioria irá direto para o céu, no que se constitui um ato magistral de arrebatamento.
 
Vejam: este é um ato de misericórdia, primeiro porque a maioria destas pessoas, não tem cura de outra forma. Elas não se convertem com facilidade e não querem entender os sinais e avisos de Deus. Se ficarem vivas mais tempo, elas poderão se perder, então Deus as leva antes. Até porque, se Deus mandasse apenas o Aviso, mas não recolhesse estas almas, as pessoas já poucos instantes a seguir, já recuperadas do choque, acabariam por blasfemar contra Ele e então o aviso não teria efeito algum. O esforço de Deus seria inútil. Claro, muitos entendem de modo diferente, mas a maioria destes não se preocupa com as almas e sim com seu corpo. Pensam apenas em escaparem vivos. Se eles soubessem!
 
9, 1 O quinto tocou a trombeta. Vi então uma estrela cair do céu na terra, e foi-lhe dada a chave do poço do abismo; ela o abriu e saiu do poço uma fumaça como de uma grande fornalha. Eu sempre imaginei que esta passagem se referisse à mesma estrela anterior, mas no momento em que digitava esta passagem, tive intuição diferente. Veja que esta estrela foi lançada na terra e abriu o poço do abismo. Ora, quem é a estrela cadente que foi expulsa para a terra, onde desceu como um raio, senão Lúcifer? Que é o abismo senão o inferno? E sabemos que o abismo fica na terra. Veja: muitas mensagens nos avisam que naqueles dias o inferno inteiro se derramará sobre nosso planeta, quando então aqui estarão todos os demônios. Eles realmente infestarão tudo como uma fumaça da peste. Isso já está ocorrendo hoje, embora ainda não na totalidade.
 
9, 3 Da fumaça saíram gafanhotos pela terra, e foi-lhe dado o poder semelhante ao dos escorpiões.... foi lhes dado ferir os homens que não têm o selo de Deus ... por cinco meses. Existe aqui uma simbologia que nos parece a mais segura. Duas são as situações. A primeira delas é que com a queda do astro, milhares de espécies animais perecerão. Por outro lado, outras irão proliferar de maneira assustadora, infestando todo o planeta, porque não existem mais seus inimigos naturais. Algumas localidades do planeta serão invadidas por toda sorte de animais, e como não encontram alimentação, mesmo os que hoje se alimentam de plantas acabarão por morder os homens, especialmente aqueles que não estiverem ligados em Deus e não estiverem nas localidades refúgio que Deus já preparou para aquele tempo. E haverá fome e pestes inauditas devido a estes bichos.
 
A segunda explicação para este “gafanhoto” nos aponta para aquela ferramenta que é usada para implantar o chip da fera, nas costas da mão e na testa das pessoas. Isso nos diz que eles terão força sobre ¼ parte do planeta, e que a marca será forçada e imposta à força sobre algumas populações. Muitos destes implantes causarão chagas mortais nas pessoas porque na pressa de satanás, não haverá mais cuidado de higiene e limpeza das pistolas de implante. Para muitos isso será bom, porque se o implante inflamar, então o chip não irá funcionar. Deus poderá agir ali desta forma!
 
9, 14 Solta os quatro anjos que estão acorrentados à beira do Rio Eufrates. Então foram soltos os quatro Anjos que se conservavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano da matança de 1/3 parte dos homens... Temos aqui a cavalaria infernal, um exército pavoroso de 200 milhões de homens em marcha, para cobrir a terra de cadáveres. E 1/3 parte da humanidade significa 2,2 bilhões de homens. Não é a toa que os profetas alertam que a humanidade levará muitos meses para tentar enterrar a todos, porque jazerão no solo como carniça. Observem que hoje, no caso do Iraque, onde fica o Rio Eufrates: ali a guerra não cessa. Sinal de que estes “anjos” já se soltam, ou soltam as amarras do inferno para que a guerra tenha início. Todas as confusões do Oriente Médio na verdade preparam a Guerra que começará por ali. Sobre Israel.
 
9, 20 Mas o restante dos homens, que não foram mortos por estes três flagelos – fogo fumaça e enxofre – não se arrependeu das obras de suas mãos. Não cessaram de adorar ao demônio... Não se arrependeram se seus homicídios, seus malefícios, suas imundícies e seus furtos. Com o Aviso, a queda do astro, a guerra, as mudanças assombrosas do clima do planeta, a falta de água e de comida, os homens restantes deveriam implorar a Deus por misericórdia, mas parece que não será assim. Então Deus se obriga a permitir que mais e mais flagelos se abatam sobre nós, porque enquanto o homem não for chocalhado até o fundo da estrutura de suas células, não capitulará diante de Deus. E quando começar a tremer o mundo inteiro não irá parar até que o homem caia de joelhos.
 
AS ÚLTIMAS REVELAÇÕES
 
O capítulo 10 é certamente um dos mais prementes hoje, pois está em vias de se realizar na plenitude. Este que é mencionado por São Miguel na mensagem ao Cláudio quando diz: Quanto aos profetas atuais, anotai: Revelações, no Capítulo 10, na palavra 4 e na palavra 11...  Portanto,  já vivereis o que vos foi profetizado... Notem bem que o anjo se refere aos profetas atuais, quando anuncia o capítulo dos sete trovões. Ora, São João, naquele tempo, recebeu as revelações completas, entretanto algumas delas não puderam ser reveladas, porque certamente trariam grande revolução à humanidade. Como está escrito:
 
2 1 Vi então outro anjo vigoroso... 2 Segurava na mão um pequeno livro aberto. Pôs o pé direito sobre o mar, o esquerdo sobre a terra 3 e começou a clamar em alta voz, como um leão que ruge. Quando clamou, os sete trovões ressoaram. 4 Quando cessaram de falar, dispunha-me a escrever, mas ouvi uma voz do Céu que dizia: “sela o que falaram os sete trovões e não os escrevas. A voz forte de um leão que ruge, e o troar de um trovão nos indicam que se trata de coisas terríveis, assombrosas, que causarão um grande espanto a toda humanidade. Elas só podem ser reveladas no momento oportuno! Que é próximo!
 
Que fez Deus então? Lacrou as revelações que se referem aos últimos dias, - para revelá-las só no momento oportuno, já próximo – e estas, nada mais são do que os SEGREDOS que os profetas atuais guardam. Consta que em Medjugorge os videntes guardam 10 segredos, e ao Cláudio foram revelados mais 16, que são inéditos. Além disso, constam ainda muitas mensagens em Linhas Vermelhas a ele passadas, algumas das quais nem ele mesmo consegue desvendar. E dentro destas se acham apontadas DATAS de eventos futuros.
 
Só para exemplificar, imaginem se desde o início do cristianismo, na Bíblia estivesse marcada a data do Juízo final! Que aconteceria? Até chegar bem perto, milhares de pessoas poderiam viver devassamente por conta da distância, ao tempo em que outros enlouqueceriam antes disso. E quando chegassem os dias, milhares se matariam para evitar estarem vivos nos dias do Apocalipse. Aliás, exatamente por isso é que as mensagens foram cifradas e que hoje a maioria das pessoas não as entende. Deus permite que assim seja, até para o bem dos que se matariam. Mas, vamos ao que segue...
 
 5 Então o anjo, que eu vira de pé sobre o mar e a terra, levantou a mão direita para o céu 6 e jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos, que criou o céu e tudo o que há nele, a terra e tudo o que ela contém, o mar e tudo o que encerra, que não haveria mais tempo; 7 mas nos dias em que soasse a trombeta do sétimo anjo, se cumpriria o mistério de Deus, de acordo com a boa nova que confiou a seus servos, os profetas.
 
Aqui está o indicativo que nos alerta para o FIM. Ou seja: quando Deus decidir que é chegado o tempo de abrir os últimos segredos, aquilo que os trovões de São João ao seu tempo calaram, abre-se a contagem inexorável do tempo. Nós que acompanhamos estas profecias finais, já sofremos muito com os adiamentos e as demoras de Deus – embora no fim sempre tenhamos a explicação – pois nos escarnecem por milenarismo.
 
