ESTRANHA CALMARIA
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.144.215
Visitas Únicas Hoje: 392
Usuários Online: 107
Sistema de Busca

 

Artigos Site Aarão
Aqui estão relacionados alguns dos artigos extraídos do site www.recados.aarao.nom.br, site do Sr. Arnaldo que com inspiração divina, colocam matérias belíssimas que nos aproximam do amor de Deus e nos conduz à salvação.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2096 - Impresso: 45 - Enviado: 25 - Salvo em Word: 31
Postado em: 14/01/12 às 07:56:47 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=9349
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Nos últimos dias tenho estado ocupado com o novo livro para os sacerdotes. Interessante notar que, parece com simbiose ao que está acontecendo na viagem de nosso pessoal ao Paraná, a mensagem de Jesus dirá que “nunca os sacerdotes precisaram de tantas orações como hoje”.

Justamente por causa disso não tenho escrito como deveria, para trazer aos amigos sempre a síntese do que está acontecendo no mundo, especialmente na economia. Sim, porque sem dúvida alguma, uma tempestade financeira irá desabar em breve sobre o planeta. Na realidade o que já aconteceu até aqui, nestes últimos quatro meses, já seria o suficiente para mostrar a exatidão daquilo que está no folder, porque as perdas passam já de sete trilhões de dólares só nas bolsas de valores.

Neste momento em que começo a escrever, aqui em minha cidade um vento assustador da o sinal de fim de uma violenta tempestade, que se abateu certamente em um município vizinho. Relâmpagos intermitentes, estrondos que ensurdecem, janelas que tremem pela vibração destas forças tão incontroláveis. Dá uma ideia da pequenez humana e ao mesmo tempo da dimensão infinita deste Deus que nos rege, e que tudo determina, desde as últimas gotas que caem, até o uivo do vento. No Brasil em algumas localidades do centro-oeste os dilúvios fazem destruir cidades, nos sul a seca impiedosa faz destruir as culturas, e somar dívidas aos pequenos. Todos estes são sinais, e sinais do fim, porque a Escritura adverte para um sem fim de catástrofes simultâneas, algo nunca visto ate hoje no mundo.

Dirão que sempre houve isso, e certamente que sim. A Europa recebe seu furacão a varrer diversos países, elevando as ondas dos oceanos, e trazendo pavor aos seus habitantes. Até um vulcão adormecido ameaça dar sua cara na Alemanha – coisa impensável – e verdade é que por todos os lados notamos a natureza dando respostas, e dando seus gritos, diante das agressões da ganância humana, da exploração descontrolada das riquezas. Diante de tantos sinais – e da soma deles todos – não há como não perceber e ouvir o eco soturno de alguma tempestade, de algo muito forte, que deve acontecer nos próximos dias.

De fato, conforme colocamos no livro Oráculos do Fim de acordo com as profecias de tantos santos da nossa Igreja, antes do advento da grande fera certas nações etrariam em guerra civil, o que parece não estar acontecendo. Não se negue que no Oriente Médio em quase todas as nações se acham mergulhadas nelas, e se pode dizer que em toda a Europa um fermento venenoso parece levedar as massas em suspense. Noutro dia em meditava, em quem seria capaz de tocar fogo em certas cidades da Europa, como Paris e Roma, e imediatamente me vieram a mente os povos de Alá que ali residem, e são milhões. Eles, sem dúvida, serão a força de abertura daquelas nações para a invasão dos povos do Oriente, quando eles se derramarem sobre a Europa.

Nesta manhã coloquei uma pequena reportagem, porque ela me pareceu notícia plantada. Em outros meios de comunicação também percebi a mesma insinuação, que deixa transparecer nas entrelinhas um aviso sério, e em síntese elas dizem: a humanidade não resiste a uma semana, caso ocorra alguma guerra, ou algum atentado terrorista de grande escala. Isso me cheira a um aviso da própria fera, que já não esconde mais seus planos, e se acha senhora da situação, pois os homens há dizem: quem é semelhante a ela? Quem pode com ela? Ou seja: a própria fera dá a conhecer à humanidade que estamos a beira de um colapso, e que não precisamos mais de uma semana – como sempre temos avisado – para que o mundo esteja de joelhos.

