A CONSAGRAÇÃO DA RÚSSIA JÁ FOI REALIZADA?
Espacojames



Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 13289 - A CONSAGRAÇÃO DA RÚSSIA JÁ FOI REALIZADA?
Artigo visto 3003




Visto: 3003
Postado em: 28/04/15 às 20:44:03 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=13289
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos


Assista o melhor documentário sobre Fátima já produzido no link abaixo:

Artigo N.º 13084 - Documentário: Os três segredos de Fátima - History Channel Especial Fátima ( Excelente! )

 

--

 

A Consagração da Rússia

Virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração... Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá, e terão paz.”

Na aparição de 13 de Julho, Nossa Senhora avisou os três videntes que se as pessoas não parassem de ofender Deus, Ele castigaria o mundo "por meio da guerra, da fome, e da perseguição da Igreja e do Santo Padre," usando a Rússia como o seu "instrumento escolhido de castigo." Disse às crianças que "para evitar isto, virei a pedir a Consagração da Rússia ao Meu Coração Imaculado" e prometeu que, por meio de este ato singular e público, a Rússia seria convertida e a paz seria dada ao mundo.

A Mãe de Deus avisou que se os seus pedidos não forem concedidos, “A Rússia espalhará seus erros pelo Mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas.”

 

 

Cumprindo a Sua palavra, Nossa Senhora reapareceu à Irmã Lucia a 13 de Junho de 1929 em Tuy, Espanha, quando numa grande visão sublime representando a Santa Trindade anunciou que “é chegado o momento em que Deus pede para o Santo Padre fazer, em união com todos os Bispos do Mundo, a consagração da Rússia ao Meu Imaculado Coração, prometendo, por este meio, salvá-la.”

Quando Deus mandou Nossa Senhora levar o seu mandato que a Rússia fosse consagrada, parece evidente que contava com a obediência imediata do Papa e dos bispos. Os pastores da Igreja, contudo, eligiram demorar-se, e a 19 de Agosto de 1931 Nosso Senhor apareceu em pessoa à Irmã Lucia em Rianjo, Espanha, e expressou o seu desgosto, dizendo: "faz saber aos meus ministros que, dado que seguem o exemplo do Rei da França em adiar o meu mandato, seguiram também na aflição."

O aviso de Nosso Senhor é de fato grave, referindo-se ao Seu mandato, através de Santa Margarida Maria Alocque, ao Rei de França que consagrasse o seu país ao Coração Sagrado de Jesus. O rei decidiu ignorar o mandato e assim condenou a sua dinastia e o seu trono aos terrores da revolução, do caos e da guilhotina.

 

Virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração... Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá, e terão paz.”

 

O pedido da Santa Virgem pela consagração da Rússia continua sendo um dos aspectos mais controversiais da Mensagem de Fátima inteira. Enquanto vários papas têm realizado consagrações do mundo desde que o pedido se fez público, (incluso o Papa João Paulo II em 1982 e em 1984), lamentàvelmente, nenhum deles realizou as instruções específicas dos pedidos de Nosso Senhor e de Nossa Senhora. Em visitas repetidas à Irmã Lúcia, o Rei e a Rainha do Céu insistiram que é a Rússia (e só a Rússia) que deve ser o objeto de este ato público de obediência e oração. Além do mais, Nosso Senhor e Nossa Senhora indicaram que o Santo Padre deve unir-se a todos bispos do mundo no ato de consagração, no mesmo dia e à mesma hora nas suas respectivas dioceses. De maneira interessante, só a consagração do mundo do Papa Pio XII em 1942 incluiu o envolvimento substancial dos bispos. A Irmã Lúcia escreveu que este ato de obediência imperfeito, embora não realizasse o pedido de Nossa Senhora, contudo acelerou o fim da Segunda Guerra Mundial, poupando assim as vidas de dezenas de milhões de almas.

Em resposta à pregunta da Irmã Lúcia de porque Ele não converteria a Rússia sem que o Santo Padre consagrasse a Rússia ao Coração Imaculado de Sua Mãe, Nosso Senhor respondeu “Porque quero que toda a Minha Igreja reconheça essa consagração como um triunfo do Coração Imaculado de Maria para depois estender o Seu culto e pôr, ao lado da devoção do Meu Divino Coração, a devoção deste Imaculado Coração.”

Irmã Lúcia: Deus não aceitou  a consagração realizada porque não havia a maioria dos bispos

 

Dentro de tantas confusões teóricas sobre a Consagração da Rússia, houve uma de que para que a Consagração fosse válida era preciso que o Papa o fizesse com todos os bispos do mundo.

Vejamos o techo da Mensagem: “Para a impedir virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz, se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja, os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sufrer, várias nações serão aniquiladas, por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será consedido ao mundo algum tempo de paz” (Redação feita pela Irmã Lúcia na “Terceira Memória”, de 31 de agosto de 1941, destinada ao Bispo de Leiria-Fátima).