De fato, quantos de nós não esperávamos que tudo isso acontecesse até o ano 2000? A gente sentia positivamente que algumas coisas não encaixavam, mas o tempo passou, os dias se encurtaram e correram, e ainda agora continuamos no ar: ninguém sabe quando virá o Senhor! Entretanto, no momento em que forem revelados estes segredos, não haverá mais adiamentos nem demoras, porque Deus então se obriga a acelerar o processo sob pena de perder muitos filhos. Ele Se obrigará a agir rápido e fulminante.
 
Vou apontar em alguns tópicos, algumas coisas que faltam aparecer e que serão ainda reveladas. Penso que acontecerá tudo isso como parte dos sete trovões, e dentro destes 1260 dias anunciados. Tudo isso será revelado em breve, para provar tudo aquilo que está nas Escrituras e não deixar nenhuma dúvida de que a Igreja Católica é a única Verdadeira.
 
1 – Revelação na íntegra do famoso 3º segredo de Fátima. Bento XVI o fará ainda!
2 – Proclamação dos dois Dogmas faltantes de Maria: Medianeira e Co-Redentora!
3 – Aparecimento da Arca da Aliança com as tábuas da lei e o maná!
4 – Aparecimento da Arca de Noé, que se acha debaixo de geleiras.
5 – Encontro do Cálice da Nova e eterna aliança, que está em Jerusalém. Também serão achados os outros componentes que se encontravam na instituição da Eucaristia.
6 – Documentos originais e antigos sobre a Igreja, que não deixarão mais dúvidas sobre ela, que se encontram no Vaticano, em mosteiros da Europa e um inclusive no Brasil.
7 – Abertura e revelação dos segredos revelados aos profetas atuais.
8 – Encontro de outros objetos materiais relativos à Cruz, como a lança verdadeira de Longino e provavelmente a coroa de espinhos e a própria cruz original.
 
E tudo isso será amargo para muitos, especialmente para aqueles que negam a Igreja, até porque já fizeram para si um novo bezerro. A falsa teologia cairá de seu pedestal muito antes que imagina e os que negam as profecias atuais terão de reconhecer que erram feio ao combater os profetas e apedrejar a aqueles que incessantemente Deus lhes enviava. Por isso está escrito:
 
10 Tomei então o pequeno livro da mão do anjo e o comi. De fato, em minha boca tinha a doçura do mel, mas depois de o ter comido, amargou-me nas entranhas. 11 Então foi-me explicado: Urge que ainda profetizes de novo a numerosas nações, povos, línguas e reis.
 
Seu você leitor não quiser aceitar a explicação que vou dar para esta passagem é livre, mas para mim, este livro amargo, nada mais é que o terrível dilema dos profetas atuais em revelar tais segredos. Se vocês estivessem perto do Cláudio como nós, se vissem o que ele sofre, o quanto adia, esperneia, reza mais, suplica a Deus discernimento para ver se aquilo de fato está correto, saberiam do amargor que isso lhe causa.
 
Quem seria tão louco ao ponto de inventar tais coisas? Mas vejam: estes versículos nos falam que ainda por um tempo teremos profetas e profecias, até porque os 1260 dias são os tempos das duas testemunhas, conforme veremos adiante, no capítulo 11. Ou seja: Jesus e Maria irão continuar profetizando, como já o fazem como segue nas Revelações. Até porque novos profetas estão sendo suscitados ainda agora.
 
JESUS E MARIA CONOSCO
 
Deus jamais nos abandonará. Falo, naturalmente daqueles que se mantêm fiéis e assim o forem até o fim. Muitas pessoas anunciam que durante os últimos três anos e meio – ou os 1260 dias – não teremos mais a presença de Jesus e Maria em nosso meio e que estaremos totalmente nas mãos de satanás, mas isso não é verdade. Vejam como será:
 
11, 3 Mas incumbirei às minhas duas testemunhas, vestidas de saco, de profetizarem por mil duzentos e sessenta dias. 4 São eles as duas oliveiras e os dois candelabros que se mantêm diante do Senhor da terra. 5 Se alguém lhes quiser causar dano, sairá fogo de suas bocas e devorará os inimigos. Nossa Senhora nos tem revelado que as testemunhas aqui descritas cumprem a promessa do envio de Moisés e Elias à terra, no fim dos tempos para darem seu testemunho. São na verdade Jesus – simbolizando o espírito de Moisés e da Palavra – e Maria, o espírito de Elias e da profecia. São eles, os dois Sagrados Corações unidos no amor, que na realidade enfrentarão a fera com todo o seu exército. Sim, no comando dos seus filhos fiéis!
 
11,6 Esses homens têm o poder de fechar o céu para que não caia chuva durante os dias de sua profecia; têm poder sobre as águas, para transformá-las em sangue, e de ferir a terra, sempre que quiserem, com toda sorte de flagelos. Isso quer dizer que, durantes estes 1260 dias acontecerão muitos desastres e uma quantidade incrível de flagelos se abaterá sobre a humanidade, não por força do desejo divino, mas por maldição causada pelo próprio homem. Não também como castigo e sim para que o homem entenda que existe um Deus e se volte para Ele. São para conversão e não para extermínio!
 
11,7 Mas, depois de terem terminado integralmente o seu testemunho, a Fera que sobe do abismo lhes fará guerra, os vencerá e os matará. 8 Seus cadáveres (jazerão) na rua da grande cidade que se chama espiritualmente Sodoma e Egito (onde o seu Senhor foi crucificado). 9 Muitos dentre os povos, tribos, línguas e nações virão para vê-los por três dias e meio, e não permitirão que sejam sepultados.
 
Aqui ele sinaliza que após o tempo deste testemunho – falo dos 1260 dias – parecerá ao mundo que o demônio e seus sequazes venceram. A Igreja Católica estará completamente eclipsada e como nas antigas catacumbas mergulhada no sangue de milhares de mártires da fé e em defesa da Eucaristia. Todo este simbolismo não indica uma morte natural, mas sim espiritual. Mas isso não durará por muito tempo. Vejam:
 
11,10 Os habitantes da terra alegrar-se-ão por causa deles, felicitar-se-ão mutuamente e mandarão presentes uns aos outros, porque esses dois profetas tinham sido seu tormento. 11 Mas, depois de três dias e meio, um sopro de vida, vindo de Deus, os penetrou. Puseram-se de pé e grande terror caiu sobre aqueles que os viam.
 
Na matemática que fizemos no artigo anterior, mostramos que a contagem dos 1260 dias termina no dia 22/02/2012, exatamente dia da Cátedra de São Pedro. Ou seja, trata-se de mais um indicativo que não é por acaso – como me lembrou o leitor Jorge – pois vem reafirmar a fé em Pedro e a segurança inabalável da Rocha sobre a qual se firma a Igreja de Cristo. Então o sopro do divino Espírito Santo haverá de agir com força arrasadora, e com diz a mensagem ao Cláudio, “a Igreja ressurgirá, e Pedro será vencedor”. Para os inimigos da Igreja será com certeza motivo de desespero: pensar que a tinham destruído e vê-la renascer! Pois está dito: as portas do inferno não prevalecerão contra ela!
 
Isso, sem dúvida provocará a derrocada final do anticristo e sua caterva de seguidores. Por outro lado, se isso se der ao final dos 1260 dias, podemos antecipar que duas coisas nos pedem mais discernimento. Primeiro, que o afastamento do Papa pode demorar ainda mais tempo do que se imagina, e segundo que depois destes 1260 dias teremos ainda algum tempo até que tudo se realize. Sei que ninguém então perguntará mais nada, mas isso nos pode ajustar com o calendário maia, que termina sua contagem em 12/2012. Que também pode não significar nada!
 
Ou seja: teremos ainda alguns meses desde fevereiro a dezembro daquele ano. Mas como sempre digo: Deus é que sabe! Não importa o dia, importa ver o que falta fazer! E ainda, importa agradecer por vivermos neste tempo. Milhares de santos do céu gostariam de estar vivos hoje, tempo de abundantes graças a serem conquistadas por nós.
 
E quando nós virmos o Papa sair do Vaticano, então, a partir dali tenho certeza de que ninguém mais perguntará por tempos, porque o frenesi alucinado dos acontecimentos não deixará mais nenhuma dúvida de que o freio do inferno foi solto. Como está em Apocalipse 12, 12: o demônio desceu sobre vós cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta!
 
PEDRO É O SINAL
 
Quanto ao Papa, alguns amigos me mandaram o texto de um sonho profético de São João Bosco, do qual extraí uma parte que diz assim: “Quatrocentos dias após o mês das flores que terá duas luas cheias, a revolução será proclamada na Itália. Duzentos dias depois, o Papa será obrigado a deixar Roma e andará errante durante cem dias, depois do que regressará à sua capital e cantará em São Pedro o Te Deum de Salvação". Difícil discernir, pois estes meses de duas luas cheias são raros, além do que o mês das flores ocorre no Hemisfério Sul como também no Norte. Em qual se basear.
 
Entretanto vejam: são 400 dias, mais 200 dias, mais 100 dias, porque um tempo sucede a outro. Total então de 700 dias ou quase dois anos, que nos parecem estarem embutidos nos 1260 dias citados acima! Ele fala que 200 dias depois de proclamada a revolução na Itália o Papa terá de sair de Roma. Sim, nós sabemos que a Itália, tal como todos os países que aprovaram o aborto, mergulharão em revoluções internas da maior envergadura. Estes povos acabarão por atearem fogo em suas cidades, tamanha a fúria para a qual hoje os demônios os preparam. Veja as situações de França, com milhares de carros queimados. Então temos duas posições a considerar:
 
Dom Bosco disse que a rebelião na Itália estouraria 400 dias após o mês das flores. Ao mês de junho, no hemisfério sul sucede o mês de maio, e é aqui mês das flores. Ora, em junho de 2007, tivemos duas luas cheias no mesmo mês, dias 01 e 30. Então 400 dias adiante, chegaríamos ao próximo mês de setembro de 2008, exatamente dia 3, como início da rebelião. Ou o dia 13, que foi citado por São Miguel? Contado desta data mais 200 dias, o afastamento se daria em 30/03/2009, com retorno 100 dias depois. Pode se ainda, que o Santo esteja se referindo a uma guerra civil no país e não numa rebelião de cardeais e bispos contra o Papa. Isso também virá, e assim mais uma dúvida se soma!
 
No hemisfério Norte, novembro é oposto a maio das flores no sul, e em dezembro de 2009 acontecerá o próximo plenilúnio, dias 02 e 31. Contados 400 dias a partir dali temos o dia 04/02/2010 como início da rebelião, e então 25/08/2010 seria a data da saída do Papa. Ora, somente estas duas datas poderiam comportar a profecia, porque o próximo mês de duas luas, adiante de 2009 se dará em setembro de 2012 e depois somente em 2020. E acho que estes estão descartados. Isso nos diria assim: se a rebelião não estourar este ano, acontecerá então em 2010. Ou então não entendemos a profecia. Mas somente estes dois cálculos servem, porque nenhum outro plenilúnio sucede o mês das flores. Como não vemos nenhuma revolução na Itália agora, resta então apenas o ano de 2009/2010.
 
Penso, assim, que devemos nos ater à revolução interna, dentro da Igreja e do Vaticano. Ela existe e se avoluma de forma assustadora. É para o Papa que deveremos sempre olhar, como a Mãe nos pede, porque ele é o sinal. A revolução a que o Santo se refere é então a dos cardeais e bispos rebeldes, que por um voto maldito de maioria se irão rebelar abertamente – por trás já o fazem hoje – contra as ordens de Pedro. Alerto para a Carta escrita pelo Papa, que deve OBRIGAR os padres a celebrarem em Latim partes da Santa Missa, especialmente a fórmula da consagração. Pressionado e sem mais condições de governar a Igreja o Santo Padre se obriga a deixar o Vaticano e foge. Muitos profetas, e desde séculos anunciam este fato, impossível que todos estejam errados.
 
Para vocês terem uma idéia de como hoje se encontra o Papa Bento XVI, coloco aqui a visão tida por uma alma especial, durante a Missa recentemente: Vi o Papa Bento que está já sendo esmagado por quatro paredes que o deixam sem saída, e estas paredes grossas foram diminuindo junto com a sua imagem que afundava, ele está fechado e diminuído de forma que cada vez mais o rebaixam. Foi o Papa João Paulo que me mostrou. Também nós aqui sentimos a mesma coisa. Consta que ele tem quatro cartas escritas, mas devido a pressão terrível que os maus exercem sobre ele, ainda não está conseguindo divulgar. Uma destas quatro é que irá apressar a rebelião.
 
A ÚLTIMA TROMBETA
 
Seguindo, o capítulo 11 ainda lembra a última trombeta, mas ela realmente deverá soar apenas no final, onde se confirmará a vitória de Deus como está dito: 15 O sétimo anjo tocou a trombeta. Ressoaram então no céu altas vozes que diziam: O império de nosso Senhor e de seu Cristo estabeleceu-se sobre o mundo, e ele reinará pelos séculos dos séculos. Também Daniel, assim diz no capítulo 7, 14 A ele foram dados império, glória e realeza, e todos os povos, todas as nações e os povos de todas as línguas serviram-no. Seu domínio será eterno; nunca cessará e o seu reino jamais será destruído.
 
E em Apocalipse 11, 18 Irritaram-se os pagãos, mas eis que sobreveio a tua ira e o tempo de julgar os mortos, de dar a recompensa aos teus servos, aos profetas, aos santos, aos que temem o teu nome, pequenos e grandes, e de exterminar os que corromperam a terra. 19 Abriu-se o templo de Deus no céu e apareceu, no seu templo, a arca do seu testamento. Isso nos aponta para o julgamento final e do extermínio do restante dos pagãos, de todos aqueles que rejeitam a Deus e que não querem a salvação. Isso se dará certamente com a chegada do segundo astro e os três dias de trevas finais.
 
Lembro ainda uma frase deste último versículo, que fala da arca do testamento. De fato, esta Arca da Aliança será encontrada em tempo, juntamente com muitos objetos e ainda documentos que não deixarão mais ninguém com a mínima possibilidade de NEGAR as verdades da Bíblia e a existência de um ÚNICO Deus e Senhor de todas as criaturas. Sim, ao Cláudio já foi revelado onde se encontra a Arca da Aliança, aquela que acompanhou Moisés no deserto. E está na terra, não preservada no céu!
 
A GRANDE MULHER, MARIA
 
Segue-se o Capítulo 12, que trata da Mulher. Este já foi bastante debatido, e certamente se refere à mesma mulher do Gênesis, aquela que esmagaria a cabeça do dragão. Existe toda uma simbologia que se desenvolve ao redor de Nossa Senhora, em sua luta contra o Dragão infernal. Como o demônio não consegue atingir diretamente a Maria, luta até quase ao desespero para destruir seus filhos, que somos nós. Mas esta Mãe é o terror dos demônios e sua humildade e pureza, sendo assim inatacável.
 
Importa saber que serão os homens que irão no fim derrotar ao demônio, que perderá sua força e nunca mais poderá atuar na perdição dos filhos de Deus. É por isso que devemos lutar, sem medo, e sempre ligados em Deus, com a ajuda de Maria. E quando diz ali que ela será levada ao deserto, por 1260 dias, significa este deserto nosso coração, o coração dos homens áridos, onde ela atuará com vigor e amor incansável. Mesmo que a fera não permita a divulgação de mensagens, ela estará aparecendo para as pessoas, nos grupos e mais que isso estará visível para muitos, em determinadas circunstâncias.
 
A 1ª FERA MALDITA
 
Já o Capítulo 13, nos fala das duas feras, que se aliaram ao demônio para corromper a humanidade. Naturalmente que não devemos esperar ver um dragão feroz e horrendo em nossa frente, porque a fera na verdade é formada por homens de carne e sangue, que resolveram se aliar para abertamente – e loucamente – desafiarem a Deus. Haverá sim um homem – o anticristo – que ao final personificará todos eles, mas ele sozinho não poderia subsistir sem a ajuda de muitos homens, mesmo que ele venha com o poder de satanás.
 