Quero dizer, aos poucos a humanidade está capitulando ante o poderio nefasto do dinheiro, e está aceitando a ideia de que o melhor mesmo seria entregar o comando do mundo a um governante único, até para diminuir as despesas com a manutenção de milhares de casas legislativas e de todas as estruturas governamentais, e quem sabe dar assim sossego ao mundo com o fim da corrupção que hoje assola o planeta. Como viram em outro artigo, a fera promete “justiça social”, promete vida digna para todos os cidadãos, e paz e segurança a todos, e quem não deseja isso? Mas a pergunta é: acaso se tudo continuar assim até dia 15 de fevereiro próximo, haverá clima no mundo para que esta passagem aconteça?

Sinto que, neste momento, há uma estranha calmaria inspirando certas desconfianças em muitos, e concordo até que não é para menos. O grande problema é que nos acostumamos de tal forma com as catástrofes e acidentes, que tudo o que acontece hoje parece natural, normal e nada com que se preocupar. Notando, porém nas entrelinhas aquilo que as coisas representam para Deus, algo que para nós significa pouco, para Deus é espantoso. Tempos atrás vimos a revolta nas cidades da França onde os amotinados queimaram mais de sete mil automóveis. Vimos já em Londres alguns reflexos do que pode acontecer com a população caso o governo tenha que tomar medidas duras para tentar resolver a crise atual, que na verdade é de falência completa.

Neste cenário atual, que coisa poderia estar sendo tramada pela besta, uma vez que ela comanda os dois lados da guerra? Noutro dia eu imaginava algo que para muitos parece loucura, mas aquele avião – drone – espião dos EUA que caiu no Irã, não me parece que foi por acidente que caiu, mas foi intencional. Há uma história nebulosa sobre a nação americana, que eu já apontei em artigos bem antigos, onde as forças negras que comandam aquele povo, na realidade e loucamente, entregam de propósito aos povos “inimigos” as suas tecnologias em armas, para que eles tenham capacidade de destruí-la. Trata-se de um verdadeiro hara-kiri que faria aquela nação renascer como a Fênix, a ave mitológica que morria e renascia das cinzas a cada 500 anos.

Mas contar isso em detalhes seria longo demais, cabe aqui apenas mostrar aos amigos leitores alguns sinais que são formadores desta hecatombe. Primeiro é preciso saber que a crise é fabricada, é intencional, e visa efetivamente provocar um caos social capaz de deixar as nações sem alternativa. Ou afunda no lodaçal da guerra civil, ou se entrega ao filho das trevas, que vem com promessas de felicidade. Já falei em outros artigos, que se de fato eles quisessem hoje apresentar a fera ao mundo, já está tudo pronto e em condições, porque eles não precisam mais de uma semana para nocautear o planeta.

Por outro lado, se a crise se alastrasse, agora, para uma larga escala, dificilmente seria refreada, e seria quase que impossível estabelecer um pacto com as forças belicosas. Tudo então é preciso ser dosado, de forma que o mundo financeiro tenha mostrado que não tem mais forças para continuar, e que a quebradeira é inevitável. Hoje as agências de classificação de risco divulgaram a nota de que embora a França continue com nota máxima, verdade é que os agentes financeiros operam com nota baixa e decrescente em relação a este país. Ou seja: apostam que mesmo a França, que é a segunda economia do Euro, não terá condições de pagar suas dívidas. E existe já a pré-notícia de que 18 nações terão nota rebaixada, como a Hungria que recebeu nota zero, ou lixo. Impossível!

Jesus, no Evangelho de Mateus diz que “os homens sucumbiriam de medo, diante do barulho do mar e das ondas”. Esta palavra não tem a ver exclusivamente com as ondas do oceano e o barulho das ondas – até porque elas podem ser bem silenciosas – mas sim tem a ver com as ondas de povos, indo e vindo pelas diferentes nações, buscando locais mais seguros. Agora mesmo acabei de assistir no Jornal Nacional as levas de pessoas vindas o Haiti em caos, buscando abrigo no Brasil, através de uma cidade com fronteira entre Brasil, Bolívia e Peru. Já entraram por ali mais de 1800 pessoas, e um casal com seu filho se diziam felizes porque encontrou um banheiro para se alojar, estando ali bem melhor do que em seu país.