Nossa Senhora afirma que o Santo Padre consagraria a Rússia ao seu Imaculado Coracao e não o Santo Padre e “todos os bispos do mundo”. O Papa Pio XII consagrou especificamente a Rússia em 1952. Isso pode ser comprovado na carta apostolica do dia 7 de Julho de 1952 disponivel no site do Vaticano na carta intitulada “Sacro vergente anno – Consagração da Rússia ao Coração Imaculado de Maria” (7 de julho de 1952) da qual destaco um trecho: “Assim como a alguns anos atras, nós consagramos todo genero humano [1942] ao Coração Imaculado da Maria Virgem, Mae de Deus, hoje nós consagramos e de uma forma mais especial confiamos todos os povos da Rússia a este Imaculado Coração … ” (Sacro Vergente Anno, Pio XII)
.
Embora acredito que todos tenha ciência de tal fato, é bom relembrar que: Em 21 de Novembro de 1964 e no termo da 3ª Sessão do Concilio Vaticano II quando Maria foi proclamada Mãe da Igreja, o Papa Paulo VI fez a Consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria, na presença de todos os bispos, e o Papa João Paulo II na carta de 20 de Abril de 1982, avisa que renovaria as consagrações de Pio XII e de Paulo VI, pedindo a união espiritual com todos os bispos e recomendando às suas orações a peregrinação do Papa a Fátima.

As mesmas consagrações, válidas, da Rússia e do Mundo ao Imaculado de Maria. Aqui já cai por terra qualquer teoria mirabolante para contestar o contrário.

Agradeço, a princípio, ao Gabriel Antunes Mattias pelo envio do artigo acima, porque, através dele, poderemos deixar claros alguns pontos. Por opção própria do sr. Gabriel, o autor do texto não foi revelado, e por isso não podemos aprofundar nosso raciocínio porque não conhecemos a origem do artigo exposto.

 

Sendo assim, analisaremos apenas o que está escrito. Para isso, vamos dividir as precipitações em dois equívocos, e assim argumentá-los.

Primeiro erro – Nossa Senhora afirma que o Santo Padre consagraria a Rússia ao seu Imaculado Coracao e não o Santo Padre e “todos os bispos do mundo”.

Em 13 de junho de 1929, Nossa Senhora aparece particularmente à Irmã Lúcia; e a pastorinha de Fátima relata tal aparição com as seguintes palavras:

 

 

"Eu tinha pedido e obtido licença das minhas superioras e confessor para fazer a Hora-Santa das onze à meia-noite, de quintas para sextas-feiras. Estando uma noite só, ajoelhei-me entre a balaustrada, no meio da capela, a rezar, prostrada, as Orações do Anjo. Sentindo-me cansada, ergui-me e continuei a rezá-las com os braços em cruz. A única luz era a da lâmpada. De repente iluminou-se toda a Capela com uma luz sobrenatural e sobre o Altar apareceu uma Cruz de luz que chegava até ao teto. Em uma luz mais clara via-se, na parte superior da cruz, uma face de homem com corpo até a cinta, sobre o peito uma pomba também de luz e, pregado na cruz, o corpo de outro homem. Um pouco abaixo da cinta, suspenso no ar, via-se um cálice e uma hóstia grande, sobre a qual caíam algumas gotas de sangue que corriam pelas faces do Crucificado e duma ferida do peito. Escorregando pela Hóstia, essas gotas caíam dentro do Cálice. Sob o braço direito da cruz estava Nossa Senhora (era Nossa Senhora de Fátima com o Seu Imaculado Coração na mão esquerda, sem espada nem rosas, mas com uma Coroa de espinhos e chamas). Sob o braço esquerdo, umas letras grandes, como se fossem de água cristalina que corresse para cima do Altar, formavam estas palavras: “Graça e Misericórdia”. Compreendi que me era mostrado o mistério da Santíssima Trindade e recebi luzes sobre este mistério que não me é permitido revelar. Depois Nossa Senhora disse-me:

– É chegado o momento em que Deus pede para o Santo Padre fazer, em união com todos os Bispos do Mundo, a Consagração da Rússia ao Meu Imaculado Coração, prometendo salvá-la por este meio. São tantas as almas que a justiça de Deus condena por pecados contra Mim cometidos que venho pedir reparação: sacrifica-te por esta intenção e ora.

Dei conta disto ao confessor que me mandou escrever o que Nossa Senhora queria se fizesse. Mais tarde, por meio duma comunicação íntima, Nossa Senhora disse-me, queixando-se:

– Não quiseram atender ao Meu pedido!… Como o rei de França, arrepender-se-ão e fá-la-ão, mas será tarde. A Rússia terá já espalhado os seus erros pelo mundo, provocando guerras, perseguições à igreja: O Santo Padre terá muito que sofrer." [1]

Dessa forma, a Irmã Lúcia esclarece definitivamente que a ordem de Nossa Senhora é que a Rússia seja consagrada pelo Papa em união com todos os bispos do mundo ao seu Imaculado Coração.

É o Santo Padre quem consagrará a Rússia, mas estando em união com os bispos do mundo inteiro.