13, 1 Vi, então, levantar-se do mar uma Fera que tinha dez chifres e sete cabeças; sobre os chifres, dez diademas; e nas suas cabeças, nomes blasfematórios. Aqui a simbologia já tem explicação: as sete cabeças com os sete nomes blasfematórios simbolizam as sete nações mais ricas, que criaram e sustentam financeiramente a fera. Mas elas não irão suportar o peso da cruz que se abaterá em breve sobre seus habitantes. E as blasfêmias em suas cabeças são os sete vícios capitais que elas lutam por difundir no mundo. Ou não é isso que a mídia enaltece, as pessoas exaltam e o mundo vive? Eles beberão em dobro deste veneno que fizeram beber outros povos.
 
Os 10 chifres de poder simbolizam os 10 grandes blocos econômicos que estão sendo hoje montados em todo mundo, para formalizarem o império da fera. Trata-se da globalização, que significa em última análise colocar todos os governos das nações da terra nas mãos de um só dirigente – o anticristo – auxiliado pelos 10 dirigentes destes blocos. E já temos aí o MCE, o NAFTA, o MERCOSSUL, tudo se vai formalizando conforme as Escrituras. Estes blocos, que terão cada um seu presidente – pois desaparecerá o conceito de país, de nação – é que ao final darão seu poder à fera, mas isso por um curto tempo, pois Deus agirá antes que tudo se consume. Já explicamos tudo isso em outros textos.
 
13, 2 A Fera que eu vi era semelhante a uma pantera: os pés como de urso, e as fauces como de leão. Deu-lhe o Dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade. Aqui mais alguns símbolos saltam a vista e encontram indicativo também no profeta Daniel, que nos fala da águia, do urso, da pantera e do leão. Pode-se observar hoje que estas figuras são emblemáticas dos escudos dos EUA – leão e águia – da Rússia – o urso – da pantera chinesa. São estes comandos brutais que dão aspecto e fisionomia à fera.
 
13, 3 Uma das suas cabeças estava como que ferida de morte, mas essa ferida de morte fora curada. E todos, pasmados de admiração, seguiram a Fera 4 e prostraram-se diante do Dragão, porque dera seu prestígio à Fera, e prostraram-se igualmente diante da Fera, dizendo: Quem é semelhante à Fera e quem poderá lutar com ela?
 
Aqui foi a bem poucos dias que me surgiu a explicação desta “ferida de morte”, que fora curada. Ela, em meu entender, bate exatamente com o “pequeno chifre” evocado por Daniel no capítulo 8. Sem dúvida um e outro se referem ao comunismo ateu. Vejam, quando caiu o muro de Berlim, muita gente acreditava que ele nunca mais retornaria, pois desvendou ao mundo os horrores de mais de 100 milhões de mortos. Entretanto, qualquer pessoa com um mínimo de inteligência, percebe hoje que este chifre se levantou novamente. E vem cheio de fúria sobre a humanidade! Também no Brasil.
 
Vejam por aqui, o exemplo da América Latina. Venezuela, Bolívia, Brasil, Chile, Equador e agora o Paraguai, já se encontram nas mãos de comunistas. E Daniel diz que este chifre se estendeu para o Sul, o que quer dizer nosso hemisfério. Também a África sofre hoje com seus ataques cruéis. Está aí a prova! Em nosso país o monstro não se manifesta, porque felizmente temos ainda por aqui gente que reza, e pertencemos a Nossa Senhora. Mas se o povo se descuidar, este dragão finca em nós suas garras, como já o tentou fazer uma vez. Ele não dorme, não está morto, e mais do que nunca profere ainda blasfêmias contra Deus. O comunismo é que estava ferido de morte, mas ressurgiu!
 
 13, 5 Foi-lhe dada a faculdade de proferir arrogâncias e blasfêmias, e foi-lhe dado o poder de agir por quarenta e dois meses. 6 Abriu, pois, a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar o seu nome, o seu tabernáculo e os habitantes do céu. 7 Foi-lhe dado, também, fazer guerra aos santos e vencê-los. Recebeu autoridade sobre toda tribo, povo, língua e nação, 8 e hão de adorá-la todos os habitantes da terra, cujos nomes não estão escritos desde a origem do mundo no livro da vida do Cordeiro imolado.
 
Mais uma vez aqui os 42 meses, ou três anos e meio, ou 1260 dias já citados. Este é o tempo da perseguição e da atuação da fera maligna. Nenhum sistema de governo é mais blasfemo e arrogante que o comunista, que cospe abertamente contra Deus. Assim, está dito que os filhos das trevas haverão de levar os santos de vencida por algum tempo, mas não tempo demais, porque os dias serão encurtados para que restem vivos os filhos que o Senhor quer preservar. Porque se depender de satanás, nenhum de nós escapará. Mas como também está dito: esta é a ocasião para a constância e a confiança dos santos!
 
A 2ª FERA HEDIONDA
 
13, 11 Vi, então, outra Fera subir da terra. Tinha dois chifres como um cordeiro, mas falava como um dragão. Nossa Senhora, através do Padre Gobbi do MSM nos deu explicação perfeita sobre esta fera. Ela de fato está dentro da Igreja Católica, e é formada por maus bispos e cardeais que se venderam ao inimigo, ou eram inimigos que se infiltraram dentro da Igreja, como um cavalo de Tróia, justamente para destruí-la. Este processo já vem de muito tempo acontecendo, há mais de 100 anos, bem debaixo de nosso nariz. São estes bispos e cardeais os que hoje pressionam o Papa Bento XVI, exigindo mudanças destrutivas na Igreja. São eles que impedem a divulgação das atuais Cartas e do famoso 3º Segredo de Fátima. Mas, de uma forma ou outra, Ele o fará, no momento de Deus. E isso não está longe, pois “nada há de oculto que não venha a ser revelado”.
 
Estes maus, através dos tempos têm conseguido grandes vitórias, a maior delas sem dúvida pela má aplicação do Concílio Vaticano II. Foi certamente por ali que a grande fumaça de satanás adentrou a Igreja Católica. O primeiro terrível erro do Concílio foi o de não condenar o comunismo ateu, como parte da besta vermelha – que agora ressuscita com vigor e ira – e o segundo foi trazer para seu interior uma plêiade de falsos teólogos e hereges, que passaram a agir de modo solerte na edição dos textos conciliares.
 
Isso permitiu que hoje cada padre se arrogasse no direito de fazer a própria igreja, sem Pedro. Portanto sem base na Rocha! Portanto não mais ligada em Jesus! Mas o erro maior do Concílio foi não ter sido DOGMÁTICO, apenas pastoral, e isso permitiu que muitos o considerassem exatamente um SUPER Dogma, que aboliu tudo o que a Igreja pregou antes. Inclusive os dogmas. É isso que está levando muitos de nossos padres a negarem os dogmas e até os milagres de Cristo, no que já estão excomungados da Igreja.
 
12 Ela exercia todo o poder da primeira Fera, sob a vigilância desta, e fez com que a terra e os seus habitantes adorassem a primeira Fera (cuja ferida de morte havia sido curada). 13 Realizou grandes prodígios, de modo que até fez descer fogo do céu sobre a terra, à vista dos homens. 14 Seduziu os habitantes da terra com os prodígios que lhe era dado fazer sob a vigilância da Fera, persuadindo-os a fazer uma imagem da Fera que sobrevivera ao golpe da espada.
 
Como já dissemos, tanto o capitalismo como o comunismo são partes de uma mesma fera, de um mesmo esquema mundial. E também o satanismo! Este texto diz que a fera tinha sido ferida de morte, ou seja: um dos seus tentáculos havia sido prejudicado, mas isso foi apenas por um tempo. Aliás, quem assistiu aos vídeos e entrevistas que falaram a verdade sobre que acontece na China, não tem dúvida de afirmar que ali reina o demônio. O monstro então está vivo e age com fúria redobrada!
 
Vejam: Estes maus eclesiásticos na realidade estão mancomunados com a primeira fera e dela recebem a orientação. Muitos foram na realidade infiltrados dentro da Igreja, e com este objetivo. Foram “vocações” tardias, na verdade lobos vestidos em pele de cordeiro, entre eles comunistas, mafiosos e agentes das sociedades secretas. Entraram na Igreja para galgar postos na hierarquia e dali combatê-la, de dentro para fora. E podem ter certeza de que já foram longe em seu objetivo. Grande parte da ruína atual da Igreja se deve a atuação furiosa destes celerados, sobre os quais em breve pesará o braço da eterna justiça. Eles não perdem por esperar!
 
