BASÍLICA DE SÃO PEDRO
Espacojames



Página Inicial
Listar Artigos




Artigo N.º 276 - BASÍLICA DE SÃO PEDRO
Artigo visto 2990




Visto: 2990
Postado em: 20/11/07 às 10:11:23 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=276
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos


A Basílica de São Pedro é o maior templo da cristandade. Encontra-se situada à margem direita do Tibre, dentro da Cidade do Vaticano. A Basílica primitiva com cinco naves e consagrada no ano de 326 foi construída pelo desejo do imperador Constantino sobre o túmulo do apóstolo São Pedro. Mesmo antes do fim do império, no ano de 476, os romanos começaram a se estabelecer nos arredores da basílica, aproveitando os antigos e gloriosos restos do Império Romano.

Por guardar as relíquias de São Pedro, a basílica tornou-se um centro de peregrinação, porque é um local sagrado para os católicos. No transcorrer do tempo, ela enriqueceu-se com novos relicários, como também com uma profusão de decorações de estilo bizantino, românico e gótico. Entre os anos de 1100 e 1200, a fachada do templo e seu interior foram decorados com afrescos e mosaicos. Em 1330, Giotto e outros artistas de sua escola, realizaram o mosaico da nave lateral e o políptico do altar maior.

Em meados do século XV, o Papa Nicolau V decidiu reestruturá-la e confiou tal tarefa (1452) a Bernardo Rosselino. Após o falecimento do pontífice, no ano de 1455, as obras foram interrompidas quase por completo até o período do Papa Julio II, que as colocou nas mãos de Bramante. Este recebeu o título de mestre das ruínas, ao demolir por completo a antiga igreja e a construção edificada por Rosselino.

Em 18 de abril de 1506, pôs-se em marcha a construção da nova basílica, concebida por Bramante com uma planta em forma de cruz grega e uma grande cúpula central. No entanto, até a sua morte, em 1514, só havia conseguido edificar os quatro pilares centrais com seus relativos arcos de união. Estes últimos condicionaram todas as sucessivas intervenções.

Rafael foi o encarregado de prosseguir com os trabalhos. Deixou de lado a arquitetura central de Bramante e pôs em marcha um majestoso projeto, com uma planta em forma de cruz latina. Rafael faleceu em 1520, mas sua obra foi continuada por Antonio de Sangallo.

A partir de 1547, as obras passaram a estar sob a direção de Michelangelo Buonarotti, que voltou a adotar a concepção da planta central de Bramante ao imaginar a basílica como um templo ilhado no meio de uma praça. Michelangelo morreu sem terminar a cúpula concebida por Buonarroti, sobre a qual Giacomo della Porta e Domenico Fontana ergueram em 1588-1589.

A partir de 1607, Carlo Maderno completou definitivamente a obra, transformando, por desejo de Paulo V, a planta de cruz grega em outra de cruz latina, na qual acrescentou três arcadas e o pórtico da entrada e realizou a fachada. Terminada em 1612, a basílica foi consagrada por Urbano VIII no ano de 1626.

Atualmente, tem uma extensão de 186 metros, uma superfície de 15.160 metros quadrados, e a altura de sua cúpula é de 119 metros. Deve ser destacado, ainda assim, o baldaquino de bronze com as quatro maravilhosas colunas em espiral, obra também de Bernini, a Pietá, de Michelangelo, e cinco portas que se somam à fachada sob a galeria das Bênçãos. Uma cruz designa essa Porta Santa. Essa mesma Porta Santa que foi aberta com uma solene cerimônia no Grande Jubileu de 2000.


www.bispado.org.br/aspx/Conteudo.aspx?c=89



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.699.508
Visitas Únicas Hoje: 835
Usuários Online: 230