Por isso que, em uma das aparições, Nossa Senhora cita apenas o Santo Padre, porque é por Ele que a Rússia deve ser consagrada ao Imaculado Coração, de modo que essa consagração deve ser feita em união com todos os bispos do mundo.
 

Segundo erro – O Papa Pio XII consagrou especificamente a Rússia em 1952.

Em 26 de dezembro de 1957, a Irmã Lúcia se dirigiu ao Padre Fuentes com as seguintes palavras:

"Diga-lhes, Senhor Padre, que a Santíssima Virgem repetidas vezes, tanto aos meus primos Francisco e Jacinta como a mim, nos disse que muitas nações desaparecerão da face da terra, que a Rússia seria o instrumento do castigo do Céu para todo o Mundo, se antes não alcançássemos a conversão dessa pobre nação." [2]

A Carta Apostólica Sacro Vergente Anno, na qual se baseia o autor do artigo para afirmar que a Rússia já foi consagrada por Pio XII ao Imaculado Coração de Maria, foi escrita no ano 1952. Ora, em 1957 a Irmã Lúcia ainda insistia que era preciso consagrar a Rússia ao Imaculado Coração para que essa nação se convertesse.

Para deixar mais claro, em 19 de Março de 1983, muito depois de Pio XII escrever a Sacro Vergente Anno, a Irmã Lúcia falou ao Núncio Papal, Arcebispo Portalupi, ao Dr. Lacerda e ao Padre Messias Coelho:

“No ato de dedicação de 13 de Maio de 1982 [quando João Paulo II consagrou o mundo a Nossa Senhora em Fátima], a Rússia não aparecia como sendo o objeto da consagração”. E continuou a dizer: 

A Consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu. Não pude dizer isso porque não tinha licença da Santa Sé”.

 

Por outro lado, quem afirma que a Rússia já foi consagrada ao Imaculado Coração de Maria pelo Papa Pio XII em 1952 são os Sedevacantistas, porque, para eles, não há Papa no Trono para consagrar a Rússia ao Coração Imaculado e, por isso, necessitam afirmar, erroneamente, que a Rússia já foi consagrada.

Para provar, reproduzimos abaixo uma parte do artigo contido no blog de língua espanhola Sursum Corda, administrado por sedevacantistas.

… a consagración de Rusia se produjo en el 7 de Julio de 1952 por su Santidad Pío XII, como se expone en la “Sacro Vergente amno”, carta apostólica, en la que se nombra a Rusia específicamente (“de manera especial”) aunque no exclusivamente pues também fue consagrada la “entera raza humana”. [3]

Não sei se o autor do precipitado artigo citado pelo Sr. Gabriel é um sedevacantista, mas, se não for, está andando de mãos dadas com eles, mas creio que não consciente. Isto porque é afirmado no mesmo artigo: Em 21 de Novembro de 1964 e no termo da 3ª Sessão do Concilio Vaticano II quando Maria foi proclamada Mãe da Igreja, o Papa Paulo VI fez a Consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria, na presença de todos os bispos, e o Papa João Paulo II na carta de 20 de Abril de 1982, avisa que renovaria as consagrações de Pio XII e de Paulo VI, pedindo a união espiritual com todos os bispos e recomendando às suas orações a peregrinação do Papa a Fátima (sic).

Ora, Nossa Senhora pediu a Consagração específica da Rússia, e não a do mundo, como relata o Padre McGlynn, em seu livro Vision of Fatima, onde o reverendíssimo expõe o fato de a Irmã Lúcia fazer questão de corrigir “Consagração do mundo” para “Consagração da Rússia”: “Não! O mundo não! A Rússia! A Rússia!”, dizia Irmã Lúcia [4].

Com isso, fica claro que a Rússia ainda não foi consagrada ao Imaculado Coração como Nossa Senhora ordenou: “Deus vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para impedi-la virei pedir as Comunhões de reparação e a consagração da Rússia ao Meu Imaculado Coração… Por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-á à Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz” [5].

Rezemos para que, num futuro próximo – e bem próximo! –, o Papa consagre a Rússia ao Imaculado Coração para que, assim, se cumpra as promessas da Virgem Maria.

No Coração de Jesus e Maria,

Carlos Wolkartt.

_________

Notas

[1] Memórias e Cartas da Irmã Lúcia, edição do Pe. António Maria Martins S.J., Porto 1973. O negrito é nosso.

[2] Frère Michel de la Sainte Trinité; Toute la Vérité sur Fatima, Volume III.

[3] Sobre la consagración de Rusia, em http://sursumcordablog.blogspot.com/2009/05/sobre-la-consagracion-de-rusia.html – O negrito é próprio do artigo.

[4] Padre Thomas McGlynn, Vision of Fatima, 1949, pág. 80.

[5] Mensagem de Nossa Senhora a Irmã Lúcia, em 13 de julho de 1917.


Fonte: http://www.padremarcelotenorio.com/2013/08/a-consagracao-da-russia-ja-foi-realizada/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.938.510
Visitas Únicas Hoje: 667
Usuários Online: 189