Devemos saber que, tanto o sistema capitalista, ou socialista, ou comunista, não importa o “ista” de que se vista, SEMPRE é parte da mesma BESTA, da mesma fera hedionda. Que por sinal é satanista! Ela comanda ambos! Ela tem Lúcifer como seu deus. O seu desejo é o mesmo: fazer os homens adorarem ao demônio! Pois...
 
15 Foi-lhe dado, também, comunicar espírito à imagem da Fera, de modo que essa imagem se pusesse a falar e fizesse com que fosse morto todo aquele que não se prostrasse diante dela. A imagem da fera nos pode ser personificada pela televisão, pelos diferentes meios de comunicação, que tratam de apresentar o projeto do demônio como se fosse algo bom e mesmo necessário, e as pessoas, que adoram beber TV acabam por aceitar tudo como normal, quando aos poucos se entregam de corpo e alma ao demônio. No que de certa forma o adoram. Em nosso país, calam-se os jornalistas e jornais na maioria, deixando de denunciar os pecados gravíssimos do nosso governo, porque foram comprados por ele, ao peso de vil metal. Os que se levantam contra, são demitidos de suas funções. Mas ai da parte podre da Igreja que ajudou a eleger esta gente, e que agora se cala.
 
O SINAL DA FERA
 
16 Conseguiu que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, tivessem um sinal na mão direita e na fronte, 17 e que ninguém pudesse comprar ou vender, se não fosse marcado com o nome da Fera, ou o número do seu nome. 18 Eis aqui a sabedoria! Quem tiver inteligência, calcule o número da Fera, porque é número de um homem, e esse número é seiscentos e sessenta e seis. Sobre esta marca já falamos e também sobre o número 666, que está na base deste projeto. Ele visa acima de tudo e de fato escravizar as populações do planeta, para que se tornem fiéis aliadas do demônio, e submissas aos seus caprichos. Principalmente para que os homens o adorem. Mas a maioria das pessoas chama de louco a quem os tenta alertar. Infelizmente! Estes já a estão marcados!
 
Naturalmente que Deus já nos deu o antídoto contra esta marca maldita. Quem tem o sinal da cruz, quem tem a cruz de Jesus firmemente implantada em seu coração, não precisa temer a marca do inferno nem seus efeitos mortais. Nenhum dos filhos e filhas de Deus ficará sem receber o sinal Dele, antes que todas estas coisas comecem a acontecer. O fato é que hoje milhares de pessoas, empresários e artistas, estão já recebendo o chip do diabo debaixo de sua pele. Eles dizem que é para controlar a saúde, evitar seqüestros e ainda para controlar o saldo do banco e evitar roubo de cartão de crédito.
 
Na verdade tudo isso é mentira. O que por trás se esconde é um brutal regime de tirania e de servidão, que tornará a todos os que levam a marca a perderem suas almas. Mesmo assim, acho que Deus não permitirá que se percam as pessoas incautas, apenas porque lhe ofereceram vantagem aparente. Vejam que a marca de satã é colocada na testa – a cabeça é a sede da vontade – e nas costas da mão direita, porque a mão é a chave maior do trabalho. E quem tem o comando que encontra um seqüestrado que tenha o chip, também tem o comando para encontrá-lo e lhe dar um tiro na boca se quiser.
 
Mas aqui o verdadeiro significado: para que a marca surta efeito, é preciso que tal pessoa aceite consciente e livremente o projeto, sabendo que está em luta contra Deus, e, além disso, que ela trabalhe com decisão em prol dele. Embora que, sim, através do chip o demônio pode manipular o cérebro das pessoas, tornando-as seus joguetes fantoches e dele apagando as palavras e sentimentos de bem, colocando em seu lugar o mal.
 
Ou seja: para que uma pessoa venha a ganhar o castigo eterno é imprescindível o seu total desejo e sua luta pelo projeto de satanás. Ela deve saber que luta pelo demônio contra Deus. Ela deve fazer do demônio o seu deus. Só assim correrá riscos de se perder para sempre! Se alguém for pego na marra e tiver implantado o chip sem seu desejo, ele jamais levará tal alma a se perder. Então seria uma injustiça e castigo brutal de Deus.
 
Não tenha medo então de usar, por hora, os cartões de crédito que já contenham o chip com o código maldito. Tampouco a nossa Carteira de Identidade se vier com chip. Não nos devemos atormentar com isso por hora, pois Deus jamais permitirá que um justo venha a se perder, se alguém receber a marca imposta à força.
 
O FOGO DE DEUS
 
Seguindo, a partir do capítulo 14, começam os preparativos celestes para a grande vitória final, que em grande parte se dará a nível dos espíritos. Vejam que, até neste momento já a terra estará em frangalhos, e a humanidade reduzida a quem sabe menos da metade da população. Aqui os anjos anunciam a queda da Babilônia, que não é uma cidade ou um país em si, mas sim a totalidade do império que nossa civilização construiu.
 
Tudo isso, sem exceção, será reduzido a pó, diante dos olhos das feras. Porque quando o carro de Deus tiver percorrido e inspecionado o planeta, não restará mais um só vestígio do que satã produziu. Porque como está escrito em Joel 2, 3 Diante dele um fogo devorador; atrás, uma chama abrasadora. Diante dele a terra é um paraíso; atrás, é um deserto desolador; nada lhe escapa. E mais: 10 Diante deles treme a terra, os céus vacilam, o sol e a lua se obscurecem, as estrelas perdem o seu brilho. 11 É frente do seu exército, o Senhor faz ouvir a sua voz, pois seu batalhão é imenso e poderoso para executar sua palavra. Sim, o dia do Senhor é grandioso e temível! Quem o poderá suportar?
 
Neste tempo, a humanidade estará vivendo dificuldades inauditas, devido à falta de comida e de água, porque as colheitas irão inviabilizar-se quase que totalmente devido às confusões climáticas, às pragas e às doenças e pestes que farão apodrecer os alimentos. As comunicações e transportes estarão completamente prejudicados, e somente com muito custo a humanidade poderá alcançar um nível minimamente miserável de vida. Os que estiverem em Deus e com Deus, não passarão necessidade, embora que nem para estes haverá festas e abundâncias. Não para castigo dos outros, mas para que todos tenham a oportunidade de conhecer e saber que existe um Deus Todo Poderoso, e que a Ele devemos amor, obediência e adoração.
 
A derrocada final do império do mal, conforme nos é dado conhecer e entender hoje, se dará depois que Deus esgotar todos os recursos de conversão. Na verdade as privações a que acima me referi, não advirão por vontade ou castigo divino, mas como permissão – porque foi o homem o causador único da sua miséria – do Eterno, para que os homens enfim se verguem ao Seu domínio eterno e absoluto. De fato, os agentes graúdos de satanás e segundo as profecias o próprio anticristo, serão preservados vivos, até quase o fim, para que eles assistam de olhos abertos a derrocada de toda a sua Babilônia infernal. Até que vejam que foram eles mesmos que a destruíram – eles que se julgavam tão poderosos – provando assim sua loucura.
 
AS TAÇAS DA IRA
 
O capítulo 16, na verdade é quase um resumo dos outros, na parte das catástrofes previstas para nosso tempo, e todos eles agora em curso. Trata-se de eventos que agora já estão ocorrendo, e mexem com toda a vida do planeta. Fala do derramamento das sete taças da ira de Deus, coisas que uma visão mais atenta percebe facilmente. Não se trata, porém, de “ira de Deus”, porque Deus não se pode irar, mas Ele permite sim, que isso aconteça aos homens, porque respeita a liberdade até para destruírem a natureza o que Ele fez e nos deu com tanto amor. É a natureza agredida que se volta contra o homem e por isso ali se prenuncia:
 
1 – Doenças, pestes, enfermidades novas e antigas que ressurgem que descambarão em epidemias gravíssimas que ceifarão milhares de vidas. A maioria destas coisas parte dos laboratórios de pesquisa, onde as mutações genéticas destroem a cadeia da vida.
 
2 – Avanço assustador da poluição dos mares, que está destruindo a fauna marítima, com as mais graves conseqüências para toda a humanidade. Ninguém faz idéia da desgraça que está acontecendo, devagar mais de forma inexorável, em todos os oceanos.
 