Também dos próprios Estados Unidos milhares de pessoas fazem cursos em português porque pretendem imigrar para nosso país, tendo em vista que lá as condições de vida estão se agravando, e se tornando impossíveis, com milhões de desempregados, coisa que atinge níveis nunca vistos. Em várias nações em estado de cataclismo social, já os países vizinhos armam fortíssimas barreiras militares, para evitarem a invasão destes povos em fuga, até porque na própria terra as dificuldades se tornam e cada dia, mais gigantescas. Esmagadas neste meio, milhares de pessoas inocentes, com crianças, sofrem a tortura da fome, do desprezo, e da morte, parecendo-lhes que o Próprio Deus tenha já abandonado a terra. Isso se intensificará a cada dia, mais e mais.

A notícia que me pareceu mais preocupante agora é que os Estados Unidos estão despejando em Israel milhares de soldados, e também deslocam para o Oceano Índico partes importantes de seu arsenal bélico, com porta-aviões e outros armamentos, tendo o Irã como alvo. Este país tem ameaçado fechar o Estreito de Ormuz caso haja algum tipo de retaliação dos países, em relação à compra do se petróleo. A realidade gritante é que os malditos governantes da nação americana, cada vez que sua popularidade está em baixa, tal que ponha em risco sua reeleição, costumam criar algum tipo de guerra para demonstração de forças. Praticamente em todas as últimas eleições eles fizeram isso.

Ora, neste momento de confusão mundial, onde as tensões da economia atingem limites insuportáveis, algum tipo de escaramuça bélica naquela região, certamente faria explodir os preços do petróleo, porque aquela artéria é vital para o mundo. Eis o cavalo negro do apocalipse, mostrando seu vigor, mais um elemento anunciado no folheto. Tudo isso vai se somando, e nota-se na própria fera certo desespero como relatei naquele sonho do seu navio: parte dos que o apoiam, sente que precisam de mais tempo para preparar melhor as coisas, entretanto as datas estão fixadas, e se eles demoram a tomar a iniciativa do enfrentamento final, é porque não tem segurança, nem a certeza do sucesso.

Enfim, não coloco aqui as questões da natureza que estão dando respostas à agressividade do homem, apenas tenho o objetivo de pedir a todos o mesmo que o Céu nos pede: Orações, redobradas, confiantes, generosas! Somente a oração tem poder de mudar ou de atenuar os castigos que acontecerão em breve. Temos de ter sempre os olhos e ouvidos atentos ao que diz ou faz Sua Santidade o Papa Bento XVI, porque em breve se esgotam os 1260 dias anunciados no Apocalipse. Discernindo também, caso o santo padre resolva permanecer até 23 de maio ainda no comando visível da Igreja nada contradiz ao anunciado no folheto, até porque não temos a data de sua saída.

Em algumas das mensagens já passadas pela equipe em viagem ao Paraná, nos é pedido rezar pelos padres de Sion e pelos judeus, porque tem que acontecer sua conversão, antes da vinda de Jesus. Não esqueçam os sacerdotes, de cada comunidade, precisaremos deles como do ar que respiramos para sobreviver. Somente quem estiver ligado e próximo da Eucaristia terá chances de escapar vivo da tribulação. Eis nosso tesouro maior, Deus mesmo em nosso meio. No mais é não temer nada, apenas aguardando os próximos lances do inimigo. Mas algo me diz que esta calmaria de início de ano, deverá levar a uma grande confusão nos próximos dias. Intuição apenas!

Hoje escrevo pouco, porque tenho de tratar do livro. Que Deus vos abençoe a todos! (Aarão)

PS> Boa obeservação de nosso amigo João Gabriel > penso que os inimigos estão esperando que durmamos para nos atacarem. Vamos à orações. A Anistia terminou mas isso nao significa descabso...



Fonte: www.recadosaarao.com.br





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 14/01/12 às 07:56:47 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES