Jesus Cristo e a Sua Igreja
Espacojames



Página Inicial
Listar Protestantes/ Seitas




Artigo N.º 7771 - Jesus Cristo e a Sua Igreja
Artigo visto 2963




Visto: 2963
Postado em: 05/05/11 às 07:41:36 por: James
Categoria: Protestantes/ Seitas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=119&id=7771
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Protestantes/ Seitas


"Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mt 16, 16).

"Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja" (Mt 16,18).

Quando Jesus perguntara quem fosse no modo de pensar das pessoas o Filho do Homem, os Apóstolos apresentaram várias opiniões que circulavam entre os Judeus. Mas quando perguntou-lhe diretamente: "Vós o que dizeis que eu seja?" (Mt 16, 15), Pedro respondeu em nome dos Doze: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mt 16, 16).

Diante da profissão de Fé de Pedro, eis o que Jesus responde:

"Feliz és tu, Simão filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue quem te revelou isso, mas o Pai que está nos céus. E eu te digo: Tu és Pedro e sobre esta pedra construirei a minha Igreja e as portas do inferno nunca levarão vantagem sobre ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus, e tudo que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo que desligares na terra será desligado nos céus". (Mt 16, 17-19).

É interessante fazermos uma pequena pausa com o fim de melhor observar o conteúdo deste texto.

"Feliz és tu..."

Esta Expressão é muito freqüente nas Escrituras quando se quer destacar alguém. Ver Mt 5, 3-11 ; Lc 6, 20-22 ; Lc 10, 23 ; 11, 27s ; 14, 15... além de várias passagens nos salmos.

"...Simão filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue quem te revelou isso, mas o Pai que está nos céus."

Ou seja: a resposta de Pedro foi inspirada e não uma mera opinião do Apóstolo.

" E eu te digo: Tu és Pedro e sobre esta pedra... "(Kefa/Kefa).

Vale ainda notar que Jesus mudou o nome de Simão para Pedro. Ora, mudanças de nome eram usadas para marcar um fato muito importante. Um exemplo é quando Deus muda o nome de Abrão para Abraão (Gn 17), a fim de constituí-lo líder de uma futura nação: Israel.

No caso de São Pedro, a missão era outra: chefiar a Igreja deixada por Cristo, como veremos mais a seguir.

Convém também ressaltar que, como falava em aramaico, Jesus usou a mesma palavra (Kefa = Cefas = Pedro) onde atualmente lemos "Pedro e pedra".

"...construirei a minha Igreja..."

Jesus poderia ter falado "as minhas" Igrejas, mas não o fez. Por quê? Por que o desejo de Cristo era a unidade, como Ele próprio tão bem expressa, ao falar em "um só rebanho e um só pastor".

"...e as portas do inferno nunca levarão vantagem sobre ela."

Na Antigüidade, as portas eram consideradas a defesa de uma cidade, ou o ponto de partida para um ataque. Portanto, eram bem preparadas. Aqui, destaca-se que nem mesmo as "portas do inferno", por mais fortes e preparadas que estejam, não prevalecerão sobre a Igreja.

"Eu te darei as chaves do reino dos céus..."

As chaves indicam poder, acesso às portas. Aqui, trata-se das chaves da Cidade de Deus, tantas outras vezes aludidas na Bíblia, como a chave da Casa de Davi, dos profetas...

"... e tudo que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo que desligares na terra será desligado nos céus".

Os termos ligar/desligar (asar e shera ou hithir) são muito fortes no judaísmo, e fazem referência à autoridade para julgar, tomar decisões. A excomunhão aplicada por um rabino, por exemplo, é geralmente acompanhada do termo "desligar", no caso, desligando o dito herege da comunidade. No presente texto, os termos são usados por Cristo para delegar poderes a Pedro, necessários à condução da Igreja.

Esta Igreja continua até hoje, una e única (Mc 3, 25 ; Jo 10, 16 ; 17, 20-23 ; At 4, 32 ; I Cor 12, 12ss ; 14, 33 ; Ef 4, 3-6 ) e devidamente assistida pelo próprio Deus (Jo 14, 16-17 ; Mt 28,20).

A lista de sucessão papal (Pedro, Lino, Cleto... J. Paulo II) também mostra esta realidade.

Passemos agora a outro diálogo entre Jesus e Pedro:

Quando acabaram de comer, Jesus disse a Simão Pedro: "Simão filho de João, tu me amas mais do que estes? "Ele respondeu: "Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo". Jesus disse: "Apascenta os meus cordeiros". 16 Jesus perguntou pela segunda vez: "Simão filho de João, tu me amas?" Pedro respondeu: "Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo". Jesus lhe disse: "Apascenta as minhas ovelhas".. 17 Pela terceira vez Jesus perguntou: "Simão filho de João, tu me amas?" Pedro ficou triste por lhe ter perguntado três vezes ?tu me amas?? e respondeu: "Senhor, tu sabes tudo, sabes que eu te amo". Disse-lhe Jesus: "Apascenta as minhas ovelhas. (Jo 21,15-17)

De pescador, Pedro passa a pastor, mas este rebanho não pertence a Pedro. Jesus lhe diz: "Apascenta os meus cordeiros". Não é pelo fato de pastorear o rebanho que este pertence ao pastor. Pedro apenas recebe a autoridade de Jesus , e como tal, é um servidor do rebanho, da Igreja.

Um rebanho é composto por diversas ovelhas, mas constitui um só rebanho (variedade na unidade). A frente desse rebanho, Jesus estabeleceu São Pedro. Ser pastor só é concedido por Jesus ressuscitado. Ninguém pode apropriar-se da autoridade de apascentar o rebanho se Jesus Glorificado se Ele não lho conceder. Não depende da vontade humana, mas sim da escolha divina.

Um grande amor é a condição indispensável para apascentar o rebanho de Jesus. Se João é o "discípulo mais amado de Jesus", Pedro é o "discípulo que ama Jesus", como percebemos no diálogo. Pedro, o primeiro Papa, apesar de ter negado a Jesus três vezes, foi sempre um entusiasta por Cristo e por Sua missão.
Foi assim que aprendeu a servir e não a ser servido.

A Autoridade de Pedro logo se faz notar.

Depois de Pentecostes, foi São Pedro o primeiro a falar ao povo. Também foi ao Templo para rezar, e aí fez o milagre pela fé em Jesus ressuscitado às autoridades do Templo. Julgou a Ananias e Safira. Visitou as diversas comunidades e decidiu que a Igreja devia ocupar-se também dos gentios, recebendo os não-judeus.

É também a São Pedro que Jesus disse:

"Satanás vos procurou para vos peneirar como trigo. Mas eu orei por ti, para que tua fé não falhe; e tu, uma vez convertido, confirma os irmãos". (Lc 22, 31-32)

Eis, portanto, a missão do Papa e de toda a Igreja: confirmar os irmãos na fé. E quem é o nosso irmão? Quem é o nosso próximo? Todos. Pois, "nas fileiras do exército de Cristo, não há licenciados." (J. M. Pudajas.)

É preciso guardar o "bom depósito da fé" ( ITim 6,20 ; IITim 1, 14), permanecendo fiel a Igreja deixada por Cristo. Afinal, a fé em Cristo é uma só (Ef 4,3-6) e não há dois evangelhos (Gl 1, 6-9).

Por fim, deixemos algumas palavras do próprio São Pedro:

"Assim como houve entre o povo (de Israel) falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão seitas perniciosas. Renegando deste modo o Senhor, que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina. Muitos os seguirão em suas licenciosidades. Por sua causa o caminho da verdade será blasfemado." (II Pe 2, 1ss).

 


Fonte: http://www.veritatis.com.br/apologetica/artigospapaprimado/841-jesus-cristo-e-a-sua-igreja



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.699.423
Visitas Únicas Hoje: 750
Usuários Online: 236