3 – Destruição e poluição acelerada de todos os mananciais de água doce, o derretimento das geleiras milenares que acabará por matar de sede milhões de pessoas. Todo este processo é rápido e depois da queda do astro será fulminante e pavoroso.
 
4 – Trata da atividade estranha do sol, que queima hoje como nunca antes. De fato, a atividade humana, agindo nas altas camadas protetoras da atmosfera, está abrindo espaço aos raios cósmicos, que são causadores de milhares de câncer de pele. Dizem as profecias que num dado momento a terra entrará como dentro de uma bolha de calor, como se rescaldo de um planeta que se fundiu, provocando a morte de milhares.
 
5 – Trata dos desastres e loucuras pelas quais passarão os servos da besta, não como um castigo divino, mas para que clamem por Deus. De fato, veremos reis e rainhas comendo bananas podres em cima das lixeiras, disputando nojeiras com cães e urubus. Deus irá colocar um verme nos seus depósitos de alimentos, e tornará inócuos todos os seus meios de lucrar e de explorar. Poderão até ter muito dinheiro, mas não terão o que comprar.
 
6 – Os espíritos imundos, como rãs, nada mais que os demônios das nações, anjos caídos de elevado poder, que hoje preparam os chefes destes países, induzindo-os a um inflamado espírito de guerra. Um exemplo disso foi a recente e furiosa reação da Rússia contra a pobre Geórgia. No resto do mundo não é diferente, nem será. Todos eles falam de paz, mas na verdade preparam a guerra. Especialmente China e Rússia.
 
OBS: Uma coisa que não pode jamais ser deixada fora neste caso, se trata da eleição dos Estados Unidos, onde tudo leva a crer que este Barak Obama deve vencer. Até pelo nome se sabe que o seu sangue é árabe, e, portanto se trata de alguém perigoso. Em primeiro porque, contrariamente a Bush, ele já se declarou a favor da causa gay e do aborto, e segundo porque pode ser este o homem que retirará o apoio militar dos EUA a Israel, abrindo espaço para que os exércitos de Gog e Magog ataquem esta pequena nação. Nós já sabemos que a 3ª Guerra começará ali. A centelha sairá de Israel!
 
7 – A sétima taça se refere ao astro final, e ao grande terremoto que ele provocará. Isso nós já mencionamos quanto aos três dias de trevas. Serão 66 horas de horror, quando todos nós poderemos ver o astro vindo em direção da terra. Milhares morrerão de pavor. Mas nem todos se converterão. Então Deus se obriga a permitir que os demônios levem tais pessoas vivas para o abismo, eis o que merecem, embora infelizes... Mas loucos!
 
BABILÔNIA, A MERETRIZ
 
Os capítulos 17 a 19 tratam do castigo da Babilônia, a grande meretriz que contaminou os habitantes da terra, como toda esta imundícia. Babilônia é o conjunto deste mundo de pecados – eis a grande meretriz – aliada a esta escória financeira que suga o mundo, cujos roubos assombram até os infernos. Todo o conjunto de fatores que levará à queda deste império do mal, já está engatilhado, pois se mantém em frágil equilíbrio. Os comandantes das finanças mundiais imaginam que são senhores da situação, quando na verdade estão pendurados numa teia de aranha.
 
Aliás, a internet é uma teia mundial, e nela está um dos componentes da fragilidade: Basta que Deus coloque um vírus nesta rede, e em poucas horas o mundo estará em caos. Basta que Deus anule o efeito da eletricidade, estática e alternada, e em poucos minutos o mundo financeiro explode, pois se apagam seus registros. Basta que ele apague os saldos dos créditos que estes malditos possuem nos bancos ladrões, e em poucos dias milhões de loucos se suicidarão. De fato, chegará o dia em eles pisarão em seu ouro como se pisa em lixo asqueroso. O lucro sobre o dinheiro e não sobre a produção é o mais pavoroso devorador da economia mundial. E está nas mãos da besta!
 
Vemos hoje que aos poucos, mas de forma continuada as grandes corporações se fundem e se aliam em busca de mais fortaleza financeira e mais poder de barganha. Tudo tende a cair nas mãos de um pequeno grupo – a sinagoga citada por Jesus nos primeiros capítulos do Apocalipse – cuja sede ao final estará estabelecida em Roma. Lúcifer quer mostrar a Deus que é mais forte, e tentará colocar o comando do mundo exatamente ali, depois que o Papa tiver sido expulso. É ali que ele quer ser adorado. Mas é ali mesmo que eles terão seu fim, pois as sete colinas onde se assenta a meretriz afundarão nos oceanos e isso não demora a acontecer.
 
Naturalmente que se estes capítulos revelam as condenações da prostituta, a mãe de todos os pecados da terra, e a queda de Babilônia, também anunciam a vitória final dos santos. Embora em pequeno número, mas sempre ligados em Deus, eles acabarão por vencer, depois que a terra estiver já em parte descontaminada de tantas maldades e imundícias.
 
Nos últimos dias deste mundo que se esvai, quando Deus tiver “esgotado” todo o seu arsenal de caminhos de salvação, quando toda a sua infinita paciência chegar ao limite último e extremo, então chegará o tempo de dar à besta e seus sequazes o caminho que escolheram. Se eles adoraram Lúcifer aqui, serão então levados por ele para o reino das trevas eternas, para o suplício sem fim. São os últimos teimosos incorrigíveis! Ai de quem decidir e teimar, até o fim, não cair de joelhos diante de Deus.
 
O CASTIGO ETERNO DOS MAUS
 
O capítulo 20 é dedicado exatamente ao castigo de Lúcifer, e por indução o de todos os anjos caídos que o seguiram... Virá o juízo final, com a mais assombrosa de todas as demonstrações do poder do Altíssimo – a ressurreição dos mortos – e então tudo Lhe será submetido. Presumo que naquele dia final, virá o último esmagamento da fera, quando diante do mundo inteligente criado, Lúcifer terá de reconhecer que foi sempre um derrotado. Terá de reconhecer que, com todo o esforço furioso dele e de seus comandados – anjos caídos e homens caídos – ele jamais conseguiu fazer perder uma só alma: todas as que foram para o inferno, foram por livre e espontânea vontade. Mais que isso: elas iriam para lá, mesmo que o inferno não existisse nem o demônio as tentasse. Lúcifer caiu por sua vontade e sua burrice, sua loucura de querer ser como Deus.
 
Isso lhe será tão terrível, que nada lhe poderá ser mais devastador. Com isso ele perderá para sempre o respeito que os seus comandados sempre lhe tiveram, e aniquilado em seu poder acabará por ser o rebotalho eterno de todos eles. Terá então sua cabeça orgulhosa esmagada. Também estarão com eles os altos comandos do mundo, que não se converterem até o final. A besta e o falso profeta, ou o anticristo e o antipapa, terão como castigo o lago de fogo eterno, onde o verme não morre nem o tormento acaba. Afinal, é isso que escolheram, e isso que desejavam para nós.
 
Uma coisa que aqui nos é apresentada, no capítulo 20, diz respeito aos mil anos, ao tal de milênio. Esta figura de linguagem é obscura e certamente pouco entendida. Muitos a explicam de modo literal, achando que, depois da Nova Terra haverá um período de paz de mil anos, após o qual o demônio sairá de seu cárcere por algum tempo. Nós, porém, temos orientação bem diversa, pois não teria sentido Deus nos dar um planeta renovado, uma humanidade santa para depois deixar contaminar tudo novamente com a presença de satanás. Pelo que sabemos, será definitivo, e nunca mais haverá mal na terra.
 
Nós achamos que o milênio a que a Escritura se refere foi o último que passou, onde o demônio teve todo poder possível de agir para perverter os homens. Isso nos diz que, depois do Juízo Final, acontecerá também o destino final de todas as feras. Ou seja: nunca mais o demônio infestará o planeta, sendo preso eternamente em seu horror. Ou então não se poderia chamar de Juízo Final, porque se houvesse a possibilidade de os homens voltarem a pecar gravemente, haveria necessidade de um novo julgamento. Até porque a própria Bíblia diz: serão ali atormentados pelos séculos dos séculos! Portanto, sem fim, e também sem interrupção!
 
Como está no capítulo 20, 1 Vi, então, descer do céu um anjo que tinha na mão a chave do abismo e uma grande algema. 2 Ele apanhou o Dragão, a primitiva Serpente, que é o Demônio e Satanás, e o acorrentou por mil anos. 3 Atirou-o no abismo, que fechou e selou por cima, para que já não seduzisse as nações, até que se completassem mil anos. Depois disso, ele deve ser solto por um pouco de tempo. Isso nos diz que nos primeiros mil anos da Igreja, embora satanás tivesse certa liberdade de ação, na verdade seu poder sobre os homens foi mais restrito.
 
Então, no segundo milênio – desde o ano 1001 até 2000 – ele foi solto, e foi este o tempo das mais pavorosas heresias, especialmente a partir do ano de 1864, quando nossa Senhora previu em La Salette que os demônios seriam soltos. Foi exatamente a partir dali que o demônio começou seu ataque contra a Sagrada Eucaristia. Penso que até aquele tempo Lúcifer não conseguiu entender o motivo pelo qual, mesmo com a invasão maometana (666) mesmo com a heresia protestante e o modernismo (1332), entre tantas heresias já havidas, ele não conseguia destruir a Igreja.
 
Só então lhe foi permitido entender este misterioso escudo, pois fica bem claro que a partir do final do século 18, que as sociedades secretas começaram a se infiltrar na Igreja e a demolir com a Eucaristia. Alias uma das grandes almas da Torre de Marfim, tem a ver com isso: com as mentiras que se atiram hoje contra a Igreja e as Escrituras. Ele é daquele tempo!
 
Lembro a todos que a chave e a algema que finalmente prenderá o dragão e todos os seus seguidores para sempre, nada mais é que o Rosário de Maria. Na corrente a algema, na Cruz inicial a chave. É devido a isso que incentivamos a oração do Rosário em Família, porque é dali que partirá a grande força que imobilizará o dragão. Se de todos os lados as famílias gritarem “Ave Maria”, ele terá de fugir do meio delas, pois não suporta esta oração. Além disso, as famílias que estiverem em Oração do Rosário manterão viva a chama da Eucaristia, e através deste binômio – Eucaristia e Maria – virá o triunfo de Deus com os homens. Quando a Eucaristia for aceita como pão da Vida Eterna por todos, Maria será também considerada Mãe de todos os povos.
 
O HORRÍVEL SACRILÉGIO
 
Por falar em Eucaristia, eu não poderia terminar este longo texto, sem antes deixar algumas pinceladas do pequeno Apocalipse do profeta Daniel. Em síntese, além dos indicativos numéricos de dias e anos das 70 semanas que ele trás – e muito importante para entendermos estes tempos finais – o principal assunto se refere à abominação desoladora, que é inclusive mencionada por Jesus no capítulo 24 de Mateus. Já por muitas vezes falamos sobre ela, e não temos dúvida de que esta abominação tem a ver com a Eucaristia, que na verdade está no centro de todos os eventos finais.
 
De fato, a Eucaristia, que É Jesus nosso Deus, Vivo e Verdadeiro, presente em nosso meio é certamente nossa maior força de expiação. O demônio sabe disso, e luta há mais de um século para erradicá-la da face da terra. Ele sabe que destruindo a Eucaristia, ou derrubando os sacrários – que significa os homens rejeitando a Deus – terá em contrapartida ampliado o seu poder de ação, pois este espaço será preenchido pelos seus demônios. Se a capela estiver sem sacrário, estará também sem os anjos de Deus, e, portanto, estará à mercê de satã e seus sequazes, não tenham duvida disso.
 
Imaginem então, que nesta rebelião iminente dos cardeais e bispos, saia a determinação de que a Eucaristia na verdade não representa mais o Sacrifício incruento do Calvário – o que se configura em um horrível sacrilégio que excomunga da Igreja todos eles – mas que deve ser uma simples ceia de confraternização entre irmãos que se amam. Então não haverá mais consagração, e sim uma mera “bênção” como a vivem os protestantes. Isso fará cair a maioria dos sacrários da terra, pois milhares de padres seguirão felizes as ordens da besta. Aliás, já seguem, na medida em que expulsam os sacrários para cantos escondidos, tiram os genuflexórios dos templos e despem as capelas das imagens.
 
Em verdade o grande sacrilégio se configura não somente pelo fato de que a Missa irá ser trocada por uma ceia, e o Sacrifício por uma festa, mas também pelo fato de os homens afirmarem que aquilo é uma Missa. Quando é loucura! O sacrilégio inaudito está em mudar por algo passageiro, aquilo que Deus fez Eterno. O sacrilégio é mudar um ato divino de infinita perfeição, em algo banal como um mero “comes e bebes”. O mal infinito, enfim, está em fazer o sentido inverso: querer mudar o Corpo Santíssimo de Cristo num reles pedaço de pão!
 
Mas os homens podem ter certeza de que, imediatamente após este ato insano, o mundo será tomado de espanto e horror. Os bons perderão seu escudo divino, tornando-se alvos do demônio. É a isso que se refere o capítulo 11, quando fala que os homens estarão se “felicitando” – falo da besta e dos maus – ou se confraternizando, por acharem que venceram a Deus: quando caírem os sacrários! Isso fará certamente atrair a ação divina, e o sopro do Espírito Santo haverá de iluminar as consciências.
 
Presumo que a abolição da Eucaristia acontecerá antes da guerra e como achamos que o Aviso e o astro vêm acabar com ela, uma das coisas que ficará bem claro a toda a humanidade é que a Eucaristia é Deus vivo não símbolo nem ceia. E é por falta dela que a Guerra começará. O mundo perderá os freios exatamente porque o espaço ocupado pelos sacrários será infestado pelos demônios. E desaparecerão quase por completo as graças e bênçãos que a presença do Santíssimo nos proporciona. Mesmo que ninguém mais – ou bem poucos – visite os sacrários, adore e repare por tantos crimes.
 
Mas assim não ficará por muito tempo. Se fosse por um longo período não resistiríamos. E então o amor de Deus virá em nosso auxílio. Isso fará depois, aos poucos que voltem os sacrários a povoar as localidades, e a Igreja irá ressuscitar. Porque a Eucaristia é o centro da nossa vida e o centro da Igreja. Sem ela somos frágeis e mesmo indefesos diante da brutalidade do mal. Aliás, este Aviso de Deus, do qual já tantas vezes nós falamos, atingirá em cheio, não somente a todos os homens sem exceção, como até mesmo as almas caídas e os demônios. A partir dele nenhum ser criado, jamais, poderá negar a existência de Deus, Uno e Trino, Amor em Plenitude.
 
Falar uma coisa assim hoje, parecerá o mais tremendo dos absurdos e tenho certeza plena de que a imensa maioria dos sacerdotes não acredita – falo dos meio bons – que a maioria das capelas estará sem sacrário. Quem acompanha as revelações proféticas dos últimos tempos percebe que algo de gravíssimo está para acontecer. Nota-se hoje uma espécie de covardia, um falso espírito de obediência, que literalmente imobiliza nossos padres, especialmente os bons.
 
Por este espírito maldito, passam torrentes de abominações e de mentiras. Então os bons padres acabam sendo proibidos de falar sobre os fins dos tempos porque dizem seus bispos que “tudo isso é uma bobagem e assusta o povo”, não podem falar contra o pecado “porque afasta os fiéis” da Igreja, nem precisam mais combater o erro, porque a Igreja faz bem e faz tudo se promover muitas obras sociais. Com isso recebem força de fazer calar todos os grupos de oração, as pessoas que querem confessar são quase expulsas de muitos confessionários e muitas Santas Missas são transformadas em verdadeiros festivais de fantasias, quando não são celebradas sacrilegamente.
 
Enquanto isso, nenhum mau sacerdote é combatido se negar os milagres de Cristo, ou negar os dogmas da Igreja, se pregar tudo aquilo que é contra o Catecismo, ou combater os grupos de oração e se todos eles juntos desobedecerem acintosamente ao santo padre. Nenhuma voz se levanta contra esta desobediência horrível, que será causa de muitos sofrimentos ainda, aos padres e bispos. Não pode mais defender o que é bom, santo e verdadeiro, e deve se calar diante da mentira flagrante, e da heresia ostensiva. Dizem que isso é obediência, quando tudo isso desobedece ao Papa, à Igreja e a Deus!
 
Natural e seguramente, sabemos que no final a Igreja triunfará, e que o Papa será vencedor sobre seus inimigos. Uma das coisas que menos consigo entender, em todo este mistério final, é como estes sacerdotes, com tantos estudos, com tantas teologias, não conseguem perceber que cumprem as Escrituras quanto à apostasia. Talvez porque ao invés de estudar a vida dos santos e dos profetas que previram este caos, foram levados a estudar todos os demônios criadores de heresias, que para nada mais servem do que turbilhonar a cabeça dos seminaristas, para distorcer sua vocação e matar sua fé.
 
Tem sido pungente o depoimento dos bons e santos sacerdotes, daqueles obedientes ao Santo padre, que querem seguir com fidelidade a verdadeira Igreja, tal como Jesus o quer, entretanto sentem-se tolhidos e ameaçados pelos seus superiores. Se eles desobedecem são ameaçados de expulsão da diocese. Se não obedecem, ficam com drama de consciência. Ficam então num dilema: obedecer a Deus ou aos homens? Na verdade, embora difícil, o mínimo que eles deveriam fazer é mostrar os documentos do Santo Padre, porque isso transfere ao bispo ou aos padres superiores, o ônus diante de Deus. Porque tanto o padre quanto o bispo, devem ser submissos ao Santo Padre. Se o bispo desobedece, também não merece obediência. Sim, sempre considerando que a nenhuma das Conferências episcopais se tem dever de obediência.
 
Como está previsto que a Igreja vencerá o último capítulo do Apocalipse trata da Nova Terra, ou da Jerusalém celeste, que descerá sobre a terra, “depois de passadas todas estas coisas”. Impossível afirmar com clareza como será; apenas é possível dizer que algo de fantástico espera a aqueles que vencerem. Nós sabemos que para muitos santos, e santas foi dado levantar uma pontinha do véu que esconde o Céu. Na verdade, o que eles viram não foi o Céu, mas sim a Nova Terra, já preparada desde milênios para os bons. É isso que está reservado para nossos filhos e filhas, quando todo mal, toda maldade, todo o pecado tiver sido expulso da terra e para sempre.
 
O JULGAMENTO FINAL.
 
Mas até lá temos a corrida dos dias. E você perguntará: o que vem depois dos 1260 dias? Veja o que está escrito em Apocalipse 11, 11 Mas, depois de três dias e meio, um sopro de vida, vindo de Deus, os penetrou. Puseram-se de pé e grande terror caiu sobre aqueles que os viam. 12 Ouviram uma forte voz do céu que dizia: Subi aqui! Subiram então para o céu numa nuvem, enquanto os seus inimigos os olhavam. 13 Naquela mesma hora produziu-se grande terremoto, caiu uma décima parte da cidade e pereceram no terremoto sete mil pessoas. As demais, aterrorizadas, deram glória ao Deus do céu. 14 Terminou assim a segunda desgraça. E eis que depressa sobrevém a terceira.
 
Ora, isso nos indica que teremos ainda algum tempo depois destes 1260 dias. Claro que, como eu já falei acima, naqueles dias não perguntaremos mais nada. Lembro disso, apenas para que ninguém fale em “contagem regressiva”, pois isso até pode ser para aqueles dias, mas não para o fim deste mundo mau, desta Babilônia. E o terremoto de que fala esta passagem, pode muito bem ser aquele do Grande Milagre, quando o segundo astro for desviado por Deus. Aí sim, com os três dias de trevas estaremos próximos do final dos maus porque está dito:
 
18, 18 Irritaram-se os pagãos, mas eis que sobreveio a tua ira e o tempo de julgar os mortos, de dar a recompensa aos teus servos, aos profetas, aos santos, aos que temem o teu nome, pequenos e grandes, e de exterminar os que corromperam a terra. 19 Abriu-se o templo de Deus no céu e apareceu, no seu templo, a arca do seu testamento. Houve relâmpagos, vozes, trovões, terremotos e forte saraiva. É preciso saber que de fato o julgamento dos que morreram acontece no exato momento que sucede a morte física. O que ocorre hoje ainda é que estes que morreram e foram julgados, tanto os que estão no Céu, quanto no Purgatório, quanto no Inferno, todos estão lá – ou a maioria – sem os seus corpos, apenas em espírito.
 
No momento deste Juízo Final acontecerá algo assombroso, pois se abrirão todos os túmulos e deles sairão os corpos dos que já morreram também aqueles que estão no mar, pois bilhões serão levados pelas águas durante a tribulação, e desde os tempos até aquele dia. Os que estão no Céu, receberão seus corpos glorificados, com idade de uns 20 anos e assim viverão para sempre na eterna felicidade. Os que estão no inferno também sairão de seus túmulos, mas estes para receberem seus corpos de podridão, de acordo com o pecado que os levou à morte eterna.
 
Além disso, todas as últimas revelações nos dão conta de que se haverá um novo Céu e uma Nova terra, haverá também um inferno diferente. É que hoje as almas caídas pode odiar, e este ódio lhes proporciona certo prazer. Podendo odiar, elas interferem na luta pelo mal, e incitam os demônios a fazer perder os vivos, a começar pelos parentes. Mas isso mudará drasticamente depois, quando o inferno for lacrado e fechado. A partir dali os mortos para Deus viverão o eterno tormento do REMORSO. Como um filme de terror, elas verão diante de si todas as chances de salvação que desprezaram. Entenderão enfim a sua loucura e isso lhes será mais terrível do que fogo. Aliás, elas prefeririam estar dentro do fogo real, com seus corpos, que sofrerem o tormento do remorso.
 
E ainda em 20, 10 O Demônio, sedutor delas, foi lançado num lago de fogo e de enxofre, onde já estavam a Fera e o falso profeta, e onde serão atormentados, dia e noite, pelos séculos dos séculos.. A Justiça divina é eterna e perfeita. Ninguém será castigado pelo que desconhecia, e, aliás, nem será castigado: o que lhe advier de tormento, é por desejo da própria alma ou demônio. Eles desejaram isso! Preferiram isso! E não se chame tal procedimento de loucura, porque estavam em plena lucidez. A justiça de Deus considera e releva a loucura, mas atinge em cheio o orgulho e a soberba! A extrema teimosia!
 
Lembro que, depois do Grande Julgamento, quando for lacrado o inferno – que é um lugar físico sim, e fica na terra – haverá certa separação. A imensa maioria das almas que se condenaram irá viver separada dos demônios, voltada para seu remorso constante. Mas uma parcela não desprezível dos grandes homens maus, esta viverá junto com os demônios e será tiranizada por eles. Os grandes criminosos, os grandes espíritas, os que causaram muitos tormentos na terra – Hitler, Lênin, Stalin, Nero – os satanistas que viveram para adorar ao demônio, também as prostitutas e homossexuais de grande depravação, estes irão fazer a farra dos demônios – sempre mais poderosos – sem poder reagir. Serão escravos eternos. Dos demônios a quem serviram aqui! Belo prêmio! Eterno!
 
Mas não devemos nos ater apenas no destino destes infelizes e sim lutar agora para que o menor número dos rebeldes se perca. Isso já está funcionando e temos visto pelos últimos números de perdidos.  Nossa batalha – que mal começou – deve continuar sem tréguas, porque as forças do mal não dormem. Nossa arma é a Oração, o estar ligado em Deus. Só os que estiverem bem agarrados Nele, não serão arrastados pelos ventos da última tempestade que se aproxima. Não se trata do tal de furacão Gustav que agora assola as Antilhas, mas algo mil vezes pior, porque atingirá todo mundo. Sim, furacão espiritual!
 
Enfim, quando todos os versos do Apocalipse se tiverem cumprido, quando tiver passado enfim o Dia do Senhor, nesta terra não restará um só ser humano que não adore em fé e verdade ao ÚNICO e nosso Deus. Pai, Filho e Espírito Santo! Haverá um só rebanho e um só Pastor: Jesus Cristo! Os que não aceitarem isso terão desaparecido daqui para sempre. 
 
Que vem depois dos 1260 dias? Vem muita coisa ainda!
 
aarão



www.recadosaarao.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 31/05/10 às 09:21:41 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES